50 anos da morte um bandido chamado CHE GUEVARA

NESTA SEMANA OS ESQUERDOPATAS COMUNISTAS DO BRASIL ESTÃO SE DESMANCHANDO EM COMEMORAÇÕES E VIAJANDO EM MENTIRAS SOBRE UM DOS MAIORES ÍCONES BANDIDOS DA REVOLUÇÃO LATINOAMERICANA, ERNESTO CHE GUEVARA.

PARA A ESQUERDA BRASILEIRA É ESTE TIPO DE VERME ESCROTO QUE MERECE CELEBRAÇÃO.

Por Rodrigo Constantino, Gazeta do Povo

Há aproximadamente 48 anos, Ernesto “Che” Guevara recebeu uma grande dose de seu próprio remédio. Sem qualquer julgamento, ele foi declarado um assassino, posto contra um paredão e fuzilado. Historicamente falando, a justiça raramente foi tão bem feita. O ditado “tudo o que vai, volta” expressa bem essa situação.

“Execuções?”, gritou Che Guevara enquanto discursava na glorificada Assembléia Geral da ONU, em 9 de dezembro de 1964. “É claro que executamos!”, declarou o ungido, gerando aplausos entusiasmados daquele venerável órgão. “E continuaremos executando enquanto for necessário! Essa é uma guerra de morte contra os inimigos da revolução!”

Ocorreram 14.000 execuções por fuzilamento em Cuba até o final de década de 1960. José Vilasuso, um cubano que à época era promotor dos julgamentos comandados por Guevara, fugiu horrorizado e enojado com o que presenciou. Ele estima que Che promulgou mais de 400 sentenças de morte apenas nos primeiros meses em que comandava a prisão de La Cabaña. Um padre basco chamado Iaki de Aspiazu, que sempre estava à mão para ouvir confissões e fazer a extrema unção, diz que Che pessoalmente ordenou 700 execuções por fuzilamento durante esse período. O próprio Che admitiu ter ordenado “milhares” de execuções durante o primeiro ano do regime de Fidel Castro.

Felix Rodriguez, o agente cubano-americano da CIA que ajudou a caçar Che na Bolívia e que foi a última pessoa a interrogá-lo, diz que Che, em sua última conversação, admitiu “algumas milhares” de execuções. “Eu não preciso de provas para executar um homem”, gritou Che para um funcionário do judiciário cubano em 1959. “Eu só preciso saber que é necessário executá-lo! Continue lendo

4 Comentários
 

Sonhar, trabalhar e realizar

Alguns sonham, e apenas sonham.

Muitos sonham e trabalham, e a suas vidas se resumem ao trabalho e trabalho mecânico, por subsistência.

Mas alguns sonham, trabalham e, com planejamento, realizam o que sonham.

Sejamos realizadores, empreendedores.

 

*** De lero-lero, mi-mi-mi e teorismos o mundo está repleto de quem os faça. Há vagas para concretizadores de teorias.

Livre Pensar
Comente aqui


Solidariedade ao jornalista Angelo Rigon

Em razão do lamentável fato ocorrido no ambiente da Câmara Municipal de Maringá, no transcorrer da votação da abertura de Comissão Parlamentar em relação ao vereador Homero Marchese, que resultou na agressão física ao jornalista maringaense Angelo Rigon, me manifesto perplexo de que em pleno século 21 o ser-humano ainda recorra à violência física ou psicológica na tentativa de reprimir quem pensa de modo diferente ou adota posições diferentes das suas.

Não bastasse a lamentável ofensa física sofrida pelo jornalista Rigon, este ainda teve, no episódio, o seu celular furtado.

Desse modo, manifesto aqui publicamente solidariedade ao jornalista Angelo Rigon em virtude das agressões sofridas, bem como registro o meu manifesto de repugnância a tal ato selvagem e votos de que as autoridades policiais apurem e punam o ofensor nos termos da lei.

Não há posição politica, ideológica ou de pensamento que justifique a imposição física a um semelhante, seja ele quem for.

6 Comentários


Investimentos e desenvolvimento econômico

Entrevista que concedi no dia 29/09 (sexta) como Diretor de Operações do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) ao jornalista Luiz Ribeiro para o programa ECONOMIA EM DEBATE, da TV Sinal (Assembléia Legislativa do Paraná), e na qual  foram abordados os seguintes temas importantes e técnicos: 1) – tratamento tributário diferenciado às instituições de desenvolvimento, 2) – criação de fundos de investimentos para o fomento econômico, 3) – fundo de desenvolvimento para a região Sul (FDS), e, 4) – captação de recursos internacionais para diversificação de `founding` e investimentos na região Sul do Brasil.

4 Comentários


O suicídio sob a ótica da esquerda anacrônica

Os ativistas esquerdopatas anti Lava Jato e anti Moro de modo orquestrado (como sempre fazem) agora deram, como “papa defuntos”, de se utilizar do suicídio do reitor da UFSC para atribuirem  responsabilidade pela prática do ato desafortunado ao modelo legal das prisões realizadas na busca pela punição da corrupção no país, tentando, assim, criar vínculos entre as investigações/prisões e o ato desafortunado praticado pelo suicida.

É muita “cara dura” e cretinice dessa gente que não tem o mínimo pudor em se utilizar de uma situação trágica como esta para exercitarem o seu ativismo pró Lula e contra tudo o que contraria os seus interesses levianos de auxiliarem retornar ao poder o modelo corrupto que imperou nas gestões Lula e Dilma.

A que ponto as coisas chegaram. Extremamente lamentável e de tamanha pobreza de espírito.

Sem categoria
Comente aqui


Pesquisa: Lula estaria eleito….para a cadeia

Lindbergh Farias, neste domingo, comemorou a pesquisa Datafolha, que mostrou Lula com 35% do eleitorado.

Ele disse para a coluna Painel:

“Os que diziam que Lula estava morto depois de Palocci devem estar arrancando os cabelos”.

A mesma pesquisa, nesta segunda-feira, apontou que 54% dos brasileiros querem ver Lula preso.

Lindbergh Farias deve ter ficado careca de ontem para hoje (Antagonista).

 

Nota do blog – Com o percentual de 54% de brasileiros querendo ver o molusco preso, Lula já pode se considerar eleito…..para a cadeia.

Sem categoria
4 Comentários


Reitor afastado da UFSC cometeu suicídio hoje

O reitor afastado da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (2) no Beiramar Shopping, em Florianópolis. Ele teria cometido suicídio.

Cancellier estava afastado da instituição por determinação judicial. Ele e outras seis pessoas foram presas no dia 14 de setembro e liberadas no dia seguinte. O grupo é investigado na Operação Ouvidos Moucos, da Polícia Federal, que apura desvio de recursos em cursos de Educação a Distância (EaD) oferecidos pelo programa Universidade Aberta no Brasil (UAB) na UFSC.

Em nota, a assessoria do shopping disse que por volta das 10h30 um homem cometeu suicídio, caindo no vão central. Ele se jogou da escada do piso L4. A Polícia Militar e o Instituto Médico Legal (IML) confirmaram a identidade da vítima.
Conforme a chefia de gabinete da UFSC, dois pró-reitores se deslocavam na manhã desta segunda-feira para o IML. Em nota, a universidade afirmou que “pró-reitorias e secretarias da Administração Central paralisaram as atividades a partir das 11h, em função do trágico acontecimento”.

Investigação – Cancellier era suspeito de tentar interferir nas investigações internas feitas pelo corregedor-geral, Rodolfo Hickel do Prado. O corregedor diz ter sido ameaçado pelo reitor, ter o salário reduzido e ser pressionado a fornecer dados da investigação. Continue lendo

Sem categoria
Comente aqui


Petêxiitas em pânico: Requião é fiasco total

Foto do fiasco da troupe de Requião

Fabio Campana no seu blog observou que foi um verdadeiro fiasco do provável futuro candidato ao governo do estado pelo PT. Seria por estas e outras que os petêxiitas estão desesperados procurando criar factóides políticos no Paraná?

Registrou Campana:

“O encontro do PMDB organizado por Requião em Dois Vizinhos, para definir o seu futuro político-eleitoral, foi um fiasco desastroso para Requião. O PMDB demonstrou que não o acompanha mais. Só levou um deputado estadual do PMDB, o seu próprio filhote, Maurício Requião. Nem o sobrinho, deputado João Arruda, nem o deputado Nereu Moura, da região, foram ao encontro que se transformou em convescote da família em esforço para reeleger o filho Maurício. O fim de linha do Requião é patético.”

Sem categoria
6 Comentários


Na TV Sinal

Nesta manhã estive na TV Sinal, da Assembléia Legislativa do Paraná, para ser entrevistado por Luiz Ribeiro no programa Economia em Debate, a fim de falarmos sobre o modelo do sistema de fomento econômico existente no Brasil, tratamento tributário dado pela União às instituições de fomento/desenvolvimento do país e sobre a necessidade da criação de fundos financeiros de investimento visando ampliar a atuação do BRDE na região Sul do Brasil.

Comente aqui