Solidariedade ao jornalista Angelo Rigon

Em razão do lamentável fato ocorrido no ambiente da Câmara Municipal de Maringá, no transcorrer da votação da abertura de Comissão Parlamentar em relação ao vereador Homero Marchese, que resultou na agressão física ao jornalista maringaense Angelo Rigon, me manifesto perplexo de que em pleno século 21 o ser-humano ainda recorra à violência física ou psicológica na tentativa de reprimir quem pensa de modo diferente ou adota posições diferentes das suas.

Não bastasse a lamentável ofensa física sofrida pelo jornalista Rigon, este ainda teve, no episódio, o seu celular furtado.

Desse modo, manifesto aqui publicamente solidariedade ao jornalista Angelo Rigon em virtude das agressões sofridas, bem como registro o meu manifesto de repugnância a tal ato selvagem e votos de que as autoridades policiais apurem e punam o ofensor nos termos da lei.

Não há posição politica, ideológica ou de pensamento que justifique a imposição física a um semelhante, seja ele quem for.

6 comentários sobre “Solidariedade ao jornalista Angelo Rigon

  1. Cláudia 6 de outubro de 2017 15:03

    A que ponto chegamos!!! #somostodosrigon

  2. JOSÉ MARCOS BADDINI 6 de outubro de 2017 15:39

    Porque cortou minha opinião? Esse blog não é democrático?

    • maso 9 de outubro de 2017 11:10

      cortou o meu tambem! Se ve Baddini! Nossa opiniao promove qualquer blog ne! Tao relevante que e! mas aqui o desprezo . To tao triste que vou chora. Depois eu volto!

  3. Gaetana Caporusso 6 de outubro de 2017 15:56

    Lamentável essa atitude!

  4. Passig 7 de outubro de 2017 9:45

    Faço das tuas palavras as minhas, esse tpo de atitude é ???… não tenho palavras, o bicho se é que se pode assim o chamar (humano) esta perdendo a noção…

  5. maso 8 de outubro de 2017 17:02

    Tudo bem que houve uma exaltacao que passou do limite. Mas pontapes com a caneta podem machucar mais que com os pes. Aquele ditado antigo – quem fala demais da bom dia a cavalo…..quem escreve tambem!
    Solidariedade ao Jornalista Rigon, mas o cidadao que o golpeou deve ser ouvido sim, e falar do motivo de ter partido para a agressao.
    Quanto a comissao processante para cassar Homero Marquese, que tem feito o trabalho de vereador e raramente vemos isso nas Camaras, cassa-lo seria agredir nao so os que o elegeram, mas toda a comunidade. O cara que faz o papel de vereador e encarna o novo politico que nao aceita suborno nem direto, nem indireto.
    Vereadores em Maringa, pensem bem!

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.