Mês: setembro 2016



Quando falta credibilidade

Dando continuidade a postagem anterior, de se observar que “fazer política” (o termo mais correto aqui seria ‘politicagem’) somente atacando pessoas e sem propor projetos políticos não cola mais na cabeça do eleitor.

O eleitor, com justa razão, quer discutir idéias, projetos, soluções. Não quer discutir somente “pessoas”.

Porque de pessoa para pessoa todos tem seus erros e seus acertos. Ninguém acredita mais nos politiqueiros de plantão que querem fazer colar a idéia de que somente os seus candidatos são “santos” e que todos os demais são “demônios”.

Esta é a estratégia da velha política, que felizmente está quase extinta. A produção de ofensas pessoais faz faltar credibilidade a quem as produz. O povo não é bobo, está vendo.

Sem categoria
1 Comentário


Política que faz mal às pessoas

É lamentável como em razão das disputas políticas algumas pessoas se tornam publicamente agressivas e desrespeitosas com o próximo. Revelam na verdade o que provavelmente guardam escondidas dentro de si no dia a dia.

Coisas de política de nível muito baixo.

Normalmente quando faltam propostas, projetos e, principalmente, educação, sobram ofensas, xingamentos e atitudes desrespeitosas.

Cabos eleitorais ou simpatizantes que assim agem prestam um desserviço ao seu candidato, pois acabam perdendo a credibilidade e muitas vezes o voto em favor deste.

Para alguns a política ao invés de construir boas relações, faz mal.

Sem categoria
Comente aqui


651 mil vagas a menos.

O mercado de trabalho brasileiro registrou em agosto deste ano o fechamento de 33.953 vagas com carteira assinada. No mesmo mês de 2015, foi contabilizada demissão líquida de 86.543. Em julho, as demissões somaram 91.032.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e estão sem ajuste — não consideram as informações entregues pelas empresas fora do prazo. — Exame.

PS – No acumulado do ano são 651 mil vagas de trabalho a menos. Neste cenário é de se perguntar: que políticas públicas poderiam ser adotadas pelos municípios para amenizar a catástrofe atual do desemprego? Ações locais apoiadas pelos municípios seriam muito bem-vindas.

Comente aqui


França é o 1° a proibir descartáveis

A França tornou-se o primeiro país do mundo a proibir a venda de copos, taças, pratos, talheres e outros utensílios descartáveis de plástico.

A nova lei segue uma proibição total de sacolas plásticas aprovada em julho e é parte do projeto Transição Energética para o Crescimento Verde, um plano para tornar o país um dos líderes mundiais na adoção de práticas de redução de impacto ambiental e das emissões de gases de efeito estufa.

Aprovada no mês passado, a medida passará a valer integralmente em 2020, o que dá bastante tempo para os fabricantes e estabelecimentos comerciais, incluindo restaurantes e supermercados, se adequarem às novas regras. —- Exame.

Comente aqui


Cabrito bom

Mesmo com recorde da Petrobras na produção de petróleo  (2,22 milhões de barris por dia, segundo a Exame) e os preços baixos no mercado internacional, os combustíveis não abaixam o preço no Brasil.

Afinal, o consumidor e contribuinte brasileiro é quem tem que pagar a conta da roubalheira no país.

Brasileiro é mesmo cabrito bom, pois todos assistem o assalto sem berrar.

Sem categoria
Comente aqui


ANVISA proíbe queijo relado PARMÍSSIMO

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu nesta sexta-feira (9) a distribuição e comercialização de 22 lotes de queijo parmesão ralado da marca Parmíssimo. Fabricados pela empresa Parmíssimo Alimentos LTDA., os lotes não teriam garantia de qualidade e inocuidade, portanto não seriam seguros ao consumo.

Agora, a responsável pela marca, cuja fábrica se localiza em Viamão (RS), deve recolher os estoques que estão fora do padrão nas embalagens de 50g, 100g, 500g e 5000g. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (9). — Gazeta do Povo.

Comente aqui


Receita libera consulta ao 4° lote

A partir das 9h desta quinta-feira (8) a Receita Federal abre a consulta ao quarto lote do Imposto de Renda 2016.

O quarto lote também inclui restituições que estavam na malha fina, relativas aos anos de 2008 a 2015.

Para saber se a declaração foi liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146.

Sem categoria
Comente aqui


Governo projeta mudanças no FGTS

O governo do presidente Michel Temer prepara mudanças no modelo do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), de acordo com uma notícia publicada neste sábado pelo jornal O Globo.

Segundo a reportagem, o fundo passaria a ser responsável pelo seguro-desemprego e por viabilizar um regime de aposentadoria complementar para os trabalhadores da iniciativa privada.

O objetivo, de acordo com o jornal, seria o de aumentar a taxa de poupança do país e melhorar as contas públicas. — Exame.

Sem categoria
Comente aqui