Mês: maio 2018



Em evento no Perú BRDE discute “green bonds”

No evento João Regiani (BRDE) esteve com Philippe Szymczak, Chefe da Divisão dos Parceiros Globais do BEI

O diretor de operações do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), João Luiz Agner Regiani, participou desde ontem, em Lima, no Perú, do Workshop “Green & Sustainable Bonds”, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O evento se encerrou hoje e discutiu sobre mercado de ‘green bonds’, experiências no financiamento da sustentabilidade e diversos aspectos relacionados a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Estiveram presentes, além de agentes do BID, representantes do Banco de Desenvolvimento da Alemanha (KFW), da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e do Banco Europeu de Investimentos (BEI).

Sem categoria
Comente aqui


Regiani preside reunião de comissão da ABDE

A Comissão de Assuntos Operacionais de Crédito da Associação Brasileira de Desenvolvimento – ABDE está reunida, nesta sexta-feira (18/5), sob a presidência do Diretor de Operações do BRDE, João Regiani.

O encontro se desenvolve na sala de reuniões da diretoria do BNDES, no Rio de Janeiro. Também participam dos trabalhos, representando o BRDE, o Diretor de Planejamento e Vice-presidente da ABDE, Luiz Corrêa Noronha, o Superintendente de Crédito e Controle e Coordenador da Comissão da ABDE, Thiago Tosatto, o chefe do GADIR, Paulo Starke, e o gerente-adjunto de Operações da AGFLO, Marcos Aurélio Cunha.

A pauta dos trabalhos aborda “Novos negócios e parceria Ministério do Turismo, BNDES, Sistema Nacional de Fomento (SNF) e Sebrae Nacional para alavancar os investimentos na área do Turismo – Programa PRODETUR”; Case: Badesul (relato sobre operação com o Fungetur); Relato do andamento do Programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana ABDE; Portal do SNF para MPEs e Fundo de Aval da MPEs; Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – na visão do governo Henrique Villa Costa Ferreira – Secretário Nacional da Presidência da República; ODS e novos negócios – Luiz Corrêa Noronha, Diretor do BRDE; Componente da Taxa fixa na TLP Utilização do Fundo Clima para financiamento de sistemas fotovoltaicos Fernando Américo Santos Rodrigues – Gerência de Normas, Área de Operações Indiretas do BNDES; Assuntos Gerais – Matriz de competências; Prêmio ABDE-BID. (Ascom/BRDE).

BRDE ,
1 Comentário


BRDE, uma instituição geradora de empregos

O jornal O Diário de Maringá veiculou na sua edição de hoje, p. A5, o balaço do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) em 2017, com especial destaque para os mais de 33 mil empregos diretos gerados por meio dos financiamentos promovidos pela instituição financeira.

Outros assuntos importantes são abordados na matéria, como captações internacionais, controle de risco, compliance e acesso ao crédito. Vale muito a leitura.

Sem categoria
Comente aqui


Empreendedorismo: Pe. Joãozinho na ACIM

Hoje pela manhã o Padre João Carlos Almeida, o conhecedíssimo Pe. Joãozinho, esteve na Associação Comercial e Industrial de Maringá (ACIM) para proferir palestra sobre a recém criada Pastoral do Empreendedor da Igreja Católica.

Foi um momento de importante reflexão sobre o papel do empreendedor nas mudanças que podem ser realizadas na sociedade, bem como sobre a visão conciliadora entre o capital e o trabalho onde um não exclui o outro, pelo contrário, são reciprocamente importantes na sua coexistência.

Quando se propõe o diálogo desapaixonado e com foco na fé sobre as questões que permeiam o tema a discussão fica leve, produtiva e com conteúdo positivo e propositivo.

O evento foi organizado pelo grupo de Empreendedores Católicos de Maringá, sob a coordenação do jornalista Everton Barbosa e o comunicador Rafael Soares.

Com o Padre Joãozinho hoje de manhã na ACIM

Sem categoria
Comente aqui


EXPOINGÁ 2018: BRDE liberou R$ 40 milhões em financiamentos

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, BRDE, liberou neste sábado 40 milhões de reais em financiamentos para cooperativas, produtores rurais e empresas do Noroeste do Paraná e região do Vale do Ivaí.

Os contratos foram assinados na Expoingá 2018, com a presença da governadora Cida Borghetti, do diretor-presidente do Banco, Orlando Pessuti, e dos diretores João Luiz Regiani, de Operações, e Luiz Noronha, de Planejamento, do deputado federal Ricardo Barros e demais autoridades presentes.

Negócios

O BRDE participa da 46ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá – Expoingá 2018 com a oferta de linhas de financiamento para projetos de todos os setores da economia. O banco tem estande próprio na feira com equipe especializada para atendimento de parceiros e futuros clientes.

O BRDE poderá fechar negócios na Expoingá para apoio também de projetos inovadores dos setores de energia e sustentabilidade, como geração de energia e eficiência energética, uso racional e eficiente da água, gestão de resíduos e reciclagem, além das linhas destinadas a cadeia do agronegócio, pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Imagens do evento:

Comente aqui
 

Eleição de 2014 foi fraude, diz Marina

Marina Silva participou do programa Roda Viva nesta segunda-feira. Disse que diante de todas as “atrocidades relativas à corrupção” reveladas pela Lava Jato é possível afirmar que as eleições de 2014 foram “uma fraude”.

Disse que o resultado foi fruto do uso de financiamento ilegal originado com o roubo na Petrobras, nos fundos de pensão, em Belo Monte, na Caixa, no Banco do Brasil e no BNDES. As informações são do BR18/ Estadão.

Sem categoria
1 Comentário


PF envia delação de Palocci para homologação

O Globo

A Polícia Federal enviou a delação premiada do ex-ministro petista Antonio Palocci para homologação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A análise caberá ao desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF-4. A informação foi revelada nesta segunda-feira pelo portal G1 e confirmada pelo GLOBO.

Houve uma mudança no entendimento inicial, de que a delação caberia ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. O caso foi enviado ao TRF-4 porque Palocci já foi condenado em primeira instância, pelo Moro, e seu recurso de apelação tramita atualmente na segunda instância. Portanto, caberá ao desembargador, além de homologar, decidir sobre a eficácia da delação premiada para uma eventual redução de pena do ex-ministro.

O GLOBO revelou no último dia 26 que Palocci havia assinado o acordo de delação com a PF, após tentativas frustradas com a Procuradoria-Geral da República. Ele se comprometeu a dar detalhes e provas que comprometem o ex-presidente Lula e outros figurões do PT (Fabio Campana)

Sem categoria
1 Comentário