O suicídio sob a ótica da esquerda anacrônica

Os ativistas esquerdopatas anti Lava Jato e anti Moro de modo orquestrado (como sempre fazem) agora deram, como “papa defuntos”, de se utilizar do suicídio do reitor da UFSC para atribuirem  responsabilidade pela prática do ato desafortunado ao modelo legal das prisões realizadas na busca pela punição da corrupção no país, tentando, assim, criar vínculos entre as investigações/prisões e o ato desafortunado praticado pelo suicida.

É muita “cara dura” e cretinice dessa gente que não tem o mínimo pudor em se utilizar de uma situação trágica como esta para exercitarem o seu ativismo pró Lula e contra tudo o que contraria os seus interesses levianos de auxiliarem retornar ao poder o modelo corrupto que imperou nas gestões Lula e Dilma.

A que ponto as coisas chegaram. Extremamente lamentável e de tamanha pobreza de espírito.

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.