Responsabilidade Social



Projeto social e ambiental vai revitalizar calçadas, em Maringá

Prof. Basílio Baccarin, presidente da AMECOM, comanda a entidade há sete anos. Foto: Aldemir de Moraes.

O projeto pretende buscar recursos públicos e privados, em parcerias com entidades

A Associação dos Moradores Ecologicamente Corretos de Maringá (AMECOM), presidida pelo ex-vereador de Maringá, professor Basílio Baccarin deu início a um projeto que pretende revitalizar calçadas, as adequando para o modelo ecologicamente correto, conforme as especificações do município e ainda, a plantação de flores.
O projeto prevê, além da questão ambiental, a responsabilidade social. Para isso, a AMECOM fez uma parceria com entidades que atendem moradores de rua, dependentes químicos e pessoas em risco social, oferecendo recuperação, profissionalização e reinserção. São parceiros do projeto a Fraternidade Nossa Senhora da Anunciação, o Recanto Mundo Jovem e o Centro de Ressocialização do Egresso – Associação Crer.
Enquanto algumas instituições vão cuidar do plantio das flores, outras serão responsáveis pela adequação e construção das calçadas.
O primeiro recurso para a AMECOM, no valor de R$ 20 mil, conquistado pelo deputado federal Edmar Arruda (PSD) em parceria com o Ministério Público do Trabalho do Paraná, dá início ao projeto e será aplicado na revitalização da calçada em frente ao Colégio Gastão Vidigal, na Rua Líbero Badaró, Zona 7.
“O objetivo é a promoção e valorização humana e a prática da cidadania, além da questão ambiental”, ressaltou Baccarin. “Os alunos vão ajudar a plantar as flores e a fazer a manutenção, envolvendo um processo de responsabilidade e educação”, complementou.
Para o deputado Edmar Arruda o projeto tem grande importância de conscientização ambiental, responsabilidade com a inclusão social e a valorização do patrimônio público e, por esta razão, merece o engajamento da sociedade.
“Graças ao apoio do Edmar conseguimos o recurso. Queremos ampliar o trabalho e precisamos do apoio dele novamente e, de empresários. É uma ação de promoção humana e inclusão social”, ressaltou Baccarin.
A obra está prevista para ser entregue no final de dezembro.

2 Comentários


ONU certifica Grupo Maringá de Comunicação por ações de combate à fome

 

​Na foto, o diretor-geral do GMC, Alexandre Barros e a diretora do Núcleo Nós Podemos Maringá, Carolina Pimentel. Foto: Luciana Peña/CBN Maringá

As ações de solidariedade do Grupo Mariná de Comunicação (GMC) foram reconhecidas pelo projeto Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU). O GMC recebeu um selo, em nível estadual, por promover campanhas de combate à fome em Maringá e região, cumprindo com a meta 2 do ODS, o objetivo Fome Zero.
O Grupo foi inscrito nesta prática por conta das atividades filantrópicas feitas todos os anos, que beneficiam milhares de pessoas, mas também promove ações que vão ao encontro dos outros 16 objetivos do projeto.
Para o diretor comercial do GMC, José Roberto Mattos, as ações de responsabilidade social são a marca da empresa. “O Grupo, há mais de 37 anos, vem realizando atividades para toda a comunidade. Nossa empresa está no DNA da cidade por participar ativamente de práticas sociais, filantrópicas, culturais e políticas. Um dos nossos principais eventos é o show de aniversário da Maringá FM, que gera a doação de milhares de alimentos para o Provopar e entidades assistenciais”.
Além deste evento, Mattos contou que outros tipos de ações são realizadas com frequência, gerando um envolvimento social entre a empresa e a comunidade. “Inúmeras atividades são promovidas como a Arena Família, neste ano, uma parceria com o Ministério da Saúde. Tivemos também a campanha do Aleitamento Materno. Ambos são ações educacionais importantes. Sem contar o Passeio Ciclístico, onde mostramos para as pessoas a importância do uso da bicicleta e da prática de atividades físicas. Ou seja, está no DNA da empresa participar do dia a dia de Maringá e região”.
Neste ano, o Grupo Maringá de Comunicação repassou R$ 25 mil ao Provopar e mais cinco entidades, que foram arrecadados no evento de aniversário da rádio Maringá FM. Em quatro anos, foram repassados R$ 155 mil em alimentos para entidades assistenciais. Atitudes como estas que permitem melhorar o mundo a cada dia, atingindo gradativamente os 17 objetivos proposto pela ONU.
ODS
O anúncio do selo de reconhecimento foi feito durante o Congresso Sesi ODS, em Curitiba, que valoriza as empresas e entidades do Paraná que se esforçam em alcançar os objetivos traçados para um mundo mais sustentável. “A empresa só recebe o selo se estiver totalmente de acordo com os objetivos propostos pela ONU. O diferencial do Grupo Maringá de Comunicação é que, além de cumprirem com o ODS 2, promovem diversas ações que também se encaixam nos outros 16 objetivos, como o caso da Cozinha Kids, ação que ensina sobre a educação e segurança alimentar”, conta Carolina Pimentel, consultora em responsabilidade social e integrante do Núcleo Nós Podemos Maringá, divulgador do ODS.
A ONU almeja uma ação global até 2030 onde pretende alcançar os 17 objetivos para um planeta mais sustentável, com promoção da igualdade e bem-estar em todas as fases da vida, o fim da pobreza e da fome.
Em setembro deste ano, mais de 150 líderes mundiais adotaram a nova agenda de desenvolvimento sustentável, que deve ser implementada no mundo nos próximos 15 anos. São 17 objetivos que visam transformar o planeta mais sustentável com ações para acabar com a pobreza, assegurar a educação inclusiva, alcançar a igualdade de gênero, promover o crescimento econômico sustentável entre outras.

Hastags: #ODS #Selo #Reconhecimento #Meta2 #GMC #ONU

Comente aqui


Projeto das engenharias da Uningá faz a alegria de crianças

Sob a coordenação de professores da Uningá, acadêmicos reuniram mais de 500 brinquedos doados, novos ou que precisavam passar por conserto. O projeto foi batizado pelos alunos de “Toy Restore”. Tudo será doado para entidades de atendimento a crianças e adolescentes, segundo o professor-doutor João Henrique Dantas, do curso de Engenharia Mecânica.
O professor comenta que ao consertar os brinquedos, os alunos puderam exercer na prática, muito do que aprenderam na teoria.

O objetivo é aproximar e integrar os alunos à sociedade e despertar responsabilidade social e solidariedade com os menos favorecidos. Com este trabalho os alunos das Engenharias Elétrica e Mecânica estão desenvolvendo uma atividade em que praticam o que aprendem e que vai deixar muitas crianças felizes.

Comente aqui


A máquina resolvedora de problemas

Você tem problemas?
Vídeo realmente especial, feito pela agência Z+ do Grupo Havas e em parceria com a produtora Honey Bunny, para a AACD, Associação de Assistência à Criança Deficiente, de São Paulo.
O vídeo foi publicado no dia 4 de julho do ano passado.
Muito boa a ideia de colocar frente frente os problemas, nossos e das crianças com algum tipo de deficiência.
Quem quiser ajudar pode acessar https://aacd.org.br/como-ajudar/doe-agora/

O link para o YouTube da AACD – este vídeo – está aqui.

 

Quem conhece uma instituição aqui em Maringá ou na região, e preferir, faça agora, hoje, uma doação.
Essas entidade precisam de todo o apoio possível.

Comente aqui


Acadêmicos de Farmácia da Uningá participam do “Mais Saúde”

Acadêmicos e professores do Curso de Farmácia da Uningá estarão na Praça Renato Celidônio, em frente à Catedral de Maringá, nesta sexta (30), das 13h às 17h, para realizar exames de pressão e glicemia e dar orientações sobre saúde para a população.

Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de e 14 milhões de brasileiros tem diabetes no Brasil e pelo menos 50% dessa população não sabe que tem a doença. Já a hipertensão ou pressão alta, ao contrário do que muitos imaginam, afeta não apenas os idosos, mas também os jovens, a partir dos 25 anos. Diabetes e hipertensão somente são diagnosticadas por meio de exames.

Segundo a professora-doutora, Ana Paula Margioto Teston, o “Mais Saúde” é uma oportunidade para que os alunos vivenciem na prática, o conteúdo aprendido durante as aulas. Ana Paula é professora de Controle e Qualidade, Sistemas de Qualidade e Técnica no Curso de Farmácia da Uningá. O evento é gratuito e realizado em parceria com a Prati-Donaduzzi, fabricante brasileira de genéricos.

Comente aqui


Romagnole ganha prêmio na Espanha

romagnole

A empresa Romagnole, com matriz na região de Maringá, em Mandaguari, recebeu um prêmio internacional em Madri, na Espanha. A empresa foi destacada pelos projetos de Responsabilidade Social Corporativa, programas que a empresa deenvolve para os seus colaboradores e famílias, resultando em mais saúde e qualidade de vida.
A premiação “Fornecedor Iberdrola” ocorre a cada ano, organizada pela empresa Iberdrol. O diretor de Concessionárias e Exportação, Haroldo Danillo Romani, recebeu o prêmio, em nome da Romagnole.
São destacados fornecedores que mais se destacam em áreas como fornecimento de materiais e serviços, qualidade, preservação ambiental, competitividade, inovação e responsabilidade social. Em 2016 foram destacadas 18 empresas, de vários países e continentes.
Romagnole – A Romagnole Produtos Elétricos S.A. é, já há alguns anos, uma das maiores fabricantes de produtos elétricos do Brasil. Atua desde 1962, oferecendo linhas de transformadores de distribuição e industriais, ferragens eletrotécnicas, postes e artefatos de concreto utilizados em redes elétricas.
Sua gestão profissionalizada tem programas de investimentos permanentes na qualificação dos colaboradores e em recursos e iovações tecnológicas, o que a coloca em posição de destaque entre as empresas do seu segmento, no país e no mundo.
Grupo Iberdrola – O grupo tem empresas atuando nos segmentos de distribuição de gás natural e de geração e distribuição de eletricidade. É considerado um dos maiores grupos do mundo no setor de energia.
Tem 26 mil funcionários e abastece mais de trinta milhões de pessoas com gás natural e energia elétrica. A Iberdrola possui mais de 20 mil fornecedores nos cinco continentes.
No Brasil a Iberdrola controla o Grupo Elektro, que fornece energia para mais de cinco milhões de pessoas, e a Enerbrasil, que atua na geração de energia eólica. Tem ainda participação societária na empresa Força Eólica Brasil para investimentos na construção de parques eólicos no país.
Sustentabilidade – Os projetos de responsabilidade social mantidos pela Romagnole estão detalhados no seu relatório anual de sustentabilidade que está no site da empresa – www.romagnole.com.br -.

Comente aqui


Educação é tudo.

ilustração

Hoje é o Dia do Professor e não me ocorre nenhum profissional mais importante. Todos os demais necessitam dos professores para a sua formação.
Educação é a maior prioridade do Brasil. Não resolveremos os outros problemas sem investir maciçamente em educação, o que começa pela valorização profissional e humana dos professores.

Neste mês de outubro a Martimaq Office Decor repete, pela 10ª vez, o Encontro de Educadores. Esse ano descentralizado e itinerante, em Apucarana, Paranavaí, Sarandi e São Jorge do Ivaí.
Uma ideia criativa do empresário Aparecido Queiroz. Um projeto de responsabilidade social na área da educação, voltado essencialmente à valorização e motivação dos professores.

No ano passado o evento foi em Maringá, reuniu professores de 88 municípios, cerca de 1.400 educadores. O convidado foi o médico psiquiatra, pesquisador e escritor Augusto Cury.
O sucesso levou ao pedido de outros municípios para a descentralização do evento, itinerante se possível, o que já se concretiza um ano depois das reivindicações.

Neste ano os convidados são os palestrantes e escritores Gilclér Regina, Jamar Monteira e Jairo de Paula, com carreiras de sucesso na consultoria a empresas, escolas e profissionais, com livros, texto e palestras realizadas em todo o Brasil para milhões de pessoas.

Uma ideia simples e ousada que cresceu, continua e é exemplo para outras empresas.
Não tenho dúvida de que educação é tudo. Neste caso professor é mais que tudo, é de quem o nosso país precisa mais e como nunca.

Comente aqui
 

A força do exemplo

No sábado pela manhã um grupo de jovens realizou um evento na Praça Raposo Tavares.
Uma ação real de limpeza e melhoria do local, uma presença voluntária e simbólica.
A praça é de todos e é preciso ocupá-la para mantê-la livre e realmente comunitária.
Ainda acredito na força do exemplo, por mais que isto pareça cada vez mais ingênuo e inútil.
O trabalho dos jovens da Igreja Bola de Neve e outra denominações, com apoio da Sasc e de muitas pessoas merece o registro e a torcida para que continue e frutifique.

3 Comentários


Empresas de Maringá aderem ao Pacto Global

Nesta terça-feira, dia 6 de dezembro, indústrias e instituições que participam do Conselho Paranaense de Cidadania (CPCE) de Maringá, ligado à Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) darão um passo importante na construção da responsabilidade social corporativa. Empresários foram convidados para a assinatura simbólica de adesão ao Pacto Global, já que a formal é feita e orientada pelo site oficial da iniciativa.
Segundo informações da articuladora do CPCE na região, Emanuelle Soares, desde junho estão sendo oferecidas oficinas e capacitações para profissionais que serão responsáveis pela coordenação e realização das atividades necessárias para adesão e manutenção de empresas e instituições que tem interesse em serem signatárias ativas da iniciativa. Ela informa ainda que a prefeitura municipal de Maringá também está em processo de adesão e o prefeito Silvio Barros participará da assinatura simbólica.
Vitor Seravalli que é ex-presidente do Comitê Brasileiro do Pacto Global e atual diretor de Responsabilidade Social do Sistema Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, ministrou um das oficinas em Maringá e comenta que explicações para entendimento sobre o Pacto Global são fundamentais. “Esclarecer condições para uma adesão responsável, com a incorporação da sustentabilidade como uma competência organizacional é crucial para que os empresários se identifiquem com a proposta. Os empresários de Maringá participaram ativamente da oficina. A região é engajada e tem potencial e tende a se tornar um pólo de responsabilidade social”, disse.
Ainda na ocasião, será empossado o novo presidente do CPCE Maringá e Região Noroeste, o empresário Sérgio Luiz Baccarin, proprietário da Plant Bem. Quem transmite o cargo é Wilson Tomio Yabiku.
Histórico – Pacto Global é uma iniciativa proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU), para encorajar empresas a adotar políticas de responsabilidade social corporativa e sustentabilidade. O pacto pretende criar um diálogo entre empresas, organizações das Nações Unidas, sindicatos, ONG’s e outros parceiros, para o desenvolvimento de um mercado global mais inclusivo e sustentável, a ideia é conseguir dar uma dimensão social à globalização.

Serviço: Assinatura do Pacto Global
8h às 10h – Hotel Elo – Av. Duque de Caxias, 99 – Zona 1
Informações: (44) 3218-5690

 

 

Comente aqui