Rei Salomão – Inscrição traduzida comprova seu reinado descrito na Bíblia-Confira

rei-salomao-inscriçao-comprova-seu-reinado-foto-peça-1Descoberta feita por arqueólogos confirma o reinado de Salomão descrito na Bíblia. Trata-se de uma inscrição de 3 mil anos que foi traduzida, e evidencia a passagem bíblica do reinado do Rei Salomão. Pesquisadores dizem que terão mais provas do reinado de Davi e Salomão em breve.– Confira e comente…A mais antiga inscrição alfabética encontrada em um sítio arqueológico já registrada em Jerusalém, que data do tempo do reinado do Rei Salomão e leva a conclusões interessantes.

A inscrição foi encontrada no sitio arqueológico de Ofel ao sul do Monte do Templo, em uma escavação dirigida pela Dra. Eliat rei-salomao-inscriçao-comprova-seu-reinadoMazar, do Instituto de Arqueologia da Universidade de Jerusalém.

A inscrição foi descoberta há seis meses, e contém um texto registrado nos restos do que foi um grande pote de barro, composto por oito letras. É datado da segunda metade do século X aC, ou seja, nos dias de Salomão.

Primeiros estudos indica que a escrita atesta uma administração organizada de um sistema em que pessoas eram alfabetizadas e tinha um sistema de classificação para vinhos de qualidades, os quais eram armazenados em vasos.

rei-salomao-inscriçao-comprova-seu-reinado-foto-peçaGershon Galil, do Departamento de História Bíblica e Estudos Judaicos da Universidade de Haifa, em Israel disse que conseguiu a “única tradução razoável” do texto até agora. A escrita hebraica inicialmente parece ser um rótulo de vinho, de acordo com a sua interpretação, embora três das letras na peça estão incompletas.

Há arqueólogos que não concordam com a interpretação dada ao texto por Galil , mas, no entanto, concordam que a existência desta escrita precoce é tão ou mais importante do que o que o texto em si.

Assim, a inscrição sugere que eram de escribas em Jerusalém, na segunda metade do século 10 aC, o que significa que havia pessoas que poderiam ter escrito textos históricos e literários, além de textos administrativos, como foi descoberto.

“Isso é de grande importância para reconstruir o processo de cristalização da Bíblia, e ainda mais para a compreensão da história de Israel e Jerusalém nos tempos bíblicos”, disse Galil.

O professor também disse que espera encontrar mais evidências dos reinados de Davi e Salomão,que acredita verá a tona nos próximos anos. “As evidencias que temos hoje e que a cada ano se obtém mais, demostra que Davi e Salomão foram reis reais e não só um relato mítico da Bíblia.” – acrescentou.

post inforgospel.com.br – com informação Aurora Israel – arqueologia nacional

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.