Sem categoria



E quem disse que velório não é lugar de discurso?

“O golpe é um processo, não é uma iniciativa isolada. Começou com o impeachment, continua com o impedimento da candidatura de Lula (em 2018) e pode continuar com a criação do distritão e do parlamentarismo“.
Dilma Rousseff, ontem, durante o velório do ex-marido, o advogado trabalhista Carlos Araújo.

 

Nota do blog – Que velório que nada, o importante é falar ao proletariado, não é mesmo camarada Dilma!?

Sem categoria
2 Comentários


Possível guerra: Japão ativou hoje sistema antimísseis

O Japão ativou neste sábado (12) seu sistema de defesa antimísseis Patriot, após a Coreia do Norte ameaçar a ilha americana de Guam com um ataque de mísseis sobre o território japonês.

O ministério da Defesa começou a ativar o sistema de proteção aérea Patriot 3 (PAC-3) em Shimane, Hiroshima e Kochi, no oeste do Japão, localidades que segundo Pyongyang poderão ser sobrevoadas por seus mísseis em direção à Guam.

O Japão também se dispunha a ativar o sistema de defesa antimísseis em Ehime, segundo a agência estatal NHK.

Imagens da TV japonesa mostraram veículos militares Continue lendo

Sem categoria
Comente aqui
 

Enfim, o fim do “auxílio-presidiário”

Entre as propostas para reduzir o rombo nas contas públicas, a equipe do presidente Michel Temer pretende acabar com o auxílio-reclusão, conhecido como ‘bolsa-presidiário’.

Segundo o jornal O Globo, “serão encaminhadas ao Congresso propostas para adiar o reajuste dos servidores de 2018 para 2019 (o que resulta numa redução de gastos de R$ 9 bilhões) e para acabar com o auxílio reclusão, pago a famílias de detentos (dando uma economia de R$ 600 milhões)”.

O auxílio-reclusão tem intensa desaprovação da sociedade, que há tempos pede sua extinção.

Sem categoria
5 Comentários
  

A oposição pira ….

ENQUANTO ESTADOS SE BATEM PARA PAGAR A FOLHA DE PAGAMENTO DOS SEUS SERVIDORES, O PARANÁ SEGUE ADIANTE e a oposição pira …

O Governo do Estado autorizou R$ 9 milhões para 49 municípios de todas as regiões do Paraná. Os convênios com as prefeituras foram assinados nesta terça-feira (8) pelo governador Beto Richa, no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Os recursos serão destinados para a construção de academias ao ar livre, mini-arenas esportivas, para a aquisição de veículos de transporte, caminhões e máquinas para a realização de obras. Outros 13 municípios, que tiveram recursos liberados anteriormente, receberam editais para licitar obras, no valor de R$ 9,9 milhões (AEN).

“É possível ouvir choro e ranger de dentes lá pelos lados da oposição decadente e que torce contra o Paraná”.

Sem categoria
5 Comentários


Reforma trabalhista poderá gerar 1,5 milhão de empregos

Um estudo assinado por três economistas do Banco Itaú estima que a reforma trabalhista, que entrará em vigor em novembro, será capaz de elevar a renda média do brasileiro ao longo dos próximos anos e reduzir o desemprego.

A estimativa é que o PIB per capita poderá ter um crescimento adicional de 3,2% em quatro anos, ou 0,8% ao ano por causa da maior flexibilidade do mercado de trabalho. Além disso, as novas regras devem ter efeito sobre a geração de empregos, com a potencial criação de 1,5 milhão de postos de trabalho.

Os economistas Fernando Gonçalves, Luka Barbosa e André Matcin usaram como ponto de partida o Índice de Competitividade do Banco Mundial, no qual o Brasil ocupa a 81ª colocação entre 138 países. Eles estimaram que a reforma teria um impacto positivo no recorte do índice que mede a competitividade do mercado de trabalho, o que elevaria o índice total do Brasil de 4,06 para 4,09, passando para a 78 ª colocação no ranking geral.

Embora pareça pequeno, o impacto econômico dessa evolução poderá ser de até 3,2% no PIB per capita, segundo os economistas. Essa estimativa foi feita a partir da regressão dos dados de todos os países no ranking do Banco Mundial.

O maior crescimento do PIB do que seria possível sem a reforma teria um impacto na geração de postos de trabalho: o desemprego cairia até 1,4 ponto percentual após as mudanças na lei. Continue lendo

Comente aqui


Países do Mercosul suspendem Venezuela

Reunidos em São Paulo neste sábado (5), os chanceleres de Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai decidiram suspender mais uma vez a Venezuela do bloco, desta vez por rompimento da ordem democrática. A decisão – tomada um dia depois da instalação da Constituinte na Venezuela em meio à escalada de crise e violência no país – foi unânime.

A reunião ocorre na sede da prefeitura de São Paulo e é liderada pelo ministro das relações exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira.

Essa suspensão, que tem base no Protocolo de Ushuaia, a cláusula democrática do Mercosul, é a sanção máxima prevista no estatuto do bloco contra um país que deixa de respeitar a democracia. Com isso, a Venezuela só será readmitida depois de uma mudança no regime, com eleições democráticas (Gazeta do Povo).

OBS – Se a Dilma/PT estivessem no poder certamente liderariam movimento em defesa à ditadura venezuelana.

Sem categoria
3 Comentários


Bloqueados R$ 9 milhões de um pobre operário

A Brasilprev enviou ao juiz Sérgio Moro uma confirmação de que bloqueou cerca de R$ 9 milhões que estavam depositados em dois planos de previdência privada, em nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O documento foi anexado a um processo conexo à ação penal que o petista foi condenado na Operação Lava Jato.

No documento, a Brasilprev afirma que suspendeu a disponibilidade dos valores após a decisão de Moro de bloquear R$ 16 milhões dos réus condenados no mesmo processo em que o petista foi condenado a nove anos e meio de prisão.

Conforme o documento, o dinheiro está dividido em dois planos de previdência, um de R$ 7.190.963,75 e o outro no valor de R$ 1.848.331,34. Em ambos os casos, foram feitos apenas um aporte, no dia 6 de junho de 2014.

Segundo a Brasilprev, os dois planos de previdência foram abertos pela LILS Palestras e Eventos. A empresa pertence ao ex-presidente e é responsável por agendar eventos em que o ex-presidente participa.

Além dos planos de previdência, o Banco Central já havia determinado o bloqueio de R$ 606 mil, que estavam depositados em nome do ex-presidente. O dinheiro estava depositado em várias contas bancárias em nome de Lula.

O bloqueio atingiu ainda imóveis pertencentes ao ex-presidente, incluindo o sequestro e arresto de dois carros, três apartamentos e um terreno, em São Bernardo do Campo (SP). O sequestro e o arresto são medidas cautelares que evitam que o réu se desfaça de bens ou valores que podem ser entregues à Justiça após decisão definitiva. No momento, o ex-presidente pode usufruir dos bens. Quantos aos carros, ele não pode vender ou repassar a outras pessoas. O valor dos imóveis deverá ser descontado da multa de R$ 16 milhões.

Na mesma decisão, Moro fez ressalvas quanto ao espólio da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva. Embora ela tenha sido acusada pelos mesmos crimes a que o petista foi condenado, o nome dela foi retirado do processo após a morte, no começo deste ano. Sendo assim, caso os bens que pertenciam ao casal sejam leiloados, apenas 50% do valor poderá ser destinado ao pagamento das multas a que o petista foi condenado (G1)

Sem categoria
1 Comentário