Polícia Federal



Acampamento pró-Lula deve ser desmobilizado amanhã, em Curitiba

A Secretaria da Segurança Pública do Paraná informa que houve uma reunião na manhã desta segunda-feira (16) na sede da secretaria com representantes dos manifestantes pró-Lula que estão acampados no entorno da sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida, em Curitiba, além de membros da CUT (Central Única dos Trabalhadores), do MST (Movimento Sem-Terra) […]

1 Comentário


MST e CUT planejam ampliar acompamento perto da PF, em Curitiba

Logo que o ex-presidente Lula se entregou à Polícia Federal, em São Paulo, no início da noite de sábado, militantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e do Movimento dos Sem-Terra (MST) começaram a montar um acampamento a uma quadra de distância da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. As imagens foram mostradas em redes […]

Comente aqui


Mauricio Leite Valeixo assume o comando da Polícia Federal, no Paraná

O delegado Mauricio Leite Valeixo assumiu o comando da superintendência no Paraná. A nomeação está no Diário Oficial desta terça-feira, 12.
Valeixo nasceu em Mandaguaçu, no Paraná, tem 48 anos, é formado em Direito pela PUC-PR. Delegado da Polícia Civil do estado natal, ele fez parte do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), grupo de elite da polícia paranaense, entre 1994 e 1996.
Assim que deixou a Polícia Civil, o delegado entrou para a Polícia Federal por meio de concurso público. Valeixo também foi superintendente regional da PF no Paraná (de 2009 a 2011), diretor geral de Pessoal (2011 a 2012) e diretor de Inteligência Policial (2012 e 2013). Entre 2013 e 2015, ele foi adido policial em Washington, nos Estados Unidos.

Comente aqui


Malas de dinheiro

Há aproximadamente uma hora a Folha de São Paulo publicou no seu portal que a Polícia Federal encontrou um local onde eram guardadas malas de dinheiro.
Segundo a reportagem, o imóvel está ligado a Geddel Vieira Lima, ex-ministro de Michel Temer.
A operação, nomeada de Tesouro Perdido, foi autorizada pela 10ª Vara Federal de Brasilia.  Os valores apreendidos serão transportados a um banco onde será contabilizado e depositado em conta judicial.
Segundo a PF, após as últimas fases da Operação Cui Bono, foi possível chegar a um endereço, em Salvador, que seria utilizado para armazenagem de dinheiro.
Geddel foi preso no dia 3 de julho, mas conseguiu um habeas corpus para cumprir prisão domiciliar em sua casa, na capital baiana, situação em que se encontra ainda hoje.

1 Comentário


Operação Hammer-on apreendeu R$ 900 mil

A Polícia Federal divulgou no fim da tarde desta terça-feira (15) um balanço da Operação Hammer-on, deflagrada durante a manhã. A ação desarticulou uma organização criminosa transnacional especializada na prática de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Ao todo, os policiais apreenderam cerca de R$ 900 mil em reais e moedas estrangeiras, além de 12 veículos de luxo. Os policiais também efetuaram dois flagrantes por posse de arma de fogo e um por manter material pornográfico infantil. Entre os 153 mandados judiciais expedidos, não foram cumpridos nove conduções coercitivas e três mandados de busca e apreensão.

Comente aqui


PF não recebeu verba

A assessoria da Polícia Federal (PF) informou na manhã desta sexta-feira (21) que a corporação ainda não recebeu o crédito suplementar de R$ 102,3 milhões aprovado pelo Congresso Nacional para retomar a emissão de passaportes.
O repasse do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão foi publicado na edição desta sexta-feira do “Diário Oficial da União”. A pasta que, com o repasse, cabe ao Ministério da Justiça enviar o dinheiro à PF. De acordo com a pasta da Justiça, a Polícia Federal é que comenta “questões relativas à atividades funcionais” do órgão. Na última quarta (19), o presidente Michel Temer sancionou o projeto de lei que libera os recursos para a PF. A emissão de passaportes está suspensa desde 27 de junho. No mesmo dia da sanção presidencial, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, havia assegurado que, ainda nesta semana, a produção de passaportes seria retomada. Como titular da Justiça, Torquato também é responsável pela parte administrativa da PF.
O projeto de lei sancionado por Temer foi aprovado na semana passada pelo Congresso Nacional. O crédito suplementar foi obtido de uma contribuição que o Brasil faria à Organização das Nações Unidas (ONU).
Em média, a PF faz 8 mil atendimentos por dia de pessoas que requisitam a emissão de passaporte.
Desde o final do mês passado, só tem funcionado o agendamento online e o atendimento nos postos. A entrega dos novos passaportes ficou paralisada à espera da normalização da situação orçamentária.

Comente aqui


Temer terá que responder à Polícia Federal

O ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou que a Polícia Federal tome o depoimento do presidente Michel Temer.
O presidente responderá por escrito. Após receber as perguntas, terá 24 horas para devolver as respostas.

Comente aqui


Delegados da PF: “corrupção em níveis inimagináveis”

Delegados da Polícia Federal, inconformados com ataques que a corporação vem recebendo a cada operação que realizam, lançaram manifesto por meio do qual lamentam que “no Brasil a corrupção tenha atingido níveis inimagináveis”. No documento, os delegados destacam que “milhões de reais, dinheiro do povo, são desviados diariamente por aproveitadores travestidos de autoridades”. E mais: “Quando esses indivíduos são presos, por ordem judicial, os padrinhos vêm a público e se dizem ‘estarrecidos com a violência da operação da Polícia Federal’”, afirma o documento, subscrito pela Associação Nacional dos Delegados da PF. Para defender a independência de suas ações, os delegados recorrem ao criminalista Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça no governo Lula, que um dia declarou: “A Polícia Federal é republicana e não pertence ao governo nem a partidos políticos.”
No blog do senador Alvaro Dias

Comente aqui


Quem responde pelos abusos cometidos pela Polícia Federal

As respostas estão no blog “Operação Hurricane: Um Juiz No Olho Do Furacão”.
Um dos textos, é o seguinte:  “Embora os dirigentes da PF informem que não há dados precisos sobre o número de ações judiciais, sabe-se que há dezenas de pedidos de condenação da União por danos morais feitos por pessoas investigadas, em virtude de erros e excessos cometidos pelos coordenadores das operações, no afã de atrair atenção da mídia.”
Vale a pena ler as informações. Acesse AQUI

Comente aqui