Lula tem o seu “Posto Ipiranga”

A popular propaganda do Posto Ipiranga mostra que além de combustíveis ele oferece uma grande variedade de mercadorias e serviços. O sucesso da propaganda e a capacidade do brasileiro em desvirtuar já criou inclusive um genérico desse estabelecimento que, focado em faturar extrapola as próprias nomenclatura e finalidade específicas.

O genérico é o tão mal falado Instituto Lula do ex-presidente que comanda claques petistas do MST, CUT e advogados, para tentar escapar da Justiça após organizar e comandar os governos mais corruptos da história do Brasil.

Quem levantou isso foi um magistrado, o juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília. E o fez ao determinar a paralisação das atividades do Instituto Lula, por estar sendo usado na prática de crimes.

Segundo o juiz: “Ele próprio [Lula] mencionou que chamava pessoas para conversar no referido Instituto sobre finalidades diversas do escopo da entidade, alcunhando-o de “Posto Ipiranga”.

Entenda “diversas” por negócios e negociatas que estão sendo levantados e enquadrados pela Justiça. Pelo visto esse “posto” trabalhava com combustíveis adulterados … em sociedade com recursos desviados diretamente da maior fornecedora, a Petrobras.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.