Alvaro Dias quer diminuir cadeiras do Senado e Câmara dos Deputados

alvaro

O senador  Alvaro Dias, do PSDB do Paraná, que diminuir o número de senadores. Ele diz que dois por cada Estado estaria bom, não três, como é atualmente.

*Ele também defende corte de 20% no número de cadeiras da Câmara dos Deputados.

Alvaro disse que com isso haveria economia do dinheiro público e um Congresso Nacional mais enxuto.

Ele está no quarto mandato de senador –32 anos.

Geral
1 Comentário

Pedido de impeachment precipitado

O governador Beto Richa e o ex-presidente Frenando Henrique Cardoso, duas lideranças do PSDB, convergem quando o assunto é o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Os dois consideram a proposta “precipitada”. Richa externou sua opinião na revista Época.” Impeachment é coisa séria. Tão séria que tem regras jurídicas claras. O fato gerador precisa ser incontestável. Coisa que, até agora, convenhamos, não existe”, disse Richa.

“Impeachment não pode ser tese. Ou houve razão objetiva (para abrir) ou não houve. Quem diz se houve é a Justiça, o Tribunal de Contas, a polícia. Você não pode se antecipar a isso, transformar o seu eventual desejo de por um outro governo (no poder) em algo fora das regras da democracia. Isso é precipitação. Os partidos têm que esperar”, disse FHC depois de palestra em fórum empresarial na Bahia.

Geral
2 Comentários

Cida vence eleição no Comites

cb

A maringaense Cida Borghetti foi reeleita conselheira do Comitê dos Italianos no Exterior (Com.it.es) para Paraná e Santa Catarina. O anúncio oficial foi feito nessa segunda-feira pelo cônsul Enrico Moro. O grupo de candidatos liderado pela vice-governadora, e apoiado pela deputada italiana Renata Bueno, aumentou a representatividade no órgão, saltando de uma cadeira para quatro. O Com.it.es representa italianos que vivem no Brasil e descendentes com cidadania junto ao Consulado e ao Governo Italiano.

 

Geral
3 Comentários

Puxando o saco

Por proposição dos deputados Ney Leprevost (PSD) e Evandro Júnior (PSDB), o Professor Doutor Luiz Edson Fachin foi indicado para receber da Assembleia Legislativa o Título de Cidadão Honorário do Estado do Paraná.

Segundo Ney Leprevost, “o Professor Doutor Luiz Edson Fachin é um paranaense de fato, pois aqui se criou e construiu sua respeitada vida profissional”.

“Ele merece esse título, pois tem é um homem íntegro, inteligentíssimo e muito competente”, disse.

*Juízes, ministros, policiais e religiosos não deveriam, por questões óbvias, aceitar qualquer tipo de homenagem promovida por políticos.

Geral
3 Comentários

Impostos oneram mais pobres e negros

Caracterizado por onerar proporcionalmente os mais pobres em relação aos mais ricos, o sistema tributário brasileiro provoca um tipo mais profundo de injustiça. Estudo do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) revela que os impostos punem mais os negros e as mulheres em relação aos brancos e aos homens.

O levantamento cruzou dados de duas pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo baseou-se na Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), que fornece dados sobre a renda das famílias, e na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), que capta informações demográficas como raça e gênero.

“Não há dúvida de que a mulher negra é a mais punida pelo sistema tributário brasileiro, enquanto o homem branco é o mais favorecido”, diz o autor do estudo, Evilásio Salvador. Para ele, é falsa a ideia de que a tributação brasileira é neutra em relação a raça e gênero. “Como a base da pirâmide social é composta por negros e mulheres, a elevada carga tributária onera fortemente esse segmento da população”, contesta.

Geral
3 Comentários

Orgulho

arnaldojabor

O comentarista da CBN, Arnaldo Jabor, ferrenho crítico de tudo, fez um ótimo comentário hoje. Disse que está orgulhoso da nossa Polícia Federal. Ele tem razão. Todo brasileiro honesto deveria estar. A PF vem trabalhando tanto e tão bem, que permite à Justiça meter na cadeia ladrões do colarinho branco –como empreiteiros poderosos e políticos que pensavam ser donos do País.

Geral
28 Comentários

Lideranças do PT do PR receberam do ex-tesoureiro João Vaccari Neto

Em quatro anos, nas campanhas eleitorais de 2010, 2012 e 2014, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, preso ontem pela Polícia Federal, repassou R$ 25,2 milhões à sete lideranças do PT do Paraná: a senadora Gleisi Hoffmann, os deputados Enio Verri (presidente estadual do partido), Zeca Dirceu, Tadeu Veneri, Pericles Mello e Professor Lemos e o ex-deputado André Vargas.

O presidente estadual do PT, deputado Enio Verri, de Maringá, recebeu R$ 1,3 milhão em repasses de Vaccari. Na campanha de 2014 foram R$ 115 mil (doados por Gleisi e Andrade Gutierrez) e na campanha à prefeito de Maringá, em 2012, foram R$ 1,2 milhões de repasses do diretório nacional.

O deputado Zeca Dirceu, filho do ex-ministro José Dirceu (Casa Civil) recebeu R$ 1,8 milhão do diretório nacional nas campanhas de 2010 2014. Em 2010, o deputado recebeu R$ 665 mil (até 2012 não se relacionava os doadores via diretório nacional). Em 2014, o petista recebeu R$ 1,142,086,00 via Vaccari através de doações da Engevix, JBS, Carioca, Etesco, CRBS e UTC.

*Se as doações foram legais, ou não, está sendo investigado pela Justiça.

*Ontem o PT nacional, em nota oficial, criticou a prisão de Vaccari e vai defendê-lo.

Geral
37 Comentários

Maringá FC está perdendo para o Madureira pela Copa do Brasil

Doze minutos de jogo (primeiro tempo) no Rio de Janeiro e o Madureira já vence o Maringá FC por 2 a 0 pela Copa do Brasil.

*A Rádio Atalaia AM — 1.310 khz — transmite o jogo em cadeia com uma emissora carioca.

*O jogo terminou 3 a 1 para a Madureira. Mesmo perdendo o MFC avança, continua na competição. Vai enfrentar Santos ou Londrina, que jogam hoje à noite.

Geral
24 Comentários

A obesidade no Brasil

obesidad2

O índice de obesidade está estável no país, mas o número de brasileiros acima do peso é cada vez maior. Pesquisa do Ministério da Saúde, Vigitel 2014, alerta que o excesso de peso já atinge 52,5% da população adulta do país. Essa taxa, nove anos atrás, era de 43% – o que representa um crescimento de 23% no período.

Também preocupa a proporção de pessoas com mais de 18 anos com obesidade, 17,9%, embora este percentual não tenha sofrido alteração nos últimos anos. Os quilos a mais na balança são fatores de risco para doenças crônicas, como as do coração, hipertensão e diabetes, que respondem por 72% dos óbitos no Brasil.

“O mais importante para o Brasil neste momento é deter o crescimento da obesidade. E nós conseguimos segurar esse aumento. Isso já é um grande ganho para a sociedade brasileira. Em relação ao sobrepeso, não temos o mesmo impacto da obesidade, de estabilização, mas também não temos nenhuma tendência de crescimento disparando”, destaca o ministro da Saúde, Arthur Chioro. “No Brasil não há tendência de disparos como nos outros países em que o crescimento da obesidade é avassalador. Em comparação com nossos vizinhos conseguimos deter o crescimento, quando é essa a tendência”, reforça. O índice de obesidade do Brasil está abaixo, por exemplo, da Argentina (20,5%), Paraguai (22,8%) e Chile (25,1%).

Geral
4 Comentários