Segurança



Opinião: Mais gente ajudando a combater crimes

Christopher Peter Bueno Netto encaminha artigo avaliando dificuldades dos órgãos de segurança e sugerindo abereturas à participação de voluntários no controle de situações e combate a irregularidades e crimes.

“A INCAPACIDADE DOS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA NO COMBATE AO CRIME É UM FATO.

A assertiva acima é irrefutável, tendendo a ser motivado pela falta de alocação de recursos orçamentários adequados, pela possível baixa qualidade dos testes psicológicos e treinamento a que seriam submetidos os ingressantes, pela quantidade e qualidade das armas e equipamentos adquiridos para uso das corporações, inferiores aos dos bandidos, pelos baixos salários recebidos pelos policiais de menor patente, fatos que inclusive tendem a incrementar a criminalidade existente em qualquer grupo de cidadãos.

HÁ COMO MINORAR OS EFEITOS DESTA INCAPACIDADE FUNCIONAL.

A reportagem do Jornal Nacional de 24 de julho mostra vídeos dos 10 km que atravessam a Grande Vitória, no Espírito Santo, que se diz serem os de maior incidência de acidentes e mortes no país.

Particularmente, numa cena do vídeo, no qual o gravador cantou a bola de que o caminhão que ele gravava atravessaria o sinal vermelho, o que de fato aconteceu, percebe-se a facilidade com que qualquer pessoa, com um mínimo de bom senso e cidadania, com o saco cheio destas infrações que roubam vidas e aleijam seus concidadãos, poderia ser cooptado a colaborar com as autoridades de segurança, a videografar tais cenas com seus smartphones.

Dar validade jurídica aos vídeogramas feitos pelos cidadãos, contendo registro de local e hora de videogramas que sejam enviados a sites oficiais, estabelecidos e divulgados pelos órgãos de segurança, dentro de um determinado período, com certeza reduziria as infrações e consequentemente os acidentes.

O que impede as autoridades de modo geral a usar nossos concidadãos a colaborar com elas?

Isto é um mistério. Será que alguma autoridade se prontifica a dar esta informação?

Pergunta-se, que argumentos sólidos, de bom senso, impedem as autoridades de segurança de todos os níveis de usar os cidadãos a se ajudar, na sua própria segurança? Será que um cidadão comum tem menos mérito, menos valor, merece menos fé que um policial? O cidadão que lhes cobra, pede resposta.

O que vale é a cena videografada mostrando local e hora do fato. Quem a videografou não tem a mínima importância. Ponto final.

Implantada a validade destes vídeos, em todo o país, deixaríamos de ser campões mundiais de múltiplas tragédias.

Se os Ministros dos Transportes, da Justiça e da Saúde entre outros, quisessem mesmo minorar o CUSTO BRASIL dos acidentes de trânsito, apresentariam uma medida provisória que validasse os videogramas mencionados.”

Christopher Peter Bueno Netto[email protected]

Comente aqui


Histórias de um país cada vez mais difícil de entender

Impressionantes coisas que acontecem neste país.
Adolescentes não podem trabalhar, por lei.
Leis que não levam em conta boa parte da realidade e das necessidades dos adolescentes e suas famílias, seus pais.
Muitas pessoas bem-sucedidas hoje começaram a trabalhar na adolescência. Isto não impediu que continuassem a estudar e a se preparar para a vida.
Um texto, de uma crônica para reflexão, foi citado por Alisson Maia:

“Olá … Hoje um adolescente infrator me deixou sem ação e reação diante dele! Estava na delegacia fazendo mais uma cobertura de notícias policiais quando me deparei com um adolescente de 14 anos sentando esperando para ser autuado por porte ilegal de arma de fogo. Olhei para ele e pensei, mais um moleque que não fica preso, então nem vou perder meu tempo.. Mas enquanto aguardava uma outra ocorrência que estava a caminho da delegacia, me aproximei dele e como às vezes faço, comecei a dar conselhos para ele: – ‘Sai dessa vida rapaz, você vai morrer, a vida das drogas e do crime não compensa’.
Foi quando ele, que até então estava calado, olhou bem para mim e disse:
– ‘Esse papo do senhor eu já cansei de ouvir, estava armado porque vendo droga, e ganho muito fazendo isso, mas eu antes de ser vendedor eu trabalhava numa oficina e sabe o que fizeram? Denunciaram o dono da oficina porque eu estava trabalhando lá. Ele me pagava legal, eu tinha minhas coisas, meu tênis, tinha tudo. Mas ele teve que me mandar embora para não ir preso. Acho que ele esta até hoje respondendo na justiça por ter dado emprego a um menor. Depois eu fui trabalhar na feira. Trabalhei sete meses e sabe o que aconteceu lá ? A mesma coisa que na oficina, tive que sair. Não sei quem é meu pai e minha mãe é uma coitada. Eu tentei trabalhar honestamente, e até trabalhava e estudava direito, mas não deixaram e achei no tráfico o sustento meu e da minha casa. Guarda seus conselhos para esses safados que vocês votam e que acham que menor não pode trabalhar, mas pode roubar, matar e traficar. Entrei nessa vida porque sem trabalhar quero um tênis mas não posso comprar, quero comer um sanduíche, mas tambem não posso, quero ir no cinema tambem não posso, então já que não posso trabalhar como gente, vou traficar, pelo menos assim tenho dinheiro”.
Tive que ouvir isto de um garoto de 14 anos estragado pelo sistema. Logo o chamaram e não foi possível continuar conversando.
Fiquei mudo, sai calado. Sei que há vítimas do sistema, mas foi um garoto de 14 anos que me calou, mostrando o quanto nós, com nossas escolhas erradas, estamos acabando com a juventude. Por causa dessas quadrilhas que colocamos e ainda mantemos no poder é que jovens estão matando, roubando e traficando.
Ele disse: ‘Não posso trabalhar, mas posso roubar, traficar e matar!’ Esse é o futuro que estamos construindo nesse país! Senhores eleitores, leiam isso e se envergonhem do Brasil que estamos deixando para a juventude!”

Como escrevi na coluna, o texto não é a defesa de um criminoso, é um alerta para a incompatibilidade de algumas leis com a realidade do nosso país.

1 Comentário


Paraná em alerta

A combinação de geadas e a falta de chuvas aumenta os riscos de incêndios ambientais nesta época do ano. O alerta é da Defesa Civil Estadual, o Corpo de Bombeiros e o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) que fazem um alerta sobre a importância da população para evitar os incêndios. Neste ano, já foram registradas 3.525 ocorrências de incêndio ambiental. Apenas no mês de julho, que e o com maior número de incêndios, foram 1.013, com uma pessoa ferida. Em 2016 foram atendidas 10.708 ocorrências de incêndios ambientais no Paraná, com oito feridos.
“Durante o inverno, com a diminuição das temperaturas e da quantidade de chuvas, o tempo fica mais seco e a umidade do ar cai muito. Isso torna o ambiente propício para mais incêndios”, explica a responsável pela Comunicação Social do Corpo de Bombeiros, tenente Rafaela Diotalevi. A geada também contribui para a ocorrência de incêndios, pois queima a vegetação e facilita o processo de combustão.

Comente aqui


Guarda Comunitário

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), ligado à Secretaria de Gestão da Prefeitura de Maringá, a Diretoria de Assuntos Comunitários e a Guarda Municipal apresentam hoje, a partir das 19h30, no Centro Catequético da Paróquia São Judas Tadeu (avenida das Palmeiras s/n, Parque das Palmeiras) o programa ′Guarda Comunitário′.
A iniciativa busca levantar informações sobre segurança pública nos bairros a partir do diálogo com a comunidade, exercitando compromisso do prefeito Ulisses Maia de buscar o máximo de transparência na relação da gestão municipal com o cidadão. Presidentes de associações de bairros foram especialmente convidados para a reunião.
“Ninguém conhece melhor a realidade de seu bairro do que seus moradores. Portanto, nosso foco é o cidadão”, afirma o secretário executivo do GGI-M, Felipe Monteiro. As informações coletadas serão repassadas para as polícias Civil e Militar planejar ações investigativas e repressivas. Os dados também vão auxiliar a prefeitura nas decisões sobre políticas públicas de segurança.
Hoje, serão ouvidos representantes da região do Miosotes, composta pelos bairros Hermans Moraes de Barros, Copacabana I e II, Recanto Kakogawa, Jardim Diamante, Jardim Oriental, Conjunto Bela Vista, Conjunto Favoretto, Parque das Palmeiras, Jardim Vitória, Parque das Bandeiras, Jardim Quebec, Parque das Grevíleas, Parque Avenida, Jardim Licce, Jardim Tóquio e Jardim Dias.

Comente aqui


Patrulha Maria da Penha

Agentes da Guarda Municipal de Maringá e Sarandi vão participar juntos de um treinamento especializado para atuarem em parceria na Patrulha Maria da Penha, voltada à proteção de mulheres vítimas de violência.
A decisão conjunta foi definida nesta semana pelos prefeitos Ulisses Maia e Walter Volpato durante reunião, com integrantes das duas administrações, na Prefeitura de Maringá. Comandos da Guarda Municipal de Sarandi, representada pelo corregedor Flávio Silva, e de Maringá, pelo gerente Osmar Machado, participaram da reunião, que teve também a presença do secretário de Trânsito, Transporte e Segurança Pública de Sarandi, Joel Inglês da Silva.
Entre os dias 8 e 11 de agosto uma equipe da patrulha de Curitiba estará em Maringá para ministrar o curso e treinar 50 agentes da Guarda Municipal de Maringá e 32 de Sarandi. A capacitação terá carga horária de 30 horas, no período das 8 horas da manhã até as 5 da tarde em local a ser definido pelos organizadores.
“A formação de agentes, masculinos e femininos, visa transmitir treinamento adequado para adoção de medidas protetivas em defesa das mulheres vítimas de agressão e procedimentos práticos para que elas não voltem a ser agredidas pelos companheiros”, explica o gerente de Políticas Gerais da Secretaria da Mulher, Júlio César de Paula Rodrigues.

Comente aqui


Violência contra mulheres

A Polícia Civil de Apucarana prendeu dois homens acusados de crimes contra a mulher. Em uma das ações, o preso que foi identificado como Juliano Oliveira Cruz, de 45 anos, tinha mandado de prisão por ameaça e tentativa de homicídio. De acordo com a polícia, ele submeteu a então namorada a uma roleta russa (jogo onde os participantes colocam uma bala em uma das câmaras de um revólver. O tambor do revólver é girado e fechado, de modo a que localização da bala seja desconhecida. Os participantes apontam o revólver para suas cabeças e atiram, correndo o risco da provável morte caso a bala esteja na câmara engatilhada). A vítima chegou a mudar de cidade para fugir do suspeito, mas ele continuou com a perseguição.
A outra prisão foi a de Diego Leonel Fernandes, de 30 anos. Segundo o delegado de Apucarana, José Aparecido Jacovós, o preso é acusado de assassinar a companheira de 46 anos com um espeto de churrasco e ter ainda enrolado a cabeça da vítima com fita crepe. O homem ainda tentou esconder o corpo da mulher. O crime teria sido motivado supostamente por uma ameaça, já que a vítima teria ameaçado revelar à polícia que Fernandes era o autor de um homicídio de um traficante rival. O acusado já foi julgado e condenado a 15 anos de prisão. Ele fugiu da cadeia e estava foragido, sendo novamente capturado.

Comente aqui


Coluna do dia 19 de julho, quarta-feira

PRESIDENTES O presidente da Câmara, Mario Hossokawa (PP), recebeu a visita do presidente do Podemos, Carlos Augusto Ferreira. Hossokawa recebeu informações sobre o novo partido e até um convite de filiação. O presidente da Câmara também disse que a pré-candidatura do senador Alvaro Dias a presidente da República tem relevância no contexto político brasileiro.

PROJETOS E OBRAS Acontece hoje, às 19 horas, no Sebrae Maringá um ciclo de palestras sobre inovação na construção, a partir da tecnologia BIM. Entrada franca.

QUALIDADE As palestras serão proferidas por dois especialistas: Marco Brasiel, doutor em engenharia pela Escola Politécnica, e Marcos Silveira, mestre em Engenharia de Estruturas pela UEM.

ENTUSIASTA Lindolfo Júnior, que conheceu a tecnologia BIM em cursos de gestão, defende a sua utilização em obras privadas e, especialmente, nas públicas.

FUNDEB A Associação dos Municípios do Paraná (AMP) defende um novo modelo de financiamento da educação básica, em substituição ao Fundeb.

NOVO MODELO O novo modelo defendido pela AMP amplia as receitas dos municípios do Paraná dos atuais R$ 7,78 bilhões/ano para R$ R$ 10,73 bilhões/ano.

NO BLOG Mais detalhes sobre as mudanças no sistema de financiamento da Educação propostos pela AMP estão no portal http://blogs.odiario.com/dinizneto/

ASSISTÊNCIA SOCIAL Começa às 8h30, no Auditório Dona Etelvina, bloco 7, da Unicesumar a 11ª Conferência Municipal de Assistência Social de Maringá.

INSTITUTO Ronaldo Marques de Oliveira trouxe para Maringá um núcleo do Instituto César Rozek. O instituto oferece cursos de inglês, violão e guitarra. (44) 99729 3758.

RH A Secretaria de Recursos Humanos concluiu, no começo de julho, as primeiras ações de integração de novos servidores. Eles conheceram o Paço, outros setores e departamentos.

INOVAÇÃO Com a coordenação do secretário César França e a equipe da Diretoria de Capacitação, os servidores passam a ser recebidos com orientação e integração.

ANIMAIS O vereador Flávio Mantovani participará do II Congresso Regional de Direito dos Animais, que será realizado nos dias 2 a 4 de agosto, na Câmara de Maringá.

 

REGIÃO

SEGURANÇA O tenente Fábio Ribeiro, comandante da 2ª Companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar, apresentou relatório do 1º semestre, na Câmara de Colorado.

EXEMPLO O relatório foi bem completo. No semestre foram 5.539 ocorrências, nos 13 municípios da área da 2ª Companhia.

 

 

FRASE
“Livre-se dos bajuladores. Mantenha perto de você pessoas que te avisem quando você erra”. Barack Obama

 

 

PARA LEMBRAR

CAMPANHA DO AGASALHO 2017 – O frio demorou, mas chegou com intensidade. A Campanha do Agasalho do Provopar prossegue até o final de julho. Vamos ajudar.

ATÉ 21 DE JULHO, das 14 às 17 horas, Semana de Atividades de Férias Escolares, Juventude. Hoje, 19 de julho, Salão da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, praça vereador Miguel de Oliveira, 78 (Conjunto Requião). 20 de julho, praça Pioneiro Olímpio Forcelli, praça Internorte (Vila Nova). 21 de julho, praça Pedro Álvares Cabral (praça da Patinação – Banks).

19 DE JULHO, às 19 horas, no Sebrae, avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, 1116. “Um Panorama da Inovação na Construção Civil – Tecnologia BIM”. Realização do Sebrae, Sinduscon e AEAM. Entrada franca. Inscrições no Sebrae.

19 DE JULHO, a partir das 8h30, no Auditório Dona Etelvina, bloco 7, da Unicesumar. 11ª Conferência Municipal de Assistência Social, com tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”. Organização da Prefeitura de Maringá e Conselho Municipal de Assistência Social (Comas), em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc).

20 DE JULHO, a partir das 8 horas, no salão paroquial Nossa Senhora das Graças da Igreja Matriz, no centro de Sarandi, X Conferencia Municipal de Assistência Social com o tema: Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência (SUAS). Realização do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) com apoio da Prefeitura do Município de Sarandi, Secretaria Municipal de Assistência Social.

20 DE JULHO. A partir das 14 horas, o Programa Empreender da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM) realizará o 1º Meeting Empreendedor. O evento tem o objetivo de compartilhar experiências de sucesso, inspirar ideias inovadoras e apresentar o programa para entidades e imprensa local. Hoje são 56 núcleos ativos e mais de 700 empresas participantes, que colocam o programa maringaense como o maior do Brasil. O Meeting Empreendedor será realizado no auditório Miguel Kfoufi Neto, no prédio da Acim. A presença deve ser confirmada pelo telefone 3025-9645, com Amanda ou Luana.

26 DE JULHO. A Rede Cidade Digital (RCD) e a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação do Paraná (ASSESPRO-PR) realizam, em Foz do Iguaçu, o II Fórum de Cidades Digitais do Oeste Paranaense.

DE 2 A 4 DE AGOSTO, II Congresso Regional de Direito dos Animais. Abertura: dia 2, 19 horas, com palestra de William Fracalossi. Plenário da Câmara Municipal de Maringá (entrada pela avenida Cerro Azul).

 

ÚLTIMA
Uma pessoa que nunca cometeu um erro, nunca tentou nada novo.

1 Comentário


Coluna do dia 5 de julho, quarta-feira

SEGURANÇA O soldado Pessutti se tornou um fenômeno de audiência no Facebook. A sua fan page fb.com/SdPessuttiOficial está com 185 mil curtidas e 191 mil seguidores. Seus vídeos têm milhares de visualizações e compartilhamentos. Alguns têm milhões.
O TEMA O Sd Pessutti denuncia a violência, a bandidagem que prejudica e aterroriza as pessoas comuns e a pressão de “direitos humanos” contra policiais que cumprem o seu dever.
ONG O Sd Pessutti lidera a formação de uma ONG que vai defender os policiais. Ou seja, fará para os policiais o que ONGs de direitos humanos fazem para os bandidos.
CANSAÇO Na prática as pessoas estão cansadas da impunidade e esperando atitude das autoridades competentes.
PESADO O clima da reunião da ACIM ficou pesado, segunda à noite, quando várias críticas foram apresentadas, todas considerando a entrega de viaturas para segurança uma piada com Maringá, diante das necessidades da cidade.
AUSENTES Houve também uma cobrança da pouca participação dos deputados eleitos por Maringá nas decisões e atos do governo do Estado relacionados ao município.
NOTADA A ausência total de deputados foi notada até pelo governador Beto Richa, quando entregou as (poucas) viaturas na sexta-feira passada, na 4º BPM.
REVISÃO Lideranças da sociedade civil organizada vão se mobilizar para que o número de viaturas seja corrigido na nova entrega, marcada para daqui algumas semanas.
PEGOU A coisa em Maringá pegou de vez. Os maringaenses exigem que seus representantes, em todos os níveis, defendam a cidade intransigentemente. E apareçam, para serem vistos trabalhando!
NOVOS CURSOS Os cursos da UNINGÁ, Arquitetura e Urbanismo, com nota máxima 5, Engenharia Elétrica e Medicina Veterinária – ambos com nota 4 – foram reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).
DIÁRIO OFICIAL O reconhecimento foi publicado conforme a Portaria nº 651,no Diário Oficial da União de sexta, 30 de junho de 2017.
QUALIDADE O reconhecimento legitima a qualidade do corpo docente, estrutura e projeto pedagógico dos cursos. É, também, uma condição necessária para a validade nacional dos diplomas emitidos pela instituição.
REGIÃO
URGENTE 23.839 eleitores de Sarandi ainda não compareceram para o recadastramento eleitoral, que termina no dia 28 de julho.
LOCAL A Justiça Eleitoral de Sarandi está à rua Francisco de Almeida, s/n, ao lado do Fórum Estadual, Jardim Verão. Telefone: 3264-1003. Horário: 9 às 19 horas.
RECADASTRAMENTO O prazo vale para os eleitores das comarcas de Santa Fé e Mandaguaçu. Ainda falta muita gente. É um grande prejuízo não se recadastrar.
ASFALTO A estrada de Santa Fé a Colorado está sendo totalmente recapeada. Está ficando muito bom. Recebi fotos de Renato Dalla Costa.
FRASE
“Rir é viver profundamente”. Milan Kundera
PARA LEMBRAR
15 DE JULHO – 6º Sábado sem Dor, das 7h30 às 16h30, no Anfiteatro Prof. Darcy Ribeiro, na Uningá. A dor é considerada o quinto sinal vital do paciente e a “Dor Pós-Operatória” é o tema deste evento. Inscrições abertas para profissionais e estudantes. Realização da Liga Acadêmica Sem Dor (Lidosmar) de Maringá. Coordenação do Professor Dr. Orlando C. G. Colhado. Informações: (44) 99916-7356.
19 DE JULHO, às 19 horas, no Sebrae, avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, 1116. “Um Panorama da Inovação na Construção Civil – Tecnologia BIM”. Palestrantes: Marco Brasiel, doutor em engenharia pela Escola Politécnica. Marcos Silveira, mestre em Engenharia de Estruturas pela UEM, e sócio da Bravo Engenharia e Arquitetura. Realização do Sebrae, Sinduscon e AEAM.
19 DE julho de 17, às 8h30, no Auditório Dona Etelvina, bloco 7, da Unicesumar. 11ª Conferência Municipal de Assistência Social, com tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”. Organização da Prefeitura de Maringá e Conselho Municipal de Assistência Social (Comas), em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc).
ÚLTIMA
Taxistas se mobilizaram ontem. Procuraram o vereador Homero Marchese (PV).  Segundo eles, decreto da Prefeitura está diferente do que foi discutido entre a comissão de vereadores e a Semob. Também reclamam que a minuta de projeto de lei que regulamenta o Uber está parada. Pediram ajuda ao vereador.
1 Comentário


Maringá precisa de mais viaturas para a segurança

Terminou agora há pouco a reunião da ACIM, na qual empresários e lideranças da cidade debateram a recente entrega de viaturas pelo governo do Paraná para a área de segurança, dentre outros assuntos.

O clima da reunião ficou pesado quando várias críticas foram apresentadas, todas as elas considerando a entrega de viaturas uma piada com Maringá, diante das necessidades da cidade.

Houve também uma cobrança da pouca participação dos deputados eleitos por Maringá nas decisões e atos do governo do Estado relacionados ao município, de forma ainda mais crítica nas questões ligadas à segurança pública.

Os vereadores e autoridades municipais também receberam puxões de orelha na reunião. Há um clamor para que se tornem mais presentes e ativos nas cobranças por soluções dos principais problemas do município.

Haverá uma nova entrega de viaturas dentro de alguns dias. As lideranças da cidade vão cobrar dos deputados, do governador e da vice governadora, que que é de Maringá, uma revisão substancial no número de viaturas para Maringá.

A necessidade destes equipamentos é grande e Maringá não pode continuar sendo preterida, pela importância que tem no contexto estadual.

A coisa pegou. O pessoal cansou de esperar. Vai agir.

Comente aqui


Mais segurança

O prefeito Ulisses Maia recebeu hoje, do Governo do Estado, 17 novas viaturas para o 4° Batalhão da Polícia Militar, sendo 4 que já estão vindo e daqui um mês terá outro lote com o restante. O prefeito informou que está trabalhando fortemente para melhorar a segurança de Maringá,

Na foto Ulisses está com o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Francisco Favoto, e o coordenador de Recursos Governamentais da Secretaria de Gestão, Marco Meger.

Comente aqui