Evangélicos (as) veja os tipos de homens e mulheres para você não se casar

tipos de homens e mulheres que nao merecem casar com voce J. Lee Grady da revista protestante Charisma Magazine, a mais lida nos EUA por cristãos, listou 10 tipos de homens e 8 de mulheres os quais não merecem casar com um cristão evangélico. Grady orienta os jovens evangélicos que “Não aceitem nada abaixo do que Deus lhes pede!… “. – Confira, seja abençoado(a) e comente…
Na proximidade do  Dia dos Namorados do hemisfério norte (14 de fevereiro, dia de São Valentim), a revista Charisma Magazine publicou o artigo “10 Men Christian Women Should Never Marry” (10 tipos de homem com quem as mulheres cristãs nunca deveriam se casar). O resultado surpreendeu os editores da revista: o artigo original foi compartilhado por 1,5 milhão de pessoas.

O artigo voltado a instruir as mulheres tornou-se um viral na internet, e de imediato o autor recebeu dos leitores(as) um pedido tipos de homens e mulheres que nao merecem casar com voce-autor-J. Lee Gradypara listar conselhos para os homens. Então J. Lee Grady(foto) publicou uma segunda parte denominada “8 tipos de mulheres com as quais não se casar… nunca”. Apesar do “nunca” afirmado no título, o artigo admite que, com alguma ajuda, os defeitos identificados nesses tipos de mulheres podem ser corrigidos e elas podem mudar… Mas deveriam mudar antes do casamento!

“Eu dou orientação a muitos jovens e já vi boa parte deles muito bem casados ao longo desses anos todos. Não foi difícil fazer essa lista”, escreveu Lee Grady.

tipos de homens e mulheres que nao merecem casar com voce-110 tipos de homem que não merecem se casar com você

Onde é que estão os jovens cristãos maduros e preparados para o casamento? Há mulheres dizendo que está difícil encontrá-los.

J. Lee Grady é um ex-diretor da revista protestante Charisma Magazine, a mais lida nos Estados Unidos pelos leitores pentecostais e protestantes carismáticos.

Algumas semanas atrás, no Dia dos Namorados do hemisfério norte (14 de fevereiro, dia de São Valentim), a revista publicou o artigo “10 Men Christian Women Should Never Marry” (10 tipos de homem com quem as mulheres cristãs nunca deveriam se casar). O resultado surpreendeu os editores da revista: o artigo original foi compartilhado por 1,5 milhão de pessoas.

J. Lee Grady começa o texto informando que criou quatro filhas, três das quais se casaram,​ e que ama os seus genros, “a quem Deus escolheu para serem perfeitamente compatíveis com o temperamento e com a personalidade de cada uma delas”.

A experiência de Lee o leva a acrescentar, porém, que muitas moças cristãs que querem se casar não conseguem achar o homem certo nem mesmo nos ambientes cristãos. “Elas se perguntam se ainda existe algum rapaz cristão decente em algum canto. E, às vezes, também se questionam se não poderiam ser menos exigentes para encontrar um marido”.

Lee responde com seu conselho fundamental: “Não aceitem nada abaixo do que Deus lhes pede! É melhor ficar sozinhas do que se casar com o homem errado”.

E, a seguir, ele lista “10 tipos errados de homem que você tem que evitar ao procurar um marido”, e seja pelo Espírito Santo do Senhor revelado a vontade de Deus para sua vida, no que diz respeito a primeira instituição criada e abençoada por Deus. O casamento.

1. O não crente: ‘Não se sujeitem ao jugo dos infiéis. Que relação pode haver entre a justiça e a iniquidade, ou que comunhão pode haver entre a luz e as trevas?’ (2 Coríntios 6,14). Esta não é uma norma religiosa ultrapassada. É a Palavra de Deus para você hoje”.

Lee é muito exigente: para ele, não é suficiente que o candidato se ofereça para acompanhar a moça à igreja. “Se o homem não é um cristão renascido, elimine-o da sua lista. Não é bom para você. Ainda não encontrei uma única mulher cristã que não tenha se arrependido de se casar com um homem não crente”.

2. O mentiroso: “Se você descobrir que o seu namorado mentiu para você sobre o passado dele, ou que ele está sempre apagando vestígios para esconder algum segredo, corra para a saída mais próxima. O casamento tem que ser construído sobre a rocha da confiança”.

3. O playboy: “Eu gostaria muito de dizer que, se você encontrar um rapaz na igreja, é sinal de que ele vive a pureza sexual. Mas não é bem assim. Conheço histórias de rapazes que lideram o grupo de louvor no domingo, mas, no resto da semana, são iguais a Casanova ou Don Juan. Se você se casar com um homem que, antes do casamento, pulava de cama em cama, esteja certa de que depois do casamento ele vai continuar igual”.

4. O homem que não se importa com a família anterior: J. Lee afirma que “há muitos cristãos que já viveram um casamento fracassado. Depois do divórcio, eles experimentaram a renovação no Espírito Santo e agora querem se casar de novo. E este novo casamento pode ser muito feliz”.

(Do ponto de vista católico, isto se aplica aos viúvos, aos homens que viveram uniões civis não sacramentais e àqueles cuja união matrimonial foi reconhecida pela Igreja como nula. Os católicos, diferentemente dos protestantes, não admitem que uma pessoa possa voltar a se casar perante Deus se ela já está unida a outro cônjuge em um vínculo matrimonial sacramental que Cristo decretou como indissolúvel).

Em caso de novo casamento, os cuidados a tomar dizem respeito ao modo como esse homem trata a sua família anterior, os filhos que ele teve com outras mulheres. “Se você descobriu que ele não cuida dos filhos que teve em relacionamentos anteriores, você descobriu um defeito gravíssimo. Um homem que não assume nem sustenta os filhos que teve no passado não vai tratar você de forma responsável”, afirma o autor do artigo.

5. O alcoólatra ou dependente químico: “Os homens que vão à igreja, mas são viciados em drogas ou em álcool, provavelmente aprenderam a esconder dos outros os seus problemas. Mas você não pode esperar até a lua-de-mel para descobrir que ele tem esse tipo de vício. Jamais se case com um homem que se recusa a receber ajuda contra o vício. Insista na necessidade de ajuda profissional e se afaste dele. Não caia numa relação de codependência, daquelas em que ele diz que precisa de você para ficar sóbrio. Se ele não quer mudar, não é você quem vai conseguir mudá-lo”.

6. O vagabundo: Uma amiga de Lee descobriu, depois de se casar, que o marido não tinha vontade alguma de encontrar um emprego sério. Seu “plano de vida” era ficar em casa jogando videogame enquanto a esposa trabalhava e pagava as contas. Um homem que não está disposto a trabalhar não merece uma esposa cristã. Lee recorda o texto de 2 Tessalonicenses 3,10: “Quem não trabalha, que não coma”.

7. O narcisista: “Eu espero, sinceramente, que você consiga encontrar um marido belo. Mas cuidado: se o seu namorado passa 6 horas por dia na academia e publica fotos dos seus bíceps o tempo todo no Facebook, você está diante de um problema”.

“Ele pode ser ‘bonito’, mas um homem tão focado na própria aparência e nas próprias necessidades não vai amar você até o nível do sacrifício pessoal, como Cristo ama a Igreja (cf. Efésios 5,25). O homem que está sempre olhando para o espelho não vai olhar direito para você”.

8. O violento: “Os homens com tendências violentas não conseguem controlar a raiva que ferve dentro deles. Se o seu namorado é propenso a levantar a mão contra você ou contra outras pessoas, não se sinta tentada a civilizá-lo. Ele tem um problema muito sério. Se você se casar com ele, prepare-se para viver pisando num campo minado e tentando evitar explosões. Os homens violentos machucam as mulheres verbalmente e, com frequência, também fisicamente. Procure um homem gentil”.

9. O infantil: Lee faz uma advertência contra “os homens que, aos 35 anos de idade, ainda dependem do sustento dos pais. Se a mãe ainda faz a comida e lava e passa as roupas dele, significa que ele está preso a um círculo vicioso emocional. Se você acha que pode ser a mulher de um rapaz que não cresceu, você está procurando problemas. Dê marcha a ré e, como simples amiga, incentive-o a procurar ajuda psicológica para amadurecer”.

(Lee é norte-americano. Não sabemos se ele diria o mesmo se vivesse em algum país cuja situação econômica é mais instável ou passa por crise profunda. Na Espanha, por exemplo, 56% dos adultos entre 30 e 34 anos estão desempregados e muitos voltaram a viver com os pais por razões econômicas. Apesar desta circunstância pontual, eles podem ser homens perfeitamente maduros e estar em busca de solução para as atuais dificuldades. Esse tipo de caso pode ser frequente também no Brasil, em Portugal e nos outros países de língua portuguesa. Portanto, faça um discernimento justo de cada caso).

10. O maníaco controlador: “Há homens cristãos que citam as escrituras e parecem muito espirituais, mas, por trás da fachada de autoridade marital, escondem uma profunda insegurança e um orgulho que pode se transformar em abuso. A passagem bíblica de 1 Pedro 3,7 pede que os maridos tratem suas esposas como iguais (Maridos, tratai as vossas esposas com respeito, porque o seu corpo é mais frágil, e honrai-as por participarem convosco da graça da vida: assim não serão prejudicadas as vossas orações)”.

“Se o seu namorado trata você com menosprezo, faz comentários ofensivos contra as mulheres e minimiza os seus dons espirituais, afaste-se dele o quanto antes. As mulheres que se casam com maníacos controladores religiosos costumam acabar imersas em um pesadelo de depressão”.

Conclusão: O artigo de Lee termina com um conselho: “Se você é uma mulher de Deus, não renuncie aos seus direitos de primogenitura espiritual casando-se com quem não a merece. A decisão mais inteligente é esperar por um homem realmente dedicado a Jesus”.

Para nós, fica o tema de debate: esta “classificação” e estas recomendações feitas às cristãs protestantes norte-americanas podem se aplicar também aos âmbitos católicos de outros países?
E para os homens católicos: aplicam-se os mesmos parâmetros para a sua busca de boas mulheres católicas?

Em seguida leia o artigo de Lee Grady  listando os 8 tipos de mulheres que não merecem se casar com você, e seja pelo Espírito Santo do Senhor revelado a vontade de Deus para sua vida, no que diz respeito a primeira instituição criada e abençoada por Deus. O casamento.

tipos de homens e mulheres que nao merecem casar com voce-28 tipos de mulher que não merecem se casar com você
Onde é que estão as mulheres cristãs maduras e preparadas para o casamento? Assim como as mulheres se queixam dos homens, também há homens dizendo que está difícil encontrá-las.

“Estas são as mulheres que eu peço aos meus filhos espirituais para evitarem”:

1. A não crente; Lee Grady considera que a Bíblia diz, “de modo absolutamente claro”, que os cristãos não devem se casar com não crentes: “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos;…” (2 Coríntios 6, 14). “Você precisa de uma esposa que ame Jesus ainda mais do que a você”, afirma Grady. “Coloque a maturidade espiritual no topo da lista das qualidades que você quer numa esposa”.

Mas não é “absolutamente claro” que a bíblia proíba o casamento com não cristãos, por mais que a recomendação seja humanamente válida para muitos casais. Em 1 Coríntios 7,14, por exemplo, o Apóstolo Paulo explica o que acontece nos casamentos em que um dos cônjuges não é cristão. O texto deixa claro que o apóstolo não se opõe ferrenhamente a esses casamentos: “O marido incrédulo é santificado pela esposa crente e a mulher incrédula é santificada pelo marido crente”.

2. A materialista: “Um amigo meu estava envolvido com uma garota de família rica. Ele economizou durante meses para lhe comprar um anel, mas, quando conseguiu, ela respondeu que era melhor ele voltar para a joalheria e comprar um com um diamante maior. Em suma, ela esperava que ele se endividasse por causa de um anel para satisfazer as suas expectativas materialistas. Alertei o meu amigo: ele estava se metendo numa enrascada. A menos que você queira passar o resto da vida endividado, não se case com uma mulher que tem cifrões nos olhos e vários cartões de crédito na bolsa de grife”.

3. A diva: Para Lee Grady, a “diva” é a versão feminina do homem que se julga superior às mulheres. “Elas acham que o mundo gira em torno delas e não pensam duas vezes antes de machucar alguém para ‘provar’ isso. Suas palavras são cortantes e suas exigências, proferidas com estalares de dedos, são irracionais. Algumas dessas mulheres até podem conseguir posições de responsabilidade na igreja, mas não se deixe enganar pela conversa ‘super espiritual’ delas. Os verdadeiros líderes são humildes. Se você não vê humildade cristã na moça com quem está saindo, procure a sua futura esposa em outro lugar”.

4. A Dalila: “Você se lembra de Sansão? Ele foi ungido por Deus com força sobrenatural, mas perdeu o poder quando uma mulher sedutora descobriu o seu segredo e promoveu o corte de cabelo mais famoso da história. Como Dalila, as mulheres que se deixam dominar por instintos sexuais exacerbados, distantes da maturidade afetiva e fiel querida por Deus, vão cegá-lo com os seus encantos, vão machucar o seu coração e vão roubar a sua unção”, sugere Lee.

“Se a mulher ‘cristã’ que você encontra na igreja está sempre tentando provocar, flerta com outros rapazes, faz comentários sexuais inoportunos no Facebook e não se preserva em sua intimidade e fidelidade, fuja da relação antes de cair numa armadilha”.

5. A turbulenta: “É melhor habitar num canto de terraço do que conviver com uma mulher impertinente”, lemos em Provérbios 21,9. Para Lee Grady, trata-se principalmente das mulheres que se arrastam sobre velhas feridas ou antigos rancores e não conseguem “virar a página”. Pode ser sintoma de não estarem dispostas a perdoar. “Se a mulher com quem você está saindo é cheia de raiva e pouco capaz de perdão, as discussões, as portas batendo e os dramas vão arruinar a sua vida juntos. Insista para que ela procure ajuda, conselhos e oração” e não se case com ela antes que ela aprenda a superar essas tendências litigantes.

6. A maníaca controladora: “O casamento é um empreendimento conjunto, com cada cônjuge responsável por 50% dos resultados. A única maneira de fazê-lo dar certo é que ambos, marido e mulher, pratiquem a dedicação mútua de acordo com Efésios 5, 21”, escreve Grady. A passagem diz: “sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo”, porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?”.

“Assim como há rapazes que pretendem gerenciar o casamento como se fosse uma ditadura, também há mulheres que tentam manipular as decisões para conseguir o que elas querem. É por isso que o aconselhamento pré-matrimonial é tão importante. Você não quer esperar até depois de casado para descobrir, em duas semanas, que a sua esposa não tem confiança em você e quer controlar tudo”.

7. A dependente da mamãe (ou do papai): “É normal que uma jovem esposa procure a mãe com frequência, atrás de ajuda e conselho. O que não é normal é que ela a chame 5 vezes por dia para comentar cada detalhe do seu casamento, incluindo a vida sexual. Já conversei com rapazes cujas esposas deixavam as próprias mães (ou pais!) controlarem totalmente o seu casamento. Gênesis 2,24 diz que o homem deixará os seus pais e se unirá à sua mulher. Os pais devem permanecer de lado no casamento dos filhos. Se a sua namorada ainda não cortou o cordão umbilical, tenha cuidado”. Muito cuidado.

8. A viciada: “Há na igreja muitas pessoas que sofrem de vários tipos de dependência: álcool, drogas, remédios, pornografia… Por um lado, porque, no púlpito, nós não enfrentamos esses pecados; por outro, porque não damos apoio suficiente a essas pessoas. Jesus pode libertar completamente uma pessoa desses hábitos, mas você não tem que esperar até depois do casamento para descobrir que a sua mulher é incapaz de permanecer sóbria. Não é sábio levá-la ao altar antes que ela encare seriamente os seus problemas”.

Para terminar: A dica final de Lee Grady é “olhar para além das características externas, ostentadas pelo mundo como sendo fundamentais, e se concentrar no coração”.

Ele cita o livro dos Provérbios (31,30-versão R.A.): “Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada.”.

post inforgospel.com.br – com informação CharismaNews/J. Lee Grady – via Aleteia – 21/04/14

7 comentários sobre “Evangélicos (as) veja os tipos de homens e mulheres para você não se casar

  1. Borges 24 de abril de 2014 08:55

    Seguindo a biblia risca, ele deveria tambem dar uma olhada nessas passagens, são bem interessantes:

    “Quando a filha de um sacerdote se prostituir; com fogo será queimada.” [Lv 21:9]
    “Um homem só poderá se casar com uma virgem. Nenhuma prostituta, viúva, ou mulher divorciada servirá para mulher. (Deus realmente gosta de virgens)” [Lv 21:13-14]

    Vai sobrar mulher solteira no mundo. kkkkkkk

  2. Sandra Além 4 de novembro de 2015 22:26

    Esse Borges só falou da mulher? Ué….dois pesos e duas medidas? Cadê os homens virgens para nos casarmos também.

  3. celso 14 de abril de 2016 22:33

    oque vou falar ? ja falei tanto e nao da em nada sa mulheres nao querem nada

  4. Marcia 25 de junho de 2016 10:38

    Cansada de homens errados preferi viver só,mas a tristeza de viver sozinha já começou incomodar mas não vejo muitas possibilidade no meio evangélico de encontrar alguém disponível que queira um relacionamento conforme os princípios cristãos,sou uma mulher de 50 anos e não quero terminar a vida sozinha.

  5. pedro luiz 27 de novembro de 2016 15:50

    Assim como Marcia, tenho o mesmo problema,
    necessito encontrar uma cristã de 45 a56 anos
    que queira um relacionamento serio!

  6. Marlene 17 de janeiro de 2017 22:02

    Hoje está difícil encontrar uma pessoa qe qe compromisso serio e qe de me bm crente p fazer a obra os dois juntos

  7. Auride Silva Pereira 25 de fevereiro de 2017 17:11

    Gostaria de encontrar alguém pra um relacionamento sério e saudável – [email protected], auride

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.