População



“Sociedade deve ser protagonista na definição do pedágio”, afirma a governadora do Paraná

O Governo do Estado realizou nesta quinta-feira (9), em Maringá, a quarta reunião pública de trabalho sobre o novo ciclo de concessão rodoviária que deve acontecer no Paraná a partir de 2021. “Estamos promovendo debates para definir um novo modelo de concessão. A sociedade deve ser ativa, protagonista na definição do pedágio, porque isso impacta […]

Comente aqui


Álvaro Dias pede apoio para abrir “Caixa Preta” de R$ 1 bilhão

Foi publicado pela revista ‘Veja’ um levantamento a respeito dos beneficiados com a Lei Rouanet. Lá constam milhares de projetos que vinham recebendo os recursos. Estes projetos estão sob investigação e já foram investidos cerca de R$ 1 bilhão. Várias irregularidades foram encontradas, como desvios de dinheiro e gastos desnecessários.
Durante as investigações, se comprovadas as irregularidades, os beneficiados por algum projeto cultural irregular terão que devolver todas as verbas recebidas pela Lei Rouanet. De acordo com o levantamento feito, já foram identificados 2.400 projetos que não obedecem ao que está previsto na referida lei. Esses projetos somam juntos um total de repasses de R$ 934 milhões. Entretanto, esses valores só representam apenas cinco por cento dos R$ 16 bilhões repassados na forma de incentivos fiscais.
Segundo os dados apontados no levantamento, cerca de 18 mil projetos que já receberam a verba passada pela #Lei Rounet não tiveram suas contas analisadas pelo Ministério da Cultura. Eles ainda não foram identificados, então não é possível saber quanto cada um deles realmente recebeu em incentivos.
Senador cria o PLS 22/2012 para fiscalizar projetos culturais beneficiados pela Lei Rouanet
Pensando em garantir a transparência sobre esses projetos beneficiados através da Lei Rounet, o senador Álvaro Dias apresentou um projeto. O PLS 22/2012 tem como objetivo principal alterar a referida lei, exigindo que os dados dos projetos culturais que tenham recebido dinheiro mediante a renúncia fiscal e que não precisou ser objeto de avaliação pelo Ministério da Cultura sejam devidamente publicados.
O senador fez um pedido para que a população apoie o projeto que pretende combater as irregularidades que atualmente têm sido identificadas.
O projeto apresentado pelo senador está esperando passar pela votação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Este projeto foi criado após a divulgação de diversas irregularidades presentes em projetos culturais que recebiam recursos da Lei Rouanet pelo Tribunal de Contas da União e da auditoria do Ministério da Cultura.
Segundo a auditoria do Tribunal de Contas da União, 8 mil projetos artísticos que receberam os recursos não passaram por análises e nem esclareceram de que forma foram usadas as verbas. Segundo o senador Álvaro Dias, o projeto apresentado por ele aumentará o grau de transparência na divulgação de informações sobre os projetos. #Álvaro Dias

Comente aqui


População

Até 2040, o Paraná passará dos atuais 11,243 milhões habitantes para 12,208 milhões de habitantes, de acordo com projeção do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), divulgada nesta quinta-feira (6). A população deve atingir a marca de 12 milhões de pessoas ao final da próxima década e ficar praticamente estável nos 10 anos seguintes.
As projeções apontam para o aumento da população idosa e diminuição de jovens. A população de 0 a 14 anos deve passar de 20,8% em 2017 para 14,6% do total do Estado. A população idosa, por sua vez (65 anos e mais) passa de 9,2% para 19,9% no período.

Comente aqui


Estado se mobiliza para atender desabrigados

região

As fortes chuvas na região e no estado provocaram enchentes em cerca de 40 municípios, com quase 40 mil desabrigados. A situação é grave e de risco em vários municípios da bacia do rio Ivaí. Para acompanhar a situação e prestar socorro à população o governo do Paraná o governador e secretários estão atuando em conjunto com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Paraná.
Uma campanha, coordenada por Fernanda Richa, está arrecadando colchões, agasalhos, roupas, fraldas, água e alimentos não perecíveis que podem ser entregues nas unidades da Polícia Miliar e Bombeiros, Provopar e prefeituras.
As Comissões Municipais de Defesa Civil ( Comdec) têm informações sobre as demandas e locais para onde as doações devem ser encaminhadas.
Doações já estão chegando no Provopar, em Curitiba, e unidade da Polícia Militar.
Acompanhe informações direto da página do governador Beto Richa no Facebook.

Acompanhe aqui algumas fotos feitas hoje.

Atualizando: 18h25 > O governador Beto Richa, em reunião com secretários, deputados estaduais  e Defesa Civil, acaba de determinar uma série de medidas emergenciais para atender os 70 municípios fortemente atingidos pelas chuvas e as 47 mil pessoas afetadas. Infelizmente 9 pessoas morreram e uma criança está desaparecida.
A primeira providência será a liberação de R$ 6 milhões do VigiaSus para os municípios adquirirem medicamentos. As aeronaves do governo continuarão operando em buscas e salvamentos, inclusive 2 helicópteros do Exército que auxiliam as operações em Guarapuava. É determinação do governador que todas as ações necessárias nas áreas de saúde, assistência social e defesa civil sejam feitas para diminuir o sofrimento das famílias atingidas.
As demais estruturas de governo atuam na recuperação de estradas, pontes, rodovias, no abastecimento de luz e água e no apoio aos micro e pequenos empreendedores.
A agenda do governador desta segunda-feira  será totalmente destinada a percorrer as cidades atingidas.

Comente aqui