Mês: outubro 2014

 

Bancos podem negar crédito por pontuação baixa no score?

RADARDe Exame.com

Dúvida do internauta: Tenho o nome limpo mas não cosigo crédito por causa da minha pontuação no score. Os bancos podem fazer isso? Como faço para solucionar o problema?

Resposta de Ronaldo Gotlib*

Diversos consumidores já ingressaram na Justiça contra o cadastro interno, conhecido como score.

A prática consiste em investigar o histórico de crédito do consumidor (se já atrasou pagamento de contas ou ficou inadimplente, por exemplo), para que os bancos decidam se aceitam ou não o risco de conceder o empréstimo. Continue lendo

Comente aqui


Consumidor pode reclamar pelo www.consumidor.gov.br sem sair de casa

Entrevista que concedi no dia 14/07 ao programa Comunidade do Conhecimento da TV UniCesumar (canal 28 UHF) que contempla importantes informações aos consumidores de Maringá e toda a região de como realizar reclamações sem sair de casa por meio do `site` www.consumidor.gov.br em relação a fornecedores de produtos e serviços que estejam cadastrados nele.

É uma nova ferramenta que facilita o acesso aos consumidores na defesa dos seus direitos e que foi criada por iniciativa de alguns Procons estaduais, dentre eles o Procon-PR.

É uma boa dica, especialmente para os consumidores que não contam com a presença e assistência de Procons municipais nas suas cidades.

7 Comentários


Cheque especial chega a 183% ao ano

Ao contrário das demais linhas de crédito, que registraram queda no mês passado, cheque especial teve alta expressiva, informa o Banco Central; inadimplência ficou estável

Sérgio Castro/Estadão

Alta da taxa do cheque especial vai na contramão das demais modalidades de crédito

O juro médio cobrado no cheque especial ao consumidor chegou a 183,2% ao ano em setembro. Isso significa uma elevação de 10 pontos porcentuais ante agosto, quando ficou em 172,8%.

O cheque especial é a modalidade mais cara disponível para empréstimo. Muitas vezes o consumidor não percebe que está pagando os altos juros, pois o banco aciona o limite pré-aprovado de cheque especial automaticamente quando a conta fica no vermelho.

O juro médio do cheque especial em setembro foi o maior já registrado desde abril de 1999, quando marcava 193,6% ao ano. Naquela época, a taxa Selic, que é usada como referência para a definição dos demais juros ofertados no mercado, estava em 34% ao ano. Maior que a Selic do mês passado, de 11% ao ano.

Já a inadimplência do cheque especial subiu de 10% para 10,3% no período, ou seja, 0,3 ponto porcentual. Considerando todas as modalidade de empréstimo do crédito para o consumidor, a inadimplência se manteve em 6,6% em setembro. Continue lendo

Comente aqui
  

Procon divulga 5ª Pesquisa da Cesta Básica de 2014

Atenção aos aspectos quantitativos dos produtos é muito importanteO Procon de Maringá divulgou nesta quarta-feira (29) a 5ª pesquisa da Cesta Básica de 2014. Em relação à pesquisa anterior, os produtos apresentaram uma queda nos preços médios de 0,24%. A pesquisa no mês de outubro apontou que os 72 produtos distribuídos em 4 categorias custam, em média, R$364,76. Já em agosto, a cesta básica custava em média R$365,65.

Realizada entre os dias 23 e 24 de outubro em 8 estabelecimentos de Maringá, a pesquisa apontou os valores dos produtos divididos nas categorias itens de mercearia, higiene e limpeza, hortifrutigranjeiros e carnes.

No segmento mercearia, o Vinagre Castelo foi o que apresentou maior variação entre os preços, com 138,36%.

Na categoria higiene e limpeza, a Água Sanitária Brilhante apresentou variação de 138,76% entre um estabelecimento e outro.

Na área de hortifrutigranjeiros o produto com maior variação foi o Tomate Rasteiro com diferença de preço de 664,29%.

A categoria carnes também teve um aumento do preço médio de 3,41%.  A Costelinha Suína (sem pele) foi o item da sessão que apresentou maior variação entre os supermercados, com 92,26%.

O Procon alerta os consumidores a pesquisarem antes de comprar, pois a pesquisa demonstrou uma variação média de um estabelecimento para o outro de 42,80,% no preço dos produtos que compõem a cesta básica.

Veja a pesquisa aqui>> 5ª Pesquisa Cesta basica 2014 – Procon de Maringá

Fonte: Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Maringá

Comente aqui


Anvisa suspende lote de chocolate

A Anvisa determinou, nesta quinta-feira (30), a interdição cautelar do lote LBP: 1 13360 1, do produto Chocolate ao Leite com Recheio Sabor Chocolate com Amendoim e Cereal Crocante,  marca Chokko Snack, fabricado por Arcor do Brasil Ltda.

Uma denúncia feita à vigilância sanitária de Volta Redonda (RJ) indicava a existência de teias e excrementos de insetos no produto. Análise realizada pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ) confirmou o resultado insatisfatório na análise de características sensoriais e matérias estranhas indicativas de falhas das boas práticas.

Com a determinação, as 792 caixas do produto serão recolhidas e incineradas pelas vigilâncias sanitárias de Estados e Municípios, já que o produto foi distribuído nacionalmente.

A interdição cautelar é uma medida de caráter preventivo, que tem por objetivo reduzir riscos e evitar danos à saúde da população. Com isso, a empresa fabricante poderá recorrer da decisão e solicitar a realização de novos testes que confirmem ou não as irregularidades encontradas.

Confira a norma no Diário Oficial da União.

Comente aqui


Consumidores assustados com possível aumento de 25% na energia elétrica

RADARComerciantes e consumidores que ainda não sabiam do possível aumento de 25% na conta de luz — conforme informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na última segunda-feira —, como reajuste anual, a partir do próximo dia 7, se assustaram ao calcular a quantia que podem ter que passar a desembolsar a mais depois da alta. O percentual é uma referência e pode variar, para mais ou para menos, de acordo com a aprovação dos diretores da agência.

Veja mais AQUI.

*** Bastou passar as eleições presidenciais e já começaram a chegar aos consumidores as péssimas notícias sobre os reajustes de tarifas públicas ou de serviços/produtos concedidos ou com preços controlados pela União. Preparemos o lombo porque a energia elétrica é só o começo, vem mais por aí (combustíveis, telefonia, gás, etc).

Comente aqui


Venda de PCs no Brasil caiu 27% em agosto

Divulgação/Positivo Informática.  / Em agosto foram comercializadas 760 mil unidades no Brasil

As vendas de computadores pessoais no Brasil recuaram 27% em agosto em relação ao mesmo mês do ano passado, para 760 mil unidades, informou nesta quinta-feira (23) a empresa de consultoria IDC Brasil.

Do total, foram comercializados 293 mil desktops (39% do total) e 467 mil notebooks (61%). Em agosto, 28% das vendas foram para o mercado corporativo e 72% para o consumidor final.

“Os números estão de acordo com a nossa projeção. Já esperávamos um desempenho negativo do mercado. O momento pré-eleição, a queda na disputa de preços pelas empresas, principalmente no setor de consumo, têm impactado os números nesses últimos meses”, disse em comunicado o analista Pedro Hagge.

Os dados também mostram queda nas vendas em relação a julho deste ano, quando foram comercializados 787 mil PCs, queda de 35% em relação a julho do ano passado, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pelo instituto.

Foram vendidos em julho 324 mil desktops (41%) e 464 mil notebooks (59%), sendo 31% para o mercado corporativo e 69% para o consumidor final.

Para o analista, 2014 terá uma queda de 24% nas vendas de PCs, a mais forte já registrada nesse mercado (Gazeta do Povo)

*** Reflexo da retração de mercado nos diversos segmentos produtivos.

Comente aqui