Mês: abril 2018



Combate ao desperdício alimentar

Na tarde de hoje a equipe do BRDE foi recebida em Brasília (DF) por Caio Rocha, Secretário de Segurança Alimentar do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), a fim de tratar da ativação do Programa de Combate ao Desperdício Alimentar formatado pelo BRDE em conjunto com o MDS para ser aplicado na região Sul do país.

O BRDE será o operador financeiro na sua região de financiamentos que priorizarão o financiamento de projetos que se prestem a diminuir perdas de alimentos nas cadeias e processos produtivos.

Pelo BRDE estiveram presentes à reunião, João Luiz Agner Regiani, diretor de operações, Luiz Corrêa Noronha, diretor de planejamento, Luciano Feltrin (superintendente de planejamento) e Thiago Pesch (gerente de operações da Agecur/BRDE).

Sem categoria
2 Comentários
 

A propósito….

A propósito da postagem anterior, não se vê nenhum “esquerdinha” socialista moralista e adepto do “politicamente correto” se indignando com o uso do dinheiro público para patrocinar o protesto contra a prisão de uma única pessoa (leia-se, criminoso condenado = Lula), o que comprova a afirmação de Margareth Thatcher de que o socialismo defende o uso do “dinheiro dos outros” para sustentar a sua ideologia.

Justamente estas contradições de discurso, “à lá” faça o que eu falo mas não faça o que eu faço, é que vem desnudando a verdadeira face e índole deste povo. Depois os esquerdinhas anacrônicos não conseguem entender ou se mostram revoltadinhos por que muita gente prefere hoje votar no Bolsonaro do que no marginal Lula.

E ainda há bem por perto daqui quem continue a defender a esquerda putrefata do país. Salvem as almas!!

3 Comentários


Engulam mais esta

Protestos pró-Lula: petistas põem gastos na conta do povo

Parlamentares do PT repassaram ao Congresso Nacional despesas relacionadas à campanha política do partido contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato. O Estado encontrou na prestação de contas mensal de sete parlamentares gastos com deslocamento e alimentação que somam R$ 3.769,45.

Os gastos foram registrados em São Bernardo do Campo (SP), onde Lula fez um ato no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC nos dias 5 e 6 de abril, após a ordem de prisão, e na região metropolitana de Curitiba, cidade onde o petista está preso desde o dia 7. Os valores podem aumentar, porque as bancadas têm 90 dias para enviar às respectivas casas legislativas documentos comprobatórios para pedir reembolso de despesas.

Há pagamentos de pedágio, abastecimento de veículos, táxi e Uber, passagens aéreas compradas às vésperas do voo, pão de queijo, refeições e lanches.

Veja mais aqui.

 

***Nota do blog – Como já dizia sabiamente Margaret Tatcher, “o socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros”. E é com esse descaramento que age esta gente que se diz defensora dos pobres e oprimidos, como que o patrimônio público servisse somente ao seu projeto de poder e defesa ideológica. Bandalheira pura.

comunismo
Comente aqui


Recorde histórico

No primeiro trimeste deste ano foi batido o recorde de servidores públicos federais demitidos em virtude de envolvimento com corrupção.

Foram 142 servidores demitidos, num recorde histórico desde 2003.

O que atinge o paîs em cheio e macula a sua imagem não é o fato de termos hoje um ex-presidente preso, mas um sistema corruptivo enraizado em que “alguns” se acham acima da lei para praticar a corrupção.

1 Comentário


Europa embarga o “frango brasileiro”

A Comissão Europeia decidiu embargar carnes e produtos derivados fabricados por 20 estabelecimentos brasileiros, incluindo três plantas da JBS e três da Aurora Alimentos.

As empresas entraram na lista negra da União Europeia por unanimidade em razão de “deficiências detectadas no sistema oficial de controle brasileiro”.

Veja a lista dos 20 frigoríficos brasileiros embargados:

Comente aqui


Frases memoráveis de Roberto Campos


Se estivesse vivo, o economista e diplomata Roberto Campos completaria ontem seu 101º aniversário. Morto em 2001, aos 84 anos, deixou incontáveis frases que viverão para sempre na memória do Brasil que pensa. Augusto Nunes separou algumas.

“O bem que o Estado pode fazer é limitado; o mal, infinito. O que ele pode nos dar é sempre menos do que nos pode tirar”.
“O doce exercício de xingar os americanos em nome do nacionalismo nos exime de pesquisar as causas do subdesenvolvimento e permite a qualquer imbecil arrancar aplausos em comícios”.
“O PT é um partido de trabalhadores que não trabalham, estudantes que não estudam e intelectuais que não pensam”.
“Nossas esquerdas não gostam dos pobres. Gostam mesmo é dos funcionários públicos. São estes que, gozando de estabilidade, fazem greves, votam no Lula, pagam contribuição para a CUT. Os pobres não fazem nada disso. São uns chatos”.
“É divertidíssima a esquizofrenia de nossos artistas e intelectuais de esquerda: admiram o socialismo de Fidel Castro, mas adoram também três coisas que só o capitalismo sabe dar ─ bons cachês em moeda forte, ausência de censura e consumismo burguês. São os filhos de Marx numa transa adúltera com a Coca-Cola”. (Fábio Campana)

Sem categoria
6 Comentários