Nudez de personagem evangélica da novela da Globo “Avenida Brasil” revolta evangélicos

A Rede Globo tenta conquistar o público evangélico para assistir a sua programação, e isso divide opiniões no meio evangélico, pelo fato que dado momento a emissora agrada e em outro desagrada, como aconteceu com a cena exibida em uma de suas novelas. – Confira opiniões, vídeo no final do post e comente…

Na sexta-feira (01) a emissora exibiu um episódio da novela “Avenida Brasil” que provocou a indignação dos evangélicos. A atriz Paula Burlamaqui, que faz o papel de uma ex-atriz pornô que se torna evangélica, Dolores, tirou a roupa em frente ao seu ex-marido, Diógenes, para provar que mudou, e acaba sendo atacada por ele. Com a frase “tá amarrado” a personagem mantém relações com o ex.

As opiniões nas redes sociais foram diversas, mas a grande maioria concorda que ouve um desrespeito por parte da emissora. Para a psicóloga Marisa Lobo o objetivo da novela é “ridicularizar os cristãos” e “desconstruir a ideia de Deus, a imagem do cristão, principalmente o evangélico, por medo do nosso crescimento, político social (sic)”.

“A mídia tem poder de alienação, sugestão psicológica, ela induz ao erro, implanta ideias falsas na sociedade, invertem valores. Temos que protestar, sem medo de desagradar à mídia, pois daqui a pouco nós teremos vergonha de dizer que somos evangélicos. Grande maioria dos que comandam as mídias, se acham deuses, e como tal, odeiam nosso Deus. Querem destruir seus seguidores (sic)”, comentou a psicóloga em sua página no Twitter.

Para o escritor Ciro Zibordi, autor de diversos livros apologéticos, é um “Festival de Desrespeito aos evangélicos na tela da Rede Globo. Somente os incautos aplaudem o Festival Promessas”, comentou o pastor.

“Realmente foi muito ofensivo o deboche aos evangélicos hoje pela Globo. Pode ter certeza que brincar com DEUS terá o seu preço… De que adianta fazer festivalzinho, dar espaço eventual, se no conjunto da opera é essa constante depreciação dos evangélicos (sic)”, comentou o deputado Eduardo Cunha.

Para Eduardo Cunha os evangélicos deveriam deixar de assistir as transmissões da emissora.

Leonardo Gonçalves, do blog “Púlpito Cristão” criticou a Rede Globo e disse que a emissora quer apenas o dinheiro dos crentes.

“Dos crentes, a Globo só quer a grana. Além de maluca, a ‘irmã’ da novela é tarada”, comentou.

Já o cantor Regis Danese que participou do “Festival Promessas” em 2011 disse não estar preocupado com a transmissão da Globo. “No momento não estou preocupado com isso, pois não assisto novela,  to ligado no trono”, escreveu em seu microblog.

Quando a personagem foi divulgada, Paula Burlamaqui comentou que sua participação seria polêmica, ela vai tentar esconder seu passado. “Eu vou chegar à cidade escondendo meu passado. Adoro personagens polêmicos”, disse ela.

Para o autor, o sucesso da novela se deve, principalmente, ao trabalho das três atrizes. “Adriana Esteves, Débora Falabella e Ísis Valverde abriram mão de qualquer pudor para dar vida a essas personagens tão dúbias em relação à ética. Por isso deu tão certo”, explicou ele em entrevista a revista Época.

Não é a primeira vez que a emissora faz uma personagem evangélica com personalidade duvidosa.

Veja a cena que causou indignação no meio evangélico e comente…

post inforgospel.com.br – com informação G1/Novelas – via Gospelprime

58 comentários sobre “Nudez de personagem evangélica da novela da Globo “Avenida Brasil” revolta evangélicos

  1. Emanuel 29 de setembro de 2012 22:08

    E não é verdade? Os evangélicos não pediram por isso? Ao invés de serem cristãos, seguem as interpretações de seus sacerdotes e ignoram a Palavra de Deus como Jesus ensinou. Usam um pequeno texto, sem o contexto e dizem segundo o que acham ou querem o que todos devem entender. Sacrifícios de dinheiro, livros, CDs, DVDs. Toda a sorte de comércio. A Palavra de Deus se manifesta a cada um segundo a vontade de Deus pelo Espírito Santo. Quem sacrifica abandona a graça da salvação em Cristo. A estes Jesus dirá: Nunca o conheci. Volte-se para o Edir, Malafaia, RR e tantos outros e cobre-os da salvação. Estreita é a porta….

  2. luciano 2 de outubro de 2012 21:43

    coisa do diabo essas coisas da Globo, trabalha pro diabo. Deus misericórdia.

  3. somente um irmão 2 de outubro de 2012 22:29

    As vezes me pergunto: se somos um só corpo em Cristo, pq competimos tanto? quem tem mais conhecimento, quem tem mais unção, quem esta certo, quem esta errado. A todo tempo apontamos os “servos de satanás”, quem vai pro inferno ,quem rouba, quem peca, mas Jesus disse: ide e pregai o evangelho a toda criatura. Tbm disse: Com o julgo que julgas sereis julgados. Pq ao invés de apontar com comentários na internet quem é certo ou errado, não oramos a DEUS para que essas pessoas sejam salvas, que elas se convertam, que Deus possa abrir os olhos delas e faze-las enxergar que não existe outro. Será que realmente temos sido cristãos quando julgamos, como podemos dizer quem será salvo quando enquanto estamos julgando estamos colocando a prova nossa própria salvação.
    Irmãos, que possamos buscar dia após dia não mais religião, mas, mais santificação, que tenhamos um coração pronto a perdoar e não julgar. Shalom. Paz e Graça dos altos céus a todos.

  4. Ivone 4 de outubro de 2012 18:09

    Sou uma mulher evangélica. Sempre procurei respeitar a doutrina da filosofia evangélica e de todas as religiões. No entando me senti ofendida pelo autor da novela quando mostra que uma mulher evangélica pode ser vulnerável a qualquer momento ao ponto de se mostrar volúvel tirando a roupa em público. Se ele pensa assim, tá por fora. Precisa conhecer o comportamento de uma mulher cristã de verdade e tirar suas conclusões. É isso que acontece quando uma pessoa preconceituosa que não procura conhecer a filosofia de religiões e denominações. Por isso ele se perdeu diante do roteiro da novela, mostrando desconhecer comportamento de pessoas realmente fiéis a Deus e a sua filosofia cristã.

  5. Rosy 4 de outubro de 2012 20:53

    Quem se importa, jdisseram tanta coisa contra Jesus. disseram até que ele expulsava demônios em nome de Belzebu, e ele nunca procurou se defender, mas prosseguiu a grande obra, e nada, nem diabo, nem ninguém, conseguiu bloquear os projetos do Trino Deus, o Cristão é igual omelete, quanto mais bate, mais cresce.

  6. Leggio XIII 6 de outubro de 2012 18:24

    Já cansei de ver evangélicas fazerem muito “pior” que isso. A maioria se faz de santinho, mas na verdade são os mais armadores e desonestos, inclusive me negócios. É o que vejo direto.
    Essa aí nem fez nada tão de mal assim. E nada pior que esses pastores se enriquecendo às custas de um povo pobre. Literalmente roubando o dinheiro dessas pessoas. De Jesus essa gente não tem nada. Nem entendem o que Ele quis dizer. Falsa moral. E se não gostam, desliguem a televisão. Vai rezar. Ninguém te força a assistir.

  7. FRANCISCO DE LIMA GOMES 14 de janeiro de 2013 23:17

    FRANCISCO DE LIMA GOMES, disse:
    Uma TV comercial embasada em ética, trabalho e – sobretudo – concorrência é bem vinda.
    Uma Rede Globo abocanhando, por muito tempo, 75% ou mais das verbas publicitárias (públicas e privadas) não é nem um pouco bem vinda.
    .
    Concorrência deve existir até entre igrejas!

    MONOPÓLIO é tudo de que a IGREJA CATÓLICA precisou na Idade Média.
    MONOPÓLIO é tudo de que a REDE GLOBO necessita para o seu coronelismo de hoje.
    .
    Rede Globo e Igreja Católica são ícones da velha ordem, avessa à concorrência, afeita a clientelismo, assistencialismo e “caridade”: causa maior do subdesenvolvimento brasileiro.
    Reacionárias, combatem evangélicos pelo risco de o Brasil “reformular-se”, alargando horizontes em vez de estreitá-los.

    Com braço forte estamos ajudando a tirar o gigante adormecido do atraso crônico.
    Somos filhos da concorrência, não do monopólio católico e global.
    Portanto, respeitem-nos!
    .
    Pena que inúmeros pastores só saibam usar o argumento da pajelança pentecostal.
    Ser evangélico nada tem a ver com essa espiritualidade vã.
    Tem a ver com plantar a Boa Nova, semeando o bem, mas sem fingimentos.
    Esta é a mensagem central da Bíblia.

    De fingimento velho e carcomido, basta Globo e Igreja Católica e suas injunções funestas.
    .
    FRANCISCO DE LIMA GOMES
    [email protected]

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.