Mês: julho 2015



Veja como a inflação faz consumidor perder a noção dos preços

2014-677534652-2014010694951.jpg_20140106[1]O que custa mais: o pacote de ração para cães, o quilo de contrafilé, a garrafa de vinho chileno ou a embalagem de fraldas descartáveis?

Após cerca de duas décadas, o brasileiro enfrenta um cenário em que as referências de preço começam a se confundir. Ainda não é preciso sair desesperado atrás de um freezer horizontal para estocar comida por três meses, como nos tempos de hiperinflação. Na época, os preços subiam 50% ao mês. Hoje, a alta ronda 9,5% ao ano. Continue lendo

Comente aqui


MP investiga `site` por venda de dados de consumidores

Acusado de vender informações sigilosas, o site Cartório Virtual tornou-se alvo de investigação do Ministério Público de São Paulo. Em meio à polêmica envolvendo a privacidade na internet, o endereço eletrônico oferece não só dados de documentos pessoais, mas também a localização de bens, contas detalhadas de telefone e até conversas no WhatsApp (Gazeta do Povo).

Sem categoria
Comente aqui
 

Propaganda enganosa: Conar suspende propaganda da Claro

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) acatou um pedido de liminar feito pela Oi, suspendendo uma campanha da Claro, que foi veiculada em seu site e no YouTube. O conselho entendeu que a propaganda “Claro Pré é o chip da internet”, anuncia acesso grátis a WhatsApp, Facebook e Twitter na franquia de pré-pago, mas omite detalhes sobre cobranças e condições para acesso aos serviços que, portanto, torna o uso oneroso.

A Claro esclareceu ao GLOBO que apresentará as informações necessárias ao Conar para que sejam analisadas durante o julgamento da ação. A operadora reforçou, em nota, “seu compromisso com a transparência na comunicação com seus clientes e o cumprimento das normas que regem o mercado publicitário e a legislação vigente”. A Oi informou que não vai comentar (O Globo).

Sem categoria
1 Comentário


Usuários resistem a fazer transações online

Por Camilo Rocha

O brasileiro pode estar muito à vontade nas redes sociais, em sites de notícias ou em canais de vídeos ou músicas, mas quando o assunto envolve dinheiro ele ainda se mostra bastante reticente, de acordo com o levantamento divulgado pelo Ibope.

Apenas 32% dos usuários de internet realizam atividades de “transação”, categoria que inclui serviços bancários, sites de investimento, reservas de hotéis ou carros, leilões e compras online. Mesmo entre usuários mais experientes, que utilizam a rede há cinco anos ou mais, apenas 41% transacionam na rede. Entre os que chegaram na internet a menos de dois anos, só 10% se arriscam em operações que envolvem dinheiro (Estadão).

Sem categoria
Comente aqui


Cesárea terá de ter justificativa médica

Entrou em vigor nessa semana uma nova resolução normativa da Agência Nacional de Saúde (ANS) que estabelece novas regras para a realização de cesarianas via plano de saúde.

A partir de agora, a cobertura do parto cirúrgico está condicionada à justificativa médica ou a um termo de consentimento assinado pela gestante (Gazeta do Povo).

Sem categoria
Comente aqui
 

Cartilha ajuda consumidor a escolher plano de saúde

ANSA Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) lançou uma cartilha para orientar os consumidores interessados em obter informações ou adquirir um plano de saúde.

O material explica, de maneira clara, quais são os tipos de planos e as especificidades de cada um, ajudando a escolha do serviço mais adequado.

São abordados aspectos relativos à abrangência geográfica, segmentação, cobertura e rede de prestadores, entre outros. A cartilha está disponível no portal da ANS na área de publicações (aqui).

Comente aqui
 

Como anda a alta da cesta básica ?

Pesquisa aponta que a cesta básica paulistana subiu 2,11%.

Como vem se comportando o preço da cesta básica em Maringá no decorrer dos últimos meses?

Com base na sensação dos preços nos supermercados se percebe que os preços não param de subir, mas sem pesquisas constantes infelizmente é impossível saber tecnicamente.

 

Comente aqui