APP já deve R$ 1,24 milhão

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) entrou com uma ação na Justiça do Paraná pedindo a cobrança de R$ 1,24 milhão da APP-Sindicato, referente a multa pelos 32 dias em que manteve a greve declarada ilegal.

A greve dos professores foi declarada ilegal em março, quando a Justiça determinou multa de R$ 20 mil por dia, em caso de descumprimento da medida. Em abril, em nova determinação, a multa para o sindicato dos professores passou para R$ 40 mil por dia. “A majoração da multa, contudo, mostrou-se ineficaz para efetivação da tutela judicial concedida”, diz o documento da PGE.

Como a ordem da judicial foi desobedecida, com o prosseguimento da greve, a PGE solicitou o bloqueio do dinheiro do sindicato réu, no valor referente a multa devida. “A conduta da categoria representa nítida afronta à autoridade da decisão proferida por este Tribunal de Justiça e, além de colocar em descrédito a autoridade da Justiça, impõe prejuízos irremediáveis à educação de milhares de estudantes”, defende a PGE.

Geral
13 Comentários

Greve sem fim

GREVE

Integrantes da APP-Sindicato, que representa os professores da rede estadual de ensino, descartaram a proposta do governo e decidiram manter a greve, que já passa de 30 dias.

A comissão se reuniu hoje de manhã e classificou como imoral a proposta encaminhada pelo governador Beto Richa (PSDB) à Assembleia Legislativa (Alep), na tarde de ontem. (odiario.com)

Geral
36 Comentários

Salário mínimo subirá 1 real

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, estimou um crescimento menor do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano de 2016 e, também, subiu a previsão para o salário mínimo em R$ 1 para o ano que vem, passando de R$ 854 para R$ 855 – o valor de R$ 854 constava da proposta para a LDO de 2016, entregue em abril ao Legislativo. As informações são do G1

Geral
13 Comentários

Bom projeto de Ulisses Maia

Na sessão ordinária desta quinta-feira, o plenário da Câmara Municipal de Maringá votará, em segunda discussão, projeto do vereador Ulisses Maia (SD) alterando a lei que disciplina o uso de contêineres.

Hoje, eles podem ocupar área no asfalto desde que tenham sinalização e faixa informando a proibição de jogar lixo.

Pela proposta, será acrescentada restrição aos contêineres temporários que não puderem ser colocados dentro dos imóveis.

O projeto define que os contêineres deverão ser instalados fora das vagas de estacionamento destinadas às pessoas idosas, pessoas com deficiência, vagas de cargas e descarga e àquelas destinadas à permanência de 15 minutos.

 

Geral
10 Comentários

Fim da reeleição

Câmara dos Deputados aprovou na noite de ontem, por 452 a favor, 19 contra e uma abstenção, o fim da reeleição para presidente da República, governador e prefeito.

A votação foi parte da série de sessões iniciada nesta semana, destinada à apreciação das propostas de reforma política.

O texto do fim da reeleição, de autoria do relator, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), não altera o tempo atual de mandato (quatro anos), mas, nesta quinta-feira, o plenário analisará a ampliação da duração do mandato para cinco anos.

Pelo texto aprovado pelos deputados, a nova regra de término da reeleição não valerá para os prefeitos eleitos em 2012 e para os governadores eleitos em 2014, que poderão tentar pela última vez uma recondução consecutiva no cargo.

Geral
17 Comentários

Post do Leitor: comida e gasolina

Leitor que se identifica como Eleitor Maringaense publica no blog:

E a farra com o dinheiro público continua… o Deputado Evandro Jr. no mês de Abril gastou R$ 6.740,27 com restaurante e mais R$ 6.258,65 com combustível se alguém duvida entre no site da ALEP e veja com seus próprios olhos:http://www.alep.pr.gov.br/transparencia/wp-content/uploads/2015/05/479_04_2015.pdf

O comilão chegou a gastar R$ 395,50 em uma única refeição???deve ter levado uma roda de folgados pra comer as custas do povo…fala verdade…eu não entendo como o Governo fala que está em crise e os parlamentares torram o dinheiro de nossos impostos desse jeito, é pra ter um ataque de nervos aqui está detalhado o que foi gasto em cada lugar:http://www.alep.pr.gov.br/transparencia/wp-content/uploads/2015/05/479_04_2015_Fornecedores.pdf

Geral
25 Comentários

Sem respeito ao contribuinte

Todo contribuinte brasileiro tem direito a uma tributação justa, de acordo com a sua capacidade contributiva; à transparência dos atos públicos e das demonstrações, através da informação; e à aplicação adequada dos recursos arrecadados pelo governo em serviços públicos como saúde, transporte, segurança, educação de qualidade, etc.

Porém, na prática, avalia o presidente- executivo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT, João Eloi Olenike, ainda estamos longe do ideal. “O Dia Nacional do Respeito ao Contribuinte, comemorado hoje, ainda é apenas um dia comemorativo, pois o contribuinte vive a mercê de um fisco guloso, complicado e escravizante”, afirma. “A carga tributária brasileira é muito elevada, chegando a 35,42% do PIB em 2014, podendo ser comparada aos encargos pagos pelos cidadãos de países desenvolvidos. Em compensação, não temos a mesma contrapartida dos países da Europa, Ásia e Oceania, onde os recursos arrecadados são revertidos em prol da população”, afirma Olenike.

ORIGEM DA DATA

O Dia Nacional do Respeito ao Contribuinte foi instituído pela Lei nº 12.325/2010, com base na edição de 2007 do estudo do IBPT intitulado “Dias Trabalhados para pagar Tributos”, ocasião em que o brasileiro destinava 145 dias de trabalho para pagar tributos ao governo. Em 2015, serão necessários 151 dias de trabalho do contribuinte para ficar em dia com o governo.

Geral
10 Comentários

Cida sai e gera boatos

cb

Cida Borghetti ficou apenas duas semanas como chefe do Escritório Político do Paraná em Brasília.  Sua saída inesperada gera muitas conversas.

Uma das informações que espalharam por aí é que ela poderá assumir de vez o cargo de governadora do Paraná.  Beto Richa desmente.

O governador diz que está sangrando, sofrendo com os ataques que recebe, mas vai aguentar.

O deputado federal Ricardo Barros, marido de Cida, diz que ela nunca quis assumir o cargo em Brasília.

Aliás, é bem discutível este escritório que o Paraná tem na lá e que custa caro.

Defender Maringá e fazer projetos cabe aos deputados federais eleitos pela cidade —e todos eles estão fazendo isso, é preciso reconhecer.

Geral
10 Comentários