Evangélicos quer barrar casamento gay em igreja

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) reconhecer a união estável entre pessoas do mesmo sexo. A bancada evangélica quer incluir na legislação brasileira um dispositivo para impedir explicitamente que igrejas celebrem cerimônias de casamento gay.Eles querem incluir na legislação brasileira um dispositivo para impedir explicitamente que igrejas sejam obrigadas a celebrar cerimônias de casamento entre homossexuais. Para integrantes do movimento LGBT, a medida visa tirar o foco da discussão sobre os direitos civis dos homossexuais.

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos (PSDB-GO)(foto), afirma que a proposta visa evitar constrangimentos para a religião. Ele afirma que a intenção é evitar a existência de decisão judicial obrigando a realização de cerimônia. “Seria bom tornar isso explícito para evitar que algum juiz preconceituoso atendendo a alguma demanda específica possa dar uma sentença impondo uma ação dessa a alguma igreja”.

Campos afirmou que em Goiânia já houve um caso de decisão liminar obrigando uma igreja evangélica a realizar casamento de pessoas que não seguiam a igreja e que isso pode acontecer também no caso de homossexuais. A frente presidida por Campos conta com 76 deputados e três senadores.

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que é homossexual assumido, afirma que a proposta visa desviar o foco da discussão sobre os direitos civis. “Isso é desespero para confundir a opinião publica, para jogar união publica contra o direito civil. O direito é publico, a fé é privada. Nenhum homossexual quer casar em igreja”.

Fonte: AE – via Exame – post inforgospel.com.br

10 comentários sobre “Evangélicos quer barrar casamento gay em igreja

  1. Sandro 8 de maio de 2011 17:47

    A justiça não pode interfirir na fé, desde que o Mundo é Mundo existe as pregações sobre a palavra a Palavra de Deus e quem é o Homem para interferir no que se fala de Fé e nas coisas de Deus, não somos escravos da fé e não obrigamos ninguem a seguir nossa fé, somos livres para seguirmos aquilo que queremos, querem proibir de se falar a verdade, mas a justiça não quer punir o verdadeiros assassinos, bandidos, homens que estrupam, pessoas que matam por dinheiro, carnavais que destroem vidas e familias, bailes funk que levam as drogas e prostituições e que destroem vidas tbm ninguem quer prender traficantes, mas querem punir as igrejas que salvam vidas, seja qual for a decisão Deus punirá a justiça da Terra…porque maldito o homem que procura as trevas.

  2. rosivaldo 9 de maio de 2011 23:08

    a biblia nos dis que devemos respeitar as autoridades;
    porem nos dis tambem que devemos ir contra elas quando elas são contra as excrituras.
    é chagado a hora de posição cristão

  3. islena 10 de maio de 2011 08:14

    e´´ a hora ja chegou o fim, a palavra de deus se cumprindo, imagine como Deus fica triste em ver sua criatura fasendo tao ato impuro aos olhos de Deus uma ves que ele fes adao pra eva, e nao um adao pra putro adao.e´´ agora que os homens de Deus tem que provar que sao de Deus. se eles quiserem casar nas igrejas nao faser o casamento ainda que a lei obrigue.

  4. oscar 10 de maio de 2011 08:16

    Como estão indo as coisas daqui a pouco vai até ter amor gay dentro das igrejas, sejam católicas ou evangélicas

  5. jj 11 de maio de 2011 20:09

    Não tenho nada contra os homossexuais. Eles podem ter o direito de se casar em igrejas sim más não obrigando as igrejas a realizar esses casamentos. Todos sabem que o homossexualismo vai contra os princípios das igrejas e assim devemos que respeita-los.
    Eu sou a favor que realize casamentos homossexuais em igrejas caso as igrejas quiserem, ou seja, que tenham autorização e não a obrigação. Se estamos em uma democracia deve se respeitar os princípios de todos tanto de um lado quanto do outro.
    A princípio não é melhor mexer em nada nessa lei porque o Brasil aínda não está preparado para essas mudanças.

  6. Fernando 13 de maio de 2011 23:41

    O direito aceita o divórcio… a igreja não!!
    O direito aceita homens e mulheres casarem não virgens… a igreja não!!!
    O direito aceita a viúva casar mais uma vez…. a igreja não!!!
    O direito aceita vc matar em legítima defesa pra não morrer… igreja não!!!
    O direito considera a união homoafetiva com entidade familiar… a igreja não!!!

    Uma coisa são os dogmas da igreja e outra coisa são os direitos de uma país de igualdade de direitos, fundamentado na dignidade da pessoa humana e da liberdade!!!

  7. Carla 26 de maio de 2011 08:03

    A igreja adventista nao aceita isto, nao temos nenhum preconceito mais isto vai contra o ensinamento blibico.nao casamos nao e seremos multados quantos vezes for preciso.é melhor obedecer a Deus do que os homens

  8. lfgcvbhr 7 de junho de 2011 14:39

    Isso é um abusurdo. Não é preconceito algum, por que muitos GAYS E LÉSBICAS falam que Deus é amor, e é siim, mas ele é o Deus da justiça, Deus do bem E eu acredito nesse Deus maravilhoso que criou O HOMEM PARA MULHER E VICE-VERSA, Sou evangélica e tenho orgulho, tenho pena da geração que vai crescer pensando que isso é normal se gay e lésbica, tomem cuidado Pais e Mães do Brasil. Isso é sério. A Dilma pode ter certeza que na próxima eleição ela não ganha, por que já perdeu os votos dos cristãos que sãao MUUUITOS. Por que direitos é direitos pra mim pessoas não podem ofender as pessoas homossexuais com ofensas, palavrões e palavras feias , MAS CASAR NA IGREJA ? ISSO JÁ É DEMAIS.

  9. Luis 28 de janeiro de 2012 13:21

    Que fique claro: Alguns parlamentares estão atendendo uma parcela da população a ter direitos respeitados. Os homossexuais têm que ter direitos como cidadãos de um estado democrático. A união civil tem que ser reconhecida. Isso não tem nada a ver com celebrações religiosas. Não se está querendo obrigar igrejas ou ceitas a fazer casamentos!!! O estado é laico e asssegura que todos possam praticar sua fé, qualquer que seja, inclusive o direito de ser ateu.

  10. Lucimara 27 de junho de 2012 15:43

    “Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
    Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
    E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
    Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
    Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
    Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
    E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
    E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;”
    Romanos 1:21-28

    Após ler este texto saiba que a palavra de Deus é a única lei verdadeira. Se você obedece ao homem está contra a palavra de Deus e contra o próprio Deus! Pois” …, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tg 4:4.
    Os verdadeiros discípulos como Paulo, Pedro, Tiago,João e Estevão que até morreu apedrejado, mas em momento algum Deus o deixou só. Estava com ele e abriu os céus e Estevão viu sua glória… E outros discípulos foram fiéis.
    Jesus disse: “Nada temas das coisas que hás de padecer…Sê fiel até morte, e dar-te-ei a coroa da vida.”Apocalipse.2:10. e “Quanto a você(nós o remanescente de Israel, cristão verdadeiros), siga o seu caminho até o fim. Você descansará, e então, no final dos dias, você se levantará para receber a herança que lhe cabe”.
    Amém?!
    Sigamos os caminho estreito e entremos pela porta estreita: Jesus!
    A paz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.