Pastor estuda a Igreja Universal e conclui que a denominação presta um “desserviço a fé cristã”

Estudioso do neopentecostalismo brasileiro, após 3 anos frequentando dentre as Igrejas neopentecostais do Brasil, a considerada mais proeminente denominação nesta vertente teológica, a Universal do Reino de Deus liderada pelo Bispo Edir Macedo, concluiu que a IURD presta um “desserviço a fé cristã”. – Confira entrevista e comente…

O pastor americano David Allen Bledsoe, 44 anos e há 14 no Brasil, durante três anos frequentou cultos, ouviu fiéis e líderes e pesquisou um bocado sobre as origens e o desenvolvimento da mais proeminente denominação neopentecostal do Brasil, a Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), liderado pelo polêmico bispo Edir Macedo.

Todo material foi transformado em livro pela Editora Hagnos. Movimento neopentecostal brasileiro: Um estudo de caso aborda também a história dessa vertente teológica em solo brasileiro, seus principais grupos e seu modus operandi. O pastor David disse: “Eu queria verificar se igrejas como a Universal impulsionam ou prejudicam a evangelização do povo brasileiro e de outras nações para onde suas igrejas enviam missionários”. E concluiu que a IURD após a pesquisa elaborada mais prejudica a evangelização do que impulsiona.

Confira a entrevista do pastor David Allen Bledsoe na integra concedida ao Cristianismo Hoje em 15/04/13 e comete…

CRISTIANISMO HOJE – Por que o senhor, sendo estrangeiro, resolveu fazer um estudo sobre o movimento neopentecostal brasileiro?

DAVID BLEDSOE – Em primeiro lugar, porque eu queria informar melhor a Igreja no Brasil sobre o discurso principal desse movimento, suas razões de existência e crescimento, entre outras características. Escolhi a Igreja Universal como foco porque ela é a manifestação neopentecostal mais reconhecida no país. Além disso, comecei a me preocupar mais com os membros das igrejas neopentecostais em relação ao seu entendimento da salvação. Percebi um problema grave através de conversas com eles – encontrei muitas pessoas sinceras e fervorosas, mas com dificuldades em articular uma razão para sua salvação que se baseasse na fé evangélica.

O que difere seu estudo dos anteriores sobre o mesmo assunto?

DAVID BLEDSOE –Há muitos bons estudos sobre o movimento neopentecostal escritos por sociólogos, antropólogos, historiadores e jornalistas. Contudo, há poucos que analisam os ensinos e abordagens neopentecostais com parâmetros evangélicos. Não descobri nada escrito, por exemplo, sob uma perspectiva missiológica. Eu queria verificar se igrejas como a Universal impulsionam ou prejudicam a evangelização do povo brasileiro e de outras nações para onde suas igrejas enviam missionários.

E qual é a resposta?

DAVID BLEDSOE –Lamento dizer que denominações como a Igreja Universal acabam causando danos à evangelização no Brasil. Em primeiro lugar, porque projetam uma caricatura de Cristianismo diante da sociedade. Segundo, porque essas organizações religiosas são muito antropocêntricas e pouco centradas em Cristo – ao contrário, há uma forte ênfase no diabo, no poder maligno. É claro que o Evangelho deve libertar a pessoa do domínio de Satanás; mas há uma preocupação enorme no discurso neopentecostal e entre os fiéis com isso, mostrando um erro grave. Além disso, é raro ouvir um adepto desse movimento que faça menção ao nome de Jesus para a base de sua salvação. Com pode alguém ser cristão sem Cristo? Em quarto lugar, há nesses meios um pragmatismo exacerbado. Ora, os meios devem ser tão justificáveis como os fins quando se fala em esforços missionários. Por último, vemos que muitos termos, temas e eventos importantíssimos na história da fé evangélica são ausentes ou redefinidos nessas igrejas, e isso é traço de facção.

Então, a Igreja Universal não é uma denominação evangélica?

DAVID BLEDSOE –De acordo com o padrão evangélico estabelecido no meu livro – e esse padrão baseia-se principalmente nos documentos do Movimento de Lausanne –, ela acabou sendo desqualificada como tal. A Universal propaga uma mensagem distorcida do Evangelho, prendendo seus adeptos em uma cosmovisão religiosa popular, em vez de libertá-los dessa artimanha diabólica. Ela também emprega rituais religiosos narcisistas e animistas. Outra característica que a desqualifica como evangélica é que não promove laços fraternais esperados para uma igreja baseada no Novo Testamento – ali, a pessoa se relaciona com Deus principalmente através da instituição e do que ela oferece em trabalhos especializados. Por último, a Iurd adota postura sectária, agindo com aversão e superioridade para com os outros grupos. Isso, sem falar na exploração de seus fiéis, tratando dízimos e ofertas como um ato quase sacramental. Os grupos neopentecostais têm mais em comum do que diferenças. Certamente, há nuances em cada igreja; todavia, todas elas acabam empregando estratégias parecidas: escolha de locais para seus templos onde ocorre grande movimento de pessoas; uso do rádio e da TV; múltiplas reuniões por dia; ênfase na cura e na libertação; orações fortes e tratamento de causas sentimentais e impossíveis etc.

Se não podem ser consideradas evangélicas, o que seriam essas denominações?

DAVID BLEDSOE –Seria melhor encará-las como grupos religiosos populares que saíram do evangelicalismo brasileiro, ou melhor, de pentecostalismo brasileiro, mas que não tiveram continuidade em áreas fundamentais para serem incluídos no campo evangélico. Elas são evangélicas apenas no mesmo sentido que a Igreja do Socorro, em Juazeiro do Norte [no Ceará, importante centro de peregrinações populares em torno da figura do falecido padre Cícero Romão, tido como santo pelos devotos], pode ser considerada uma Igreja Católica Apostólica Romana – isto é, seria uma forma popular de catolicismo.

No livro, o senhor diz que o modo de operar das igrejas neopentecostais influencia as denominações pentecostais e até mesmo as históricas. Como isso ocorre e qual as consequências de tal processo?

DAVID BLEDSOE –O período neopentecostal é descrito como a terceira onda do pentecostalismo brasileiro. O termo se encaixa bem, pois ondas têm a capacidade de transbordar e misturar-se com outros elementos. Paulo Ayres Mattos diz que o neopentecostalismo é uma série de continuidades e descontinuidades. Igrejas pentecostais formadas antes dessa terceira onda, bem como igrejas renovadas e igrejas da missão, têm recebido influências neopentecostais. Embora algumas tentem alertar seu povo contra essas influências, podemos observar muitos elementos neopentecostais em cultos de igrejas de outras linhas teológicas – principalmente, em relação à confissão positiva e à pregação da prosperidade.

Edir Macedo, certa vez, comparou a Igreja Universal à massa de bolo – nas suas palavras, “quanto mais apanha, mais cresce”. O senhor concorda?

DAVID BLEDSOE –É uma característica própria da Iurd crescer no meio de múltiplos escândalos. E, muitas vezes, esses escândalos a seguem por onde quer que vá, criando novos dramas no campo missionário. Mas há um ponto que quero destacar: não devemos pensar que o impacto da Iurd já terminou na sociedade brasileira, diante de seu declínio recentemente revelado no último Censo. A meu ver, ela se enraizou de tal maneira e em tantas áreas na sociedade brasileira que, provavelmente, garantiu seu futuro como instituição na história e no futuro do Brasil. A Universal é associada, na mente do brasileiro, à Rede Record, a catedrais bonitas em regiões nobres de grandes cidades e a uma voz de peso em várias camadas da política nacional. Ela não é mais encarada apenas como um monte de templos em áreas periféricas, embora esteja lá, ainda. Além disso, o seu discurso principal e as abordagens empregadas encaixam-se perfeitamente na cosmovisão do religioso brasileiro popular.

Podemos dizer então que o nepentecostalismo brasileiro está sempre se reinventando?

DAVID BLEDSOE –Concordo quando dizem que o impacto e o funcionamento das igrejas neopentecostais possa sofrer alterações nos próximos 20 anos. No entanto, seus líderes já provaram ser bem criativos e pragmáticos e serão capazes de fazer as alterações necessárias, ainda mais porque não precisam seguir tradições e detalhes doutrinários. Tenho lido muitas previsões dando conta de que o neopentecostalismo já está em declínio, através de algumas interpretações iniciais feitas com as estatísticas reveladas no último recenseamento. Entretanto, não vejo que ele vai perder muita força nem antecipo que haverá uma onda de igrejas neopentecostais fechando suas portas. Sempre teremos pessoas com problemas físicos, econômicos, conjugais e outras crises para superar. Além disso, o brasileiro é naturalmente místico, o que supera a visão racional das coisas. As pessoas encontram ali um serviço especializado, baseado em lemas como “pare de sofrer” ou “aqui o milagre acontece”. Então, basta entrar, cultivar fé e colaborar. Portanto, essas igrejas sempre terão clientela.

O conhecimento teológico e o estudo da Bíblia não são muito valorizados nas denominações neopentecostais, cuja plataforma está ancorada na experiência pessoal do crente. Porém, muitas correntes evangélicas que as criticam por isso enfrentam problemas nessa área, inclusive falta de interesse dos membros no estudo da Palavra de Deus. Há relação entre essas duas realidades?

DAVID BLEDSOE –Boa pergunta. Em geral, a confessionalidade não é algo que se destaca muito nas igrejas evangélicas brasileiras em geral. Muitas denominações, lamentavelmente, ou não promovem ou deixam sua confissão de lado. E os pentecostais, geralmente, têm um pé atrás com o estudo exegético da Palavra, o que pode ser comprovado por uma frase constantemente ouvida nesse meio: “A letra mata”. Entretanto, as igrejas de hoje precisam renovar seu compromisso também na centralidade das Escrituras para fé e prática. A falta da ênfase na hermenêutica evangélica, em busca da intenção original dos autores bíblicos para aplicá-la aos nossos dias, abre espaço para misticismo, leituras superficiais, subjetivismo relativo e até reinterpretações seculares. Posso até imaginar o apóstolo Paulo no céu, frustrado, ouvindo o que pregamos e dizendo: “Mas como esse cara chegou a essa conclusão sobre o que eu escrevi?!?”

Com a clara separação entre o neopentecostalismo e os outros setores do protestantismo brasileiro, pode-se falar em “dois brasis” evangélicos?

DAVID BLEDSOE –Sociologicamente, seria bom se pudéssemos criar essas categorias, para que sociedade brasileira pudesse entender melhor as duas realidades distintas. Pórem, isso será difícil até que a Igreja Evangélica brasileira, através de suas diferentes confissões e associações, resolva se esforçar para refletir teologicamente e, então, possa responder profeticamente às tendências, discursos e práticas que caiam fora dos ensinos e valores de Jesus e dos apóstolos. Temos as Escrituras e 2 mil anos de Cristianismo para nos nortear sobre as essências. Naturalmente, há um espaço para não ser tão fechado em questões secundárias, e devemos respeitar as diferenças.

Ultimamente, outras igrejas brasileiras e entidades evangélicas têm feito críticas às práticas neopentecostais. Muitos líderes se dizem prejudicados por elas, já que, na percepção social, todos são evangélicos – assim, escândalos pontuais acabam prejudicando a imagem da Igreja como um todo. Por que, então, faltam iniciativas mais claras no sentido de delimitar essas diferenças?

DAVID BLEDSOE –É outra boa pergunta que eu já fiz para mim mesmo: Por que não se coloca uma linha divisória clara em relação ao neopentecostalismo? Acontece que a cultura brasileira, em geral, não é de confronto; ela é mais pacífica e tolerante. Minha intenção não é julgar os irmãos brasileiros por não fazer o que eu queria ver, mas este é um dos motivos que me levaram a publicar o livro. Quero contribuir para uma conversa necessária sobre o que é ou não ser evangélico. Penso que isso precisa ser mais discutido entre líderes, em suas próprias denominações e em associações, já que o movimento evangélico não possui uma cúpula que declara julgamentos finais que todas as igrejas aceitarão, e nem queremos isso. Outro motivo é que a apologética é uma área que precisa ser mais apreciada e desenvolvida no campo evangélico. Por último, mas não menos importante, há um entendimento ingênuo, entre nós, do significado da conversão. Se a pessoa foi batizada em uma igreja evangélica, supomos que ela é, de fato, evangélica. Porém, como já se disse, passar a noite na garagem não faz de ninguém um carro…

Essa falta de uma conversão genuína pode ser apontada como o motivo de tanta flutuação de pessoas pelas igrejas?

DAVID BLEDSOE –O brasileiro gosta de fazer parte de um projeto maior, que favorece movimentos como as igrejas neopentecostais, por exemplo. Vejo que o brasileiro, em geral, não é tão anti-institucional e nem tem tanta resistência às estruturas burocráticas, desde que funcionem para seu proveito. Se acha que o sistema dá certo para ele, o sujeito não se importa com suas ineficiências e eventuais problemas.

Mas hoje em dia, os chamados “desigrejados” – pessoas que já tiveram envolvimento direto com igrejas e que, com o passar do tempo, foram se desgastando e decepcionando, passando a viver uma fé de expressão individual ou em pequenos grupos, sem a presença de uma liderança formal – são um segmento crescente. Na sua opinião como pastor, esse modelo de fé é legítimo e atende às necessidades espirituais e devocionais do indivíduo?

DAVID BLEDSOE –A meu ver, a igreja local pode existir em contextos que não exijam bagagens institucionais. A Igreja primitiva se reunia nas sinagogas quando podia, mas também nas casas dos irmãos. A Igreja neotestamentária é aquela em que os crentes têm compromisso com o Evangelho e também uns com os outros, para estudar e seguir os ensinos de Cristo e dos apóstolos, à luz das Escrituras Sagradas. Isso pode ocorrer em residências, salões ou templos. Agora, sua pergunta sinaliza uma situação que me preocupa. As igrejas do Novo Testamento possuíam líderes e características que as igrejas de hoje devem possuir também, como a centralidade de Cristo e a vigilância em relação aos ensinos contrários aos conteúdos ministrados por Jesus e pelos apóstolos. Esse modo de vida se manifestava de muitas maneiras práticas, como a caridade e a pureza, no sentido de viver distintamente da sociedade. Precisamos refletir sobre se o que temos em nosso meio realmente é a fé dos apóstolos e se a temos manifestado em caridade e pureza comportamental. Isso só será possível se o Senhor derramar um verdadeiro avivamento nacional. A igreja é um grupo, mas nem todos os grupos são igrejas.

No momento em que o ateísmo e a rejeição à fé crescem em todo o mundo, inclusive no Brasil, o que se pode esperar para o futuro, em médio prazo, da Igreja Evangélica?

DAVID BLEDSOE –Devemos esperar o aumento do número de pessoas sem religião, além do fortalecimento de outras crenças não cristãs. Por outro lado, a influência do secularismo e do relativismo é tendência global e vai repetir-se aqui. A Igreja Evangélica no Brasil estará envolvida nessa nova realidade. Embora haja desafios, estou esperançoso.

O senhor é missionário internacional da Convenção Batista do Sul dos Estados Unidos, organização que já teve forte influência no exterior, inclusive no Brasil. Como é esse trabalho, hoje?

DAVID BLEDSOE –Nos últimos anos, minha junta missionária, junto com muitas outras, tem priorizado o envolvimento com povos não alcançados, em vez de investir no que chamam de campos missionários históricos. É uma visão bastante estreita de missões, e acredito que irá mudar aos poucos. Além disso, há um pensamento geralmente aceito entre os evangélicos norte-americanos de que o Brasil e outros países na América Latina já são bastante evangelizados e poderiam, portanto, andar com suas próprias pernas, sem ajuda de fora. Entretanto, ainda há áreas nas quais obreiros vindos de fora, como eu, podem colaborar, como desenvolvimento de liderança e educação teológica. Posso dizer que tenho tido o privilégio de trabalhar com líderes brasileiros, e o Senhor tem me usado para aperfeiçoar alguns deles. Na Cidade do Cabo [sede do III Congresso Mundial de Evangelização do Movimento Lausanne, em 2010], ouvi muitos relatórios dando conta de que a evangelização tem ido razoavelmente bem em muitas partes do mundo. Porém, as maiores dificuldades, segundo os missionários, é o desenvolvimento de liderança, particularmente na educação teológica dos mesmos e na formação de seu caráter. Vejo essas áreas como o fermento, que somente se manifesta depois de ser amassado e assado no fogo.

Quais devem ser as principais expectativas do obreiro cristão do século 21?

DAVID BLEDSOE –As expectativas dos obreiros de hoje não devem fugir ao padrão bíblico esperado. Penso que Paulo resumiu bem isso na exortação que fez ao seu jovem discípulo Timóteo: “Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina, perseverando nesses deveres, pois, fazendo isso, você salvará tanto a si mesmo quanto aos que o ouvem.”

post inforgospel.com.br – com informação Cristianismo Hoje – por:  Carlos Fernandes – 15/04/13

135 comentários sobre “Pastor estuda a Igreja Universal e conclui que a denominação presta um “desserviço a fé cristã”

  1. Alex Santos 21 de outubro de 2015 09:02

    a publicação é fato, só que assim como eu quando estava na Universal também era um sego não querendo aceita a verdade, mas depois de ver que la eles não ensinavam a palavra a não ser que seja do seus próprios interesse, mas graças a DEUS encontrei o Irmão ELI SORIANO e agora depois de muito tempo perdido estou conhecendo a verdade de nosso SENHOR JESUS CRISTO as pessoas tem muito que aprender satanás é quem esta pregando a salvação nestas grandes Igrejas e as pessoas acham que é JESUS estão sendo totalmente enganadas. porque na verdade por traz destes bispos satanás se esconde.

  2. Givanildo Albuquerque bezerra 24 de novembro de 2015 18:28

    Gostaria de saber qual e o maior erro da igreja universal reino deus. O motivo dessa fogueira santa. Ao caso de liberta o encosto ou. Bispo tem uma passareia com demônio para causa medo ao membros fazendo que eles se firme

  3. Pedro 11 de janeiro de 2016 02:31

    Eu acho que vocês estão equivocados pois a igreja universal prega a verdade . As igrejas pentecostal pode ser bem estudados mais são muito levado na emoção, enquanto a igreja universal ou qualquer outra neopentecostal nos ensina a usar a fé.
    O importante não é se prega brm ou mal se é pentecostal ou neopentecostal o importante é que pregue o evangelho de Cristo na verdade e com transparencia .fui algum tempo da assembléia e la acontecia cada coisa ruim que envergonha o evangelho de todas as formas, pregam tanto amor e não vivem, tem tanta letra mais espiritualmente estão mortos ..
    Devemos parar de crítica as denominação e seguir na vdd que
    é a palavra de Deus (Jesus).
    Na igreja universal e os pastores usados por Deus que pregam. Eu ja estive em várias igreja assembléia e vi uma coisa um homem pregando num dia, falando até em língua estranha e no outro dia manifestado com espírito malignos. ..devemos abrir nossos olhos e vê que a igreja universal prega a verdade muito mais do que as outras ..
    Obs : a igreja universal quanto mais a critica, persegue e bate com esses comentários horríveis ,muito mais ela cresce. .
    QUE DEUS ABENÇOE TODAS AS IGREJAS QUE PREGAM A VERDADE EM ESPECIAL A UNIVERSAL..

    UM ABRAÇO A TODOS
    PAZ. .

  4. Luiza 12 de fevereiro de 2016 09:55

    Bom dia!

    Li a matéria do Sr.David e discordo de sua tese. A Universal vem crescendo assustadoramente e, de certa forma algumas igrejas tradicionais estão perdendo seus fiéis,
    A Igreja Universal coloca a palavra de Deus de forma clara e objetiva. É a mensageira da palavra de Deus para todos os povos. Eu sou a Universal!

  5. Fabrício 16 de fevereiro de 2016 14:55

    Givanildo Albuquerque bezerra vou responde sua pergunta
    Gamaliel que era Mestre de Saulo que virou Paulo, disse que ser essa obra for de Homens ela não resistirá, a igreja Universal vai completa 40 anos eu acho será que é do diabo ou do homem, tantos testemunhos, transformação de famílias de vidas na verdade e trabalhos evangelístico. Será que 8 milhões de fiéis são enganados? Tenho certeza que não, uma coisa é engana uma vez mais 10 vezes?

  6. Wagner 21 de fevereiro de 2016 17:05

    Uma coisa é certa, cada texto das sagradas escrituras está dentro de um contexto, quando na Bíblia se diz que se esta obra for de homens e não de Deus ela não resistirá temos que ver a que obra ela se fere. Vemos muitas doutrinas satânicas atravessando séculos e mais séculos a serviço do diabo e com certeza resistirão até o fim ou seja não acabarão por não serem de Deus. Sendo assim é bem possível que tais denominações que tem aparência de serem de Deus não serem e estarem a serviço de homens atendendo a interesses humanos. Alguns pequenos detalhes na universal me chamam a atenção como no caso de em uma das campanhas o bispo Macedo se mostrar revoltado em relação ao primeiro milagre de Jesus quando transformou água em vinho. Portanto senhores não nos iludamos com curas, libertações, etc. que são a plataforma de apoio de determinadas igrejas porquê assim como elas já se acham no direito de reprovar até mesmo um dos milagres de Jesus imagina em que nos tornaríamos seguindo estas doutrinas? Ou não foi assim que Lúcifer caiu? Quando se achou no direito de se igualar ou ser superior a Deus?

  7. Diomedes 27 de fevereiro de 2016 12:00

    Muito forte porém real.eu diria a IURD produz um tipo de crente estranho. Ao propósito do evangelho q é a salvação.

  8. Paulo 8 de março de 2016 19:52

    Infelizmente ainda hoje temos um monte de religiosos como nos tempos do Senhor Jesus.
    Este pastor Americano deveria de cuidar da fé no pais dele, onde muitas igreja deixaram de ser igreja.
    Contra fatos não tem argumentos.
    Os religiosos tem que engolir.

  9. hugo mota 13 de março de 2016 02:30

    Oi, realmente afirma que algo e verdadeiramente honesto só pelo simples fato do tempo de sua existencia , não seria um padrão errado, se tem desde a criação do mundo para os que acredita, Lucife atuando todos os dias?
    O Lucife e do mal, ele não já teria de ter caido?
    Algumas Organizações consideradas desonestas continuam de pe desde muito tempo ou não? Políticos considerados e comprovados desonestos, porque continuam de pe? Eu hen!

  10. Michel 9 de abril de 2016 08:53

    Amigos, Deus permite que o maligno, charlatões façam milagres e só os de Deus, preparados, observadores, escapam dessas ilusões, pois nem tudo que feito para o bem das pessoas é de fato de Deus. Então cuidado. Segundo, esqueçam essa ideia de “Lúcifer”, que significa estrela da manhã. Essa parte da biblia é uma lamentação a um rei de Tiro que tentou se igualar a Deus porque havia feito sua cidade prosperar tanto é por ser belo, tentou ser Deus. Então Lúcifer Lúcifer não é satanás e satanás enganou a humanidade e gosta desse nome, que não o pertence. Acordem antes de serem destruídos. A paz!

  11. jhone 9 de abril de 2016 16:05

    Nesse peiodo de estudo dele quantas almas que poderiam ser salvas foram pro inferno sera? Hum ? Olha so que ponto chagam os religiosos”fariseus”,se infiltram na igreja de tanto inconformismo,porque a Igreja Universal do Reino de Deus incomoda tanto em? “Tudo e puro para os puro e impuro para os impuro”

  12. alex 11 de abril de 2016 23:32

    A igreja dele nunca ouviu se falar isso e inveja

  13. Laís 25 de abril de 2016 14:19

    Muito Boa a entrevista do Pastor David precisamos de matérias como esta com base bíblica sobre estas igrejas que vem sujando o nome dos verdadeiros evangélicos que baseiam sua crença somente em Deus e teem a Jesus Cristo como o Único e Verdadeiro Mestre Salvador e Senhor de suas vidas.Jesus está Voltando o que eles estão fazendo é atrapalhar a evangelização do mundo buscando seus próprios interesses.Riquezas e Fama.Cada um dara conta a Deus.

  14. Barreto 12 de maio de 2016 10:26

    Busquem a Jesus e peça entendimento a ele. Estudem as escrituras e orem pedindo a direção de Deus. Tenho certeza de que se buscarem verdadeiramente a Deus e pedirem discernimento ele os dará!

    A paz seja com todos!

  15. otavio 23 de maio de 2016 21:24

    Boa noite, a paz do senhor Jesus para todos. Posso falar claramente que esta entrevista é benção para nossa vida espiritual. precisamos de mais esclarecimento das coisas do Senhor Jesus. posso dizer que graças a Deus Me libertei dessa denominção neopentecostal, fui da igreja Universal Um bom tempo, conheci como era esta igreja. fui obreiro dessa igreja mas eu tinha a minha mente alienada e fechada para entender o que era a IUrd. HJ Deus me libertou dessa mal. estou em uma igreja onde ouço o que o Senhor que falar comigo e que devo fazer. estou maravilhado com esse meu Deus. que liberta, salva e cura. amém pela esta entrevista abençoada.

  16. Teteu 26 de maio de 2016 22:08

    Se o que vale é o resultado, então posso ser até católico que ta bom, e tem muito católico mais santo que muito crente, na IURD tem 8 milhões de enganados, iludidos, pragmáticos, se vão se salvar ou não, depende do Senhor Deus que conhece o coração de cada um, u sei que quem hoje é evangélico, batista, assembléia, só vai pra IURD por cegueira, lá não se prega Jesus Cristo como salvador do castigo do pecado, mas como porta para enriquecer e prosperar, tirem pelos testemunhos e pregações, tem pastor e bispo que bota Deus na parede, e ai de Deus se não der o que ele ”exige”, senão ele rasga a Bíblia

  17. Léllison 8 de junho de 2016 00:18

    Não tem como concordar com uma matéria tendenciosa dessas, primeiro que ninguém é obrigado a nada, muito menos a crer em um deus, e outra que tem que responder se é um desserviço ou não são as pessoas que tiveram suas vidas transformadas lá dentro.
    Eu não sou da Universal, nem entendo muita coisa que se passa lá dentro, e olha conheço muita gente que foi transformada lá.

  18. CESAR ALONSO CARRERA 18 de julho de 2016 15:17

    Quando será que vai aparecer um IRMÃO DO SACO ROXO, conhecedor da PALAVRA de DEUS, e baseado nesta PALAVRA. No mesmo instante, mesmo em PLENO FALSO CULTO, chame a POLICIA e em pleno ato criminal em pleno flagrante, estes FALSO PROFETAS DE BELIAL, sejam PRESOS em pleno ASSALTO a OVELHAS DE DEUS. Agora já esta na hora em IRMÃOS de conhecerem a PALAVRA DE DEUS em? E deixarem de ser TONTOS. Até DEUS não se agrada de TOLOS em. O MEU POVO, O POVO DE DEUS, ESTA SENDO LESADO, ROUBADO, POR LHES FALTAR SABEDORIA, CONHECIMENTO DA PALAVRA. Sabem porque isso acontece hoje em várias igrejas, é porque tem comprador para esta FARSA. Pois não leem a BÍBLIA, só dizem amém a tudo que escutam do homem. MALDITO O HOMEM QUE ACREDITA EM OUTRO HOMEM. Bem esta aqui para lerem e deixarem de serem TONTOS, TOLOS, sem conhecimento.

    LEIAM A BÍBLIA ESTA ESCRITO NA BÍBLIA. Destes DEUS já nos deixou o ALERTA, leiam 2PEDRO 1ao3. veja o que diz destes CÃOS GULOSOS.
    1 Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.

    2 E muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade;

    3 também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita.

    Que DEUS pelo seu ESPÍRITO SANTO possa ter MISERICÓRDIA DESTES, os que COBRAM DÍZIMOS E TUDO MAIS. E dos que pagam O DÍZIMO e TUDO MAIS. Querendo BARGANHAR com DEUS, o que ELE não promete no NOVO TESTAMENTO. DEUS vela em cumprir a sua PALAVRA. E não ao que HOMENS pecadores, se passando por pastores ou pregadores da PALAVRA DE DEUS, FALSOS PROFETAS estão prometendo e pregando. ABRA OS OLHOS POVO DE DEUS.

  19. renato 13 de setembro de 2016 22:03

    Prezados, um irmão idoso e cheio do Espírito Santo de Deus recebeu do Senhor uma visão, em que o Sr Jesus lhe apontava as igrejas, quando o irmão perguntou sobre essas igrejas, em especial sobre a IURD, com relação ao povo que ali estava. Então, o Sr Jesus lhe disse que ali era um “antro de satanás”, e que quando o Sr tinha um plano de salvação em alguma alma ali dentro, Ele mesmo a retirava de lá da IURD. Então o irmão também se referiu ao RR Soares, e o Senhor disse que a igreja dele era decadente, como a IURD, mas que se houvesse arrependimento, santidade no corpo, na alma e no espirito, ainda havia oportunidade de salvação. Caso contrário, era inferno direto. Essa visão desse irmão confirma a mesma que minha mãe, serva de Deus há 40 anos, teve dentro da IURD, em 1984, quando ela via 2 obreiras de uniforme se transfigurarem em demônios, e o Sr Jesus dizia: “filha, saia daqui que não estou neste negócio”. O Senhor me tirou dessas sinagogas de satanás há 2 anos, e creio que quem estiver lá com o coração Nele, e não “no que Ele tem a dar”, segundo prometem os servos do diabo ali dentro, o próprio Senhor tira essa pessoa de lá e leva a ser um crente verdadeiro, sincero, temente a Deus e que ama e ajuda o próximo. Hoje congrego na IPDA (Deus é Amor), e dou glórias a Deus por me permitir abrir a bíblia na igreja, seja onde for, e ler com a irmandade. Na IURD certa vez, como grupo da evangelização, questionei o lider, afirmando que “fogueira santa” não era bíblica e que Jesus disse: “miserciórdia quero, e não sacrifícios”. Fui imediatamente rechaçado e posto de lado, tendo eu sido proibido até de falar do nome de Jesus, onde quer que fosse. Só poderia falar da “universal”, da “record” e das “correntes”. Absurdo! Hoje sou livre do engano de satanás, e creio que se você pedir, com sinceridade, Jesus te apontará o caminho certo.

  20. Alexandre 23 de setembro de 2016 15:22

    Até que ponto alguem sacrificaria como Abraão o que mais ama no ALTAR DE DEUS? QUANTOS BUSCAM A DEUS SOMENTE AOS DOMINGOS? QUANTOS PREGAM ALGO e VIVEM OUTRA REALIDADE? quantos julgam? Quantos acusam? DEUS É UM SÓ. Jesus Cristo disse “onde dois ou mais pessoas estiverem reunidos em meu nome ali estarei presente. PESSOAS MATAM EM NOME DE RELIGIÃO.. VIGIAI…

  21. Gilson Primieri 23 de outubro de 2016 04:10

    Hoje eu estava assistindo alta horas na Globo e meus filhos de 15 e 17 anos estavam na sala e percebi que os assuntos que rolavam no programa estava muitos impróprios até pra adultos ai resolvi mudar de canal até chegar no canal da Band no qual estava passando um filme até que bom na verdade uma sátira (comédia). de repente começou a passar imagens de locais lindos de turismo de alto padrão e logo veio o pastor da igreja universal mostrando testemunhos e mostrando imoveis luxuosos, carros de auto custo tais como Ferrari e lamborghine, dando a parecer que quem for ao templo de Salomé e fizer o que mando terá toda luxuria que se tiver fé vai ter tudo e que está na Bíblia e mostrou testemunha que se analisar o que tinha e o que tem depois de participar das reuniões, deu-se pra entender que não sabem mentir. Em resumo nunca vi tanta besteira pois eu conheço vários evangélicos da Assembleia e ou Universal mas todos não tem onde cair morto *Trabalham hoje pra pagar o almoço de ontem*.

  22. Volnei Crozetta Pizoni 22 de novembro de 2016 14:15

    Graças a Deus, foi na Igreja Universal. Que eu encontrei o Verdadeiro Deus de Abrãao. A Igreja Universal é a escola da fé.6

  23. Hemerson 30 de novembro de 2016 16:07

    A grande verdade é que a iniqüidade se multiplicou em nossos dias e, por causa disso, o amor vem se esfriando tal qual profetizado nas Escrituras. Todavia, a Escritura ainda diz que “aquele que perseverar até o fim” receberá a coroa da vida. Então, Deus salvará a sua Igreja que agora é um povo disperso em várias denominações e países. Inclusive os crentes sinceros que existem nessa Universal que, como instituição, é morta e reprovável mas que abriga trigo em meio ao joio. E quem separará o trigo? O Senhor Jesus. Todavia o trabalho desse irmão americano é louvável pois é lícito combater as heresias a fim de que as ovelhas do Senhor ouçam a verdade e fujam do engano. Questionadores, defensores calorosos da tal Universal e de tantos outros líderes e denominações controversas sempre haverão. Mas como Jesus disse, “minhas ovelhas ouvem a minha voz e me seguem”. O restante…

  24. ALBERTO COSTA 8 de dezembro de 2016 13:29

    Po precisa estudar pra saber isso?????ta de brincadeira,se olhar a biblia e olhar esta empresa,sim empresa,vera que nao tem nada de evangelho ali.Alex alves trocou 6 por meia duzia,eli soriano,tambem é um apostata,la de onde ele veio(porto rico) responde por diversos processos por charlatanismo,enriquecimento ilicito etc vc saiu de um ladrao pra estar com outro!!!!

  25. ALBERTO COSTA 8 de dezembro de 2016 13:32

    volnei entao muitos ali sao analfabetos,ali so se fala de dinheiro,conquistas,bens materiais,carros,mansoes,isso e aprender da fe?????

  26. Alex 19 de dezembro de 2016 13:40

    Leia a biblia e veja quem são os bem aventurados pa salvação deus é contra a vaidade e os 12 apostolos acaso ficou rico ou esta escrito no novo testamento que jesus ofereceu riquesas materiais eu aceguro que não eu estudo a biblia a mais de 5 anos e jesus só ofereceu cura salvação e vida eterna se alguem emcontra alguma pasagem que jesus deu ou mandou que os seus decipolos déci riquesas manda p mim. A verdade é que a univesal é ceita satanica

  27. Clovisvaldo Marques Baleeiro 30 de dezembro de 2016 09:12

    sou como uma criança em tudo isso mas gostaria de deixar algumas palavras de pensamento próprio, não firmado em nenhuma experiência, sabedoria ou mesmo revelação. O senhor Deus me ordena que ame a todo irmão e perdoe porque eu também sou muito falho e o caso é que na minha fraqueza vejo muitos enganos na Universal, o que não me impede de amar de todo o coração todos os irmãos que nela congregam. Peço a Deus que os abençoe e de esclarecimento neste mundo caótico e relativo que vivemos. Que a força da igreja Universal seja direcionada aos ensinamentos de cristos e seus resultados, pois nenhum bem material tem o mesmo valor dos bens espirituais que provem de Cristo. Deus abençoes a todos os irmãos; Amen.

  28. silvino 19 de janeiro de 2017 11:31

    A Igreja original era a Igreja nas casas. Jesus usava as casas das pessoas para ensinar e operar milagres. Os discípulos continuaram e ensinar, partir o pão e ter comunhão de casa em casa. Paulo sempre saudava “a igreja que se reúne em sua casa”. A Igreja cresceu exponencialmente a partir das casas.

    Os tijolos, o clero profissional, o púlpito, o sermão domingueiro, os sacramentos, o dízimo e os programas religiosos mataram a igreja. Aquilo que chamamos de Igreja nos dias atuais é somente uma caricatura. Um cristão do primeiro século simplesmente não a reconheceria como uma igreja. Ele sentiria a ausência do ambiente aberto, aconchegante e informal da sala de estar da Igreja nas casas.1

  29. Evangelho da Cruz 10 de fevereiro de 2017 16:39

    saudação e paz da parte de Cristo nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo,.È vergonhoso o cenário religioso no meio evangélico brasileiro,as igrejas viraram empresas de entretenimento,os púlpitos um verdadeiro picadeiro,os pregadores palhaços e os fiéis seus clientes. Nosso Salvador está com muita tristeza em vê seus representantes usurpando sua palavra dessa forma como tem sido,sendo usada de forma vergonhosa.descarada e destorcida para defender os interesses pessoais e egoísta desses que se dizem pastores,mas são lobos apascentando bodes vestidas de ovelhas,assim eles vão aos milhares para os ajuntamentos de animais irracionais,atraídos pelas sua Concupiscência se alimentar dessas mentiras porque é só isso que eles querem ouvir mentiras,porque não buscam a Deus de verdade e espirito,não examinam a bíblia tão pouco oram para Deus lhes conceder a direção do espirito santo.Me envergonho de saber que num país onde existe 50.000.000 de evangélico o pais continuar sendo um pais corrupto,imoral,alienado e sem credibilidade nenhuma,agora eu lhes pergunto que peso de importância essa massa evangélica está fazendo que não muda,não há diminuição da violência, das injustiça sociais,raciais e econômicas,porque o país continua numa idolatria infame e sem precedentes,por que um País que em sua maioria é evangélica não sabe de fato o que é evangelho,pois o evangelho que Jesus Cristo confiou aos apóstolos,esse salva,transforma,liberta,regenera e impacta a sociedade,há evidencias de conversão,ha evidencias do amor ,da caridade,da responsabilidade na conduta pessoal,familiar,moral e na ética cristã.boa parte das igrejas evangélica não tem como chamar de igrejas porque não produzem salvos e sim condenados,porque eles acreditam que a prosperidade,a cura e a solução dos problemas pessoais são evidencias clara de uma pessoa abençoada,conta outra pelo amor de Deus que é essa já não cola mais pra mim que conheço a verdade que liberta,já fui cego e enganado por muito tempo ,mas Cristo me abriu os olhos e agora prego o evangelho de jesus Cristo,Ele me diz que aquele que quiser vir após mim,negue a si mesmo,tome sua cruz e siga-me Lc 9:23 para os pregadores da prosperidade isso seria um tapa na cara nos dias de Jesus Cristo na terra,pois ele mesmo disse :As raposas têm covis, e as aves do céu ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça Mt 8:20.

  30. Marcelo Lima 27 de fevereiro de 2017 17:28

    kkkkkk. Quanto gente enganada. Em todos os lados… Esse pastor que escreveu este artigo é um grande estudioso, como os fariseus… Sabem muito das Leis. Eu tive minha vida transformada na IURD e outros tantos que conheço, foram curados e também tiveram suas vidas transformadas, mas do que isso adianta para aqueles que querem que os “crentes” continuem cativos pela miséria e doenças… Na IURD aprendi a palavra de Deus e me firmo na salvação como maior objetivo da minha vida…. Quem tiver olhos para ver verá, quem tiver ouvidos que ouça…

  31. Thiago 26 de março de 2017 22:08

    Apesar de eu frequentar a Universal tem muita coisas que não desce como entrevista demonio e confiar no q eles dizem pois eles falam bem da igreja que é muito estranho mas tenho escutado demonios chamando de ladrao a Universal e sei q JESUS não entrevistava demonios só uma vez perguntou o nome se não me engano e outra sugerir ofertas de 1000 d 500 etc os pastores dizem assim: agora vc vai trazer na semana q vem o q DEUS ta pedindo pra vc e claro vem uma vóz e fala o um valor e um absurdo dizer pra vc dar tudo q vc tem e voltar a pé sem contar o incentivo de vc se tornar milionario ou bilionario quem não q se tornar fica facil de enganar os q não são cristão de verdade até pq a pessoa acaba dando dinheiro pra igreja pra achar q vai ficar rica até pq ela sabe q não tem como com o salario q ela ganha e achar q DEUS quer o seu dinheiro , acha q o altar é DEUS então apesar de algumas pessoas (mudarem) não quer dizer q elas estão SALVAS e dizer q tudo é culpa do Diabo daí qualquer pensamento q tiver contra a igreja é o Diabo só ela acaba sendo usada para conhecer JESUS mas depois q a pessoa conhece de verdade ela não fica na universal então parece q ela acaba sendo usada por DEUS no ditado assim (quando DEUS manda até o Diabo obedece) kkkkkk

  32. FABIANA 20 de maio de 2017 01:28

    O Diabo pode enganar pessoas por muitos anos ou ate pela vida toda…igreja Grande ou igreja cheia não significa ser igreja de Deus ou que estão salvas as pessoas….infelizmente existe muita coisas erradas na Universal

  33. eu 3 de julho de 2017 12:41

    a IURD é umas das poucas que fazem a palavra de Deus valer na vida dos sinceros, quem critica geralmente tem inveja, igual os fariseus tinham de Jesus, encontrando erros pequenos para para esconder os grandes feitos de Deus

  34. marcos 7 de julho de 2017 12:27

    DEPOIS DE ESTAR La vc se sente perdido e acaba fazendo o uso de dinheiro como forma de chamar atencao de deus.paga o dizimo por medo do devorador/nao lembrando do objetivo de ;dizimo;alimentar as viuvas os orfaos eos sofridos/eu estive muitos anos louco culpano deus por esses lobos em pele de pastor.mais enquanto a isso deus deixouy asua palavra .proucure ler ‘nao se importando em buscar orientacoes eas direçoes’ea palavras ja basta e bonito gostou ,otimo.nao gostou ‘azar o seu ‘ea palavra que liberta.passei 20 anos em vao .fui obreiro ,iburd, candidato a servir deus na inglaterra enfim quando cai em si e preferi casar com minha esposa foi que eu vi onde estava no meio da mentira .mais calma deus ha de ter misericordia do seu povo.eu mmmme livrei do engano.todos vao se livrar tambem e quando esses bandidos morrerem o fiel juiz vai te dizer ‘apartaivos de mim maldito eu nao vos conheço vos que praticais a mentira o engano e o roubo.

  35. [email protected] 27 de novembro de 2017 16:03

    Meus amigos o que o Sr. David
    disse,ele coberto de razao ,vamos analizar de forma espiritual o conteudo, e nao com os olhos da religiosidade eu tambem faço parte da iurd e tenho presenciado, com muita tristeza que eu tenho visto os meus irmao naufragando na fe ,sem conhecimento biblico nenhum, nao so os membros mas tambem os pastores que sao manipuldados pela cupula da igreja, fala se muito mais do diabo do que do Senhor Jesus Cristo a maioria das pessoas que frequenta esta denominaçao mau mau sabe abrir a biblia para procurar um livro do novo testamento.
    A onde o dizimo eas oferta tem mais valor do que o sangue do nosso Senhor Jesus Cristo que foi derramado na cruz do calvario em favor nos pecadores
    Eles sao totalmente analfabeto em relaçao a biblia sagrada.
    e com muita tristeza faço esse comentario.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.