Dom Anuar Battisti

 

Veja a homilia da missa na Penitenciária de Maringá

Um grupo de detentos da Penitenciária Estadual de Maringá (PEM) recebeu os Sacramentos do Batismo, primeira Eucaristia e Confirmação (Crisma) durante santa missa celebrada sábado, 30 de novembro. A missa foi presidida pelo Arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti, e concelebrada pelo padre Antônio Carlos da Silva, assessor da Pastoral Carcerária na Arquidiocese.
Veja a homilia de Dom Anuar na íntegra: http://www.youtube.com/watch?v=Jqj1DX0pD3k&feature=youtu.be
“Nós todos nos sentimos irmãos, porque não são paredes que nos dividem. A fé não possui obstáculos que possam criar defesas para o encontro. Hoje todos vocês foram colocados no coração de Deus através da minha oração. A oração não tem limites. Vocês nunca estão sozinhos. A presença de Deus é a presença de um Deus que vos ama sempre”, disse Dom Anuar Battisti.

Por Assessoria de Imprensa

Comente aqui


Aniceto Battisti morre aos 92 anos

Aniceto Battisti, pai de Dom Anuar, morre aos 92 anos

 

Por Assessoria de Imprensa da Arquidiocese de Maringá

Foto: Mário Azanha

 

Vítima de falência múltipla dos órgãos, morreu às 21h desta terça-feira (24) Aniceto Battisti, 92, pai do Arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti. Ele estava internato na UTI da Policlínica de Cascavel com infecção urinária. O velório será realizado na Igreja Matriz de Tupãssi, município em que ele morava com a família.

A missa de corpo presente será celebrada às 17h desta quarta-feira (25) e na sequência será feito o sepultamento no cemitério municipal de Tupãssi. “Em nome da família Battisti, agradeço a todos pela grande corrente de oração que foi e está sendo feita por nós e pelo nosso querido Aniceto”, escreveu Dom Anuar.

História

Anicheto Battisti nasceu em Lajeado (RS) no dia 28 de outubro de 1920, onde passou infância e juventude. Aos 21 anos de idade, foi para o exército, em Uruguaiana, de lá seguindo para o Rio de Janeiro, após ter se apresentado como voluntário para a II Guerra Mundial.

Embarcou, a 22 de setembro de 1944, no navio General Meighs com destino à Itália onde permaneceu por um ano, no pelotão de minas, exercendo a função de sapador, trabalho que exigia coragem, determinação e sangue frio.

Foi pioneiro do município de Tupãssi, no Oeste do Paraná, onde chegou em outubro de 1963. Ajudou a construir a cidade, teve comércio e terras no local, e foi um dos construtores da igreja que se tornou paróquia N. S. de Lourdes. É pai de nove filhos, entre eles, dom Anuar Battisti, Arcebispo de Maringá (PR).

 

Comente aqui


Homilia na missa da Festa de Nossa Senhora da Glória

Homilia de Dom Anuar Battisti na missa da Festa de Nossa Senhora da Glória

 

Catedral ficou lotada na missa presidida pelo Arcebispo de Maringá, no dia da Padroeira da Cidade e da Arquidiocese de Maringá.

Veja também: Passeio Ciclístico da Família reúne centenas de participantes no centro de Maringá http://www.youtube.com/watch?v=yF-b3TJcfI

Comente aqui


Com o Papa Francisco

O Arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti, esteve com o Papa Francisco na tarde deste sábado (27) durante almoço oferecido no Palácio João Paulo 2º, no Rio de Janeiro.

“É emocionante. Ele se recordou da intervenção que fiz na Conferência de Aparecida em 2007. Disse que eu fui insistente e deu risada. É muito bom ter um pastor como Francisco”, disse Dom Anuar.

O almoço foi servido no Palácio João Paulo 2º, na Glória (zona sul), e contou com a presença de cardeais, da presidência da CNBB, bispos, arcebispos e com a comitiva do Vaticano.

 

Por Assessoria de Imprensa

Comente aqui
 

Na Rádio Vaticano

Para o Consistório que criou o terceiro Arcebispo de Maringá Dom João Braz de Aviz Cardeal, esteve presente em Roma, o Arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti, que na manhã terça-feira (21 de fevereiro) visitou os estúdios da Rádio Vaticano. A Redação Brasileira conversou com ele.

 

Ouça a entrevista

http://www.oecumene.radiovaticana.org/bra/articolo.asp?c=564938

 

Comente aqui


Você é feliz em sua profissão?

Recentemente a publicação norte-americana de economia e finanças, Forbes – www.forbes.com –, divulgou uma pesquisa realizada pela Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, que aponta as 10 profissões que contam com profissionais que declaram ser “felizes” com a sua escolha. Para a surpresa de muitos, são os clérigos – padres – que lideram o ranking.

Na sequência estão os bombeiros, fisioterapeutas, escritores, professores de educação especial, professores, artistas, psicólogos, vendedores de serviços financeiros e engenheiros de operação. Para nós, como Igreja, é evidente que esse resultado nos dá ânimo, nos deixa feliz.

Frequentemente a Igreja é atacada por causa dos erros de alguns de seus filhos que pecam, que erram, que fazem coisas totalmente contrárias ao Evangelho e a Doutrina Católica. Quando esses erros ganham publicidade, dificilmente sobra espaço na mídia para mostrar que a realidade integral deste corpo é muito mais, muito maior, do que os erros de alguns. Também é assim com outras instituições.

Entretanto, a citada pesquisa da Universidade de Chicago nos mostra claramente que apesar da onda de ataque à Igreja, o clero se mantém convicto na certeza de que foi chamado por Jesus a uma missão. Certeza inabalável. E quando há essa certeza, há felicidade no coração.
Muitas vezes os erros de alguns tentam tirar o brilho da organização que você é colaborador. E sabe qual o motivo que faz essas pessoas mancharem a imagem da instituição que você tanto ama? Elas não são felizes. Não fizeram a escolha certa. Todos nós somos pecadores, temos nossas falhas. Mas só cometem falhas condenáveis dentro de uma empresa ou organização, aqueles que não são felizes, que estão fora dos objetivos propostos.

A felicidade no ambiente de trabalho só é possível quando as duas partes envolvidas entram em acordo, ou seja, quando o objetivo é o mesmo. No nosso caso, nossa meta é evangelizar. Quando perdemos esse foco, perdemos tudo. Perdemos a felicidade. O essencial em nossas vidas deve ser questionado diariamente para não perdermos o foco.

Se na sua família o seu objetivo já não é mais amar os seus, é fundamental que você refaça a sua metodologia familiar para que você volte a encontrar na base familiar o sentido da sua vocação de pai, de mãe, de filho ou filha, irmão ou irmã. Diferente da profissão, não é saudável que troquemos de família como muitos trocam de emprego.

Se no seu ambiente de trabalho você não consegue mais ver a felicidade nos pequenos gestos, talvez seja a hora de você reavaliar a sua escolha profissional. Profissionais infelizes estragam a sociedade, assim como religiosos infelizes podem comprometer a vida da Igreja de Cristo.

Deus nos criou para a felicidade. Por isso, não perca tempo em rever as suas escolhas. Quando as escolhas são erradas, você poderá carregar fardos pesados demais durante a vida inteira. Você é feliz no seu estado de vida, na sua profissão? É a pergunta que venho fazer hoje, quase no encerramento deste ano. Peço a Deus que sempre te ilumine nas suas escolhas. Quero também dar graças pela escolha que fiz há 31 anos, quando fui ordenado padre. Obrigado Senhor Jesus pela feliz missão que me confiaste.

Dom Anuar Battisti
Arcebispo de Maringá

1 Comentário
 

Dia 08: Aniversário de ordenação sacerdotal

Na próxima quinta-feira, 08, o Arcebispo de Maringá Dom Anuar Battisti completará 31 anos de ordenação sacerdotal. Para celebrar a data, o Arcebispo irá presidir a santa missa na cidade em que foi ordenado: Tupãssi-PR.

A missa será às 20h na igreja Nossa Senhora de Lourdes, centro da cidade. Na ocasião, também serão comemorados os 25 anos de ordenação sacerdotal do irmão de Dom Anuar, padre José Battisti. Padre José é sacerdote palotino e trabalha em Campo Grande, estado do Mato Grosso do Sul.


1 Comentário