Uma armadilha de satanás – Ecumenismo religioso

Houve um tempo em que o ecumenismo religioso era considerado um grande perigo para as igrejas cristãs. Pastores verberavam contra ele. E qualquer comunhão ecumênica entre evangélicos, católicos romanos e espíritas era inimaginável.-Leia e deixe seu comentário…

O pastor Ciro Sanches Zibordi(foto) como você pode constatar no sequencia do artigo a posição do pastor com relação ao Ecumenismo

– Leia e deixe seu comentário.

Mas os tempos mudaram. Hoje, o relacionamento entre padres galãs e celebridades gospel é tão bom que estas até fornecem suas composições àqueles. Certa cantora gospel, inclusive, fez uma canção dedicada a Maria. Juntos, romanistas e evangélicos participam de shows ecumênicos e programas de auditório. “O que nos une é muito maior do que o que nos divide”, argumentam.

O ecumenismo – gr. oikoumenikós, “aberto para o mundo inteiro” – prega a tolerância à diversidade religiosa e a oposição a quem defende uma verdade exclusiva. Trata-se de uma armadilha de Satanás, com o objetivo de calar os pregadores da Palavra de Deus. Ele se baseia no princípio “democrático” de que cada pessoa possui a sua verdade. Mas o Senhor asseverou que não existe unidade motivada pelo amor divorciada da verdade da Palavra: “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. […] Se alguém me ama, guardará a minha palavra” (Jo 14.15-24).

Causa estranheza o fato de uma parte do evangelicalismo moderno considerar o ecumenismo religioso biblicamente aceitável. Já ouço pastores dizendo: “A doutrina bíblica divide. É o amor que nos une. A igreja deve ser inclusiva”. A despeito de o Senhor Jesus ter afirmado: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” (Jo 14.6), está crescendo no meio evangélico a simpatia pelo movimento ecumênico. Nos Estados Unidos, pastores renomados deixaram de falar de Jesus com clareza. Pregam sobre Deus de maneira generalizante, a fim de não ofenderem romanistas, muçulmanos, budistas etc. E, no Brasil, alguns acontecimentos têm preocupado aqueles que ainda preservam a sã doutrina.

Recentemente, um conhecido pastor realizou – dentro de um templo evangélico! – um culto ecumênico juntamente com a liderança da Igreja da Unificação, do “reverendo” coreano Sun Myung Moon. “Qual é o problema de um pastor de renome ter amizade com o líder de uma seita? Afinal, todos devem se unir pela paz mundial”, alguém poderá dizer. Não devemos, de fato, odiar o “reverendo” Moon. Mas, como ter comunhão com alguém que, de modo blasfemo, desdenha do sangue derramado pelo Cordeiro de Deus, considerando-o insuficiente para nos purificar de todo o pecado? Moon também se considera um novo Messias que precisou vir ao mundo para concluir a obra que o Senhor não conseguiu realizar. Que blasfêmia! A Palavra de Deus não aprova esse tipo de aliança (2Co 6.14-18).

Outro exemplo de ecumenismo religioso é o envolvimento de pastores com o unicismo, uma seita que diz ter a “voz da verdade” e vem tendo livre acesso, através de suas celebridades, às igrejas evangélicas. O pentecostalismo da unicidade é herético, visto que se opõe à doutrina da Trindade, a base das principais doutrinas cristãs. Quem se opõe à tripessoalidade divina (confundindo-a com o triteísmo) nega não apenas a teologia, mas também a própria Bíblia (Gn 1.26 e Jo 14.23), o cristianismo (Mt 28.19 e 2Co 13.13), a deidade do Espírito Santo (Jo 14.16-17 e 16.7-10), a clara distinção entre o Pai e o Filho (Jo 5.19-47 e 14.1-16) e o plano da redenção da humanidade (Jo 3.16 e 17.4-5). Atentemos para a verdadeira voz da verdade, a do Bom Pastor: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz” (Jo 10.17).

Pastores e cantores, por falta de vigilância ou movidos por interesses pessoais, estão se prendendo a jugos desiguais com os infiéis, deixando-se enganar pelo ecumenismo religioso. A maior emissora de televisão do Brasil – que sempre estereotipou e ridicularizou os evangélicos – descobriu que nem todos os cristãos são “extremistas” e “fanáticos”. Há um grupo de celebridades gospel que não tem coragem de dizer clara e objetivamente que o Senhor Jesus é o único Mediador entre Deus e os homens (1Tm 2.5 e At 4.12).

Em um programa dominical, certa “pastora” resolveu tripudiar sobre os seus “inimigos”, rodopiando com baianas e cantando com sambistas no ritmo das religiões afro-brasileiras. Enquanto ela dançava, a apresentadora, seus convidados e a plateia riam sem parar, numa grande celebração. Que tipo de evangelho “agradável” e “inclusivo” é esse? Lembrei-me imediatamente do que o Senhor Jesus disse, em Mateus 5.11-12: “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas por minha causa”.

Há poucos dias, uma conhecida cantora gospel admitiu, de modo tácito, que o sincretismo religioso é aceitável. Ao concordar com a seguinte frase, dita por um famoso apresentador: “O Caldeirão é uma mistura de religiões”, ela respondeu: “Tem espaço pra todo mundo”. E o pior: depois, escreveu nas redes sociais que se sentiu como Paulo no Areópago… Ora, esse apóstolo não pregou a convivência ecumênica nem apresentou uma mensagem que os atenienses queriam ouvir. Ele disse o que todos precisavam ouvir. Ao chegar a Atenas, “o seu espírito se comovia em si mesmo, vendo a cidade tão entregue à idolatria” (At 17.16). Já a aludida celebridade, deslumbrada, estava sorridente e saltitante.

Tenho visto muitos incautos felizes pelo fato de celebridades gospel estarem aparecendo na televisão. Mas não nos iludamos, pois a porta não foi aberta para o Evangelho. O que existe, na verdade, é um projeto ecumênico em andamento, o qual visa a enfraquecer a pregação de que o Senhor Jesus é o único Salvador. Tais celebridades – certamente, orientadas a não falar claramente da salvação em Cristo – têm empregado bordões antropocêntricos, que massageiam o ego das pessoas. Elas não têm a coragem de confrontar o pecado. E apresentam um evangelho light, agradável, apaziguador, simpático, suave, aberto ao ecumenismo.

O que está escrito em 1Coríntios 16.9? “Porque uma porta grande e eficaz se me abriu, e há muitos adversários”. Quando Deus verdadeiramente abre-nos a porta da pregação do Evangelho, como a abriu para o apóstolo Paulo, os adversários – Satanás, os demônios e todos os seus emissários – se voltam contra nós. Mas a mídia está aplaudindo de pé esse “outro evangelho” aberto à convivência ecumênica. Preguemos, pois, como Paulo, nesse mundo, que é um grande caldeirão religioso: “Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, em todo lugar, que se arrependam” (At 17.30).

post inforgospel.com.br – com informação Christianpost – por Ciro Sanches Zibordi – Colunista CP

16 comentários sobre “Uma armadilha de satanás – Ecumenismo religioso

  1. J. A. Oliveira 3 de outubro de 2012 18:21

    Às vezes, fico pensando que, caso Jesus Cristo fosse como os senhores, que são rigorosos, em matéria de “resguardar a integridade da fé”, Ele jamais teria atendido a um pedido de um centurião romano, jamais teria travado conversa com uma samaritana, jamais teria reconhecido a fé da mulher que menciona os cachorrinhos que se alimentam dos restos de alimentos. Cuidado para que a vossa capacidade de prejulgar e “se precaver dos outros” não prejudique os senhores mesmos, especialistas em versículos, porém falhos em acolhimento e amor.

  2. endlei ravel 23 de maio de 2013 15:30

    Querido irmao eu sou catolico e acredito no ecumenismo pois Jesus nao citou igreja nenhuma na Biblia mas,sim deixou a Palavra para ser semeada no meio de cada um de nos.Por isso deixemos as diferencas cristas de lado pois ao inves de nos cristaos que servimos a Deus estarmos discutindo deveriamos procurar pessoas que ao menos sabem que Deus existe.Sejamos todos unidos pois Jesus Cristo pregou a Uniao e Ele quer que todos sejamos um como Ele e o Pai sao um.~Amai-vos umns aos outros como Eu vos amei~.

  3. Natália 26 de julho de 2013 14:40

    Caros,
    Acredito que haja apenas uma religião:Jesus!Se todos conhecessem a doutrina Dele, acredito que essas divisões no cristianismo não existiriam. Como poderia eu concordar com alguém que acha que Jesus não é o único mediador?Que o véu não foi rasgado quando ELe morreu na cruz para me libertar?Quanto aos exemplos de J.A Oliveira realmente Jesus reconheceu a fé de todas aquelas pessoas, e que fé é essa? o reconhecimento de que somente Jesus, o filho unigênito do Pai é a salvação!

  4. EU 31 de janeiro de 2014 18:37

    VAMOS VER QUEM VAI ROER A CORDA, SAIR DE CIMA DO MURO E AGUENTAR O TRANCO. O ECUMENISMO VAI ENCONTRAR UM PONTO DE AGRADAR OS CONVENIENTES, VÃO DAR PARA ELES UM DEUS QUE TOLERA A IDOLATRIA E UM SALVADOR QUE NÃO FOI A CRUZ E NEM RESSUSCITOU.
    É O FIM DOS TEMPOS, O APOCALIPSE SE APROXIMA.

  5. ailton anselmo 19 de fevereiro de 2014 17:36

    Caros irmãos, o ecumenismo é uma realidade só não é de Deus, e é muito simples identificar isso na Bíblia, Deus se revelou para o ser humano como o Deus absoluto mas o principal objetivo de satanás desde o princípio foi apagar do coração da humanidade a ideia da existência de um Deus absoluto e implantou no coração da humanidade a ideia da existência de inúmeras divindades, as quais representada por estátuas e imagens de esculturas e isso deu origem as inúmeras religiões que sempre existiu e muito mais hoje. Irmãos! um Deus absoluto não pode jamais se ecumênico, e Ele desde da antiguidade brada dos Céus pela boca dos profetas como pop ex. Isaías capítulo 44 e 45 Ele se manifesta como o Deus criador, salvador absoluto. Depois Ele vem ao mundo na pessoa do próprio filho e se manifesta ou se opõe a todas as religiões do mundo e diz Eu Sou O Caminho A Verdade E A Vida e Ninguém vai ao Pai a não ser por Jesus.
    E então! você quer saber o que é ecumenismo? é simplesmente uma estratégia que satanás está usando agora no fim dos tempos para através das religiões arrebanhar todas as pessoas do mundo e joga-las no inferno.
    Abram os olhos povo de Deus!!, pastores fujam!!! O senhor Jesus como Deus absoluto vai descer dos Céus para levar da terra a sua Igreja e os que ficarem vão sofrer o resultado final do ecumenismo. Isaías c. 45 v. 22 o Deus absoluto diz, olhai para mim e sede salvos, vos todos os limites da terra, porque eu Sou Deus e não ha outro.

  6. ailton anselmo 20 de fevereiro de 2014 14:23

    Irmãos, nós sabemos que o mundo está se preparando a toda presa para a implantação de um sistema de governo único que vem sendo anunciado desde mais ou menos 10 anos pra cá, com o nome de nova ordem mundial, governo único, moeda única e religião única que é exatamente o que a igreja chama de governo do anti-cristo, na Bíblia se encontra em apocalipse capítulo 13 do v. 11 a 18 sem faltar uma virgula. E então, pra quem não sabe ainda por incrível que pareça esse governo único estará sob o vaticano, o papa João Paulo II em 98 anunciou que a Igreja católica só teria mais 2 papas depois dele cada um com um período de tempo curto, os quais são Bento XVI e Francisco, sendo esse o último conforme desse Paulo II, o próximo será a última liderança do vaticano e não terá mais o título de papa mas, se apresentará como o Messias o cristo, ele será o maior e o último falço cristo que o mundo vai conhecer e será exatamente o líder mundial do texto mencionado acima. E o trabalho do ecumenismo criado por um decreto no concílio vaticano II cuja data me falha a memória, tem o objetivo de conquistar as religiões para se unir tornando-se um só povo como ele tem falado atualmente e quando o sistema for implantado conforme o texto será lançado um decreto de adesão obrigatória a uma só religião ou, a fé católica com pena de morte pra quem não se submeter, esse golpe está no v. 15 do texto mencionado, é só esperar mais um pouquinho de tempo e veremos tudo isso acontecer.

  7. julio roberto 5 de fevereiro de 2015 11:38

    Digam não ao ecumenismo !!!

    Por que Satanás quer unir as religiões para enganar e confundir os povos, mas nós cristãos sabemos muito bem que em todas religiões fora da PALAVRA DE DEUS são feitas coisas que DEUS CONDENA E ABOMINA, só existe uma religião que DEUS deixou neste mundo a religião de CRISTO que está escrita na PALAVRA DE DEUS.

  8. julio roberto 5 de fevereiro de 2015 11:41

    Digam não a Ditadura gay !!!!

    Digam não ao ecumenismo !!!

    Digam não ao chip, a marca da besta !!!

  9. Zé ninguem 24 de abril de 2015 20:00

    Nossa, pastores e padres e etc falam tanto em seguir os mandamentos de Jesus, mas o que vejo são esses religiosos com igrejas cobertas de ouro, igreja comprando até helicoptero e emissoras de tv, outros ostentando riquezas a custa dos seus fiéis. Enquanto milhões de pessoas no mundo sofre com a miséria.isso sim e o fim do mundo

  10. Victor Hugo 19 de novembro de 2015 19:17

    J.A. Oliveira, Endlei Ravel, Natália e Zé Ninguém, mataram este post… Na verdade o ecumenismo é união de todos os cristão e existe desde o primeiro concílio, ou reunião, de todos os crentes de todas as igrejas, professando a crença em Jesus… Quem realmente separa, discrimina, provoca a discórdia, e a desunião, o racha entre igrejas? É o diabo. Quem está com Jesus ajunta, quem separa não é cristão.

  11. DAVI 24 de abril de 2017 00:19

    Meu Deus! Como é possível pregar a desunião! O Ecumenismo é uma união, é uma relação de amor entre todos os irmãos, de todas as religiões, sem que se abra mão da convicção de cada um, da doutrina de cada igreja. Demo-nos às mãos rumo ao nosso Pai Celestial.

  12. Vinwicius carvalho 3 de dezembro de 2017 02:10

    Nada existe junção religiosa, o “ecumenismo” é uma armadilha sim articulada por satanás, uma estratégia muito bem articulada para enganar os crentes, e as pessoas não conhecem o palavra, vemos hj esse negócio de; Nossa vc viu aquele programa com todos aqueles cantores cantando e falando de Deus, que coisa linda.
    Pura balela, estão enganando as pessoas, pois homens morreram perderam suas cabeças por falarem a verdadeira palavra o verdadeiro evangelho, morreram por não terem medo dizer que Jesus é o único caminho, agora me vem esses falsos, com suas mentiras a enganar o povo dizendo que tudo pode que podemos ir e fazer o que bem entendermos, vai a igreja e amanhã vai para o candomblé e está tudo bem?? Negativo a palavra de Deus é Santa é Deus é santo, não confundam “ECUMENISMO” com servir a Deus, servir a Deus e renuncia, renunciar a si mesmo fazendo sim as vontades de Deus em nossas vidas é pregar a sã doutrina, a bíblia condena adorar imagem de escultura, homem que se deita com outro homem isso Deus abomina, aquele que usa a fé alheia em benefício próprio para os seus próprios ganhos financeiros, como vemos aí está estampado em nossos rostos e ninguém tem coragem de dizer, falo repito a palavra de Deus é Santa é Deus é SANTO OOOOOOOO.
    Servir a Deus é renuncia, e não fazer o que bem quer. Aquele vier após mim tome a sua cruz, negue- se a si mesmo e siga-me .

  13. Luiz 22 de dezembro de 2017 10:23

    Graças a Deus! Paz e graça. É bom saber que ainda existe pastor que está sendo iluminado pela verdade, a Palavra do nosso Deus. A Palavra de Deus para mim é a única verdade absoluta. O mundo criou varias Formas, modos para se servir a Deus.Os cristãos verdadeiros sabe que só há uma verdade, um caminho, e um Mediador entre Deus e os homens. O Homem Jesus Cristo ressuscitado. Algo tem mim chamado a atenção, os cristãos de hoje busca parecer com o mundo, menos com o seu Senhor é Salvador! Cristo.Muito bom o artigo Deus abençoe. Estamos quase lá. Gente Jesus veio trazer as boas novas, e não religião. Deus não divide a sua glória, Ele é Deus. Ele Deus é o Criador, nós somos a massa, o barro a lama, o pó da terra. Não devemos entesourar contra Deus.

  14. Helielson 30 de dezembro de 2017 10:22

    Jesus aceita qualquer pecador para libertá-lo de seu pecado e não para conviver com o pecado. Ele (Jesus) ama a todos, mas não ama as atitudes do pecador.

  15. Helielson 30 de dezembro de 2017 10:29

    o Ecumenismo é uma união de pessoas em um determinado lugar, mas não para a salvação em Cristo Jesus.

    Está Escrito: 2 Coríntios 6:14-18

    14 Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?

    15 E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?

    16 E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.

    17 Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor;E não toqueis nada imundo,E eu vos receberei;

    18 E eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.

  16. Helielson 30 de dezembro de 2017 10:34

    Somente quem conhece e obedece a palavra de Deus e reconhece Jesus como seu único e suficiente salvador, chegará ao pai celestial.

    Pois está escrito: João 14:15-24

    15 Se me amais, guardai os meus mandamentos.

    16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;

    17 O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.

    18 Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.

    19 Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis.

    20 Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.

    21 Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.

    22 Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?

    23 Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.

    24 Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.