Trabalho e Previdência: deputado promete as reformas para este semestre

Na Câmara Federal o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinaliza que a reforma trabalhista deve ser aprovada antes da reforma da Previdência.

Discursando em São Paulo, Maia garantiu que o projeto de lei com a readequação trabalhista vai ser aprovado em abril. E que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência começará a “caminhar” entre abril e maio, garantindo que sua agenda prevê aprovações dessas reformas ainda no primeiro semestre de 2017.

Falando na cerimônia de posse do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham), endossou que “as reformas condições para que tanto o governo brasileiro como as empresas possam projetar investimentos.”

Sobre a Previdência, Rodrigo Maia qualificou o texto enviado por Temer ao Congresso como uma reforma “muito justa”, pois igualaria as condições de todos os trabalhadores para se aposentar, assinalando que “o único caminho que o Brasil tem é aprovar a reforma da Previdência”. Enfatizou que “sem isso o governo brasileiro terá que em 2 ou 3 anos cortar salários de servidores públicos e aposentadorias”, entrando em um quadro igual ao do Rio de Janeiro.

O deputado ainda classificou como “fundamental” a reforma trabalhista para recuperar a confiança de investidores brasileiros e estrangeiros. “Se avançarmos nas reformas, Brasil vai ser um ator muito mais importante do que é hoje nos Estados Unidos, na Europa e em outros países”.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.