Corrupção



Lula e a “justiça” para quem voa de jatinho

Ontem ficou ainda mais claro que, no Brasil, existe a Justiça para quem viaja de classe econômica e a Justiça para quem voa de primeira classe ou jatinho.

Lula conseguiu o que nenhum outro cidadão condenado alcançou: a reapreciação de questão já julgada pelo regime de repercussão geral, no plenário do STF.

O regime da repercussão geral, cujo objetivo republicano é submeter a todos, indistintamente, a uma mesma decisão, agora vai valer com ressalvas oligárquicas: desde que não sejam graves crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, desde que o condenado não seja poderoso como Lula e desde que o advogado não seja Sepúlveda Pertence. (O Antagonista).

2 Comentários


Problemas financeiros por causa da Lava Jato?

A Folha de S. Paulo perguntou a George Ren McEachern: Uma série de empresas investigadas na Lava Jato passam por problemas econômicos sérios e muitos culpam a operação. Dá para apurar corrupção e preservar as empresas?
Ele respondeu assim: Duas coisas aconteceram: o Brasil estava envolvido em grandes casos de corrupção ao mesmo tempo em que havia grandes incertezas econômicas. Corrupção não é um problema só do Brasil, é uma questão global e não dá para estabelecer uma relação de causa e efeito [entre investigação de corrupção e problemas econômicos]. Eu não estou julgando as perdas aqui no Brasil. O Brasil tem de descobrir o que é melhor para o Brasil. Porque antes o sistema não funcionava bem. Combater a corrupção pode ser doloroso, mas é mais doloroso quando a corrupção persiste, cresce e nunca acaba. Há muitos exemplos no mundo. Já o Brasil parece agora ter um futuro brilhante pela frente. Combater a corrupção pode custar alguns empregos no começo. Mas a longo prazo gera negócios muito mais sustentáveis, e isso não é só para as pessoas ricas.

George Ren McEachern integrou até dezembro o Esquadrão de Corrupção Internacional do FBI. (Fonte: Fábio Campana).

Comente aqui


Em véspera de julgamento do LULA é bom relembrar de PALOCCI

Hoje, dia 23/01/2018, é véspera do julgamento do Lula pelo TRF4 em Porto Alegre (RS), e é sempre bom relembrar aos incautos, que ainda sonham e fazem devaneios sobre a suposta inocência do ex-presidente, que além do julgamento que ocorrerá amanhã, está ainda por rolar muita água por baixo da ponte das revelações das ligações escusas de Lula com o poder.

Segue abaixo, no vídeo, a primeira parte do depoimento bombástico de Antonio Palocci concedido ao juiz Sérgio Moro em Curitiba e que coloca “pá de cal” sobre Lula, Dilma e todos os interligados a estes no esquema de corrupção que desviou BILHÕES de reais dos cofres públicos e que hoje vem ocasionando o caos econômico que o país vem atravessando, fechamento de universidades públicas, cancelamento de bolsas de pesquisas, elevação de preços do combustível, luz, água, telefone, etc, desemprego de mais de 12 milhões de brasileiros, dentre outros infortúnios que os brasileiros vem sofrendo ultimamente.

Assistam:


Como foi acima mencionado, esta é somente a primeira parte do depoimento de Palocci ao Juiz Sérgio Moro. Se quiserem assistir às demais partes vejam por aqui.

Vale a pena assistir para se ter noção da dimensão do caráter (ou a falta de) do maior “inocente” jamais visto na história deste país..

2 Comentários


Lula, um funcionário da Odebrecht

JATINHO USADO POR LULA PODE TER SAÍDO DE SUA ‘CONTA CORRENTE’ COM A ODEBRECHT

PARECIA SER DE LULA O JATINHO ‘DA ODEBRECHT’ QUE ELE USAVA
Diário do Poder
v
A Odebrecht colocou à disposição do ex-presidente Lula um jato executivo capaz de levá-lo a qualquer lugar do mundo, ora a serviço da empreiteira, ora para uso pessoal. Ele agia como se o jato fosse de sua propriedade. Integrantes da força-tarefa da Lava Jato suspeitam que o luxuoso Gulfstream G200 pode ter sido adquirido para o petista tão logo ele deixou a presidência da República, no final de 2010.
V
Uma das linhas de investigação é sobre a suposta compra do jatinho no âmbito da “conta-corrente” de Lula delatada pela própria Odebrecht.
 V
A suspeita de “uso exclusivo” decorre da informação de que Lula teria escolhido pessoalmente a tripulação do Gulfstream.
 V
Lula usou esse jato a serviço da Odebrecht ou cumprindo agenda pessoal, segundo revelou o ex-diretor Alexandrino Alencar.
 V
Alexandrino Alentar, que foi preso na Lava Jato, fez acordo de delação premiada e reforçando acusações de tráfico de influência contra Lula.
Comente aqui


Juiz Thompson Flores confirma ameaças a Juízes do TRF

O Juiz do TRF Thompson Flores que recebeu esta semana uma comitiva em Porto Alegre de petistas que foram solicitar “julgamento justo” a Lula, relatou que juízes daquele tribunal vem recebendo ameaças a ponto de retirarem as suas famílias do Rio Grande do Sul.

Em véspera do julgamento do Lula, que se dará no proximo dia 24, a pergunta que se faz: a quem interessaria acuar a justiça e intimidar os julgadores?

Tipica ação de bandidos para tentar livrar outro.

2 Comentários


Se esconder dentro da câmara municipal é fácil…

Se esconder dentro da câmara municipal para defender o Luleco é fácil, quero ver ter coragem para marcar ato pró-Luleco em frente a catedral, como fizeram quem hoje se vestiu de verde e amarelo e foi se manifestar em favor da Justiça e das investigações da operação Lava Jato.

9 Comentários


Manifestaçōes mixaram. Fechem as fronteiras.

A cúpula do PT prometeu um “ato monstro” em Porto Alegre no dia 24/01, data do julgamento do recurso do Lula pelo Tribunal Regional Federal (TRF4).

Havia a promessa, inclusive, da presença dele na manifestação. Mas como esperado a prometida bomba provavelmente virará um traque.

Prevendo o mico na manifestação e a confirmação da sua condenação, Lula mandou avisar esta semana que não irá a Porto Alegre e a organização da mobilização já transmitiu a mensagem aos seus comandados de que cada um deve se manifestar de onde o estiver.

Em Maringá, para a manifestação pró-Lula marcada para o próximo dia 13 na câmara municipal da cidade, os senadores fomentadores da manifestação local (Requião e Gleise) também acabaram de dizer que não vem. Atiçaram a tropa, mas afinaram.

São os caciques vermelhos se escondendo do mico que se avizinha. Esbravejar pela internet, como eles sempre fazem, é fácil, difícil mesmo é encarar a realidade das ruas.

Fechem as fronteiras, o Luleco poderá tentar a fuga da prisão que está cada mais próxima.

7 Comentários
 

Gleise “Desesperada” Hofmann

O ataque gratuito e indecente praticado pela petista Gleise Hofmann contra um magistrado (Juiz Federal Sérgio Moro) da Repúplica, demonstra o grau de menosprezo dos petistas bolivarianos pelas instituições públicas do país e o desespero que bate à sua porta com a proximidade do julgamento da sua ação pelo STF (vejam aqui).

A dita cuja no dia do Natal divulgou um vídeo com seleções de imagens do Juiz Moro, em diversas oportunidades, sendo ovacionado e saudade por onde passava, fazendo a seguinte indagação: “É um juiz ou um astro?”.

Quanto inveja hein “narizinho”? Mas para invejar o Juiz primeiro você deveria fazer o mesmo que ele pratica: agir com descência, embasado na lei e com escrúpulos, o que pelo visto não é o seu caso e da “patota” (para não dizer outra coisa) que você defende.

6 Comentários


Lula e Maluf: adversários que se tornaram parceiros

Momento simbólico em que Lula/PT e Maluf firmaram “parceria” duradoura em São Paulo.

Pesquisando textos e manuscritos no meu acervo neste domingo de Advento de Natal, encontrei uma preciosidade que traça um breve histórico da relação odiosa que depois se transformou em parceria e “paixão” política entre Lula e Maluf.

Certamente não foram motivos superficiais ou casuais que selaram a parceria entre ambos, mas “milhões de motivos” que aos poucos, no presente, vão se desvendando.

O texto que encontrei é de Thaís Sabino, do Portal Terra, publicado em 2012e serve para explicar os verdadeiros motivos pelos quais “alguns” alinhados ao esquerdismo anacrônico do país se mostraram agora injuriados com a prisão de Paulo Maluf ocorrida esta semana. Afinal, para alguns “paixão” antiga de vez em quando se manifesta.

Vale a pena a leitura a seguir:

——————

“O assunto de destaque na política brasileira da última semana foi o anúncio de uma aliança municipal de São Paulo entre o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Progressista (PP).

A foto polêmica em que o líder do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cumprimenta o deputado federal Paulo Maluf (PP) foi o estopim para a polêmica que deixou o pré-candidato Fernando Haddad sem vice, após a desistência da deputada federal Luiza Erundina (PSB).

A tensão entre o Lula e Erundina com Maluf começou na década de 1970, quando Maluf era governador de São Paulo e Lula e Erundina atuavam, respectivamente, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e nos movimentos sociais na periferia da capital paulista. “Naquele momento, Maluf era um dos principais expoentes civis da ditadura militar e Lula e Erundina eram lideranças de movimentos sociais que se opunham a ela”, explicou o sociólogo e professor de Gestão de Políticas Públicas da USP, Wagner Iglecias.”

4 Comentários