COPEL: conta de luz terá redução de 11,8% em abril

A conta de luz residencial da Copel terá um desconto de 11,8% em abril. O desconto, vigente somente em abril, foi confirmado nesta terça-feira (28) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) como devolução de cobrança de energia da usina Angra 3.

O desconto, vigente somente em abril, foi confirmado nesta terça-feira (28) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) como devolução de cobrança de energia da usina Angra 3. Em maio, a conta de luz fica novamente próxima do patamar normal.

A redução pontual em abril corresponde à devolução de valor indevidamente cobrado dos consumidores pela Aneel, em 2016, de energia da Usina Angra 3, no Rio de Janeiro. A Aneel incluiu essa energia nas tarifas, mas a usina acabou não entrando em operação.

O desconto alcança 90 distribuidoras de energia do País. Cada uma terá, em abril, um desconto proporcional ao que foi cobrado a mais em sua área de concessão ao longo de 2016. Os índices do desconto foram definidos pela própria Aneel.

Comente aqui


Possibilidade de retomada aquece aquisições de empresas

A perspectiva de recuperação da economia brasileira deve movimentar o mercado de fusões e aquisições neste ano.

Ninguém arrisca um exercício de futurologia para fazer projeções, mas a percepção de banqueiros de investimento e advogados é que a expectativa de retomada econômica trouxe um ânimo adicional para potenciais compradores. Do lado das companhias, a notícia vem em boa hora, já que para muitas delas a venda de ativos é a única alternativa para reestruturar seus passivos. (Valor Econômico).

Sem categoria
Comente aqui


CEF poderá fechar até 120 agências

A Caixa Econômica Federal informou nesta terça-feira (28) que cerca de 100 a 120 unidades deficitárias passarão por uma “intervenção” neste ano. Durante entrevista coletiva em São Paulo, o presidente da instituição, Gilberto Occhi, disse que as alternativas são fechamento, fusão, diminuição de estrutura ou remanejamento para outro local.
Essa intervenção vai acontecer “tão logo tenhamos a finalização do processo de demissão voluntária (PDV)”, disse Occhi.

Ele calcula a adesão de 5 mil funcionários. ⁠⁠⁠ De acordo com Marcos Jacinto, vice-presidente de Gestão de Pessoas, a economia com o PDV é estimada em R$ 975 milhões (Fonte: G1)

Sem categoria
Comente aqui


Consumidor: SERASA inicia renegociações com endividados

A Serasa Experian realiza a primeira edição do Liquida Dívidas em quase 20 mil postos de atendimentos e pela internet a partir desta segunda-feira (27). Consumidores com contas atrasadas poderão negociar dívidas e condições especiais de pagamento até o dia 2 de abril. Os descontos podem chegar a 90%. O evento tem o objetivo de ajudar os endividados a sair do vermelho.

Segundo estudo realizado pela Serasa Experian em janeiro de 2017, o Brasil tem hoje quase 60 milhões de pessoas com contas atrasadas, o que representa cerca de 40% da população adulta. É possível consultar as formas de atendimento pelo site do Liquida Dívidas. A ideia é facilitar a negociação de débitos, oferecendo a possibilidade de negociar presencialmente ou sem sair de casa, por telefone ou pelo chat da internet. (Fonte: UOL).

Sem categoria
Comente aqui


BRDE presente no lançamento da 45a. EXPOINGÁ

Na quinta-feira passada (23/03) ocorreu o evento de lançamento da 45a. Expoingá no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro em Maringá (PR).

O evento foi marcado pela excelente organização promovida pela Sociedade Rural de Maringá e sua presidente Maria Iraclezia e contou com a presença de diversas autoridades e de instituições de relevância no cenário econômico do estado.

Dentre as instituições presentes ao evento e que também garantiram presença na 45a. Expoingá que será realizada de 04 a 14 de maio, esteve o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), que foi representado na solenidade pelo seu vice-presidente Orlando Pessuti e pelo diretor de Operações João Luiz Agner Regiani.

A 45a. Expoingá promete ser a maior feira agropecuária e de agronegócios da sua longa história de estímulos à economia do Paraná e da região Sul do país.

Neste contexto, a presença do BRDE como banco de desenvolvimento dedicado à concessão de linhas de financiamentos que visam ampliar os negócios do setor empreendedorista da região Sul, se faz muito importante para facilitar o acesso dos  empreendedores às informações e financiamentos imprescindíveis ao crescimento dos seus negócios e da economia de toda a região.

Comente aqui


BRDE estimula movelaria do Paraná

Reunião com os dirigentes da Expoara/Movelpar

Ontem (17) o diretor de operações do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), João Luiz Agner Regiani, esteve em Arapongas (PR) reunido com o presidente da Expoara/Movelpar Wanderley Vaz de Lima (centro) e o seu gerente geral Tiago Lucchese (esq.), para analisarmos os resultados dos negócios realizados na Feira Movelpar, uma das maiores feiras moveleiras do Brasil e que neste ano foi realizada na cidade de Arapongas nesta semana, entre os dias 13 a 16/03.

Foram mais de R$ 40 milhões em negócios realizados na feira, com a percepção dos industriários de melhoria no cenário econômico moveleiro. O BRDE e a Expoara estão se aproximando para fomentar ainda mais o desenvolvimento das indústrias do setor com o objetivo de gerar mais emprego e renda para os paranaenses da regiäo norte central do estado.

Comente aqui


A carne é fraca

No país da corrupção tem muita gente de “carne fraca”.

A operação de mesmo nome que eclodiu hoje mais uma vez deixa o brasileiro honeste e trabalhador boquiaberto. É corrupção para todo lado.

Mais uma quadrilha organizada que se apossou de cargos públicos para, literalmente, roubar e extorquir. Pior, este novo escândalo, num dos principais ramos da atividade econômica do país (carnes), pode, mais uma vez, trazer consequências gravíssimas para o cidadão de bem que trabalha de sol a sol.

Durma-se com um barulho destes.

Comente aqui
 

Moody’s melhora perspectiva de nota do Brasil

A agência de classificação de risco Moody’s melhorou nesta quarta-feira, 15, a perspectiva do rating soberano do Brasil de “negativa” para “estável”, revertendo uma tendência de piora da avaliação do Brasil que vinha ocorrendo desde 2015, quando o País perdeu a classificação grau de investimento. A avaliação da agência é que as condições da economia brasileira estão se estabilizando, há sinais de recuperação após dois anos de forte recessão e o cenário fiscal está mais claro por causa das medidas do presidente Michel Temer.

A decisão da Moody’s de alterar a perspectiva do rating do Brasil para estável foi determinada, além da perspectiva de melhora da economia, por outros dois fatores: sinais de que o funcionamento do arcabouço de políticas no Brasil está melhorando, o que dá suporte à implementação do ajuste fiscal; o terceiro fator é que risco de passivos de entidades relacionadas ao governo, como a Petrobras, foi significativamente reduzido. (Estadão)

Comente aqui


Paralisação permeada de partidarismo lulopetista

É possível detectar em diversas mídias das redes sociais denúncias de utilização da paralisação, de hoje, por sindicatos e centrais sindicais ligados ao petismo e à esquerda comunista, para fins partidários do PT.

Muitos trabalhadores que estão indo de boa-fé às manifestações têm saído delas revoltadas com a utilização enviesada das manifestações, com discursos pró Dilma e Lula, os quais o povo brasileiro reprovou nas ruas em manifestações similares de pouco tempo atrás.

Sem categoria
Comente aqui