Enfim, o fim do “auxílio-presidiário”

Entre as propostas para reduzir o rombo nas contas públicas, a equipe do presidente Michel Temer pretende acabar com o auxílio-reclusão, conhecido como ‘bolsa-presidiário’.

Segundo o jornal O Globo, “serão encaminhadas ao Congresso propostas para adiar o reajuste dos servidores de 2018 para 2019 (o que resulta numa redução de gastos de R$ 9 bilhões) e para acabar com o auxílio reclusão, pago a famílias de detentos (dando uma economia de R$ 600 milhões)”.

O auxílio-reclusão tem intensa desaprovação da sociedade, que há tempos pede sua extinção.

Sem categoria

5 comentários sobre “Enfim, o fim do “auxílio-presidiário”

  1. maso 10 de agosto de 2017 20:26

    Dessa republica lulista muita coisa pra ser terminada. Temos de indenizar a familia da vitima, e nao do algoz.

    • FIDEL EDSON DE SOUZA 13 de agosto de 2017 10:47

      Auxílio reclusão é anterior à Lula.

  2. Ude 11 de agosto de 2017 20:44

    até que enfim!

  3. Emerson 13 de agosto de 2017 10:52

    Disse tudo! Num País que tem uma enorme inversão de valores, já um começo se aprovado este “auxílio marginal” para não usar outros termos.

  4. Te,ma 13 de agosto de 2017 11:52

    Já foi tarde, até enfim. Coloquem esses vagabundos a trabalhar.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.