Nas Igrejas Evangélicas Pentecostais o “reteté” para manifestação do Espírito Santo é preciso?

Em Igrejas Evangélicas Pentecostais, tem um grande numero de membros que só acredita no manifestar do Espírito Santo durante a liturgia do culto se, o conhecido, debatido, comparado com outras religiões e causador de polêmicas “reteté” acontecer. A blogueira Dani Marques responde este tema e dispõe algumas orientações em post. -Confira, peça discernimento ao Espírito Santo e comente…
Dani Marques é blogueira e colaboradora do Genizah, em artigo coloca a situação que por varias vezes é repetida em cultos de Igreja Evangélicas Pentecostais, o momento “reteté”, o qual que para muitos representa a manifestação do Espírito Santo. Dani relata que já foi testemunha ocular no meio evangélico de atos e atitudes do movimento conhecido como”reteté”,  que segundo ela se assemelha as reuniões de Umbanda e Candomblé.
Diante desta constatação a blogueira começa o seu post com uma pergunta, que com certeza irá intrigar a muitos, bem como servirá de reflexão, para que possamos examinar as Escrituras diante do exposto e termos a confirmação ou não da indagação, pela direção do Espírito Santo do Senhor.
“AS MANIFESTAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO PRECISAM OBRIGATORIAMENTE VIR ACOMPANHADAS DO “RETETÉ”?
-Confira o artigo na integra por Dani Marques, publicado no Blog Genizah e comente…

RETETÉ: A macumba pentecostal

As manifestações do Espírito precisam obrigatoriamente vir acompanhadas de “reteté”? Bom, já tive as minhas experiências sobrenaturais, mas acho preocupante a maneira como muitos cristãos lidam com essa questão. Alguns, são tão dependentes das chamadas “manifestações do Espírito”, que chegam a acreditar que Deus não esteve presente ou não agiu quando elas não acontecem. Desculpe, mas tenho que dizer que isso não condiz com a Palavra. A maior evidência de que um indivíduo está cheio do Espírito, é quando manifesta em sua vida o caráter de Cristo e não quando sapateia, dança, grita e rodopia. A plenitude do Espírito Santo é uma ordem de Deus e não é privilégio de alguns, mas de todos os que creram e receberam Jesus em suas vidas, diz a Palavra. O Espírito Santo habita em nós 24 horas por dia e 7 dias por semana, e não precisa ser invocado para se manifestar. O mover e as manifestações acontecem à todo momento na vida da pessoa que caminha em verdadeira comunhão com Deus.
 
Já presenciei manifestações no meio evangélico semelhantes à reuniões de umbanda e candomblé, repletas de rituais, invocações, frases prontas, mantras, danças e movimentos que mais se assemelham a incorporações. Cheguei a ouvir uma pessoa dizendo: “Tô vendo aqui na igreja a mesma coisa que via lá no espiritismo”. Esses rituais se repetem em cada “seção” ou reunião, seguidos das mais diversas manifestações. Sem contar as “bizarrices” que encontramos por aí: paletó que derruba gente, fogueira santa, bota de cobra piton para pisar no diabo, mão gigante para ser tocada, anjos massageadores, unção do leão, do pião e por aí vai… Para essas pessoas, a fé pura e simples não é suficiente, por isso constroem seus próprios “bezerros de ouro”. Elas precisam tocar, sentir e ver! Esquecem que a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos, e se sentem incompletas quando não acontece o sobrenatural de Deus. Mas Paulo nos lembra que o andar no Espírito está muito longe disso: “Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei…. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito”. Gálatas 5:22-25
 
Como disse anteriormente, sei que o Espírito Santo de Deus, que habita em nós, pode se manifestar de formas que pareçam estranhas aos olhos humanos, eu creio! Mas a questão aqui é outra. Estou falando de pessoas dependentes dessas manifestações: “Se não houve ‘reteté’ é porque o Espírito não agiu!”, “Se não orou em línguas é porque não foi batizado”, “Se não chorou é porque não recebeu a unção”, “Se não gritou e rodopiou é porque não teve fé!”. Gente, desculpe a minha sinceridade, mas pra mim isso não passa de idolatria ao “mover”, e não tem absolutamente nada a ver com o Evangelho puro e simples de Jesus. Vamos fazer um pequeno teste: Imagine se você tivesse que passar o resto da vida sem presenciar ou sentir uma manifestação sobrenatural de Deus, se sentiria completo? Cheio do Espírito? Se a sua reposta for “não” ou “talvez”, é bom começar a se preocupar.
 
Se tiver que acontecer algum tipo de manifestação sobrenatural, que aconteça, mas da forma mais natural possível. Não podemos viver em busca e na dependência delas, pois isso adoece a alma. Imagine se os discípulos vivessem em busca de experiências como a que tiveram no monte da transfiguração? Ela aconteceu? Sim! Foi maravilhosa? Claro! Tanto que eles nem queriam sair de lá! Mas percebam que quem promoveu “O Encontro” foi Jesus e não os discípulos. Foi Ele quem os conduziu até esta experiência, percebe a diferença? Lembrando que logo em seguida os fez descer e voltar à realidade, e a primeira atitude que tomou ao chegar, foi curar um menino lunático. Sem rodopios, sem gritaria e sem sapateado: “E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou.” Mt 17:18. Pronto, simples assim! Vejam que eles estavam retornando de uma experiência sobrenatural maravilhosa! Jesus poderia muito bem ter aproveitado a unção e transformado a situação num verdadeiro “show pirotécnico”, mas não o fez, justamente para nos ensinar que este não é o foco e que esta não deve ser a nossa preocupação.
 
Outra coisa que me preocupa são as músicas recheadas de repetições. Verdadeiros mantras! Elas fazem com que a igreja entre numa espécie de transe: “Vem Espírito x 20; Sopra neste lugar x 15; Derrama x 30… Repito: o Espírito Santo não precisa de invocação, pois ele habita em nós, em todo lugar e a todo momento! Outro detalhe: a música mexe profundamente com as emoções, e a linha que separa a manifestação emocional da espiritual é muito tênue, poucos conseguem discernir  A mente é como um mundo paralelo, e cada um desenvolve o que deseja. A psiquiatria chama isso de “Transtornos Dissociativos”, podendo acontecer de forma coletiva. Causam estados alterados de consciência, estado de sugestionabilidade aumentada (frases repetitivas, ordens de comando, cânticos e movimentos pseudoespirituais), aumento de percepções de imagens como luzes ou fumaça, diminuição da iniciativa e da atitude de planejamento (fazer o que pedem) e redução momentânea da capacidade de teste de realidade. Tais fenômenos são caracterizados por estados transitórios em que parece haver uma dissociação mental completa ou parcial, na qual o sujeito pode apresentar-se sem movimentação motora ou com automatismos em atos e pensamentos e um estado hipnótico, semelhante a um sonho ou embriagues. Isso te lembra algo?
 
Não posso esquecer daqueles que passam uma vida inteira correndo atrás de revelações, promessas e profecias. Erram feio por não conhecerem as Escrituras! Todas as promessas e revelações que Deus tem para a sua vida já foram dadas, é só ler a Bíblia! Mas dá trabalho né? É muito mais fácil sair por aí em busca de ungidos do Senhor para receber aquela oração poderosa, não é mesmo? Você deveria correr atrás de Deus, e não do sobrenatural de Deus! Estude a Palavra diariamente, ore em todo o tempo e busque transmitir o caráter de Cristo através de suas ações, palavras e pensamentos. E se Deus precisar te mandar algum recado, fique tranquilo, ele vai dar um jeito de mandar! Ah vai!
 
Caio Fábio disse acertadamente: “O justo vive pela fé, não por emoções e sensações. As emoções podem ser desastrosas quando tomam o comando da vida. Por trás de todas as maluquices da religião, há pessoas emocionalmente desequilibradas, e que confundem suas emoções com a vontade de Deus ou manifestações do Espírito. Para essas pessoas, o Espírito Santo é concedido pelo esforço humano, pela sua concentração emocional e pela sua aflição desejosa de Deus, e mais, tem que haver línguas e sinais externos de natureza sobrenatural, pois, para ele, o fruto do Espírito e a presença do Espírito não é amor, alegria, paz, bondade, benignidade, mansidão e domínio próprio, mas sim euforia descontrolada, embriagues dos sentidos, profecias nervosas e muita santaradice… Jesus, no entanto, disse que o Pai dá o Espírito Santo a quem quer lho peça, assim como um pai humano bom, que, recebendo o pedido de um filho que lhe pede um pão, a ele não serve uma serpente. Portanto, para receber o Espírito Santo basta dizer crendo: “Pai, dá-me o Teu Espírito!” e o Pai dará o Espírito: “Ora se vós que sois maus sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o vosso Pai Celeste não dará o Espírito Santo a todos os que lho pedirem?” — indaga Jesus o óbvio. Assim, não crer que o Espírito Santo me seja dado pelo amor do Pai em razão de minha fé simples e humilde, é pecado contra a Palavra de Jesus e contra a pureza e simplicidade do amor de Deus. Por isto é útil meditar no fato que a fé não tem nada a ver com emoção. Pela fé, você é habitado pelo Espírito de Deus, e Dele bebe de todas as fontes espirituais que estão franquiadas a todos nós que cremos, e não apenas a um grupo específico e em momentos específicos. O batismo com o Espírito Santo é sinônimo de conversão e regeneração, é a mesma coisa que “nascer de novo” e isso acontece apenas uma vez, assim que você recebe Cristo em sua vida. Ele não fica saindo, entrando e te batizando cada vez que volta”.
 
Não podemos esquecer também que o Espírito é o mesmo em todos, apenas se manifesta de formas variadas, conforme 1 Coríntios 12:7-11: “A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum. Pelo Espírito, a um é dada a palavra de sabedoria; a outro, a palavra de conhecimento, pelo mesmo Espírito; a outro, fé, pelo mesmo Espírito; a outro, dons de cura, pelo único Espírito; a outro, poder para operar milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a outro, variedade de línguas; e ainda a outro, interpretação de línguas. Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, conforme quer.”
 
Oração em línguas é outra questão. Não encontro na Bíblia algo que justifique o falar em línguas no púlpito ou microfone, muito pelo contrário: “Se, porém, alguém falar em língua, devem falar dois, no máximo três, e alguém deve interpretar. Se não houver intérprete, fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus”. 1 Coríntios 14:27-28. Fora os que soltam os “alabaxuriandares” da vida na maior altura, desencadeando uma gritaria desenfreada na igreja. Desculpe, não consigo enxergar isso como mover do Espírito, pois não traz edificação nenhuma. E a grande maioria acaba indo na onda do movimento, muitos apenas por constrangimento, pelo receio de serem tachados de “não espirituais”. Já vi pastores ensinando pessoas a orar em línguas dizendo: “Repete glória, glória, glória várias vezes que você consegue”. Imagine só? Um verdadeiro gargarejo gospel comunitário! E se um descrente entra numa reunião como essas? O que vai pensar? Paulo nos dá a resposta:”Assim, se toda a igreja se reunir e todos falarem em línguas, e entrarem alguns não instruídos ou descrentes não dirão que vocês estão loucos?”. 1 Coríntios 14:23.
 
Outra situação delicada é o “confessai vossos pecados uns aos outros para serdes curados”. Há uma simplicidade tão grande nessa orientação de Tiago… Compartilhe com um irmão de confiança seus pecados, suas mágoas, suas angústias e permita que ele ore com você. Isso traz cura para a alma! É como tirar a dor do peito com as próprias mãos! Digo por experiência própria. Mas os crentes teimam em achar que o versículo é simples demais para ser verdade, e então, cria-se todo um ritual em torno de uma situação que poderia ser tão simples. Os ministros sopram na cara do indivíduo, rodopiam, mandam repetir frases prontas, dançam… Aí a pessoa chora, grita, bota pra fora suas dores e sente o maior dos alívios (claro). Então, ao término da ministração, surgem as famosas frases: “Viu o mover de Deus? Ele se manifestou de forma tremenda aqui neste lugar!” Não, não estou dizendo que Deus não pode agir desta forma, mas batendo na tecla de que não há a necessidade do “reteté” para Deus agir. O Espírito Santo pode se manifestar numa conversa ao redor da mesa de jantar, num bate-papo com um irmão e através de uma oração simples e sincera. Ali, Ele pode me curar e tratar da mesma forma, só que de uma maneira muito mais simples, e pra mim, isso é tão tremendo quanto o “reteté”!
 
C. S. Lewis foi um homem que se entregou a Deus sem nenhuma emoção. Ele conta que apenas se curvou e disse: “Deus, eu reconheço que Tu és Deus!” — e pronto. Também não se diz nos evangelhos que os convertidos saíam chorando, arrepiados, sapateando ou dizendo terem visto anjos, mas apenas que haviam sido curados ou convencidos pela Palavra, simples assim! Sobrenatural é a transfomação que Deus pode fazer na vida de uma pessoa, levando-a da morte para a Vida! “Quando o “mover” significar ardor, paixão pela Palavra, amor pelas vidas, misericórdia, pregação fervorosa e muito desejo de servir a Deus e ao próximo, então estaremos no caminho certo. Aprendi a usar o seguinte critério: Tudo o que eu vejo nos evangelhos sendo praticado por Jesus, considero como modelo a ser seguido. O que eu não vejo nos evangelhos como prática de Jesus, eu tolero nos limites do bom senso. Bom senso é a palavra chave. Muitas vezes no auge e no anseio da experiência de algo novo e sobrenatural, a gente corre o risco de perder um pouco do equilíbrio e o bom senso”.³
 
Infelizmente, a idolatria ao mover do Espírito está presente em nossas igrejas. Nas mesmas igrejas que condenam a idolatria aos santos. É hora de parar e pensar: Jesus não nos ensina que o amor é o maior de todos os dons? A maior de todas as manifestações? Sim, esse é o dom que você deve buscar e ansiar! A Bíblia é clara quando diz em 1 Coríntio 13 que se não houver amor, de nada valem as manifestações. Você pode orar em línguas, sapatear, profetizar, expulsar demônios, rodopiar, curar…. Se o amor pelas vidas não for a força motriz dessas ações, cada uma delas se dissolverá como fumaça diante dos olhos de Deus. Os dons do Espírito são concedidos à nós para edificação de vidas, apenas! “Visto que estão ansiosos por terem dons espirituais, procurem crescer naqueles que trazem a edificação para a igreja… Quando vocês se reúnem, cada um tem um salmo, ou uma palavra de instrução, uma revelação, uma palavra em língua ou uma interpretação. Tudo seja feito para a edificação da igreja.” 1 Coríntios 14:12 e 26
 
É bom não esquecer que nem todos os milagres são de origem divina. Um poder sobrenatural pode ser satânico, apenas disfarçado de divino para criar uma ilusão. Estejamos atentos! “Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres? ’Então eu lhes direi claramente: ‘Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal! ’” Mateus 7:22-23
 
O maior milagre já foi feito na Cruz, e a nossa maior busca deveria ser por testemunhar este milagre. O nosso maior investimento deveria ser em cumprir o “Ide” de Jesus, fazendo discípulos de todas as nações, afinal, não foi para isso que recebemos o Espírito Santo? “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”. Atos 1:8. Jesus NÃO disse: “Busque o mover, corra atrás do sobrenatural de Deus”, NÃO! Sua ordem foi: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. Mt 28:19-20.
 
Fazer discípulos leva tempo, muitas vezes anos! Significa caminhar, conhecer, conviver, ensinar, exortar, amar, servir, se alegrar e chorar… É muito mais que uma reunião cheia de “unção”. É uma caminhada longa, trabalhosa e nem sempre tão prazerosa, mas que deve ser feita em obediência a Cristo e amor às vidas. E se nessa caminhada surgirem manifestações sobrenaturais, amém! Mas a nossa busca incessante deve ser por intimidade com Deus através da caminhada diária e por vidas rendidas aos pés da Cruz, afinal, não foi para isso que fomos chamados?
 
“Eu lhes digo que, da mesma forma, haverá mais alegria no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não precisam arrepender-se”. Lc 15:7
NOTAS
¹ Mt 22:37,39 ²Hilgar (1979) e Lewis (1977) ³www.caiofabio.net

Dani é casada há 9 anos e têm dois filhos e é colaboradora do Genizah. Conheça o seu blog pessoal: Salve o meu casamento! e pagina do Facebook – acompanhe – Clique aqui

post inforgospel.com.br – com informação Genizahvirtual – por: Dani Marques/colaboradora e Blogueira -26/04/13

130 comentários sobre “Nas Igrejas Evangélicas Pentecostais o “reteté” para manifestação do Espírito Santo é preciso?

  1. PAULO- IASD-SANTANA-AP 9 de abril de 2016 15:57

    Reteté é culto a lúcifer, sem comentários.

  2. biancadaiane 16 de maio de 2016 23:34

    retete é manifestaçao sincera da presença de Deus. e guando falamos em lingua falamos diretamente com deus somente ele nos entendie. sim concerteza deve ter um interprete. mas sempre falar em lingua….

  3. Leandro Meira 21 de maio de 2016 11:02

    Se, pois, toda a igreja se congregar num lugar, e todos falarem em línguas, e entrarem indoutos ou infiéis, não dirão porventura que estais loucos?
    Mas, se todos profetizarem, e algum indouto ou infiel entrar, de todos é convencido, de todos é julgado.
    E, portanto, os segredos do seu coração ficam manifestos, e assim, lançando-se sobre o seu rosto, adorará a Deus, publicando que Deus está verdadeiramente entre vós.
    1 Coríntios 14:23-25

    O ESPIRITO SANTO QUANDO SE MANIFESTA TRAZ ARREPENDIMENTO DEUS NÃO É DEUS DE BARULHO E DESORDEM EM GÁLATAS 5 DIZ.. O FRUTO DO ESPIRITO É DOMÍNIO PROPIO.. O Dom de linguas é um dom inteligivel para pregar a naçoes de outras linguas e idiomas.. não sejais tolo.. conhecereis a verdade e a verdade vos libertara..

  4. Marcia 14 de junho de 2016 00:03

    Perfeita sua interpretação.Concordo totalmente .Sobre o falar em linguas atos cap. 2 explica que durante o Pentencostes os discipulos falavam em suas linguas e as pessoas entendiam cada um no seu idioma.Ja que existiam pessoas de varios lugares e os discipulos nao dominavam o idioma delas.Isto e claro no livro de Atos.Deus não precisa desse tipo ação do Espirito Santo.Lembrando que Deus é um Deus de ordem Paz Harmonia e Organizaçâo.Jamais se colocaria em meio abalburdia e gritaria

  5. Isac faria 23 de junho de 2016 13:06

    Olá amigos boa reflexão. Concordo quando vou a igreja gosto de paz e tranqüilidade para receber os ensinamentos que e passado .agora escândalos gritaria está errado como vou receber o melhor de Deus se estou agarrado na gritaria e atrelado às propias emoções. Dancinha ritmada E coisa de macumba as coisas de Deus tem ser sérias e respeitadas.

  6. GUILHERME 7 de julho de 2016 12:29

    Creio em movimentos,porém tudo com ordem e decência e não permitir que esses movimentos virem rotinas ou dependências em nossas vidas.Temos que ser dependentes e da presença dele dentro de nossos corações,sendo assim teremos os frutos do Espirito,temor,sabedoria,sede de Deus,cumprir o IDE,ser exemplo para as pessoas e evidenciar Deus em nossas vidas.Isso sim é manifestação do Espirito Santo.De que adianta os movimentos sem mudança de vida e comportamento?e tempo de buscarmos avivamento e não movimentos.

  7. joseane estrela 29 de julho de 2016 09:20

    e nesecario que busquem o conhecimento pois contra o espirito santo de Deus não ha perdão sou barulhenta dou muitas glorias pois a gloria sobe a gloria desce e quando o fogo pega XAAAAAA só manto vc que não sente a presença de Deus comeca a dar gloria pois alguma coisa errada ta acontecendo

  8. Bruna 6 de setembro de 2016 14:34

    Concordo com o Guilherme, eu tbm acredito na manifestação do Espírito Santo, mais não quer dizer que só porque em um culto isso não aconteceu é por que Ele não esteve presente, o fruto do Espírito Santo está lá em Galatas 5 leiam. E cuidado vocês que criticam ou acham que isso é “macumba pentecostal”, peço misericórdia pra Deus a dovor de vocês.

  9. Marcos Brito 26 de setembro de 2016 21:16

    Graça e paz! Graças a Deus que ainda existem pessoas que não são enganadas por essas heresias, as pessoas esquecem da palavra de Deus que é a única verdade nesse mundo caído e acreditam em tudo que homens falam, lamentável.

  10. ROSINEIDE 29 de setembro de 2016 18:12

    VIGIEM AMADOS SO SABEM DISCERNIR QUEM ANDA EM ESPIRITO MESMO ASSIM MUITO CUIDADO COM A BLASFEMIA CONTRA O ESPIRITO SANTO DE DEUS. RESPEITO TODAS AS RELIGIOES PORQUE NOSSO PROPRIO DEUS NAO FAZ ACEPCAO DE PESSOAS, E O SENHOR FALA NA PALAVRA DELE CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARA, E SE VOCE NAO TEM SABEDORIA DA MESMA FORMA ELE FALA EM TI CAP.1 VERS. 5 SE VOCE NAO NAO TEM SABEDORIA PEÇA. ESTUDE A PALAVRA DE DEUS E ELE VAI TE DA SABEDORIA A VERDADE NAO ESTA NA BOCA DO HOMEM ACREDITO NA MANIFESTAÇAO DO ESPIRITO SANTO E ACREDITO NO PODER ACREDITO NA FE ACREDITO EM TUDO QUE VEM DA PALAVRA DE DEUS, PORQUE SE VOCE ESCRITORA SE ACHA JUIZA NO GRANDE DIA O SENHOR QUE E NOSSO ADVOGADO VAI TE RESPONDER SOBRE SUA DUVIDA CRUEL, AGORA SE VOCE SE LEVANTA CONTRA OS PEQUENINOS DO SENHOR QUE PAGA PREÇO EM MONTE QUE ORAM PELAS MADRUGADAS E VOCE E DEUS AMEM QUERIDA.. QUE O SENHOR VENHA SEU ENTENDIMENTO E MEDITE EM PROVERBIOS 6 16 A PAZ DO SENHOR AMADOS..

  11. Isaac Almeida 5 de outubro de 2016 09:34

    Sr. Editor, peço que publique no site o processo seletivo que beneficiará novos autores. Segue abaixo um breve release.
    Obrigado, Isaac Almeida, Vivara Editora Nacional

    Concurso Nacional Novos Poetas. Prêmio Poetize 2017.

    Estão abertas as inscrições para o Concurso Nacional Novos Poetas, Prêmio Poetize 2017.
    Podem participar do concurso todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos.
    Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa.
    O tema é livre, assim como o gênero lírico escolhido. Serão 250 poemas classificados.
    A classificação dos poemas resultará no livro, Prêmio Poetize 2017. Antologia Poética.
    Concurso Literário e uma importante iniciativa de produção e distribuição cultural,
    alcançando o grande público, escolas e faculdades.
    Inscrições gratuitas
    De 05 de setembro a 05 de dezembro de 2016 pelo site: http://www.premiopoetize.com.br

    Realização: Vivara Editora Nacional
    Apoio Cultural: Revista Universidade

  12. [email protected] 8 de outubro de 2016 14:05

    todos tem o direito de se manisfestar sua opinioes.o que nao pode é mudar as nossas ,nao vai mudar em nada sabe porque ,o espirito da verdade nao nos deixa enganados. Deus tenha a misericordia desses impocritas.

  13. leandro 16 de outubro de 2016 14:55

    a coisa mais rara de se ver, é um crente das igrejas pentecostais atacando outras igrejas. por outro lado todos os dias tem alguém tentando manchar a nossa denominação com observações inúteis que não edifica niguém em nada, só sei de uma coisa , o mover do espiríto santo numca vai se manisfestar para, falar mal dos outros, nunca vai perder tempo atacandos outras denominações, a unica coisa que as igrejas deveriam ter diferente são as placas mais infelizmente o fanatismo está tomando conta das igrejas e o povo estão querendo mostrar a todo custo que só a sua igreja tem Deus. gente acorda tudo nessa terra é sustentado pela benignidade de Deus pela miséricórdia e pela graça de Deus, o espirito santo esta em todas as igrejas independente da placa. Muitos esquecem que o próprio Deus falou que seu povo estava espalhado. Enquanto as pessoas ficam brigando tentando mostrar através de palavras que Deus está só em sua igreja até onde eu sei isso se chama fanatismo e não agrada nem um pouco a Deus, e o que não agrada a Deus o diabo aplaudi de pé…pense nisso

  14. Lu 30 de outubro de 2016 02:51

    Seu comentário…na minha opinião todos nos devemos orar uns para os outros com retete ou sei retete para deus abrir mais a mente das pessoas que brasfema contra o espírito santo da verdade .Jesus ta voltando ai eu quero ver o desespero de muita gente .cuidado a Vigilância .não e o que entra na nossa boca que nos condenar e o que sai .cuidado ele ta voltado,cadê as suas obras ??

  15. Mauro Jaques 1 de novembro de 2016 15:22

    Olha meus amigos não critico Religião pois acho que em todas elas existem os mal intencionados e quem somos nós para dizer o que é certo e errado, toda religião pratica o bem e em todas tem os aproveitadores se tens este pensamento da igreja evangélica é porque só conheces Deus é amor, Universal e outras que estão por ai usurpando seus fieis , tem muita gente por ai se dizendo em Deus mas não faz o bem para ninguém e a gritaria que ouvi relatos acima é um jeito de adoração sem vergonha de amar a Deus, porque Deus esta procurando verdadeiros adoradores os falsos jamais irão conseguir se esconder de Deus, então acho que cada pessoa tem o direito de adorar da maneira que acha certo, com certeza nossas dividas serão cobradas.

  16. Irmã luciana 29 de dezembro de 2016 15:18

    Que pena! Que Deus tenha misericórdia de nós, por estarmos discutindo a adoração a ele, porquanto muitas das vezes não se questionam a adoração ao homem, cujo Deus não divide a Glória dele com ninguém. O propósito de Deus amados, quando criou o homem é de ter uma família; porquanto todos somos criaturas de Deus, até que o aceitemos como o único PAI e SENHOR ( DONO ) de nossas vidas. Cada um é único, a salvação é individual, não vamos nos preocupar de que forma o ESPÍRITO SANTO se manifesta, vamos nos preocupar em falar com DEUS, sobre esta nos protegendo uns aos outros, de forma a alcançarmos a vitória e voltarmos para “CASA”, todos da forma que o PAI deseja, não questione o ESPÍRITO SANTO, busque – O, para nossas vidas, para que nos dê sabedoria para vivermos a meio, a tantas tribulações, nós temos a chance de estarmos aqui , debatendo a palavra de DEUS, enquanto isto vidas estão morrendo, por nossas culpas e nossos pecados. DEUS É DEUS E NÃO HÀ OUTRO. ELE É NOME SOBRE TODOS OS NOMES, por isso entre nós, somos todos sujeitos a perca da salvação, pelas nossas ações, blasfêmias e covardia; sim todos, porque o ÚNICO SANTO, ESTÁ A DIREITA DE DEUS PAI, JESUS CRISTO, NOSSO SALVADOR, e aguardando o dia do nosso julgamento, onde todo joelho se dobrará e confessará,que JESUS Cristo é o SENHOR. “E não é por força que se ganha almas, mas sim pelo ESPÍRITO DA VERDADE. A GLÓRIA é só DELE,Amém…

  17. Tomé Carraro 31 de dezembro de 2016 19:26

    Na maioria das igrejas antigas nao tem nada disso, porque tao poucas leem a Biblia sagrada. Jesus disse; no final dos tempos derramarei o Meu Espirito. Jesus C levantou novas igrejas e o RETETÉ verdadeiro era Davi que dançava e rodopiava na presença da ARCA da Aliança( lembra de Obede Edon?) que nada mais é a presença de Deus. Mas vejam bem,satanas imita tudo as coisas de Deus. Nao se engane…

  18. Daniele Vivian 7 de janeiro de 2017 09:57

    Acredito ter sido um dos textos mais esclarecedores que já li. Entende-se o seu dom da palavra e como Deus a usa para abrir mentes e acalmar corações. Te agradeço pela iluminação!!!

  19. Ana Carolina 20 de janeiro de 2017 18:19

    Uma pena coisas desse tipo serem publicadas, que Deus tenha misericórdia de quem as escreveu. Penso que ser a testemunha ocular de reteté não te faz apta para discernir sobre a manifestação do Espírito Santo, quem o sabe jamais escreveria o que foi escrito. Antes de falar de Deus precisa conhecer…estar face a face com Ele, infelizmente não é o caso dessa blogueira…não sabe o elementar! E ainda mais, está sendo pedra de tropeço para muitos! Se não crê, tem liberdade para isso, mas não leve outros junto…viva primeiro o que Deus pode fazer, mas Ele não precisa provar nada a ninguém, a Ele toda honra e toda glória…por séculos e séculos! Aleluia! Meu coração, mente e espírito são Dele…vivo para Ele…E mesmo para os crentes que não acreditam ou aceitam o reteté, quem somos nós para duvidar do Espírito Santo?! E isso não tem nada de semelhante com umbanda! Na bíblia existem passagens sobre pessoas que atribuíram a manifestação do Espírito Santo a Satanás, pesquise e descubra o que aconteceu com eles!

  20. ajan 30 de janeiro de 2017 04:39

    aprendo uma coisa que fez o comentário batista ou presbiteriano ou reformado …. eles tão morto espiritualmente ….

  21. Isa 21 de março de 2017 12:07

    cuida do seu ministerio e deixa o ministerio do povo de DEUS!!!!!!CUIDADO nao mexe com os ungidos de DEUS.Quem vai entender a logica de DEUS!

  22. Paulo José Evangelista 26 de março de 2017 20:05

    Prezados,

    A paz do Cristo, Jesus, seja com todos nós.

    A pergunta que levou a essa reflexão, se as manifestações do Espírito devem ser acompanhadas de “reteté”, respondo peremptoriamente que não. Basta olhar para a Bíblia, a partir do AT, e comparar simplesmente.
    O que ocorre é que há muita gente simples sendo enganada por gente desonesta que está interessada em cuidar dos próprios interesses, em detrimento da verdade. Falar a verdade, i.e., pregar o evangelho simples e sem mistificações, não enche igrejas nem promove ministérios. Afinal, quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo não é um outro homem, mas o Espírito Santo (Jo 16.8). E os dias atuais não são de avivamento: Jesus predisse que os dias precedentes à Sua Segunda Vinda seriam de esfriamento do amor (Mt 24.12). E os próprios pentecostais pregam que vivemos os últimos dias, que precedem a volta de Jesus. Logo, haverão de concordar que há fogo estranho ardendo em muitos arraiais ditos “pentecostais”.
    Além disso, Paulo ensina que a “manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso” (1 Co 12.7). Ora, aqui está um critério implícito para avaliarmos as manifestações espirituais: o seu objetivo deve ser proveitoso, ou seja, de utilidade. O contexto é sobre a edificação da igreja como um corpo.
    Outro fato digno de nota é que o Espírito Santo é Deus e “Deus não é de confusão, e sim de paz” (1 Co 12.33). Tudo que causa confusão, gera dúvida ou promove desordem não procede de Deus e do Seu Espírito.
    O culto a Deus é ato solene, onde as manifestações ditas espirituais estão submissas a regras impostas pela própria Palavra inspirada pelo Espírito Santo. Basta ler 1 Co 14.
    Decência e ordem não significam frieza e formalismo e sim reverência e obediência a Deus e à Sua Palavra.
    As nossas expressões de júbilo e alegria não devem ser reprimidas, mas sim dosadas, e contidas a fim de não escandalizarmos os indoutos e incrédulos.

    Que o Espírito Santo nos guie a toda a verdade.

    Soli Deo gloria.

  23. Michel Santos 16 de junho de 2017 21:22

    DEUS É MUITO MARAVILHOSO..vim parar aqui e fui tremendamente edificado com esta mensagem..a igreja pentecostal na frente daqui de casa precisa da misericórdia de Deus por que é tanta loucura e gritaria e barulheira..com caixa de som e microfone nas alturas(dentro de uma garagem!!!)…Jesus…como é dificil..e sao “cultos” quase todo dia…ja ouvi( impossivel nao ouvir, o volume “tremendo”) “ministraçoes” e “pregaçoes” que trazem e te deixam bem desconfortavel…do tipo “traga seu cartao de credito aqui que Deus vai anular essa divida”…outra…”todo mundo de maos levantadas e dando gloria a Deus bem alto,,todo mundo rodeando…caminhem rodeando um circulo..de maos levantadas e dando gloria…ai ai..pra que esse espetáculo todo???? muito esquisito..e a pastora e missionaria nao prega uma mensagem viva…so uma oratoria onde ela expoe as dores e dificuldades do “ministerio”..e sempre e toda hora falando em linguas..sem edificar nada e ninguem…sem contar os pregadores que vem pra ca convidados a pregar onde RASGAM a garganta!…isso mais incomoda toda vizinhança do que fazer o nome do Senhor conhecido..pura verdade o Senhor Jesus declara onde ate os escolhidos seriam enganados.
    A gloria somente seja dada a Nosso Bom Deus!

  24. Phelipe 22 de junho de 2017 11:11

    Sejamos repetidores dos feitos de Deus e praticante da palavra que Ele nos deixou de ensino. Nem todos que dizem senhor senhor será filho mais sim que pratica a palavra parem irmãos de discutirem orem um pelo outro e batam na porta e ela será aberta.

  25. Ivanildo Freitas 28 de junho de 2017 01:40

    Boa noite, sou Evangélico e entendo que tem pessoas por não entender como o espírito santo de Deus trabalhar e outras por fanatismo mesmo faz com que o evangelho venha ser escandalizado, porque na Bíblia tem vários capítulos e versículos faltando que Deus usa as pessoas em línguas, em movimento, em gesto e no silêncio, só que tem pessoas que tira proveito disso e mesmo se Deus não usando aquela pessoas ele mesmo se usa e diz que éjeito isso se chama o crente fanático, e quando Deus realmente está usando uma pessoa tem pessoas que nem acredita mas achá que todos os evangélico se usa ou imitar macumbeiros, ou essas são pessoas que não entende como Deus trabalhar e não tem noção do que falar, a Bíblia diz em primeiro coríntios C 2 V 14 O homem natural não compreende as coisas que são do Espírito de Deus porque para ele, são loucuras e não pode conhecer, porque se discernem espiritualmente. Resumido antes de alguem crítica e dizer que Deus não usa daquele jeito ou não é Deus que ter discernimento de Deus, ou seja você tem que saber o que vem de Deus ou caso contrário se torna Blasfêmia, nos sabemos que tem muitas pessoas que se usa dizendo que Deus mas nem por isso náo quer Dizer que Deus não use daquele jeito.

  26. Paulo Ricardo Winchester 7 de julho de 2017 09:52

    A Paz do Senhor Prezados Irrmãos! Se todos esses ditos ” movimentos ” acharem amparo bíblico, eu vou me lançar nesse mar de lama. EBD, Doutrina, Missões e Serviço Social ninguém se interessa!!! Assembleia de Deus não tem nada a ver com esse palhaçada, essa meninice e macumbismo evangélico. Esses arraiais estão repletos de crentes desobedientes aos seus pastores, rebeldes, sem caráter e consultores da advinhação gospel. profetas do óbvio e do claro, cheios e engano e peçonha mortal. Sai dela povo meu.. Pastor Paulo Ricardo Winchester

  27. Lu 20 de novembro de 2017 10:51

    Quando eu vou nessas igrejas e vejo gente pulando, gritando, dançando estranho, caindo, eu só faço rir, acho incrivel como esses pastores brincam com a mente dessas pessoas, manipulam direitinho e quando eles percebem que eu não cai na onda deles ficam me olhando feio… Kkkk

  28. Natacha Costa 10 de dezembro de 2017 08:23

    Excelente exposição, vou levar como estudo no centro.

  29. paulo costa 11 de dezembro de 2017 20:14

    GENTE ACORDEM ESSA LUTA É COM MUNDO ESPIRITUAL E NÃO COM AS PESSOAS !!!NÃO COMENTEM SEM PRIMEIRO INDENTIFICAR QUAL É O TIPO DE ESPIRITO OPRESSOR QUE ESTA SOBRE CERTAS CRIATURAS CRIADAS POR DEUS!!!! ANTES OREMOS POR ELES PEDIDO MISERICÓRDIA POR AQUELAS PESSOAS QUE O ESPIRITO DO MAU ENCONTRA MAIS FACILIDADE EM CONFUNDIR!!!AMÉM E PAZ DO SENHOR A TODOS QUE CREREM EM JESUS CRISTO !!!

  30. Suely 3 de janeiro de 2018 14:30

    Amo a DEUS sobre todas as coisas, respeito todas as religiões, só não aceito dentro das igrejas Pentecostais o chamamento de demônios isso assusta qualquer cristão, sabemos que o mal existe mais não devemos invocar o demônio e muito menos fazer eles falarem na vida de pessoas que já estão sofrendo tanto e ainda tem que passar pôr isso, demônio na vida de um Cristão verdadeiro ou de um católico ou qualquer outra religião que ama a DEUS não pode e não deve falar nada o lugar dele é o inferno e não o corpo de pessoas tão debilitadas e sofrida, DEUS é amor e quer pessoas para fazer Missões para ajudar tanta gente que precisa do verdadeiro Amor, louvo a DEUS pelas igreja não pelas prática que distorcem a palavra de DEUS, lá no céu eu creio que seremos um só povo, um só amor um só credo, estamos ensaiando aqui nesta terra para vivermos juntos somente em amor verdadeiro para exaltar o todo poderoso, viveremos cantando e louvando a DEUS junto com os anjos, isso é maravilhoso não é, quero desejar a todos os pastores as bençãos do céu e que DEUS venha trabalhar no coração de cada um. Fiquem com DEUS.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.