Saúde



Desafio Nacional de Trauma

O diretor de Urgências e Emergências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Maurício Lemos, o médico Marcos Bitencourt e o socorrista Arnaldo Marques representaram Maringá no II Desafio Nacional de Trauma. A competição, que se encerra neste sábado, 22, em Curitiba, reúne 24 equipes de resgate de todo o país em simulações de atendimentos pré-hospitalares. Os dois primeiros colocados representarão o Brasil no Desafio Mundial de Resgate 2017, que será realizado em setembro na Romênia.
As equipes participantes são avaliadas durante atendimentos em cenários que representam diversos tipos de situação, como agressão com arma branca, atropelamento, quedas em altura, colisões de motocicletas e automóveis. Além de participantes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e Corpo de Bombeiros do Paraná, também participam concessionárias de rodovias e empresas privadas da área de seis estados brasileiros.

Comente aqui


Julho: combate ao câncer ginecológico

Muito se fala sobre a saúde da mulher, especificamente sobre o câncer de mama, durante o Outubro Rosa. Mas poucos sabem que o mês de julho também é dedicado a elas. A fita verde escura representa o combate ao câncer ginecológico, que compreende basicamente 5 tipos de tumores: colo de útero, endométrio, ovário, vulva e vagina. A estimativa do INCA é que no Brasil, em 2016, ocorreram 16.340 casos de câncer de colo de útero e 6.150 de câncer de ovário. Segundo o Dr. Fábio Roberto Fin, médico especialista em Cancerologia Cirúrgica do Hospital São Vicente, alguns sinais merecem a atenção da mulher: dor pélvica – abaixo do umbigo, dor persistente nas costas, sangramento vaginal anormal, seja para mulheres em idade fértil ou na pós-menopausa, perda de peso inexplicável, inchaço no abdômen ou alterações intestinais e feridas na vulva e na vagina.
O câncer de colo de útero pode ser prevenido e está relacionado ao vírus HPV – papilomavírus humano. Mas ter o vírus somente não significa ter a doença, é preciso que junto a mulher tenha a lesão de colo uterino. “Por isso, é importante realizar o exame preventivo de Papanicolau anualmente. O ideal é que toda mulher após a primeira relação sexual consulte seu ginecologista regularmente. Ainda para o câncer de colo de útero, temos duas vacinas que combatem os principais tipos virais do HPV. Em países que adotaram a vacina há mais tempo, por exemplo, temos dados de redução substancial das lesões pré-cancerígenas do colo uterino, induzidas pelo vírus do HPV”, explica o especialista.
Sobre os fatores de risco – o que não significa que a doença se desenvolverá – para o câncer de colo de útero, além da presença do vírus HPV, também contribuem o início precoce da atividade sexual, múltiplos parceiros e o tabagismo.
Para o câncer de ovário são fatores de risco: idade superior a 40 anos, não ter tido filhos, ser mãe acima de 30 anos, histórico familiar, uso de anticoncepcional e terapia de reposição hormonal. Para câncer de útero, contribuem: obesidade, tabagismo, uso do tamoxifeno e sedentarismo. Já o número de gestações é um fator protetor.
A boa notícia é que o tratamento para neoplasias ginecológicas tem avançado muito, assim como em outros tumores. “Temos medicações mais eficazes, com menores efeitos colaterais. Na área de cirurgia, a laparoscópica é o tratamento padrão para esses tumores, garantindo melhores resultados, menor sangramento, menor taxa de transfusão, menor tempo de internação hospitalar, retorno às atividades cotidianas mais rápido, menos dor e resultados mais estéticos”, afirma Dr. Fábio Roberto Fin. Como mensagem final, ele faz o lembrete: “Não deixe sua saúde de lado, procure anualmente o ginecologista e regularmente realize os exames periódicos”.

Comente aqui


Queimados

O Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Universitário (HU) de Londrina realizou nesta semana a primeira operação com uma nova técnica de cirurgia plástica. O procedimento utiliza uma pele sintética à base de colágeno bovino, que pode ser usado como enxerto ou implante da área queimada.
O médico chefe do CTQ, Reinaldo Kuwahara, explica que por ser uma estrutura sem células, não há risco de o organismo do paciente rejeitar a nova camada. “Mesmo sendo um material importado e caro, o custo benefício é ótimo, pois diminui o tempo de internação e recuperação”, fala o médico.

Comente aqui


Saúde em Mandaguari

De Mandaguari vem a informação: O prefeito Romualdo Batista assumiu interinamente, hoje cedo, a Secretaria de Saúde. Ele anunciou a decisão após o pedido de exoneração do cargo feito pela farmacêutica Dulcinéia Pierini, que havia assumido a pasta em março.
Neste primeiro momento o prefeito realizará o trabalho ao lado da secretária de Governo, Vâine Miriam Michelan Batista, e do secretário de Planejamento, Finanças e Gestão, Josias Gonçalves.
O primeiro passo será um diagnóstico da Secretaria, Pronto Atendimento Municipal (PAM) e Unidades Básicas de Saúde. A ideia é, junto com os diretores e as equipes, melhorar o atendimento, da recepção até as consultas e procedimentos efetuados por médicos e dentistas da rede pública.
O prazo para este trabalho, de acordo com o prefeito, será de 90 dias. Nesse período serão feitas as mudanças que forem necessárias na Saúde.
Romualdo Batista quer seguir o trabalho iniciado pela ex-secretária. Segundo ele, ela deu um norte para a secretaria, mas recebeu duras críticas políticas, que levaram ao seu pedido de demissão. Ele disse que espera que o legado da ex-secretária seja utilizado em favor da área da saúde e da população.

Comente aqui


Doações de sangue

A Secretaria de Estado da Saúde alerta para a redução do número de doações de sangue no inverno, que inicia no dia 21 deste mês. Segundo dados do Hemepar, 152 mil bolsas de sangue foram coletadas em 2016, sendo que no verão foram 49 mil e no inverno 38 mil, uma diminuição de aproximadamente 24%. Em 2017, até agora, o Hemepar já registrou a coleta de quase 63 mil bolsas de sangue. A instituição é responsável por 86% do estoque da rede pública de sangue, abastecendo 384 hospitais públicos e filantrópicos.

Comente aqui


Mais médicos em Sarandi

Prefeito Walter Volpato ao lado da médica que começou a atender no começo de junho. Prefeito trabalha para contratação de mais 15 médicos para atender a população.

Da Prefeitura de Sarandi recebo a informação de o governo federal colocou a disposição da Prefeitura mais uma médica, pelo “Programa Mais Médicos”, para atender na Rede Municipal de Saúde.
A nova contratada é clínica geral e começou a atender a população no começo de junho, na Unidade Básica de Saúde, no Jardim Oriental. O atendimento está acontecendo de segunda à quinta-feira, nos dois períodos. O objetivo é diminuir o tempo de espera para a realização da consultas.
A Prefeitura afirma que está prevista a chegada de mais quatro médicos por meio do Programa Mais Médicos e outros 11 serão contratados para suprir a demanda de atendimento no município.

Comente aqui


Saúde: Maringá compartilha tecnologia com outros municípios

Maringá continua cedendo o código fonte do seu Sistema Gestor de Saúde, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Tecnologia da Informação (CTI) e Centro de Informação em Saúde (CIS), em parceria com uma empresa maringaense de fabricação de software.

Agora foi a vez de Itaúna (MG) e Umuarama (PR) receberem o código fonte. A entrega aconteceu ontem, terça-feira, e aconteceu em um workshop sobre o funcionamento do sistema. Uma das atividades foi a visita à Policlínica Zona Sul, onde os representantes dos municípios conheceram a tecnologia utilizada na prática, na unidade de saúde.

Implementado em 2008, o sistema gerencia estoques – incluindo medicamentos e material hospitalar – farmácias, aplicação de vacinas, laboratório, prontuário eletrônico, entre outros serviços. A contrapartida dos municípios beneficiados é a de introduzirem novas funcionalidades, ajustes e correções para o aprefeiçoamento do sistema, garantindo a eficiência e atualização constante.

O coordenador do CIS da Secretaria de Saúde, Sílvio Torres, destaca que o sistema já recebeu prêmios nacionais, sendo referência para outros estados. “Além de outros municípios paranaenses, cidades de São Paulo e Minas Gerais receberam o código fonte para o desenvolvimento da tecnologia. Com o sistema acabam os papéis e os exames podem ser visualizados na tela do computador. A tecnologia também diminui as filas nas Unidades Básicas de Saúde, pois alguns serviços podem ser realizados em qualquer lugar pelo celular”, informou.

Os representantes dos municípios que receberam o código fonte comentaram sobre a tecnologia. O responsável pela Tecnologia da Informação de Umuarama, Reginaldo de Melo, explica que o município utiliza um sistema desafado e necessita de uma melhor opção. “Maringá tem um sistema em que o próprio município pode atualizar versões economizando recursos sem o pagamento a empresas de software”, afirmou.

O secretário municipal de Saúde de Itaúna, Fernando Meira de Faria, lembrou que conheceu o sistema por meio de outros municípios mineiros que já estão usando a tecnologia. “Sabemos que esse sistema funciona há bastante tempo e será um excelente recurso, integrando as ações da secretaria, otimizando e evitando o retrabalho, além gerar economia para o município”, destacou.

1 Comentário


Dia Mundial do Lúpus é lembrado em palestra, na Câmara de Londrina


Evento na Câmara Municipal de Londrina, nessa quinta-feira (11), às 14h30, vai marcar o Dia Mundial de Atenção aos Doentes de Lúpus. Desde 2015, Londrina tem uma lei municipal (criada pela ex-vereadora Elza Correia) que declara a semana que compreende o dia 10 de maio, como a “Semana de Conscientização sobre o Lúpus Eritematoso Sistêmico”.
A data será lembrada com uma palestra da Drª Margarida Carvalho, pediatra, reumatologista, cidadã honorária de Londrina e membro da Sociedade Paranaense de Reumatologia (SPR). Ela apresentará aos vereadores e comunidade em geral, informações sobre a doença, seu diagnóstico, tratamento e desafios no seu controle e liberação de medicação específica.

Leia mais no site da Socidade Paranaense de Reumatologia
Acompanhe a SPR no Facebook

Comente aqui


Maringá recebe recursos para ampliação do Hospital Municipal


Amanhã, sábado, dia 6 de maio, às 10 horas, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, receberá R$ 10 milhões do ministro da Saúde, Ricardo Barros, para reforma e ampliação do Hospital Municipal.
Será em frente à Farmácia 24 horas da Zona Sul, no Hospital Municipal.

Comente aqui


Informação para mais saúde e bem-estar


Muito bom o trabalho que a Sociedade Paranaense de Reumatologia vem realizando, através do seu site e fan page. São informações sobre doenças, sintomas, formas de prevenir e minimizar efeitos.
Todas as publicações são diretas: importante que as pessoas com sintomas ou doenças diagnosticadas sigam sempre as orientações de um médico reumatologista.
As informações ajudam no conhecimento sobre as patologias e nas medidas identificadas pelos especialistas que melhoram a vida dos pacientes.
Hoje, no site, foi publicado artigo do médico Marco Rocha Loures, presidente da SPR, sobre “Chikungunya, estudos e desafios“. Na fan page, além de publicação sobre a chikungunya, há uma publicação sobre os sintomas do lúpus e um link para um texto com informações sobre a doença.

1 Comentário