Vencedora da Bolsa Petrobras de Criação Literária, Cristiane Costa participa de mesa-redonda na Flim

A escritora, editora, jornalista, editora e professora Cristiane Henrique Costa participa neste sábado (26), da Festa Literária Internacional de Maringá (Flim), que acontece com o objetivo de popularizar livros, incentivar a leitura e aproximar escritores e leitores.

O romance “Sujeito oculto”, será a obra discuta pela autora e mediado por Vitor Simão às 14h30 no auditório FLIM. Em 2010, o livro recebeu a Bolsa Petrobras de Criação Literária e foi lançado pelas editoras Aeroplano e E-Galáxia.

Cristiane Costa nesse romance se apropria de diversos autores em um processo de montagem construído a partir de um corta e cola de palavras e frases de outros livros. Assim, Machado de Assis, Borges, Flaubert foram apropriados por Cristiane Costa, que mescla ficção, biografia e crítica literária no livro “Sujeito oculto”, discutido neste sábado na Flim.

Lançado em 2014, o livro levanta a questão: é possível ser, ao mesmo tempo, original e cópia. A resposta a essa e várias outras perguntas presentes em “Sujeito oculto” pode estar presente nas margens do deste livro. A escritora, utilizou a cultura do remix como influência para o processo de criação do livro. Para quem não sabe, a cultura do remix, em Teoria da Comunicação, é o terma que representa uma sociedade habituada a compartilhar, transformar e editar obras protegidas por direitos autorais.

Então , neste sábado (26), você tem um encontro marcado com a Doutora em Comunicação pela UFRJ. Cristiane Costa, também autora do livro de não-ficção “Pena de Aluguel” e do infanto-juvenil “Amor Sem Beijo”.

 

Laryssa Cunha, acadêmica do 4º ano de Jornalismo da Unicesumar 

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.