Ex-diretor da UTFPR construía prédios com grana desviada. Vinte estão em cana

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, 13, o ex-diretor-geral do Câmpus Cornélio Procópio da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Devanil Antônio Francisco (foto). Ele é um dos principais alvos da Operação 14 Bis, que investiga desvios da entidade. Sandro Rogério de Almeida, que ocupou o cargo de diretor de Planejamento e Administração do Câmpus Cornélio Procópio, também foi preso. Ao todo, foram 20 ordens de prisão.

Devanil Francisco é acusado de ter alcançado um grande patrimônio durante o período em que exerceu as funções no Câmpus. Ele montou uma empresa, a 14 Bis exclusivamente para administrar os bens, entre os quais dois edifícios em Cornélio Procópio (PR), um com 32 quitinetes e outro com 26, que eram alugados para os próprios alunos da Universidade.

Além dos bens imóveis, Devanil Francisco, segundo a PF, é sócio na construção de um terceiro prédio de luxo, em parceria com um empresário envolvido nas fraudes, na mesma cidade situada a 400 quilômetros da capital, Curitiba.

A Operação 14 Bis, deflagrada pela PF em parceria com a Procuradoria, a Controladoria-Geral da União e a Receita, prendeu ao todo 20 investigados, em regime temporário por cinco dias, e realizou buscas em 26 endereços – além de joias, carros de alto padrão e três lanchas, os federais apreenderam 27 mil dólares.

Outro ex-servidor da Universidade foi preso: Sandro Rogério de Almeida, que ocupou o cargo de diretor de Planejamento e Administração do Câmpus Cornélio Procópio.

Um comentário sobre “Ex-diretor da UTFPR construía prédios com grana desviada. Vinte estão em cana

  1. maso 13 de março de 2018 21:46

    Mais uma ”vitima da republica de curitiba”. E se for peteba entao, ja veremos mortadelas esculachando o blog e a justica de Curitiba.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.