Assembleia em Curitiba

Até domingo, 25, as 18 dioceses do Paraná estão reunidas em Curitiba por ocasião da 32ª Assembleia do Povo de Deus do Regional Sul 2 da CNBB, que teve início nesta sexta-feira, 23. O tema deste ano é direcionado a partir das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, aprovadas na última Assembleia Geral da CNBB.

 

O encontro, realizado na Casa de Retiros Mossunguê, está sendo assessorado pelo secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner. Além dos bispos, participam da Assembleia os coordenadores da Ação Evangelizadora das dioceses, os coordenadores regionais de pastorais, movimentos e organismos e 3 representantes de cada diocese. Da Arquidiocese de Maringá acompanham o Arcebispo Dom Anuar Battisti, o coordenador da Ação Evangelizadora, padre Sidney Fabril além do Diácono César de Castro, e os leigos Ivanildo Deringer e Osmar Schellworth.

 

Ao falar sobre a temática da Assembleia, padre Sidney Fabril destaca que “o Regional Sul 2 faz a adaptação das novas diretrizes à sua realidade, escolhendo prioridades e sugerindo ações comuns. O objetivo do regional é aplicar as novas diretrizes apoiando as dioceses e promovendo uma pastoral de conjunto, dando sempre espaço para cada diocese traçar seus próprios planos e projetos”.

Um comentário sobre “Assembleia em Curitiba

  1. Ivanildo Dr 26 de setembro de 2011 13:26

    Participando da XXXII Assembléia do Povo de Deus do Regional Sul 2 da CNBB em Curitiba, na condição de leigo, mas representando a nossa Arquidiocese (Maringá), senti-me honrado e também orgulhoso pela oportunidade tida em poder estar convivendo simultaneamente ao lado e com as maiores autoridades da Igreja do nosso Estado (Bispos e Presbíteros), assistindo e debatendo temas relevantes da Igreja Católica, além de estar participando nas decisões para aplicação das novas diretrizes gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, cujo objetivo é “Evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida rumo ao Reino definitivo”. Após quase tres dias de “reunião”, saí alimentado de novas esperanças e muito confiante e otimista para essa importante empreitada que as lideranças diocesanas abraçarão e terão que empreender, relizando a semeadura de “novos conceitos” para a missão de um novo agir na evangelização do nosso povo. Parabéns e obrigado.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.