Tecnologia



Coluna do fim de semana

TECNOLOGIA Muita gente acompanhou a assinatura da ordem de crédito de R$ 82 milhões, do Ministério da Saúde ao Tecpar, sexta-feira, na ACIM. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, que está saindo em breve do ministério, fez uma apresentação das realizações, antes da assinatura. Muitas inovações R$ 4,7 bilhões de economia.

ESTADO O governador Beto Richa, a vice-governadora, Cida Borghetti, acompanharam a solenidade. O investimento é importante para Maringá e para o Paraná.

BANCADA O deputado federal Edmar Arruda (PSD) representou a bancada federal do Paraná, na assinatura. O deputado estadual Evandro Júnior também esteve na solenidade.

RESULTADOS O diretor-presidente do Tecpar, Júlio C. Felix, engenheiro formado na UEM, realiza uma gestão com resultados muito positivos, com crescimento de vendas e eficiência.

PREFEITOS O prefeito de Ivatuba, Robson Ramos, presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde Cisamusep, esteve na ACIM. O presidente da Amusep, André Luís Bovo, prefeito de São Jorge do Ivaí, também compareceu.

SEGURANÇA O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, esteve ontem reunido com prefeitos da região, na sede do Cisamusep. Na pauta, a criação do Consórcio Intermunicipal de Segurança.

PROJETO A ideia do Consórcio Intermunicipal de Segurança, do prefeito Ulisses Maia, promete ser uma das marcas positivas do seu governo.

EM CIMA Operações determinadas pela Lava Jato, no Paraná, chegaram a pessoas e empresas importantes. Aguardar para ver os reflexos e continuidade das investigações.

TERÇA-FEIRA Recebemos a informação de que Osmar Dias deve definir o seu futuro partidário na terça-feira.

PODEMOS? Como ele estará em Brasília, com a presidente nacional do Podemos, deputada federal Renata Abreu, tem gente achando que… agora vai!

COM ALVARO Quem esteve com o senador Alvaro Dias na quinta-feira foi o deputado estadual Ratinho Junior, presidente do PSD e pré-candidato a governador.

INCANSÁVEL A vice-governadora Cida Borghetti também está trabalhando intensamente na sua pré-campanha ao governo do Paraná.

COM LULA No dia 8 de março, manifestação de mulheres na Praça Raposo Tavares, com presença da secretária da Mulher, Aracy Adorno Reis, teve faixa do PT em apoio a Lula.

A FAIXA A faixa usado no evento tinha seguinte frase: “Mulheres do PT com Lula e pela democracia”.

PESQUISAS O TSE revogou, na quinta-feira, trecho da resolução que restringia temas abordados em pesquisas eleitorais.

LIBERDADE Com a revogação as pesquisas eleitorais voltarão a ter mais liberdade nas suas perguntas.

 

MUNICÍPIOS

REDE SUSTENTABILIDADE Aguinaldo do Posto anuncia neste domingo, dia 11, a partir das 8h30, na Casa da Cultura de Marialva, a sua pré-candidatura a deputado estadual.

CANCELADA O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, teve problemas de agenda e cancelou a vinda a Sarandi, nesta segunda-feira. Uma nova data deve ser agendada.

MARIALVA O prefeito Victor Martini (PP) recebeu um motoniveladora nova, emenda do deputado federal Luiz Nishimori (PR).

AGITAÇÃO Sarandi vive um período de agitação, com muitas denúncias, afastamentos de servidores e sindicâncias.

CONTROLE Pessoas próximas ao prefeito Walter Volpato (PSDB), atribuem as denúncias a um controle rigoroso que o prefeito mantém nos diversos setores da Prefeitura. Tem gente que queria mais “espaço”.

REGIÃO O vice-prefeito de Mandaguari, Ari Stroher (MDB), e o vereador Renan Dandolini (PSC), estiveram em Maringá acompanhando a entrega de recursos ao Tecpar.

 

FRASE “Nada é permanente, exceto a mudança.” Heráclito

 

ÚLTIMA Nesta semana entraremos na segunda quinzena de março. Os dias não estão passando, estão evaporando.

 

http://uninga.br/vestibular


 

 

 

1 Comentário


Tecpar recebe recursos para construir seu laboratório, em Maringá

A nova fábrica do Tecpar em Maringá, vai atender quem mais precisa. A afirmação é da vice-governadora Cida Borghetti que acompanhou o repasse de R$ 82 milhões do Ministério da Saúde ao Tecpar.

“O mais importante desse empreendiemento é que ele vai fornecer medicamentos modernos para quem mais precisa. São remédios para tratar câncer e artrite reumatoide que estarão à disposição de pacientes do SUS”, disse Cida Borghetti.

Essa é primeira planta industrial do Tecpar fora de Curitiba e os recursos para a obra são do Ministério da Saúde. O convênio para a liberação do valor foi assinado em solenidade que reuniu o governador Beto Richa; o ministro da Saúde, Ricardo Barros; o prefeito de Maringá, Ulisses Maia e o secretário estadual de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes.

“O investimento representa mais um avanço para a área de pesquisa em saúde, e consolida o Tecpar como uma das principais instituições do país nesta área”, disse o governador Beto Richa, destacando que o instituto vai produzir medicamentos que atualmente são importados pelo Brasil.

Ricardo Barros reforçou que o Tecpar irá produzir com qualidade os medicamentos que hoje são trazidos do exterior e que isso trará mais economia ao Sistema Único de Saúde (SUS). Ele também destacou a importância do projeto para a região. “Estamos investindo na consolidação do polo de medicamentos de Maringá”, afirmou o ministro.

1 Comentário


O mundo digital e a política

Foto: Pedro de Oliveira/Alep

* Evandro Júnior, deputado estadual na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep)

Nos últimos três anos, a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) tem investido em ações inovadoras de comunicação envolvendo redes sociais. Assim, busca a cada dia uma aproximação maior com os onze milhões de paranaenses que estão ali representados. Isso também tem estimulado os 54 deputados estaduais da casa a exercerem suas funções de maneira clara, para que toda a população realmente saiba o que tem sido feito em termos de legislação e fiscalização no Estado.

As pessoas com mais idade devem se recordar de uma época em que, para se comunicar, era preciso mandar carta ou fazer ligações telefônicas. Com a chegada da internet, a comunicação se aprimorou e nós, deputados, vereadores, prefeitos, senadores, passamos a receber recados via e-mail. As redes sociais mais utilizadas atualmente estas sim são um grande avanço na comunicação. A velocidade da comunicação digital mudou o mundo e a forma como as pessoas interagem. Com tudo isso, a comunicação envolvendo a política também mudou, e, a meu ver, para melhor.

A Alep, mesmo, tem conta no Facebook, Twitter, Instagram, Flickr e YouTube. Sei que nem todos os deputados ainda investem nesse tipo de comunicação, mas, em meu caso, sou favorável ao uso diário das redes sociais. Eu e minha equipe procuramos este diálogo constante porque acreditamos ser bom para os paranaenses e bom também para nós, pois, assim, jogamos luz às feitorias durante o mandato e conseguimos divulgar melhor o nosso trabalho constante e a nossa preocupação diária com os temas envolvendo toda a sociedade.

De acordo com a Diretoria de Comunicação da Alep, houve crescimento de 140% no número de seguidores em sua página de Facebook (a mais requisitada da casa) nos últimos dois anos: pessoas de absolutamente todas as regiões paranaenses, e ainda seguidores de fora do Estado e até de fora do País. O Instagram – que preza pela imagem ou vídeo em detrimento ao texto – também tem crescido muito. Em 2017, o número de seguidores do Instagram da Alep cresceu 40%.

O desafio para o político – ou para qualquer pessoa que queira divulgar melhor o seu trabalho – é estar atento às rápidas mudanças que envolvem a comunicação digital, seja em plataformas para computadores ou smartphones. Este 2018 é ano de eleições, e creio que será cada vez mais comum ver candidatos buscando também estratégias de campanha nas redes sociais. As regras para o jogo serão lançadas pela Justiça Eleitoral, e todo cuidado é pouco para não perder credibilidade ou até uma eleição por conta de um simples post no Twitter ou uma atualização nos “Stories do Insta”.

Os exemplos de campanhas bem sucedidas via online chegam principalmente dos Estados Unidos, com as vitórias de Barack Obama no passado e mais recentemente do próprio Donald Trump – que, convenhamos, vem respondendo a uma série de denúncias que envolvem a chamada “fake news”, ou notícias falsas.

O brasileiro deve ficar muito atento ao que é verdade ou não nas redes sociais: infelizmente tem muita gente mentindo e se apropriando do anonimato na internet. E não somente em ano de eleição: depois, é por meio das redes sociais que poderemos cobrar dos políticos aquilo que foi prometido durante a campanha.

Crédito da foto: Pedro de Oliveira/Alep

Comente aqui


Ninguém nos conhece melhor

– Alô! De onde falam?
– Google´s pizza.
… – Mas este telefone não era da Pizzaria do Gordo?
– Sim senhor, mas a Google comprou.
– OK. Anote meu pedido.
– O Senhor vai querer a de sempre?
– A de sempre? Você me conhece?
– Segundo nossa planilha de dados do identificador de chamadas,nas últimas 12 vezes,o senhor pediu meia quatro queijos,meia calabresa, massa grossa.
– Tá! Vai esta mesmo…
– Posso sugerir-lhe, desta vez, meia ricota, meia rúcula com tomate seco.
– O quê? Odeio verduras.
– É que seu colesterol não anda bom, senhor…
– Como você sabe?
– Cruzamos o número de sua linha fixa com seu nome,pelo guia de assinantes.
Temos o resultado dos seus exames de sangue dos últimos 7 anos.
Além disso, segundo dados da seguradora,o senhor tem consultado um cardiologista.
– Ok, mas eu não quero essa pizza! Já tomo remédio…
– Desculpe-me, mas o senhor não tem tomado remédio regularmente.
Pelo nosso banco de dados comerciais,faz 4 meses que o senhor adquiriu uma caixa com 30 comprimidos para colesterol com desconto na Rede Drogasil, onde é cadastrado.
Parcelou em 3 vezes sem acréscimo,conforme informações da administradora do seu cartão Visa final 5692.
– Posso ter comprado com cheque ou dinheiro,seu esperto…
– Só se foi em dólares não declarados.
O senhor emitiu apenas 2 cheques nos últimos 3 meses,segundo seus dados bancários.
Suas retiradas em dinheiro costumam ser de R$ 750,00 e ocorrem pouco antes do dia 10,possivelmente para pagar sua empregada que recebe esse salário desde maio.
– Até o salário da empregada…Como você sabe?
– Pelo valor do INSS que o senhor recolhe mensalmente através do banco online.
– Vá se danar, seu metido!
– Me desculpe, senhor,utilizamos tais informações apenas com a intenção de ajudá-lo.
– Chega! Estou de saco cheio de google,facebook, twitter,WhatsApp, tablets, falta de privacidade. Vou para as ilhas Fuji ou, sei lá,para outro lugar sem internet, TV a cabo,onde celular não dê linha e com ninguém para me vigiar.
– Entendo senhor… Só uma última coisinha…
– O que foi agora?
– Seu passaporte está vencido.

Recebi este texto hoje de um colega jornalista de Curitiba.
Tentei achar o crédito. Achei uma publicação do colunista Walcyr Carrasco, da Época, em 16 de maio do ano passado. Ele também recebeu o texto de uma amiga e sobre isto, escreveu: “Esse texto não é meu. Recebi de minha amiga Renata (instagram @lifeselfcoaching). Ela não soube dizer a origem. Pode ser de um autor famoso ou de um gênio a ser descoberto. Se ele se identificar, darei os créditos com prazer. Poucas vezes vi alguém descrever o que acontece hoje de maneira tão divertida e realista.”

Faz tempo que eu brinco (falando a mais absoluta verdade) que o Google me conhece melhor do que eu. Meu celular também… ele registro os lugares onde vou, grande parte do que falo e escrevo. A tecnologia de informações, seus softwares sofisiticados de dados e seus cruzamentos, a inteligência artificial e tantas outras coisas que eram consideradas impossíveis e que hoje podem ser feitas de forma quase banal e em série, mudaram de vez o presente e o futuro. Ele será muito diferente do que imaginamos no cotidiano e não me arrisco a projeções e previsões.

A internet, que promoveu em um primeiro momento uma verdadeira pulverização da mídia pode, no fim das contas, se tornar um “big brother” controlador e limitante, como nas páginas do “Admirável Mundo Novo”, de Aldous Huxley?

Também não arrisco opinar, mas sem dúvida, uma região, uma cidade, um bairro, uma rua, uma casa podem sofrer uma enorme interferência e manipulção, se o Seu Google quiser. Alguém duvida?

1 Comentário


Coluna do dia 4 de janeiro, quinta-feira

BRDE Orlando Pessuti assumiu a presidência do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Ex-presidente da Assembleia Legislativa e ex-governador do Paraná, Pessuti assumiu o cargo em 14 de novembro de 2017, em cerimônia bastante concorrida na agência paranaense do banco, em substituição ao gaúcho Odacir Klein, que passou a ocupar a diretoria Financeira da instituição. O maringaense João Luiz Agner Regiani assumiu a diretoria de Operações do banco.

SAÚDE O médico Manoel Batista, o Doutor Batista, presidiu durante o ano a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa. Muito ativo como deputado e como médico, já realizou milhares de palestras sobre prevenção e saúde, trabalho que é sua marca, mesmo antes de se eleger vereador, em 1992.

REVISÃO DOS CONTRATOS DE PEDÁGIO O deputado estadual Evandro Araújo tem se destacado pela atuação na Assembleia Legislativa. No primeiro mandato, sua luta contra a renovação dos contratos com as concessionárias de rodovias, no Paraná, tem recebido apoio de eleitores, lideranças e organizações.

LEI FEDERAL Segundo o deputado federal Sérgio Souza existe legislação federal que impede a renovação ou prorrogação dos contratos de pedágio, no prazo e na forma como estão feitos no estado do Paraná.

HOSPITAL DA CRIANÇA A coluna destacou e vale o registro na retrospectiva, o trabalho da deputada estadual Maria Victória que resultou na conquistado do Hospital da Criança de Maringá, que terá 160 leitos e centro de pesquisas sobre doenças raras.

PREVIDÊNCIA O maringaense Wilson Quinteiro assumiu a presidência da PARANAPREVIDÊNCIA e surpreendeu com ideias e projetos inovadores.

NA REGIÃO O deputado estadual Tiago Amaral continuou sendo muito presente nos municípios da região de Maringá, em 2017, auxiliando em soluções de problemas, conquista de recursos e equipamentos.

ESPORTES Maringá, em 2017, venceu os Jogos Abertos do Paraná. Sob a liderança de Valmir Fassina, foi aprovada a Lei de Incentivo ao Esporte Amador de Maringá e também a lei que criou o Conselho de Esportes e Lazer de Maringá.

INOVAÇÃO E TECNOLOGIA A Câmara aprovou, na última semana de março de 2017, a lei de incentivo à inovação e pesquisa tecnológica, definindo passos para a consolidação dos ambientes de inovação nos setores produtivos e sociais da cidade de Maringá.

MICROEMPRESA O movimento nacional da micro e pequena empresa, com uma história de luta iniciada no final dos anos 70, alcançou vitória em uma demanda iniciado em outubro de 1994. A Confederação Nacional da Micro e Pequena Empresa, presidida por Ercílio Santinoni, foi admitida no Conselho do Sebrae Nacional. Também em 2017 o MDIC reativou o Fórum Nacional da Micro e Pequena Empresa.

FRASE
“Temos que fazer o melhor que podemos. Esta é a nossa sagrada responsabilidade humana”. Albert Einstein

ÚLTIMA
Muito alcança quem não cansa.

1 Comentário


Executivos de Maringá visitam Vale do Silício

Embarcou para o Vale do Silício um grupo de 22 executivos de Maringá, um de Londrina e outro de São Paulo. Nos Estados Unidos o grupo visitará empresas de São Francisco e São José, no estado da Califórnia, até o dia 16.
Segundo o diretor de projetos da RGK 4TI, Alexandre Rogoski, o objetivo é que o grupo conheça tecnologias de ponta nas áreas de conectividade, telepresença, armazenamento de dados e segurança digital. Entre as empresas visitadas estarão Riverbed. Cisco e NetAPP.
Formam o grupo executivos das áreas de agronegócio, finanças, varejo, instituições de ensino e tecnologia da informação.

Comente aqui


Bayer mostra soluções no XX Congresso Brasileiro de Sementes

Bayer expõe portfólio de soluções para a lavoura de soja

A safra de verão está prestes a começar e os agricultores se preparam para superar desafios em busca de altas produtividades das lavouras brasileiras. O manejo adequado desde o início do plantio, principalmente em culturas de grande importância econômica, pode viabilizar o máximo potencial das plantas. Assim, a escolha da semente e sua proteção se destacam neste processo de produção como diferencial competitivo.

Diante deste cenário, e o sob o tema “Novos Desafios e Inovações Tecnológicas”, a Bayer participa do XX Congresso Brasileiro de Sementes até dia 10 de agosto, que acontece em Foz do Iguaçu (PR). De acordo com Marcia Terzian, gerente da Bayer SeedGrowthTM, a proteção inicial é um passo essencial para que o produtor rural possa proteger o potencial produtivo da sua semente, por isso é importante tratar a sua semente com produtos com alta tecnologia.

Marcia diz: “Os agricultores devem se questionar: ‘E se eu pudesse controlar melhor os fatores de riscos da minha lavoura?”.

Pioneira no Tratamento Industrial de Sementes (TSI), a companhia disponibiliza para o mercado a possibilidade de uso das sementes já tratadas industrialmente por meio de parceiros de negócio. A vantagem é que o produtor economiza tempo e recursos, além de receber a semente com a dose exata dos produtos recomendados.

De acordo com o 10º levantamento da safra 2016/17, realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Brasil está caminhando para uma produção recorde de grãos: 237,22 milhões de toneladas, 27,1% a mais que a safra passada, o que equivale a 50,6 milhões de toneladas a mais. Estes resultados ficariam muito aquém se o produtor não tomasse certos cuidados na fase inicial do plantio como, por exemplo, o tratamento de sementes, que viabiliza o máximo plantabilidade, protegendo a lavoura de uma série de pragas e doenças naturais.

Soluções para o tratamento das sementes

Poncho Energy® é a mais nova tecnologia disponível para o agricultor. Composto por dois inseticidas e um fungicida, o produto oferece um excelente arranque inicial da cultura da soja, melhor crescimento radicular e proteção da parte aérea nos primeiros dias após a germinação. De acordo com pesquisas realizadas pela Bayer, lavouras com Poncho Energy® apresentaram produtividade até 25% superior, confirmando a importância do tratamento de sementes. Outro produto que complementa o tratamento, seja ele na fazenda ou industrial, é o CropStar®, que previne os danos causados por pragas, nematoides, assegura a emergência, o stand e o potencial produtivo da cultura, resultando no desenvolvimento efetivo das raízes e folhas.

O inseticida CropStar® oferece ao agricultor a possibilidade de proteger as sementes contra os principais fatores de risco – sugadores, mastigadores e nematoides –, além de ter um efeito positivo no vigor das plantas. Hoje, este produto pode ser usado em 12 culturas: soja, milho, algodão, trigo, feijão, arroz, amendoim, aveia, mamona, girassol, cevada e sorgo.

Inovação no setor

Além disso, para as atividades do evento a Bayer levará a marca global de sementes de soja, Credenz™, desenvolvida com base na expertise da empresa na cultura da soja, integrando assim genética diferenciada, uma grande e inovadora plataforma de traits (tecnologias), além das soluções já conhecidas no mercado.

Dentro deste portfólio está a tecnologia LibertyLink®, inserida em 11 variedades de soja, distribuídas entre as marcas de sementes da Bayer. A tecnologia permite o uso do herbicida Liberty® em pós-emergência, para o manejo de plantas daninhas, sem prejudicar o cultivo. Esse controle é muito importante e necessário para que estas não afetem a produtividade das plantas de soja, já que competem diretamente por espaço, luz, água e nutrientes, além de comprometerem a pureza na entrega do grão. Como no Brasil há crescentes problemas de plantas daninhas resistentes a herbicidas, esta nova opção para o agricultor é essencial para o manejo eficiente das lavouras.

“Esta é uma excelente oportunidade para nós, pois o contato com os produtores rurais, pesquisadores e especialistas durante o evento é fundamental para que possamos contribuir com o desenvolvimento sustentável da agricultura, com tecnologias de ponta para o aumento da produtividade das lavouras brasileiras”, completa Filipe Romano, gerente de marketing de Sementes de Soja da Bayer.

Bayer: Science For A Better Life (Ciência para uma Vida Melhor)
A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana e animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2016, o grupo empregou cerca de 115 mil pessoas e obteve vendas de € 46.8 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.7 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 06 de outubro de 2015.

Para mais informações, acesse www.agro.bayer.com.br.

Informações à imprensa

Weber Shandwick – Assessoria de Imprensa
Carlos Nascimento Jr. – [email protected]
Telefone: (11) 3027- 0210 / 98459-5253
Joelma Amaral – [email protected]
Telefone: (11) 3531-4957 / 98335-0082

Bayer – Comunicação Brasil
Renan Magalhães – [email protected]
Telefone: (11) 5694-8020 / 96930-6999
Aline Pasetchny – [email protected]
Telefone: (11) 5694-4278/ 98380-0530
Paulo Pereira – [email protected]
Telefone: (11) 5694-5947/ 98338-7313

Declarações antecipadas quanto ao futuro: Este texto pode conter declarações quanto ao futuro baseadas em suposições e previsões atuais feitas pela administração do Grupo Bayer ou suas divisões de negócios. Diversos riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e outros fatores podem causar diferenças relevantes entre os reais resultados futuros, situação financeira, desenvolvimento ou desempenho da Empresa e as estimativas aqui fornecidas. Tais fatores incluem aqueles discutidos nos relatórios públicos da Bayer disponibilizados em seu website www.bayer.com. A Empresa não assume responsabilidade alguma pela atualização de tais declarações antecipadas quanto ao futuro nem sua adaptação a eventos ou desenvolvimentos futuros.

 

Comente aqui


Opinião: Mais gente ajudando a combater crimes

Christopher Peter Bueno Netto encaminha artigo avaliando dificuldades dos órgãos de segurança e sugerindo a participação de voluntários na ajuda para o controle de situações e combate a irregularidades e crimes.

“A INCAPACIDADE DOS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA NO COMBATE AO CRIME É UM FATO.

A assertiva acima é irrefutável, tendendo a ser motivado pela falta de alocação de recursos orçamentários adequados, pela possível baixa qualidade dos testes psicológicos e treinamento a que seriam submetidos os ingressantes, pela quantidade e qualidade das armas e equipamentos adquiridos para uso das corporações, inferiores aos dos bandidos, pelos baixos salários recebidos pelos policiais de menor patente, fatos que inclusive tendem a incrementar a criminalidade existente em qualquer grupo de cidadãos.

HÁ COMO MINORAR OS EFEITOS DESTA INCAPACIDADE FUNCIONAL.

A reportagem do Jornal Nacional de 24 de julho mostra vídeos dos 10 km que atravessam a Grande Vitória, no Espírito Santo, que se diz serem os de maior incidência de acidentes e mortes no país.

Particularmente, numa cena do vídeo, no qual o gravador cantou a bola de que o caminhão que ele gravava atravessaria o sinal vermelho, o que de fato aconteceu, percebe-se a facilidade com que qualquer pessoa, com um mínimo de bom senso e cidadania, com o saco cheio destas infrações que roubam vidas e aleijam seus concidadãos, poderia ser cooptado a colaborar com as autoridades de segurança, a videografar tais cenas com seus smartphones.

Dar validade jurídica aos vídeogramas feitos pelos cidadãos, contendo registro de local e hora de videogramas que sejam enviados a sites oficiais, estabelecidos e divulgados pelos órgãos de segurança, dentro de um determinado período, com certeza reduziria as infrações e consequentemente os acidentes.

O que impede as autoridades de modo geral a usar nossos concidadãos a colaborar com elas?

Isto é um mistério. Será que alguma autoridade se prontifica a dar esta informação?

Pergunta-se, que argumentos sólidos, de bom senso, impedem as autoridades de segurança de todos os níveis de usar os cidadãos a se ajudar, na sua própria segurança? Será que um cidadão comum tem menos mérito, menos valor, merece menos fé que um policial? O cidadão que lhes cobra, pede resposta.

O que vale é a cena videografada mostrando local e hora do fato. Quem a videografou não tem a mínima importância. Ponto final.

Implantada a validade destes vídeos, em todo o país, deixaríamos de ser campões mundiais de múltiplas tragédias.

Se os Ministros dos Transportes, da Justiça e da Saúde entre outros, quisessem mesmo minorar o CUSTO BRASIL dos acidentes de trânsito, apresentariam uma medida provisória que validasse os videogramas mencionados.”

Christopher Peter Bueno Netto[email protected]

Comente aqui


Profissionais da construção civil conhecem plataforma para integrar projetos

Evandro Rodrigues da Silva é engenheiro civil pela UEM, com graduação sanduíche na Nottingham Trent University, no Reino Unido, com dissertação e pesquisa sobre o BIM

Ferramenta agrega ganhos de qualidade, produtividade e assertividade aos canteiros; inovação será apresentada nesta quarta-feira, em Maringá. Evento é gratuito: inscrições pelo telefone (44) 3220-3474 

De Camila Cabau recebo informações sobre palestras agendadas para amnhã, no Sebrae Maringá. Plataforma que faz parte da realidade na construção civil de muitos países, o Building Information Modeling (BIM), que em português quer dizer Modelagem de Informações da Construção, torna-se também uma alternativa para o Brasil. Empresários, engenheiros e arquitetos de Maringá e região se reúnem para conhecer mais informações e experiências de sucesso com a ferramenta durante o evento “Tecnologia BIM – Um panorama da inovação na construção civil”, nesta quarta-feira (19), no auditório do Sebrae/PR, às 19 horas. Os palestrantes serão Marco Brasiel, doutor em engenharia pela Escola Politécnica, e Marcos Silveira, mestre em Engenharia de Estruturas pela UEM, e sócio da Bravo Engenharia e Arquitetura.

O encontro é organizado pelo Sebrae/PR, Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Maringá (Aeam) e Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Sinduscon – Nor/PR) com a intenção de trazer mais conhecimento aos empreendedores e profissionais do setor e atualizar o segmento frente a uma das maiores tendências do setor.

Eficiência e economia – Um dos primeiros a me falar sobre a tecnologia BIM, Lindolfo Júnior, há um bom tempo, defende a sua utilização no setor público, como forma de reduzir ou até mesmo eliminar os aditivos nos contratos, além de outros ganhos em eficiência e economia.

O consultor do Sebrae/PR, Joversi Rezende, explica que o BIM é utilizado por grandes empresas da construção civil para integrar, em uma única ferramenta, todos os diferentes projetos que são criados para uma obra, como o arquitetônico, elétrico e hidráulico. “Esta plataforma começa a chegar nas micro e pequenas empresas e faz uma compatibilização dos projetos de forma que, ainda de maneira virtual, é possível diagnosticar possíveis falhas que só seriam vistas na obra”, diz.

Joversi afirma ainda que o BIM traz eficiência, evita retrabalhos e desperdícios e aumenta a competitividade das empresas. “Por isso o nosso esforço em capacitar os empresários e profissionais do setor, para que a construção civil de Maringá e região acompanhe as tendências mundiais”, completa.

Sobre o assunto, a presidente da Aeam, Keila Regina Uezi, detalha que a cidade caminha no mesmo ritmo que os grandes centros brasileiros em relação ao BIM. “Em eventos nacionais, notei que a plataforma ainda está em fase de adequação e implantação, assim como nós. Por isso, é essencial que os gestores aproveitem esta oportunidade para aprender estar nova forma de trabalhar na construção e caminhar de igual, mesmo estando no interior”, pondera.
Marcos Mauro Pena Filho, presidente do Sinduscon – Nor/PR, entende que momentos como este são essenciais para a projeção de um futuro eficiente. “Precisamos acompanhar as necessidades do mercado, que apontam mais agilidade, economia de processos e recursos. E o BIM é uma das soluções tecnológicas que a construção civil da região precisa se adaptar para ser mais competitiva”, avalia.

Mensurar resultados – Na Bravo Engenharia e Arquitetura, sediada em Maringá, o BIM passou a ser utilizado de maneira gradual há quatro anos. Os resultados mais expressivos passaram a ser notados desde 2016. No próximo mês, o escritório irá entregar a primeira obra realizada completamente com apoio da tecnologia, uma escola na cidade de Marialva.

Evandro Rodrigues da Silva, que é um dos sócios da empresa, diz que o programa trouxe informações mais fieis da construção, agilizando e facilitando o trabalho da equipe. “Já mensuramos diversos benefícios, como a economia de 20% no tempo de canteiro de obra e a prevenção de quebras de parede que não foram necessárias, graças a previsão correta de todos os furos em vigas e estruturas. Quando estamos em campo, não levamos mais papéis com os projetos, mas, sim, tablets, o que agiliza o dia a dia. O BIM é um caminho sem volta na área e uma evolução para o segmento”, assegura o empreendedor.

O exemplo da Bravo será um cases de sucesso dos apresentados no evento, que contará também com a explanação de Marco Brasiel, doutor em engenharia de estruturas pela Universidade de São Paulo e professor especialista em BIM, que detalhará como funciona a plataforma.

A participação no evento é gratuita e as inscrições podem ser feitas pelo telefone (44) 3220-3474 ou pessoalmente, no escritório do Sebrae/PR, localizado na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, número 1116.

1 Comentário


Coluna de sexta-feira, dia 14 de julho

TECNOLOGIA BIM Inovação para a arquitetura, engenharia e construção é o resultado efetivo que a tecnologia BIM proporciona nestas áreas. O tema será objeto de um seminário, no dia 19, com duas palestras imperdíveis, feitas por Marco Brasiel, doutor em engenharia pela Escola Politécnica, e Marcos Silveira (foto), mestre em Engenharia de Estruturas pela UEM, e sócio da Bravo Engenharia e Arquitetura. Realização do Sebrae, Sinduscon e AEAM.

SETOR PÚBLICO A tecnologia BIM permite construir o projeto no computador, o que torna a obra mais fiel ao planejado. Poderá, em futuro muito breve, ser a solução para reduzir e até acabar com aditivos em obras públicas.

SUBSTITUIÇÕES pegaram muito mal a substituição de deputados membros da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos deputados. Inacreditável, mas aconteceu!

FUTURO DA UEM O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, deve participar hoje (14) de debate sobre o futuro da UEM, na UEM FM, das 11 às 12 horas.

JUSTIÇA ELEITORAL Por diversas razões, inclusive a crise política do país, muitos eleitores não estão fazendo o recadastramento eleitoral na região.

SANTA FÉ Em Santa Fé só 40% dos 8.539 eleitores se recadastraram. A situação é ainda pior em Ângulo, Lobato, Flórida, Munhoz de Melo e Nossa Senhora das Graças.

TRANSPORTE os municípios enviam transporte gratuito a Santa Fé. É preciso que os eleitores se mobilizem para evitar grandes prejuízos e estes municípios.

SARANDI Em Sarandi haverá plantão amanhã, sábado, das 9 às 18 horas, com ônibus gratuito saindo de frente da Escola Municipal Gabriel Sampaio, de hora em hora.

MANDAGUAÇU Em Mandaguaçu devem se recadastrar os eleitores do município e de Orizona e São Jorge do Ivaí.

PARANINFO Ulisses Maia foi o paraninfo dos formandos do Curso de Formação de Sargentos da Polícia Militar 2017, na Esfaep. A solenidade foi ontem pela manhã.

REAÇÃO Lula reagiu à condenação afirmando: “Não vou esmorecer”. O PT inicia uma grande mobilização para defender seu grande líder.

ESTRATÉGIA Ou Lula será candidato a presidente ou será preso político. Não se aceita, no PT, que Lula seja culpado de algum crime.

 

REGIÃO

SANEPAR A Câmara de Itambé aprovou requerimento do vereador Stevan Pavese (PMN) de repúdio à Sanepar pelo aumento abusivo da tarifa, de 124% desde 2011, para inflação acumulada de 48%, no período.

VAI FUNDO O vereador de Itambé estuda outras medidas para defender a população da elevação exagerada das tarifas da Sanepar. O protesto já está registrado.

BANCO Gilmar Silva, secretário da área de desenvolvimento econômico de Munhoz de Melo, esteve na Fomento Paraná. Ele trabalha para instalar o Banco do Empreendedor, no município.

SURDOS E CEGOS Foi criada a Associação dos Surdos e Cegos de Mandaguari (ASUCEM). O objetivo é garantir o atendimento direto e gratuito às pessoas cegas e surdas, promovendo seu direito à cidadania.

 

FRASE
“Para falar ao vento bastam palavras; para falar ao coração são necessárias obras”. Padre Antônio Vieira

 

PARA LEMBRAR

RECADASTRAMENTO ELEITORAL Muita gente está deixando de fazer o recadastramento eleitoral e a biometria, em Sarandi e também em Santa Fé, que abrange Lobato, Flórida, Ângulo, Munhoz de Melo e Nossa Senhora das Graças. Agendamentos pelo site www.tre-pr.jus.br. Importante não deixar o título ser cancelado e estar apto para votar em 2018. Em Mandaguaçu devem se recadastrar os eleitores do município, de Orizona e São Jorge do Ivaí.

CAMPANHA DO AGASALHO 2017 – Os pontos de entrega estão no portal da Prefeitura. Estes são alguns dos pontos: • SG Sistemas – Rua São João, 1759 – Zona 7; Dental Press – Av. Luís Teixeira Mendes, 2712; Shopping Maringá Park, Av. São Paulo, 120; Associação Maringaense de Odontologia, Av. Arquiteto Nilo Ribeiro da Rocha, 5440; Mercadão Municipal, Av. Prudente de Morais, 601; Rotary; Colégio São Francisco Xavier, Rua Monsenhor Kimura, 31. A campanha prossegue até o final de julho.

15 DE julho – 6º Sábado sem Dor, das 7h30 às 16h30, no Anfiteatro Prof. Darcy Ribeiro, na Utinga. A dor é considerada o quinto sinal vital do paciente e a “Dor Pós-Operatória” é o tema deste evento. Inscrições abertas para profissionais e estudantes. Realização da Liga Acadêmica Sem Dor (Lido mar) de Maringá. Coordenação do Professor Dr. Orlando C. G. Colado. Informações: (44) 99916-7356.

19 DE julho, às 19 horas, no Sebrae, avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, 1116. “Um Panorama da Inovação na Construção Civil – Tecnologia BIM”. Palestrantes: Marco Brasil, doutor em engenharia pela Escola Politécnica. Marcos Silveira, mestre em Engenharia de Estruturas pela UEM, e sócio da Bravo Engenharia e Arquitetura. Realização do Sebrae, Sinduscon e AEAM.

19 DE JULHO de 17, às 8h30, no Auditório Dona Etelvina, bloco 7, da Unicesumar. 11ª Conferência Municipal de Assistência Social, com tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”. Organização da Prefeitura de Maringá e Conselho Municipal de Assistência Social (Comas), em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc).

26 DE JULHO. A Rede Cidade Digital (RCD) e a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação do Paraná (ASSESPRO-PR) realizam, em Foz do Iguaçu, o II Fórum de Cidades Digitais do Oeste Paranaense.

 

ÚLTIMA
Há exatos 228 anos acontecia a queda da Bastilha, evento central e simbólico da Revolução Francesa. A fortaleza de Bastilha era usada como presídio para quem ousava contestar o poder absoluto do rei.

 

Engenheiro Marcos Silveira

 

Comente aqui