Lula



Engajamento virtual e pesquisas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado federal Jair Bolsonaro – Montagem sobre fotos de Reuters e Alexandre Cassiano

O assunto é mais do que polêmico, hoje é técnico e está sendo muito estudado. Em países desenvolvidos o fenômeno já é mais conhecido. Por aqui, aparece agora. No seu blog, Jose Roberto de Toledo afirmou hoje, no artigo “Lula, Bolsonaro e o tempo”:

“Pela primeira vez, o engajamento virtual antecipou o resultado de pesquisas de opinião com o eleitorado real. Doria despencou antes nos comentários, likes e compartilhamentos de sua página no Facebook do que caiu sua avaliação como prefeito no Datafolha. A caravana de Lula pelo Nordeste resultou em grande aumento das interações com sua página, o que coincidiu com um ‘bump’ nas pesquisas de intenção de voto. Bolsonaro sustenta a mesma consistência e destaque nas pesquisas e nas redes”.

José Roberto opina também que “o maior risco de partir cedo demais para a corrida é queimar a largada – Doria que o diga. Nisso, porém, os dois líderes se distinguem. Lula está tão exposto desde sempre que a campanha antecipada serve para testar vacinas e, se der certo, criar anticorpos. Bolsonaro ainda precisa provar que tem a casca dura. Seu primeiro teste será manter-se em segundo até 7 de abril”.

Comente aqui


PT quer Lula candidato mesmo condenado, mas há um problema

O PT quer manter a candidatura de Lula a presidente, de qualquer forma, mesmo condenado em segunda instância. A estratégia está fundamentada em parecer de jurista do Paraná, professor Luiz Fernando Casagrande Pereira.
A estratégia, porém, tem um problema, destacado hoje em várias publicações nacionais. Convencer os aliados a permanecer ao lado de Lula, em uma estratégia de risco. Um exemplo é o PC do B. O partido discute o lançamento de candidatura própria ao Planalto, com três nomes despontando: Manuela d´Ávila (RS), Jandira Feghali (RJ) e Orlando Silva (SP).

2 Comentários


Coluna de domingo, 22 de outubro

EM SANTA CATARINA O deputado Jair Bolsonaro lidera a corrida presidencial em Santa Catarina. Em amostra da Paraná Pesquisas, Bolsonaro apareceu com 26,2%. Em segundo, o ex-presidente Lula, com 18%. Marina Silva, 9,3%. Geraldo Alckmin, 8,2%, Alvaro Dias, 7%. Joaquim Barbosa, 5,8%; Ciro Gomes, 5,3%. 14,5% não vão votar em nenhum destes candidatos. 4,8% não sabem em quem vão votar. Foram entrevistadas 1.554 pessoas, entre os dias 12 e 16 de outubro, em 64 cidades catarinenses. A margem de erro é de 2,5% e o grau de confiança de 95%.

PRAÇA Moradores do Jardim Tabaetê pedem, há muitos anos, a revitalização da Praça Augusto Ruschi. O abandono é grande.

ESPERANÇA Os moradores confiam que o prefeito determinará uma rápida intervenção na praça.

FAHUR O sargento que vem fazendo uma pré-campanha muito popular para deputado federal fez, recentemente, uma cirurgia de vesícula. Mas já está recuperado.

SAÚDE O ministro da Saúde, Ricardo Barros, esteve no Uruguai participando da Conferência Global da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre Doenças Não transmissíveis.

METAS O Brasil é um dos seis países que já cumpriu a meta da OMS de organizar um sistema de indicadores para o monitoramento e avaliação dessas doenças.

ALERTA “O Sistema financeiro de habitação precisa ser estudado para não prejudicar mutuários inadimplentes quando executados judicialmente”. O alerta é do presidente da Paranaprevidência, Wilson Quinteiro.

HABITAÇÃO O evento que mobilizou construtoras, trabalhadores e fornecedores da construção, sexta-feira, em frente à Caixa, foi um sucesso.

DOCUMENTOS O regional da Caixa, em Maringá, e o presidente, em Brasília, receberam um documento pedindo a imediata volta das operações do Minha Casa Minha Vida.

PRESIDENTES A diretoria de Assuntos Comunitários da Prefeitura de Maringá realiza reunião com presidentes de Associações de Bairros amanhã, segunda, às 19h30.

VILA VARDELINA A reunião será no salão comunitário da Vila Vardelina.

BOTA FORA Será hoje no Jardim Paris III, IV, V, VI, com equipes da SEMUSP.

TÓQUIO O arcebispo de Maringá, dom Anuar Battisti, ministrou palestra e presidiu a santa missa na sexta-feira (20) na Universidade Sofia, em Tóquio.v

PROCON Curiosa a suposição de que ex-servidores estariam com senhas atividades e acessando o banco de dados. Porque as senhas não foram totalmente zeradas, em janeiro?

 

MUNICÍPIOS

SEGURANÇA Amanhã servidores do Departamento de Obras e Elétrica de Sarandi receberão kits de equipamentos de proteção individual, de acordo com as normas reguladores do trabalho.

SEM ÁGUA Ventos e chuva causaram problemas no fornecimento de energia elétrica em Floraí, o que afetou o abastecimento de água.

ALTO PARANÁ O município recebe a fase macrorregional do Bom de Bola 2017, com equipes de Escolas, Colégios Núcleos de Paranavaí, Cianorte, Umuarama e Loanda.

CENSO AGROPECUÁRIO Recebi uma pergunta: Responder ao censo é obrigatório? O advogado Anderson Alarcon me repassou a informação: É obrigatório. Quem não responder pode ser multado. Tem mais informações no blog.

 

FRASE
“Se queremos o desenvolvimento espiritual, a prática da paciência é essencial”. Dalai Lama

 

PARA LEMBRAR

31 DE OUTUBRO, às 19h30, a Igreja Luterana em Maringá realizará um culto comemorativo aos 500 anos da reforma protestante. Na rua Men de Sá, 186.

21 A 27 DE NOVEMBRO – IV Semana da Micro e Pequena Empresa Paranaense. Eventos em vários municípios do Paraná. Realização da Fampepar, Ampec Apucarana e Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Paraná. Apoio do Sebrae.

 

ÚLTIMA
Quem só olha pra si não vê a grandeza que os outros tem. (Contribuição de um leitor. Agradeço a todos que estão fazendo contato encaminhando sugestões e informações).

2 Comentários


Lula terá recepções a favor e contra, quarta-feira 13, em Curitiba

Na Internet circulam informações de que Curitiba terá uma quarta-feira 13 movimentada, com manifestações a favor e protestos contra Lula.
O ex-presidente vai a Curitiba para o segundo depoimento ao juiz Sergio Moro.
O curioso é que este depoimento poderia ser feito por videoconferência, mas à época, Lula decidiu que queria ir a Curitiba. A viagem acontece depois de uma semana muto desfavorável ao petista, especialmente pelo depoimento do ex-ministro e companheiro Antônio Palocci dado justamente ao juiz federal Sérgio Moro, na capital paranaense.
Lula terminou uma peregrinação pelo Nordeste um dia antes do depoimento de Palocci. No palaque, lideranças pró-Lula não economizaram em agressões verbais a Moro e pediram “luta” em favor do ex-presidente, afirmando que ela só termina no dia 1º de janeiro de 2019, aludindo a uma eventual posse do seu apoiado como presidente.
A Frente Brasil Popular, a Resistência Democrática e o Fórum de Lutas 29 de Abril esperam petistas, aliados e movimentos sociais para defender Lula.
De outro lado os movimentos Curitiba Contra a Corrupção e o Movimento Brasil Livre organizam uma “recepção” com grande manifestação contra Lula.
Os lulistas esperam a sua presença em ato marcado parra as 18 horas na Praça Generoso Marques, em frente ao Paço Municipal, dentro da programação da 2ª Jornada de Lutas pela Democracia, que começa com atividades culturais a partir das 14 horas.
Eles querem repetir a mobilização e os debates de maio, quando Lula prestou seu primeiro depoimento à Justiça Federal de Curitiba.
Os movimentos de protesto contra Lula querem concentrar pessoas em frente ao Museu Oscar Niemeyer (MON), a partir das 13h30. A expectativa é de que o público cresça no fim da tarde, quando muita gente sai do trabalho.
A expectativa é de o movimento contra Lula cresça em razão das últimas notícias, como o depoimento de Antônio Palocci e a prisão de Gedel Vieira Lima.
Promessa de quarta-feira quente em Curitiba.

1 Comentário


Palocci abre o jogo

O depoimento do ex-ministro Antonio Palocci ao juiz federal Sérgio Moro, ontem, dia 6, marca uma nova fase da Operação “Lava Jato”, incriminando o ex-presidentes Lula. Ele foi ouvido em processo sobre propinas da Odebrecht.
Sobre o que disse Palocci muito se falou e se escreveu, nas últimas horas, no país. “Fim de jogo”, “a casa caiu” são algumas das expressões que ganharam espaço nas notícias e postagens na internet e redes sociais.
Ricardo Noblat escreveu: “O dia 6 de setembro de 2017 tem tudo para passar à História como o que selou o destino do mais popular e carismático líder político brasileiro desde Getúlio Vargas, o presidente da República que em agosto de 1954 matou-se com um tiro no peito para não ser derrubado por um golpe militar.
Em menos de duas horas, ficou-se sabendo que o ministro da Fazenda e da Casa Civil dos governos do PT, Antonio Palocci, ‘o Italiano’, detonou o ‘pacto de sangue’ firmado por Lula com a construtora Odebrecht. E que Lula e Dilma foram denunciados outra vez, desta vez por obstrução de Justiça.”
No Estadão, Ricardo Brandt, Fausto Macedo, Julia Affonso e Luiz Vassallo deram informações sobre o depoimento em que “Palocci incrimina Lula em ação sobre propinas da Odebrecht”.
Além do ex-presidente Lula, também respondem ao processo o ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil/Governos Lula e Dilma), seu ex-assessor Branislav Kontic, o advogado Roberto Teixeira, compadre de Lula, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e outros três investigados.
Sem dúvida, a partir do depoimento de Palocci, a “Lava Jato” abre uma nova página.

1 Comentário


Lula recebe ‘diploma’ com erro de português

O sociólogo Emir Sader, amigo de Lula, compartilhou foto do diploma de doutor honoris causa que foi entregue pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia ao ex-presidente.
A homenagem ganhou as redes por motivo curiosamente triste – e nem se trata da concordância ou não com título. Algumas linhas e dois erros gramaticais.
“A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, concede ao maior presidente da República Federativa do Brasil, senhor Luiz Inácio Lula da Silva, o torneiro mecânico, o título de doutor honoris causa. Dicentes da UFRB”. Primeiro que não se separa sujeito de predicado: no caso, A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia” é sujeito e “concede ao maior presidente…” é predicado. Depois, quem oferece o documento são os “Dicentes” da UFRB, palavra que não existe. Existe discentes (alunos) e docentes (professores).
De qualquer modo, a universidade nega que tenha feito a homenagem: “A UFRB não entregou nenhum diploma ao ex-presidente”, parece que alguém usou o nome da instituição à revelia. Fabio Campana

3 Comentários


Álvaro quer sustar decreto de Lula

O senador Alvaro Dias protocolou nesta quinta-feira (13), na Mesa Diretora do Senado Federal, projeto de decreto legislativo de sua autoria que susta dispositivos do decreto assinado pelo então presidente Lula que modificou o estatuto do BNDES. O decreto presidencial, editado em 2007, permitiu ao BNDES que pudesse atuar como instituição de fomento a economias estrangeiras, tanto para ajudar governos no exterior como para financiar empresas brasileiras em obras, fusões e aquisições mundo afora. O projeto de Alvaro Dias busca retomar o texto original do Estatuto do banco, com a eliminação dessa modificação que tantos prejuízos trouxe aos cofres públicos brasileiros.

Comente aqui


“Não vou esmorecer”

O ex-presidente Lula aproveitou as ligações de aliados para dar um recado claro: “Não vou esmorecer”. No PT é proibido falar em plano B. A sigla avalia que Sergio Moro calculou mal não só a pena, mas também o timing da condenação do petista. Vai estimular a comparação com escândalos recentes, como a mala de propina de Rodrigo Loures, e reafirmar que, se necessário, irá ao STF pelos direitos políticos de Lula. Só veem dois cenários: ou ele será candidato ou preso político. Movimentos de esquerda ligados ao partido já articulam uma série de manifestações contra a decisão de Moro. A ideia é fazer uma maratona de atos nas principais capitais do país, em todas as regiões.

Comente aqui


Querem mais

O Ministério Público Federal (MPF) anunciou hoje (12) que vai recorrer à Justiça para aumentar a pena imposta pelo juiz federal Sérgio Moro ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Apesar da sentença favorável, os procuradores discordaram de alguns pontos da decisão. Em nota à imprensa, o MPF no Paraná, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato, destacou que a decisão de Moro tramitou de forma transparente e permitiu ampla possibilidade de defesa. “A atuação da instituição é apartidária, técnica e busca investigar e responsabilizar todas as pessoas envolvidas em atos de corrupção, além de devolver aos cofres públicos os valores desviados nesse gigantesco esquema criminoso. A ação penal contra o presidente Lula é uma dentre várias que foram propostas na Lava Jato contra centenas de pessoas acusadas por corrupção”, afirmou o MPF.

Comente aqui


Bolsa de valores dispara após condenação de Lula

O ibovespa deu um salto de cerca de 1% por volta das 14h, chegando aos 64.618 pontos por volta das 14h15. O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores de São Paulo, reagiu à notícia de que o ex-presidente Lula foi condenado a 9 anos e meio de prisão. O índice deu um salto de cerca de 1% por volta das 14h, chegando aos 64.618 pontos por volta das 14h15. Antes da notícia, o Ibovespa operava perto da estabilidade. A decisão foi tomada pelo juiz federal Sergio Moro, e divulgada nesta quarta-feira.

Comente aqui