Humanidade caminha para um apocalipse tecnológico

 

 

 

 

 

Com a progressão da tecnologia dos computadores que substituem o homem em todos os setores de atividades, a humanidade está próxima de enfrentar um apocalipse tecnológico, quando as máquinas que hoje nos ajudam tomarem milhões de empregos.

O conhecimento que levou a essa conclusão, também mudou a vida de Antonio Garcia Martinez, um norte-americano de 40 anos, ex-executivo do Facebook que vivia no epicentro da revolução digital, o Vale do Silício.

Os conhecimentos que ele teve até 2015 mudaram sua visão de futuro: “Em San Francisco eu vi como o mundo será daqui cinco a dez anos. Você pode não acreditar que está vindo, mas está – e tem a forma exemplar de um caminhão que dispensa motorista.” E para quem não sabe, há dois meses a Volvo exibiu um caminhão que trabalhou sem motorista, nos canaviais da Usina Santa Terezinha, em Iguatemi. A tecnologia será a grande novidade em setembro na Fenatran, em São Paulo.

Martinez salienta que o avanço da tecnologia, em especial a combinação da inteligência artificial com a automação, varrerá empregos em escala massiva: “Dentro de 30 anos, metade da humanidade não terá trabalho. E a coisa pode ficar feia, pode haver uma revolução.”

Baseado nessa previsão que ouviu de outros especialistas que trabalham no Vale do Silício, Martinez adquiriu uma pequena ilha próxima a Seattle – onde só pode chegar de barco – para ser seu futuro lar. Ainda acomodado em uma barraca e amontoando bens como receptores de energia solar para se tornar auto-suficiente, ele também não se separa de um fuzil AR-15, crendo que vai precisar dele para se proteger: “Há 300 milhões de armas nos Estados Unidos, uma para cada homem, mulher e criança, e a maioria delas estão nas mãos das pessoas que perderão seus empregos e consequentemente, meios de sobrevivência”.

Martinez é enfático: “Garanto a você que munição será a moeda corrente desse novo mundo.” E ele não é o único a prever o desaparecimento em massa de muitos postos de trabalho. Carl Frey, da Universidade de Oxford, é outro pesquisador que também faz esse tipo de previsão sobre o futuro.

Um comentário sobre “Humanidade caminha para um apocalipse tecnológico

  1. maso 11 de agosto de 2017 19:24

    Automacao, robotizacao, mercado virtual….. ja sentimos a maquinaria tomando o lugar humano. Mas tem tambem umas teorias doidas de uma guerra controlada pra baixar a populacao mundial pra 500 milhoes. Na serie de videos A Chegada fala muito disso.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.