Preço dos cigarros deverá subir 50%

 

Por recomendação de órgãos internacionais que combatem o fumo, ro estuda aumentar em até 50% o preço dos cigarros no Brasil.

A notícia foi dada nesta terça-feira, pelo ministro da Saúde Ricardo Barros, durante evento alusivo ao Dia Nacional de Combate ao Fumo.

A majoração tem por base uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Câncer, segundo a qual um aumento de 50% no preço do cigarro poderia evitar 136 mil mortes em dez anos no país, além de 507 mil infartos agudos do miocárdio e 64 mil novos cânceres.

O aumento do preço é uma estratégia fundamental para reduzir o consumo, mas também servirá para aumentar o contrabando de cigarros fabricados no Paraguai, ilegais que hoje compõem 30% dos cigarros consumidos no Brasil.

Desde que o governo brasileiro adotou o aumento da taxação e adoção de preços mínimos para o cigarro, a partir de 2011, viu-se uma aceleração da queda do numero de fumantes, passando de 13,3% para 10,2% no último ano. 

Por outro lado o aumento do contrabando é, há muitos anos, o melhor discurso dos produtores nacionais para desestimular o governo a subir o preço dos impostos.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.