ONGs ativistas afinadas com os (des)governos de esquerda

UNa medida em que vão se passando os dias vai se descobrindo cada vez mais absurdos e descalabros acoitados pelos (des)governos de esquerda que tiraram o país dos trilhos do desenvolvimento e da linha da boa economia.

Descobriu-se agora que uma ONG chamada Instituto Odeon, que faz a gestão do Museu de Artes do Rio (MAR), permitiu a realização de exposição “de arte” (em curso até o próximo mês de maio) no museu que traz como supostas obras de artes as bandeiras do PT, MST e CUT e o “incêndio de igrejas”.

Mas o que vem deixando ainda mais pasmo alguns especialistas culturais é a descoberta de que a tal ONG, nitidamente de viés ideológico de esquerda, vem recebendo R$ 12 milhões por ano para a gestão do MAR. Ou seja, 19 vezes mais do que recebia o Museu Nacional que meses atrás ardeu em chamas por falta de manutenção e que tinha no seu acervo 20 milhões de itens, incluindo obras e peças raras e insubstituíveis. O MAR tem apenas 28 mil itens.

São estas aberrações descobertas é de que tem falado o presidente Bolsonaro quando diz da necessidade de se passar um pente-fino nas ONGs criadas pelos esquerdistas que estavam no governo. Providência necessária e que vem em boa hora.

**Com informações de Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Sem categoria

Um comentário sobre “ONGs ativistas afinadas com os (des)governos de esquerda

  1. Dionisio Cerqueira 4 de janeiro de 2019 12:24

    Correto está o Bolsonaro que sabem muito com quais quadrilhas está lidando. Tem que investigar tudo, ONGS, MST, sindicatos esquerdistas, centrais sindicais, inclusive quanto a manuseio de dinheiro e remessas travestidas de doações para partido alinhados ao PT.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.