Menos teoria, mais ação: BRDE entrega 43,5 milhões para a produção

O diretor de operações do BRDE João Luiz Agner Regiani (centro) representou a instituição e o estado do Paraná na liberação dos financiamentos

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), instituição que pertence ao estado do Paraná, assinou contratos no valor de R$ 43,5 milhões com produtores rurais e empresas de Londrina e região. A liberação dos recursos ocorreu nesta quarta-feira (11) durante a Expolondrina 2018, na sede da Sociedade Rural do Paraná.

Os contratos foram assinados com avicultores, a empresa Granjeiro, de Rolândia, cooperativas de crédito, a Cooperativa Integrada, de Londrina, e empresas dos setores do comércio, serviços e indústria. São recursos destinados à construção de unidades produtivas, aquisição de equipamentos, modernização, armazenagem e implantação de aviários.

O diretor de Operações do BRDE, João Luiz Regiani, aproveitou a ocasião para anunciar que, a partir de maio próximo, o Banco passará a operar o Fundo de Defesa da Economia Cafeeira, com um aporte inicial de R$ 50 milhões. “É a busca do BRDE por novas fontes de recursos, mantendo a missão do Banco de fomentar a economia e gerar emprego e renda”, disse Regiani.

“A liberação desses recursos reflete a trajetória do BRDE como banco de fomento à economia e indutor da geração de emprego e renda e a busca por novas fontes de recursos para ampliar ainda mais os seus serviços”, afirmou o diretor. Regiani lembrou a primeira parceria com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), o primeiro contrato internacional do BRDE. Continue lendo

Comente aqui


Enquanto isso….

…. na EXPOLONDRINA o tempo está aberto e ensolarado.

Hoje pela manhã teve julgamento da raça Nelore.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) está com estande na EXPOLONDRINA com a sua equipe atendendo a todos os empreendedores urbanos e rurais da região que forem até a feira e tenham interesse em conhecer melhor sobre as linhas de financiamentos disponíveis.

Comente aqui


Financiamento | Entendendo melhor o funcionamento do BRDE

Entrevista que concedi à Rede Massa de Maringá, para o programa Cidade Entrevista do dia 7/4/2018 (sábado) dirigido pelo jornalista Gelson Negrão. Falamos sobre os diversos aspectos que envolvem o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), seus fundos financeiros, acesso aos financiamentos, desempenho da instituição e investimentos na crise econômica.

7 Comentários


Honestidade nem daqui para frente

Ministro do STF Roberto Barroso, mandando indiretas em palestra hoje na abertura do 7º Encontro de Resseguros do Rio de Janeiro.

“Hoje, no Brasil, nessa reação às transfeormações, há dois lotes, o lote dos que não querem ser punidos pelos malfeitos que fizeram, o que consigo entender, é da natureza humana. E tem um lote pior, dos que não querem ser honestos nem daqui pra frente e gostariam que tudo permanecesse como está. É gente que não sabe viver sem que seja com o dinheiro dos outros, sem que seja com dinheiro desviado. A reação é muito evidente. As transformações estão atingindo pessoas que sempre se julgaram imunes e impunes, e por essa razão, porque achavam que o direito penal nunca ia chegar a elas, cometeram uma quantidade inimaginável de delitos”.

—————————

PS – Aqueles que estão a defender a revisão do posicionamento sob STF quanto a prisão em segunda instância ou estão no “segundo lote” ou são inocentes úteis, sem saber, a serviço da impunidade e resistência contras as mudanças necessárias para moralizar a vida pública no país.

Comente aqui


Governadora Cida fez a primeira reunião da equipe hoje de manhã

Nesta segunda-feira pela manhã a governadora Cida Borghetti conduziu a primeira reunião do secretariado do seu governo. Toda equipe esteve presente.

A governadora saudou toda a equipe de governo e aos novos integrantes desta, bem como explanou sobre as metas do sua gestão  e, especialmente, sobre o foco desta que será voltado às pessoas e ao bem estar social.

Cida desde já fez questão de ressaltar que o seu mandato será humanitário.

Comente aqui
 

Minguou o apoio a Lula em Curitiba

Para quem esperava a multidão, foi um vexame. A manifestação de apoio ao ex-presidente (PT) estava completamente esvaziado neste sábado em frente do Palácio Iguaçu em Curitiba.

Alguns gatos pingados, mais um caminhão de som e menos de 50 pessoas – a maioria sindicalista – marcaram presença no ato que demorou pouco mais de meia hora. A frustração era evidente até entre os poucos ambulantes na Praça Nossa Senhora da Salete. (Fábio Campana)

Sem categoria
2 Comentários


As demonstrações de “amor” e “cidadania” da esquerda

A decretação da prisão de Lula anteontem pelo Juiz Sérgio Moro e os movimentos de defesa e proteção a ele, que desde então vem sendo realizados pelos partidários e militantes dos diversos partidos do espectro da esquerda anacrônica do país, estão nos dando a oportunidade de, mais uma vez, testemunharmos as demonstrações de “amor”, “cidadania”e civilidade com que esta esquerda age quando as decisões institucionais contrariam os seus interesses ideológicos e estratégias políticas.

Vejam aqui alguns exemplos da expressão de “amor” e “cidadania” exercidos nos últimos dias pelos integrantes da referida esquerda. Vejamos:

– Homem agredido em frente ao Instituto Lula sofreu traumatismo craniano;

– Suspeito de agredir homem no Instituto Lula foi vereador do PT;

– Homem agredido no Instituto Lula segue internado;

Ainda, em “homenagem”  do Dia do Jornalista, que ocorre na data de hoje, vejam o que os militantes fizeram:

– Repórter da CBN é agredido por militantes no Sindicato dos Metalúrgicos;

– Jornalistas são ameaçados em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos no ABC;

– Entidades de classe repudiam agressões a jornalistas no Sindicato dos Metalúrgicos no ABC;

Estes são apenas alguns exemplos do que pode ser encontrado às dúzias nas mídias sociais sobre o assunto.

Como diz o velho ditado, “o diabo faz a panela mas não faz a tampa”.

Em outras palavras, a esquerda anacrônica do país, que tanto ejacta verborragias dizendo que o PT, o Lula e sua turma vem sendo vítimas da odiosidade, perseguição e violência provindos da direita fascista e “dazelites” do país, de tempos em tempos deixa vazar aos olhos da opinião pública as suas reais matizes históricas ligadas às lutas de classe (no sentido bélico) e as suas atitudes, também históricas, violentas, anti-democráticas e de intolerância.

No entanto, graças à perda do monopólio das mídias pelo Estado e pelas instituições políticas, com o que a esquerda anacrônica ainda não se assentou, atualmente é possível a população enxergar a realidade das entranhas ideológicas e das estratégias de quem continua a agir como se não estivesse sendo flagrado nas suas atitudes e intenções.

Enquanto esta turma/turba continuar agindo assim, continuará perdendo todas, especialmente os corações dos brasileiros.

A falta de capacidade de reflexão, autoanálise e de humildade, da esquerda do país está corroendo as suas raízes e assim continuará até o falecimento total dela. E os incautos que ainda teimam em dar guarida/apoio a estas inconsequências, gradativamente vão se desnudando ao rídiculo.

Comente aqui


Cida Borghetti governadora e os desafios a enfrentar

A então vice-governadora Cida Borghetti assumiu hoje pela manhã a governadoria do estado do Paraná. Momento histórico em que Cida é a primeira mulher a assumir definitivamente o governo do estado, e mais, histórico para Maringá que emplaca o seu segundo governante estadual, o primeiro foi o saudoso e meu professor de Direito Constitucional na UEM, Haroldo Leon Pérez.

A governadora Cida terá grandes desafios a enfrentar nos 9 meses do seu mandato, consistentes em dar continuidade à austeridade fiscal realizada pelo seu predecessor Beto Richa, avançar ainda mais nas políticas de segurança, educação e de combate à violência contra a mulher, bem como ampliar as ações do estado no setor econômico engendrando políticas de fomento ao segmento produtivo a fim de gerar mais empregos no estado.

Para todos estes e outros desafios a governadora Cida se encontra preparada para o enfrentamento. Certamente a gestão austera e planificada será a marca do seu governo.

Comente aqui


Quer melhor resposta?

Quer melhor resposta que um governo possa dar aos seus detratores do que resultados positivos em benefício da população do seu estado?

Então, a resposta firme e responsável que o governador Beto Richa dá aos seus adversários políticos ao completar pouco mais de 7 anos de mandato, cujos adversários tanto tentaram desestabilizar o seu governo, são os números acachapantes que traz a verdade à luz quanto a excelente administração desempenhada.

Somente alguns exemplos:

– 19 bilhões investidos na saúde;

– mais de 10 mil policiais contratados;

– 57% de redução o índice de pobreza;

– mais de 15 mil casas rurais construídas;

A frustração da oposição e que tentou prejudicar o Paraná é grande, felizmente e para o bem dos paranaenses.

Observe-se que estes são apenas alguns números, existem muitos outros que atestam o grau de preservação da economia nímia do estado que Beto Richa conseguiu imprimir. Para se ter idéia da sanidade financeira do estado, o Paraná é o único estado do Brasil avaliado pelas avaliadoras internacionais com a nota AA (a das melhores da classificação de risco) e o único a conseguir captação de recursos internacionais para mim investimentos internos sem a necessidade de recorrer a aval da União.

Detalhe: tudo isso em meio a uma das maiores crises econômicas que o Brasil já atravessou, promovida em grande parte pelo governo federal do partido daqueles que aqui no Paraná fazem oposição.

*** Este post poderá ser posteriormente atualizado com novos números sobre o desempenho positivo do governo Richa, doa a quem doer.

 

Comente aqui