Mês: fevereiro 2014

        

Geração de herdeiros

Estamos numa época em que crianças, adolescentes e jovens se acham com tantos direitos que não aprenderam que a vida é cheia de deveres. Uma geração que espera coisas, quer coisas, ganha coisas, mas não tem noção do que é preciso fazer para alcança-las. É uma geração de herdeiros, só quer receber, sem fazer por onde. Uma geração que apanha da vida para aprender a ser adulto. Os indivíduos que estão entrando na vida adulta hoje são em sua maioria pessoas frágeis, que não aguentam frustração, não toleram o não, e não sabem pagar o preço para ter e ser o que desejam. É a geração fast-food: pede-recebe, com pouca espera e sem o mínimo esforço.

O triste é que a culpa não é deles, mas da falta de pais que ensinem os deveres. E pais assim tem existido já a algumas décadas. Na tentativa de romper com o padrão rígido que existia nas famílias de antigamente, os progenitores caíram no oposto, ficaram amigos dos filhos e não pais.

O pai que corrige o filho na infância constrói adultos fortes, contudo os pais hoje se sentem mal quando corrigem, sentem que estão machucando o filho quando lhe impõem limites, quando lhe dizem não. Ver um filho chorando se tornou algo a ser evitado. Mas pais lembrem-se: é melhor chorar agora do que quando adulto! O choro da criança pode ser acolhido, cuidado e assim ele entender que não é uma maldade o não que esta recebendo e sim parte de uma vida onde se é cuidado.

Não esperem chegar a adolescência, nesta fase os pais se assustam com o que criaram e tentam aqui por os limites. Não que seja tarde, mas será muito mais sofrido, para todos!

milionario

1 Comentário