Improvisos no setor elétrico e a mentira contumaz

A cada dia que passa o governo Dilma se sobressai em mentiras e se revela ainda mais desastroso, especialmente em setores estratégicos como é o setor elétrico. Motivo pelo qual o governo perdeu irrecuperavelmente a credibilidade que lhe restava e o povo perdeu a esperança em ver dias melhores no país com esta senhora no poder.

Neste sentido muito interessante a análise feita pela economista Mirian Leitão (aqui).

Dentre as constatações levantadas pela economista, há a de mais uma mentira pregada no povo pelo governo federal, pela qual, segundo Mirian, “fica muito claro que não era verdade o que falava o governo, que a tarifa subia pela falta de chuva. Voltou a chover mas a tarifa continua muito cara.”

Este é o naipe do governo federal, o da contumácia na mentira, tal como a Dilma fez nas eleições presidenciais ao mentir para o povo afirmando que estava tudo bem e que o país ía de vento em popa, mas passadas referidas eleições os esqueletos da economia cambaleante do país foram tirados do armário, para surpresa geral da nação.

No entanto, quem não foi surpreendido foi o Senador Magno Malta (PR-ES), o qual logo após as eleições presidenciais de 2014, em discurso que realizou no Senado, descreveu nua e cruamente a situação econômica do país e fez a previsão de que Aécio Neves recebera uma espécie de “livramento” ao perder as eleições diante das desgraças econômicas ocasionadas pelo governo federal que estavam por vir à tona.

Assistam o vídeo e vejam como o Senador Magno “Nostradamus” Malta em 05/11/2014 acertou na mosca:

 

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.