Pastor Silas diz “Carnaval-não convém cristãos participar” e explica – Confira

carnavalDurante as festividades do Carnaval alguns cristãos/evangélicos ficam, por mais que sejam explicado, se perguntando o porque não poder participar. O pastor Silas relata pontos da origem da festa em comentário e diz o porque não convém aos cristãos participar. – Confira e comente…

O pastor afirma em seu comentário, e como é de conhecimento público, as consequências apresentadas em números após o evangelismo no carnavaçencerramento das festividades do Carnaval pelo Brasil, as quais trazem consequências principalmente físicas aos seus frequentadores e revela durante o período momentos degradantes morais e espirituais.

Confira na integra o comentário do pastor Silas Malafaia e comente…

Por que evangélicos não devem participar do Carnaval?

pastor-silas-malafaiaA origem do Carnaval ainda é desconhecida. As primeiras referências a ele estão relacionadas a festas agrárias. Alguns atribuem seu surgimento aos cultos de agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela colheita, realizados na Grécia durante o século 7 a.C. A festividade incluía orgias sexuais e bebidas, e os foliões usavam máscaras e disfarces simbolizando a inexistência de classes sociais.

As folias do Carnaval também estão ligadas às festas pagãs romanas, marcadas pela licenciosidade sexual, bebedeira, glutonaria, orgias coletivas e muita música. Eram conhecidas como bacanais (em homenagem a Baco, o deus do vinho e da orgia), lupercais (em homenagem ao deus obsceno Pã, também chamado de Luperco) e saturnais (em homenagem ao deus Saturno, que, segundo a mitologia grega, devorou seus próprios filhos).

Com o advento do cristianismo, a Igreja Católica Apostólica Romana começou a tentar conter os excessos do povo nessas festas pagãs e a condenar a libertinagem. Porém, com a resistência popular, em 590 d.C. ela própria oficializou o Carnaval dando origem ao “carnaval cristão”, quando o Papa Gregório I marcou definitivamente a data do Carnaval no calendário eclesiástico.

Esse momento de grandes festejos populares antecedia a Quaresma, período determinado pela Igreja Católica para que todos os anos os fiéis se dedicassem, durante 40 dias, a assuntos espirituais, antes da Semana Santa. No período que ia da Quarta-feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa, o povo deveria entregar-se à austeridade e ao jejum, para lembrar os 40 dias que Jesus passou no deserto consagrando-se.

Como o povo enfrentaria um longo período de privações e abstinência, alguns “carnais” permitiram que o povo cometesse então algumas extravagâncias antes. Às vésperas da Quaresma, os cristãos fartavam-se de assados e frituras entre o domingo e a “terça-feira gorda”. O que deveria ser apenas uma festa religiosa acabou assimilando os antigos costumes de libertinagem e bebedeiras.

Esses dias de “vale-tudo” que antecedem a Quaresma, em que as pessoas ficam 40 dias sem comer carne, passaram a ser chamados de adeus à carne, que em italiano é carne vale, ou carnevale, resultando na palavra carnaval.

A Quarta-feira de Cinzas, primeiro dia da Quaresma, simbolizava o momento em que as pessoas se revestiam de cinzas, evocando que do pó vieram e para o pó retornariam, e ingressavam no período em que a Igreja celebra a paixão, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

Visto que até hoje essa festa da carne traz consequências físicas, morais e espirituais degradantes, estampadas nos noticiários da Quarta-feira de Cinzas, aconselho aos que não participam do Carnaval que continuem de fora; e, aos que participam ou pretendem participar, meu conselho é 1 João 2.16: Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. Sendo assim, não convém ao cristão, mesmo a título de curiosidades, participar dessa festividade.

SUGESTÕES DE LEITURA:

Salmo 1.1; Tiago 1.2-4; Apocalipse 22.15

NOTA: Acreditamos que na

post inforgospel.com.br – com informação verdadegospel.com.br – 28/02/14

19 comentários sobre “Pastor Silas diz “Carnaval-não convém cristãos participar” e explica – Confira

  1. edson 28 de fevereiro de 2014 20:31

    Corretíssimo, carnaval não acrescenta nada na vida de alguém que queira ter um mínimo de comunhão íntima com Deus.

  2. sandra 1 de março de 2014 14:30

    verdade carnaval rola muita prostituiçao

  3. gesse rodrigues de sousa 1 de março de 2014 16:59

    obrigado pastor pelo esclarecimento para que as pessoas que não conhece passa á saber essas diferenças que porque muitos deles esta pulando o carnaval em adoração ao deus pagão e não sabe,parabéns pastor.

  4. Antonio Carlos 3 de março de 2014 20:19

    Muito bom e altamente oportuno. Que o Senhor continue guardando e usando esse verdadeiro homem de Deus!

  5. Thiago Leal 4 de março de 2014 18:05

    Sou Católico e pela primeira vez concordo com o que o Pastor disse, é uma verdade. E Carnaval deve ser evitado para todos aqueles que estão em comunhão com Cristo.

  6. Will 4 de março de 2014 18:09

    Muito bem… então como o pastor disse ” a soberba da vida não é de Deus, é do mundo”. Como pode então não só o Sr. Silas como vários outros dito “Pastores” acumularem tanta riquesa?
    Existe soberba maior nos dias atuais?
    Só acho que o que ele diz não condiz com o que ele faz!!
    É uma grande contradição!!!

  7. João Silva 4 de março de 2014 20:30

    Quer queira ou não o carnaval faz parte da nossa sociedade e foi uma festa que surgiu na Europa, mas que aqui no Brasil veio surgir ainda no brasil-colônia. Eu acho que o problema do carnaval não é a da festa em si, mas das pessoas. Ou seja, se as pessoas não exagerassem na bebida etc; a festa seria tranquila. Falam do carnaval, mas as igrejas estão cheias de pessoas corruptas, interesseiras, invejosas etc; e mesmo assim todos os cristãos correm pra o templo, não é? É por isso que eu prefiro a minha casa como templo.

  8. chico lobo 4 de março de 2014 21:09

    Deixa o povo sofrido pela dureza da vida festar,
    São apenas 3 dias, depois volta tudo ao normal.
    O povo precisa de uma válvula de escape, pois ninguém é de ferro e nem só de pão viverás…
    Assim que acaba o carnaval, o povo volta pra igreja cheio de vontades de se arrepender, e com isso ele enche o bolso do pastor de dinheiro… e no fundo, é isso mesmo que a igreja e seus lideres querem: dinheiro de arrependidos do pecado.

  9. Fabio 5 de março de 2014 07:53

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    PAGAR DIZIMO PODE NE??????????

  10. Elmo Dórea 5 de março de 2014 08:37

    A crentalhada DEVE ser controlada e CONDUZIDA sempre – talvez seja este o principal objetivo da religião.

    A perigosa raposona Silas Malafaia cumpre seu papel de ludibriar pessoas em função dos interesses dele ou de sua igreja.

    Carnaval não faz mal nem bem às pessoas de certa forma, salvo alguns incidentes isolados. Contudo, pergunta-se: o Carnaval é bom ou ruim para o país? Ruim, porque ele é improdutivo, porque ele tem um caráter alienador… Diga-se, a religião também.

  11. TANIA 5 de março de 2014 23:17

    FAZEM COISAS MUITO PIORES QUE BRINCAR UM CARNAVAL…ESSE PASTOR ENTÃO É UM SUJO NOJENTO E LADRÃO

  12. Antonio Oliveira 6 de março de 2014 20:40

    No trecho que menciona as festas pagãs romanas ‘saturnais’, o desafeto do Pastor Arnaldo, esse sim homem de Deus pra Caralho, ‘gasta’ seu conhecimento mitológico sobre Saturno, ao ressaltar que o mesmo devorou seus próprios filhos. O Pr Silas, que parece ser um profundo conhecedor de mitologias, deveria também alertar a seus leitores que há mitologias bizarras de pais celestiais determinando que seus filhos únicos sejam mortos para salvar as criaturas revoltas desses mesmos Deuses desde o Egito antigo. Ou seja, esse aspecto nizarro de deuses e seus filhos não é exclusividade de mitologias ‘recentes’ das religiões do deserto, como a do judaísmo e, sobretudo, do formato político-comercial de dominação religiosa que é a mitologia cristã! Vivas as mitologias do cristianismo apregoadas pelo Império Romano e oriundas de passados mitológicos remotos! Isso o Pr Silas precisa também ensinar em suas falas sobre mitologia!

  13. timoteo 12 de março de 2014 22:30

    GALATAS CAPÍTULO 6
    1 Imãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado.
    2 Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo.
    3 Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.
    4 Mas prove cada um a sua própria obra, e terá glória só em si mesmo, e não noutro.
    5 Porque cada qual levará a sua própria carga.
    6 E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.
    7 Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.
    8 Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.

  14. timoteo 12 de março de 2014 22:34

    SALMO 1
    A felicidade dos justos e o castigo dos ímpios
    1 BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
    2 Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.
    3 Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.
    4 Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha.
    5 Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.
    6 Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá.

  15. timoteo 12 de março de 2014 22:40

    APOCALIPSE 22
    11 Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.
    12 E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.
    13 Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.
    14 Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.
    15 Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.

  16. carla 14 de março de 2014 08:30

    OLÁ ! EU GOSTARIA DE SABER SE O CRISTÃO ,TAMBÉM COMEMORA A SEMANA DA QUARESMA ( PERÍODO QUE NÃO COME CARNE).

  17. Davi 14 de janeiro de 2015 23:08

    Queiram ou nao malafaia e um verdadeiro homem de DEus

  18. Davi 7 de fevereiro de 2015 16:22

    Tema interessante! pena que alguns em vez de debater o assunto, ficam procurando pelo em ovo.
    Aqui não esta falando de dízimo, corrupção, etc. o Assunto aqui é: “Carnaval-não convém cristãos participar”. Se o leitor quer participar do carnaval, O problema é seu, mas respeito a opinião de outro é entender o livre arbítrio enquanto estiver com vida. Sabendo, é claro que, cada um dará conta de seus atos perante Deus. O pastor em momento algum ofende a ninguém, apenas expressa seu ponto de vista bíblico.
    1 Coríntios 10.23 Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam.
    Pare, Pensem e Reflitam …

  19. Raquel morgado 23 de fevereiro de 2017 14:19

    Nunca participei de Carnaval meu pai sempre explicou para seus filhos o porque não se envolver com essa festa pagã e hoje meus filhos seguem o mesmo ensinamento somos muito felizes em Cristo Jesus por servi-lo com obediência e alegria tenho orgulho disso.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.