atraso



Avianca abandona quase 200 passageiros por 40 horas em NY

Empresa mostra despreparo menos de 1 mês após passar a oferecer viagens diretas de SP para NY; caos e desinformação marcam a espera dos clientes.

Vejam aqui a matéria integral sobre o assunto produzida pelo IG Notícias.

 

Comente aqui


Reformas e a cultura do atraso

Texto de Rafael Rosset

Sujeito apela pra manter uma penhora (manifestamente indevida) de R$ 40,00. Recurso é copiar e colar de peças anteriores. Processo sobe ao Tribunal. Se o assessor do desembargador gastou 3 horas pra analisar e resumir o processo pro desembargador, lá se foram R$ 200,00 em dinheiro do contribuinte. Se o relator gastou mais 3 horas pra revisar e elaborar o voto, mais R$ 1.000,00. Se o revisor e o terceiro juiz gastaram mais uma hora cada neste processo, temos mais R$ 600,00. Não estou contando outros custos, como energia elétrica, internet, tempo dos serventuários que fazem a juntada, certificam, remetem as intimações pra imprensa oficial etc.

Recurso (claro) julgado improcedente. Decisão de 10 laudas pra discutir R$ 40,00. Tribunal não condena o apelante nem em honorários recursais nem em litigância de má-fé. Custo total pro contribuinte: R$ 1.800,00. Custo para o sujeito que movimentou toda a máquina judiciária e acionou os servidores públicos mais bem pagos da República pra tentar pôr R$ 40,00 no bolso: zero. E o custo pra aquelas outras pessoas que tiveram o julgamento de seus processos (envolvendo desapropriação de suas moradias, guarda de filhos que estão sendo abusados, pagamento de pensão alimentícia pra alguma criança que está passando fome etc.) injustamente atrasado porque o sujeito queria brigar por R$ 40,00? Inestimável.

Terceiro mundismo não tem nada a ver com o PIB de um país. É um estado de espírito, uma mentalidade, toda uma cultura cuidadosamente construída e celebrada pra cultivar o atraso.

 

***Nota do blog – Precisamos urgentemente de reformas nas mentes retrógradas ativistas do povo que não quer a libertação da nação.

Comente aqui