Planejamento



Josias Gonçalves assume definitivamente a Saúde, em Mandaguari

Josias Gonçalves e Hamilton Sampaio

O prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista, definiu hoje que Josias Gonçalves, que vinha acumulando as secretarias de Planejamento, Finanças e Gestão e de Saúde, passa a ocupar definitivamente a pasta de Saúde. Hamilton Sampaio, que já fez parte da equipe no cargo de diretor de Finanças, assumirá a Secretaria de Planejamento.

Comente aqui


Nova secretária de Planejamento

Tomou posse agora há pouco como secretária de Planejamento de Maringá a engenheira civil Danielli Sevulski.
O ex-secretário, Celso Saito, sai da administração com uma volta anunciada, segundo informação da própria prefeitura. Ele assumirá secretaria extraordinária, a ser criada para formatar o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá. A previsão é que o instituto seja implantado até final do ano.
A mudança na Secretaria de Planejamento era esperada há algum tempo. A surpresa fica pelo reaproveitamento do secretário que sai e também pela criação de uma secretaria extraordinária.
O anúncio dessas mudanças acontece em meio a uma reação de engenheiros agrônomos ligados à Associação Maringaense dos Engenheiros Agrônomos (AMEA), que não aceitam a saída do seu colega, Jaime Dallagnol da Secretaria de Meio Ambiente.

Comente aqui


Vacinação contra a dengue, em setembro

O planejamento para a terceira etapa da campanha de vacinação contra a dengue no Paraná começou na semana passada em diversas cidades do estado. Em Londrina, Maringá, Paranaguá e Foz do Iguaçu, com eventos relacionados à vacina, para profissionais da saúde.
A campanha acontecerá entre os dias 20 de setembro e 27 de outubro, nos 30 municípios que já receberam a primeira e a segunda etapa. “Neste momento, o objetivo é capacitar os profissionais e esclarecer dúvidas da população a respeito da vacina”, disse o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto. Segundo ele, a meta é vacinar 100% das pessoas que receberam a segunda dose no início do ano.
A palestra ‘Entendendo a Epidemiologia e o Impacto da Dengue no Cotidiano da Sociedade’ foi voltada exclusivamente aos profissionais de saúde. Foram apresentados dados epidemiológicos da doença no Brasil e no Paraná. Também foram abordados os principais resultados da campanha no Paraná. Massa News

Comente aqui


Reuniões públicas vão estabelecer prioridade, em Maringá

A notícia é muito importante: A partir de hoje, segunda-feira (dia 26 de junho), serão realizadas assembleias, em todas as macroregiões da cidade, permitindo que todas as pessoas interessadas participem e apresentem os pontos que consideram prioritários para o orçamento de 2018.
Estarão em debate o Plano Plurianual (PPA), para 2018 a 2021, e a Lei Orçamentária Anual (LOA), para o exercício de 2018.
As necessidades apontadas pela comunidade dos 458 bairros relacionados servirão de subsídio para a administração municipal estabelecer prioridades na distribuição de percentuais de investimentos nas áreas de saúde, educação, assistência social, segurança, infraestrutura e outros setores de atendimento à população, nas duas peças orçamentárias.
A Resolução nº 012/2017, do Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial (CMPGT) – vinculado à Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplan) – convoca para a primeira assembleia do Orçamento Cidadão os moradores dos 25 bairros pertencentes às Zonas 1, 2, 3, 4, 5, 7, 9, 10, 14 e 50. A assembleia será realizada hoje, dia 26, segunda-feira, às 19 horas, no Ginásio de Esportes Valdir Pinheiro, na Vila Olímpica, Zona 07.

Unidades de planejamento – São cinco assembleias previstas, onde todos os interessados poderão, livremente, apontar as prioridades para a sua região, denominada de “unidade de planejamento”.
A segunda assembleia está prevista para as 19 horas de amanhã, terça-feira (dia 27), na quadra de esportes da Escola Municipal Gabriel Sampaio, localizada na esquina da Avenida Tuiuti com a Rua Me. Mônica Maria, no Conjunto Lea Leal.
Na quarta-feira, 28, também às 19 horas, a assembleia vai acontecer no Centro Comunitário do Jardim Alvorada, localizado na Avenida Sophia Rasgulaeff, 693.
Na quinta, 29, às 19 horas, será a vez da assembleia no Centro Esportivo do Mandacaru, situada à Rua Lázaro Benedito Carnielli.
A última assembleia será às 19 horas de sexta-feira, dia 30 de junho, no Centro Esportivo do Conjunto Borba Gato, localizado à Rua das Azaleias, s/n.
As assembleias serão coordenadas pelo Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial e pela Prefeitura Municipal de Maringá, por meio da Secretaria de Planejamento e Urbanismo.
De acordo com o secretário de Planejamento e Urbanismo, Celso Saito, a importância maior das assembleias está no fato da administração poder planejar o futuro da cidade junto com a população. “É uma forma de inclusão das pessoas que geralmente não têm voz no processo de distribuição do orçamento para aplicação correta de recursos e definição das questões urbanas necessárias para cada região no Plano Diretor da cidade”, assinala.
Mais informações sobre as assembleias podem ser obtidas no site www.maringa.pr.gov.br acessando o link Resolução nº 012/2017.
Assembleias:

1 – Dia: 26 de junho (segunda-feira), 19 horas
Local: Ginásio de Esportes Valdir Pinheiro
Endereço: Vila Olímpica, Zona 07
Bairros envolvidos: Os 25 pertencentes às Zonas 1, 2, 3, 4, 5, 7, 9, 10, 14 e 50

2 – Dia: 27 de junho, 19 horas
Local: Quadra de esportes da Escola Municipal Gabriel Sampaio
Endereço: esquina da Avenida Tuiuti com a Rua Me. Mônica Maria, no Conjunto Lea Leal
Bairros envolvidos: Os 55 pertencentes às Zonas 23, 36 e 37

3 – Dia: 28 de junho, 19 horas
Local: Centro Comunitário do Jardim Alvorada
Endereço: Avenida Sophia Rasgulaeff, 693
Bairros envolvidos: Os 58 pertencentes às Zonas 11, 24, 29, 30, 31, 46, Rural Setor 3 – Parte Zona 16, Rural Setor 11 – Parte Zona 16, Rural Setores 2, 4, 5, 6, 7 e 13

4 – Dia: 29 de junho, 19 horas
Local: Centro Esportivo do Mandacaru
Endereço: Rua Lázaro Benedito Carnielli
Bairros envolvidos: Os 184 pertencentes às Zonas 6, 19, 21, 32 (setores 7/9/10/11), 40, 42, 43, 44, 45, 47, 48 (setores 1 a 6, 8, 13, 14), Rural Setor 12 – Parte Zona 32, Zona 33, Iguatemi, Rural Iguatemi Setor 1, Rural Setor 9 – São Domingos, Rural Setor 1

5 – Dia: 30 de junho, 19 horas
Local: Centro Esportivo do Conjunto Borba Gato
Endereço: Rua das Azaleias, s/n.
Bairros envolvidos: Os 136 pertencentes às Zonas 8, 12, 13, 15, 17, 18, 20, 22, 25, 26, 27, 28, 35, 38, 39, Rural Setor 8, Zona 34 – Floriano, Rural Floriano Setor 1, Rural Floriano Setor 2

Mais informações: 3221-1210 (Seplan)

Comente aqui


Secretário defende novos indicadores comuns para os estados

Em reunião do Fórum Nacional de Secretários de Planejamento, Silvio Barros, secretário de Planejamento do Paraná, defendeu que os estados adotem sistemas de indicadores comuns que permitam estabelecer comparativos. Ele também propôs a adoção de indicadores alinhados com os “novos objetivos do desenvolvimento sustentável” que serão lançados pela ONU, em setembro.
O secretário do Paraná sugeriu a realização de evento conjunto com outros conselhos e com a Frente Nacional de Prefeitos sobre a reforma na previdência pública. Silvio Barros defendeu a necessidade do debate de uma solução para que a previdência seja sustentável.
Ele fez um alerta sobre a urgência de uma discussão do redimensionamento da máquina pública. Barros afirmou: “Nós, administradores públicos, temos que pensar nos tipos de serviços que os governos do futuro deverão apresentar aos cidadãos, levando em consideração as mega tendências do novo perfil demográfico, da inclusão tecnológica e da inclusão social”.

Comente aqui


A cidade que se destaca

ricardo

Está na página 4 do impresso de hoje reportagem de Ederson Hising sobre a importância da Feira de Aviação para o projeto do Polo Aeronáutico.
Segundo o prefeito de Maringá, Roberto Pupin, 20 empresas estão interessadas em vir para Maringá.
Destaque para a declaração do deputado federal Ricardo Barros: “A cidade que se destaca é aquela que se especializa em determinado setor”.
Maringá é uma cidade brasileira que tem um projeto de futuro. Foi feito em parceria dos poderes públicos com a sociedade organizada. A revista da ACIM que circulou essa semana tem como tema “A Maringá que queremos para as próximas décadas”.
Com boas ideias, com foco, planejamento solidário e inteligente, Maringá não é apenas uma das 30 melhores cidades do Brasil, é uma cidade muito a frente das demais.
Quem vive aqui pode até não perceber, mas é animador confirmar o quanto Maringá terá papel relevante no futuro do Paraná e do Brasil.

Comente aqui


Planejamento de longo prazo

O secretário de Planejamento, Silvio Barros, ressaltou novamente a importância de que o planejamento de longo prazo do Estado seja feito pela sociedade civil organizada. Ele afirmou que governantes não têm em seu DNA o hábito de elaborar um planejamento de longo prazo, ao contrário de associações e entidades que representam a sociedade. “Temos que unir forças entre os que têm essa capacidade de pensar em longo prazo e o governo, que irá executar esse planejamento”, explicou.

O comentário foi feito por Silvio Barros durante encontro com uma comitiva do Ceará, realizado em Foz do Iguaçu. O evento, que também contou com a presença do presidente da Federação das Indústrias do Paraná (FIEP), Edson Campagnolo, teve como objetivo mostrar para o presidente da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC) o modelo do programa “Setores Portadores do Futuro e Rotas Estratégicas” da FIEP.

Edson Campagnolo complementou a fala de Barros e insistiu na importância da integração do governo com a sociedade civil organizada para a elaboração de um planejamento de longo prazo. “A visão de Silvio é completamente adequada e ele é a pessoa que pode fazer essa ideia dar certo no Estado, trazendo sua experiência, já que implantou o modelo de cooperação entre instituições da sociedade e o executivo, na sua gestão como prefeito de Maringá”, destacou.

Comente aqui


Gestão exige controle, ou seja, planejamento

Abraham Shapiro escreve no seu blog aqui no portal, sobre “uma proposta incrível para resolver problemas”.
O texto é excelente e a abordagem realista e precisa.
Ele afirma que “onde não há controle, não existe gestão”.
E define: Planejar o que fazer; agir conforme o plano; conferir o que se realizou; e corrigir o que não deu certo é um método que, aplicado da forma correta e com o engajamento de todos os envolvidos, resolverá qualquer problema.
Vale a pena ler. AQUI

2 Comentários


Silvio Barros fará palestra sobre soluções para cidades, em Santos

O ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros, fará palestra sobre os desafios das grandes cidades, no próximo dia 7 de maio, em Santos. Ele abordará o tema “Cidades inteligentes – soluções modernas”.
Para Silvio Barros, a solução aos entraves urbanos, como os que já estão sempre enfrentados na região, exigem mais inteligência e tecnologia. Ele estará em Santos, no dia 7 de maio, para um debate com governantes e empresários, no Fórum da Indústria da Construção de Santos e Região (Ficon 2013), organizado pelo Sistema A Tribuna de Comunicação e Una Marketing de Eventos.
Na divulgação da participação do ex-prefeito de Maringá é destacada como uma das cidades brasileiras que têm conseguido avanços e equilíbrio. Engenheiro civil, com especialização em engenharia ambiental, Silvio abordará os desafio do crescimento das cidades, o que está exigindo mais inteligência e tecnologia e não apenas as obras físicas.
Silvio vai abordar o conceito de cidades inteligentes. Ele ressalta o quanto o tema é de suma importância aos centros urbanos, no país e no mundo. A omissão do poder público pode fazer com que negócios já estabelecidos busquem ambientes mais competitivos em outras cidades. Mas o principal problema é não conseguir atrair novos negócios para atender às crescentes demandas por empregos e desenvolvimento econômico.
Cidades que já adotaram o modelo de crescimento inteligente deixam claro que as soluções estão diretamente relacionadas à utilização de tecnologia e inovação. “Estamos no limite da quebra de paradigmas. Desenvolver projetos e fazer as obras como sempre se fez já não será mais sinônimo de competitividade. Teremos que aprender a fazer diferente”, conclui Barros.
O Fórum – Em 2013, o Ficon vai tratar também de outros importantes temas que serão divididos em quatro painéis que guiarão os debates: “A Indústria Imobiliária – Panorama Atual e Perspectivas para os Próximos Anos”; ”O Desafio de Planejar o Futuro – De que Forma Podemos Aplicar Tecnologia no Desenvolvimento das Cidades”; “Sustentabilidade e a Inovação no Planejamento Urbano” e a “Integração entre a Sociedade Civil e o Poder Público”.
As incrições estão abertas e podem ser feitas no site do evento: www.unaeventos.com.br/ficon/2013.

Comente aqui


O exemplo de Maringá, na revista Exame

A revista Exame de 28 de dezembro publicou ideias e debateu soluções para 2012.
Maringá foi citada como exemplo pelo planejamento que vem ajudando a ocupar melhor a área urbana.
No gráfico, Maringá é a última, lá embaixo, o que significa que é a melhor dentre todas as cidades citadas.

Maringá ficou bem embaixo, mas é considerada pela revista um exemplo de planejamento urbano. Apesar de crescer 3% ao ano, mantém uma ocupação melhor do espaço, mais concentrado. Há muitos anos vem sendo debatida a questão dos vazios urbanos e, ano a ano, eles vão sendo ocupados.
O IPTU progressivo para terrenos vazios é outra medida que acelera a sua ocupação.
Nos últimos anos as ocupações de áreas vazias cresceram muito, ao lado de obras de ligações entre bairros e regiões da cidade.

3 Comentários