pesca esportiva



Reprovado Projeto de Lei que proíbe o abate do Dourado no MS

O Projeto de Lei, de autoria do deputado Beto Pereira (PSDB), que trata da proibição da captura, embarque, transporte, comercialização, processamento e industrialização do dourado em Mato Grosso do Sul foi reprovado nesta quarta-feira, dia 7, pela Assembleia Legislativa do Estado.

Houve um empate, mas o voto de “minerva” do presidente da casa, Junior Mochi (PMDB), pôs um ponto final na discussão.

O pesquisador, especialista em ictiologia e consultor do deputado Beto Pereira, Thomaz Lipparelli, ressaltou que o resultado foi uma perda para Mato Grosso do Sul e para o Brasil. “Não estávamos defendendo nem um lado e nem outro da pesca. A lei, na verdade, estava baseada no componente biológico para proteger essa espécie”.

Por outro lado, em Corumbá/MS, a proteção do dourado foi prorrogada por mais dez anos, graças à aceitação por parte do ramo turístico. 

Na semana passada e no plenário dessa terça-feira, 6, a proposta estadual foi barrada porque dois deputados haviam pedido vistas.

Votaram a favor:

1- Beto Pereira (PSDB) – Autor do projeto
2- Coronel David (PSC)
3-Flavio Kayatt (PSDB)
4- Paulo Corrêa (PR)
5- Mara Caseiro (PSDB)
6- George Takimoto (PDT)
7- Professor Rinaldo (PSDB)
8 – Renato Câmara (PMDB)

Votaram contra:

1- Amarildo Cruz (PT)
2- Pedro Kemp (PT)
3-João Grandão (PT)
4- Cabo Almi (PT)
5- Herculano Borges (SD)
6- Paulo Siuffi (PMDB)
7- Antonieta Amorim (PMDB)
8 – Mauricio Picareli (PSDB)
9-Júnior Mochi (PMDB)

Não votaram:

1- Márcio Fernandes(PMDB)
2- Felipe Orro (PSDB)
3-Eduardo Rocha (PMDB)

Nas redes sociais, muita revolta por parte dos pescadores esportivos e agências de pesca que operam no estado.

Fonte: Revista Pesca & Companhia, Fish TV Notícias e Phofish App.

Comente aqui


Comissão aprova por unanimidade 8 anos de proteção do dourado em MS

Projeto teve importante vitória na Assembleia e agora aguarda apreciação

O projeto que prevê a proteção do dourado por oito anos em Mato Grosso do Sul ganhou, por unanimidade, parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) na Assembleia de Campo Grande, nesta terça-feira, 4.

É uma importante vitória do texto de autoria do deputado estadual Beto Pereira (PSBD), que agora aguarda apreciação da pauta pelo plenário, em primeira votação. Uma análise da constitucionalidade da proposta também será feita.

Há menos de um mês a proposta do dourado havia sido discutida em audiência pública, mas não havia conseguido grandes avanços. A situação mudou.

Se o projeto for aprovado, a pesca ao dourado será liberada apenas na modalidade pesque-e-solte. O objetivo é recuperar o estoque da espécie nos rios do estado, o qual, segundo dados levantados pelo próprio deputado, estão diminuindo.

“Proteger e ter mais dourados em nossos rios atrairia pescadores amadores que ajudariam a preservar a espécie e fomentar o turismo pesqueiro responsável nos rios de Mato Grosso do Sul”, argumenta.

“A  proibição  da  captura  e  comercialização  não  influenciará  na  renda  dos  pescadores profissionais, uma vez que, de acordo com dados do Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), esse peixe é o oitavo na lista de espécies comercializadas no mercado local”, completa o deputado.

Fonte: Revista Pesca & Companhia

Atualizado:

A votação que decidiria proibição da pesca do dourado em Mato Grosso por oito anos foi adiada. Isso se deu porque na última quarta-feira, 31 de maio, o deputado Herculano Borges (SD) pediu vistas para o projeto, alegando a necessidade  de “melhor avalia-lo”.

Borges admitiu que atendeu o pedido de representantes de pescadores ribeirinhos, que são contra a proposta, por acreditar que podem prejudicar suas atividades. 

 

Comente aqui


Confira como foi a 4° etapa da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva 2016

logo-LNPPE

No dia 28/08/2016  foi realizada a quarta etapa da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva 2016, no Condomínio Águas de Maio, em Primeiro de Maio-PR, localizado às margens da Represa Capivara. A etapa foi um sucesso em todos os aspectos e contou com centenas de pescadores e cerca de 65 equipes/barcos.

Náutica Goldfish junto com os idealizadores, Paulo e equipe, realizou um trabalho impecável em termos de estrutura e organização, com mais um grande evento de pesca esportiva.

Dentre as regras já estipuladas desde a 2015, a mais importante era manter os peixes vivos no viveiro da embarcação e após a medição, soltá-los em condições. Outra regra importante era utilizar somente iscas artificiais.

Uma mudança na regra para 2016 foi a cota, ano passado eram 6 exemplares porém no torneio desse ano cada equipe deverá apresentar no máximo 5 tucunarés com tamanho mínimo de 30cm, onde um deles será descartado e os 4 maiores serão registrados na cota.

Durante essa 3° etapa, foram medidos 177 peixes e foram capturados e soltos centenas de peixes fora de medida (abaixo dos 30cm), além das dezenas de descartes da cota.

A somatória em centímetros da medida dos peixes apresentados pela equipe é o resultado dos pontos e colocação de cada uma. Foram premiados com troféu as 10 equipes melhores colocadas e a equipe que capturou o maior peixe.

As equipes Flecha Team, Tucuna Bass e Massa do Panema subiram no pódio e ficaram em 1°, 2° e 3°, respectivamente. A Equipe Massa do Panema garantiu o maior peixe, um belo tucunaré com 47 cm de comprimento, capturado pelo pescador Heber.

Com muito sol e pouco vento, o dia foi propício e 31 equipes apresentaram a cota completa.

Confira a tabela com os resultados da 4° etapa da LNPPE 2016:etapaAlgumas fotos:14291867_1155053094562558_2216366234079572780_n

14316809_1155074784560389_2461051467292362810_n

14317369_1155092597891941_7317884776780434964_n

14237770_1155092661225268_2944853022554504709_n

14292447_1155078761226658_5631815991015497507_n

14222292_1155043394563528_4076376811739703963_n

Cada equipe recebia um mapa de lona com todos os principais pontos e detalhes da Represa Capivara.  LNPPE inovando!

A equipe campeã, Flecha Team, 1° lugar na etapa:14322215_1155092851225249_5486948102012982740_n

14222169_651647814998638_1016174521943213993_n

2° lugar, Tucuna Bass:14237585_1155093171225217_3802095549823244304_n

14199594_651647744998645_1974488186833805661_n

3° lugar, Massa do Panema:14212836_1155094414558426_9179338481690250848_n

14212796_651647758331977_252779684145774057_n

As três primeiras colocadas no pódio do evento:14184356_651647894998630_1324762272932587484_nAinda receberam troféus as seguintes equipes:

4° lugar – Mecânica Ouro Branco

5° lugar – Tracajá Fishing Team

6° lugar – Os Valentão

7° lugar – Ministro Team

8° lugar – Os Miúdos

9° lugar – Sayed 1

10° lugar – Chupetinha Tucunas Beer

Minha equipe, História de Pescador / Redai, formada por eu, Guily e Douglas, ficou em 20° lugar, nos mantendo em 4° lugar na disputa do ranking geral.14100524_1218585558215016_6998092361532019890_n

Confira o  ranking geral parcial somando as quatro etapas já disputadas da LNPPE 2016:rankingA 5° e última etapa já está marcada, dia 23 de outubro de 2016 em  Porecatu-PR, não fique de fora! Confira as datas e locais:final

Comente aqui


Companhias aéreas cobrarão R$ 100 por embarque de tubo de varas

Pescador Juninho conta que já foi “surpreendido” com a cobrança da taxa (Foto: Rosa Nakamura)

Pescador Juninho conta que já foi “surpreendido” com a cobrança da taxa (Foto: Rosa Nakamura)

O pescador que for viajar de avião pode ser surpreendido ao ter que pagar uma taxa extra pelo transporte do tubo de vara. Consta no site dos principais aeroportos do País que ele é considerado “bagagem especial” e, por isso, no balcão de check-in do aeroporto, existe a possibilidade de ser cobrado R$ 100 por tubo.

A informação da cobrança pode ser confirmada no acesso aos sites de grandes aeroportos, como os de Guarulhos, Cumbica e Viracopos/Campinas em São Paulo, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza e Galeão no Rio de Janeiro. Alguns pescadores tiveram que pagar a taxa há poucos dias.

No entanto, no site das principais companhias aéreas brasileiras (Latam, Gol e Azul) ainda não há essa informação.

Em contato com a assessoria da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a Pesca & Companhia apurou que o valor pode mesmo ser cobrado pela companhia aérea escolhida, mas não é regra. Esta medida tampouco faz parte do pacote de novos procedimentos nos aeroportos implantado a partir dessa segunda-feira, 18, com vistas aos Jogos Olímpicos.

Insatisfeitos com o “risco” de gastar, pescadores já organizaram um abaixo-assinado eletrônico pedindo que medida seja cancelada. Clique aqui para participar!

Vale lembrar que há pouco tempo a companhia Gol era a única a cobrar uma taxa por porta-vara. Depois de certa pressão, desistiu.

Outros itens que são considerados bagagem especial: prancha de surf, bicicleta, ski/snowboard, arco e flecha, kite surf e patinete.

Fonte: Revista Pesca & Companhia

Comente aqui


Pescaria com meu pai – Ensinando quem já meu ensinou

Meu pai sempre gostou de pescar, há muitos anos viajou diversas vezes para o Pantanal, Ayolas, Porto São José, etc. Sempre com iscas naturais e atrás dos dourados, pintados, pacus, piauçus e outros peixes nas modalidades apoitado e de rodada. Ele, junto com meu avô e tio, fizeram eu dar meus primeiros passos na pesca e me apaixonar por esse hobby.

Após um bom tempo, tive a oportunidade de levar meu pai para sua primeira pescaria de tucunarés e o objetivo era ensiná-lo a pescar com carretilha usando iscas artificiais e mostrar o prazer do ”pesque e solte”. O local escolhido foi a Pousada Estância Zé Tacca em Anaurilândia-MS.

A pescaria foi desafiadora, porque o tucunaré no inverno fica extremamente seletivo e manhoso. E para dificultar, os pontos de pesca da região tem muitas estruturas de enrosco, complicando principalmente para meu pai que dava seus primeiros arremessos na modalidade ”baitcasting”.

Mas quando há obstáculos, aprendemos melhor e as capturas são muito mais prazerosas. E foi isso que aconteceu, pescamos e meu pai aprendeu muito, a arremessar, trabalhar a isca, desenroscar, e o principal: Soltar os peixes.

Agradeço a meu pai Abilio por ter me iniciado e me incentivado na pesca e hoje espero ter retribuído com essa pescaria inesquecível que fizemos, onde eu ensinei quem já me ensinou.

Para ler a matéria completa dessa pescaria, clique aqui.pai

Comente aqui


Confira como foi a 3° etapa da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva 2016

logo LNPPE

No dia 05/06/2016  foi realizada a terceira etapa da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva 2016, no Condomínio Porto das Águas, na região de Porecatu-PR, localizado às margens da Represa Capivara. A etapa foi um sucesso em todos os aspectos e contou com centenas de pescadores e cerca de 65 equipes/barcos.

Náutica Goldfish junto com os idealizadores, Paulo, Rodrigo e equipe, realizou um trabalho impecável em termos de estrutura e organização, com mais um grande evento de pesca esportiva.

Dentre as regras já estipuladas desde a 2015, a mais importante era manter os peixes vivos no viveiro da embarcação e após a medição, soltá-los em condições. Outra regra importante era utilizar somente iscas artificiais.

Uma mudança na regra para 2016 foi a cota, ano passado eram 6 exemplares porém no torneio desse ano cada equipe deverá apresentar no máximo 5 tucunarés com tamanho mínimo de 30cm, onde um deles será descartado e os 4 maiores serão registrados na cota.

Durante essa 3° etapa, foram medidos 191 peixes e foram capturados e soltos centenas de peixes fora de medida (abaixo dos 30cm), além das dezenas de descartes da cota.

A somatória em centímetros da medida dos peixes apresentados pela equipe é o resultado dos pontos e colocação de cada uma. Foram premiados com troféu as 10 equipes melhores colocadas e a equipe que capturou o maior peixe.

As equipes Aerofish Team, Pedra N’água e Mundo da Pesca subiram no pódio e ficaram em 1°, 2° e 3°, respectivamente. A Equipe Pedra N’água garantiu o maior peixe, um belo tucunaré com 47,3 cm de comprimento, capturado pelo pescador Euzébio.

Mesmo com muita chuva e frio, os peixes estavam muito ativos e 37 equipes apresentaram a cota completa.

Confira a tabela com os resultados da 3° etapa da LNPPE 2016 (clique na imagem para aumentar):
resultado 3 etapa LNPPE 2016Algumas fotos:

af9

af1

af2

af3

af4

af6

af7A equipe campeã, Aerofish Team, 1° lugar na etapa:

aerofish 1

1lugaraerofish2° lugar, Pedra N’água:2lugarpedranagua3° lugar, Mundo da Pesca:3lugarmundodapescaMaior peixe da etapa, 47,3 cm, fisgado pelo Euzébio, da equipe Pedra N’água:euzebioAs três primeiras colocadas no pódio do evento:podiumAinda receberam troféus as seguintes equipes:

4° lugar – Chupetinha Tucunas Beer

5° lugar – Rema Capitão / Pesqueiro do Gaguinho

6° lugar – Amigos do John

7° lugar – Gulinos Pesca 1

8° lugar – Tucunas Hunter’s Maringá

9° lugar – Rios e Mares

10° lugar – Beira Rio

Minha equipe, História de Pescador / Redai, formada por eu, Guily e Douglas, ficou em 16° lugar, nos mantendo em 4° lugar na disputa do ranking geral.equipehp

Confira o  ranking geral parcial somando as três etapas da LNPPE 2016:

ranking LNPPE 2016A 4° e penúltima etapa já está marcada, dia 28 de agosto de 2016 em Primeiro de Maio-PR, não fique de fora! Confira as datas e locais:final

3 Comentários


Pescadores realizam torneio em prol do Hospital do Câncer de Londrina

No dia 1° de maio de 2016, foi realizado no Recanto La Cabãna em Sertaneja-PR, às margens da Represa Capivara, o torneio solidário Olhar de Pescador / Moa Eco Pesca, idealizado pelos pescadores José Almeida de Londrina-PR e Moacir Victor de Cambé-PR.logos

organizadores

O objetivo principal foi a arrecadação de óleo de soja para o Hospital do Câncer de Londrina.

Mesmo com muito frio, o torneio preencheu todas as vagas limitadas a 15 equipes/barcos e os pescadores fizeram sua parte tanto na pescaria, capturando muitos peixes, como na solidariedade, onde foram arrecadados mais de 300 litros de óleo de soja.

oleo

Dentre as regras do torneio, a mais importante era manter os peixes vivos no viveiro da embarcação e após a medição, soltá-los em condições. Outra regra importante era utilizar somente iscas artificiais e cada equipe poderia apresentar 4 tucunarés com tamanho mínimo de 30 cm, onde a somatória em centímetros dos peixes apresentados pela equipe é o resultado dos pontos.

Foram premiados com troféus as equipes 3 primeiras colocadas e as equipes que capturaram os 3 maiores peixes, além da brincadeira de premiar o pescador que apresentou o menor peixe, este valia de qualquer tamanho.

trofeus

O evento contou com sorteio de vários brindes aos pescadores:

sorteio1º lugar: Sashimi Boys – também ganhou o troféu de maior peixe, capturado pela pescadora Cássia, com 44,5cm.

1sashimi

medição2° lugar: Aerofish2aerofish3º lugar: Ouro Branco3alex4° lugar: Parabéns Big

E ainda levou o cobiçado troféu de menor peixe, com 14,5cm capturado pelo Douglas.5parabensbig

big5° lugar: Pedra N’água5pedranaguaO evento contou com a ilustre presença do atuante Sargento Cláudio Rocha, da Polícia Ambiental:sargentoTabela com os resultados detalhados do torneio solidário (clique na imagem para aumentar):

tabela

Vídeo oficial do evento:

Parabéns aos organizadores e a todos que participaram desse grande evento filantrópico em prol do Hospital do Câncer de Londrina.galera

1 Comentário


Confira como foi a 2° etapa da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva 2016

logo LNPPE

 

No dia 03/04/2016  foi realizada a segunda etapa da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva 2016, no Porto Beira Rio, em Ibiaci, na região de Primeiro de Maio-PR, localizado às margens da Represa Capivara. A etapa foi um sucesso em todos os aspectos e contou com centenas de pescadores e 75 equipes/barcos.

Náutica Goldfish junto com os idealizadores, Paulo, Rodrigo e equipe, realizou um trabalho impecável em termos de estrutura e organização, com mais um grande evento de pesca esportiva.

Dentre as regras já estipuladas desde a 2015, a mais importante era manter os peixes vivos no viveiro da embarcação e após a medição, soltá-los em condições. Outra regra importante era utilizar somente iscas artificiais.

Uma mudança na regra para 2016 foi a cota, ano passado eram 6 exemplares porém no torneio desse ano cada equipe deverá apresentar no máximo 5 tucunarés com tamanho mínimo de 30cm, onde um deles será descartado e os 4 maiores serão registrados na cota.

Durante essa 2° etapa, foram medidos 143 peixes e foram capturados e soltos centenas de peixes fora de medida (abaixo dos 30cm), além das dezenas de descartes da cota.

A somatória em centímetros da medida dos peixes apresentados pela equipe é o resultado dos pontos e colocação de cada uma. Foram premiados com troféu as 10 equipes melhores colocadas e a equipe que capturou o maior peixe.

As equipes Os Miúdos, Palestra Fishing Team e Zincol Calhas subiram no pódio e ficaram em 1°, 2° e 3°, respectivamente. A Equipe Tucunaré Garagem Náutica garantiu o maior peixe, um belo tucunaré com 45,8 cm de comprimento.

Uma curiosidade da prova foi um participante que apresentou um peixe de 52cm, porém fora do horário limite, após as 16h e encerramento da medição.

Confira a tabela com os resultados da 2° etapa da LNPPE 2016:IMG_7856Algumas fotos:barcos

central

trofeus

medicaoA equipe campeã, Os Miúdos, 1° lugar na etapa:1 lugar os miudos2° lugar, Palestra Fishing Team:2 lugar palestra3° lugar, Zincol Calhas:3 lugar zincoln calhasMaior peixe da etapa, 45,8 cm, fisgado pela equipe Tucunaré Garagem Náutica:maior peixeAs três primeiras colocadas e o ganhador de troféu maior peixe no pódio do evento:PódioAinda receberam troféus as seguintes equipes:

4° lugar – Mecânica Ouro Branco

5° lugar – História de Pescador / Redai

6° lugar – Clonker

7° lugar – Mundo da Pesca

8° lugar – Planeta Iscas

9° lugar – Rei do Rio

10° lugar – Suvaco de Cobra

Minha equipe, História de Pescador / Redai, formada por eu, Guily e Douglas, ficou em 5° lugar, colocação muito satisfatória, nos deixando em 4° lugar na disputa do ranking geral.equipe HP 2

equipe HPConfira o  ranking geral parcial somando as duas primeiras etapas da LNPPE 2016:IMG_7855A 3° etapa já está marcada, dia 05 de junho de 2016 no condomínio Costa Marina em Alvorada do Sul-PR, não fique de fora! Lembrando que em 2016 o torneio contará com 5 etapas, confira as datas e locais:final

Comente aqui


Vem aí a 2° etapa do torneio da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva 2016

logo LNPPE

No próximo domingo (03/04/2016) será realizada a 2° etapa do torneio da Liga Norte Paranaense de Pesca Esportiva (LNPPE) 2016, no Porto Beira Rio em Ibiaci, região de Primeiro de Maio-PR, às margens da Represa Capivara.

A largada inicial será realizada às 8h e a prova se encerra às 16h, serão esperadas cerca de 70 embarcações, e mais de 180 pescadores que irão atrás da meta que são 4 tucunarés com tamanho mínimo de 30cm, lembrando que todos peixes devem ser mantidos vivos e oxigenados no viveiro do barco, medidos e soltos novamente à represa.

A somatória dos peixes capturados por cada equipe representa seus pontos na etapa, onde há troféus pelo dia e também na classificação final ao encerramento da última e 5° etapa no final do ano, que também contará com uma confraternização com sorteios de valiosos prêmios para os participantes de todas as etapas.

A 1° etapa da LNPPE 2016 foi um sucesso e contou com mais de 60 embarcações e muitos tucunarés capturados, onde 50 equipes apresentaram a cota de 4 peixes!

Segue abaixo as datas e locais das etapas e os contatos para realizar  a sua inscrição, não fique de fora! Clique AQUI para realizar sua inscrição on-line.final

Comente aqui


Pousada Estância Zé Tacca, um exemplo de preservação no Rio Paraná

Olá pessoal! O meu feriado de carnaval foi farto de tucunarés na Pousada Estância Zé Tacca em Anaurilândia-MS, as margens da Represa Sérgio Motta, Rio Paraná.logoIMG_1929

IMG_1848O proprietário Fernando vem fazendo um competente trabalho de preservação e conscientização com os guias e turistas, ele incentiva o pesque e solte e estipulou uma cota bem menor que o comum na região:cotaAtualmente 80% ou mais dos clientes da pousada são pescadores esportivos, que soltam todos os peixes.

Para ver o resultado da preservação, confira as matérias completas clicando nos links abaixo:

– Carnaval na Pousada Estância Zé Tacca (fev/2016)

– Chuva, vento e tucunarés na Estância Zé Tacca em Anaurilândia-MS (dez/2015)

– Belos tucunarés-azuis na Estância Zé Tacca em Anaurilândia-MS (abril/2015)

– Muitos tucunarés na Estância Zé Tacca em Anaurilândia-MS (setembro/2014)

Se você é pescador esportivo, deve apoiar e frequentar pousadas que apoiem o pesque e solte e a preservação. Que a Estância Zé Tacca sirva de exemplo para todos! Os tucunarés agradecem.

Comente aqui