Eleições



Terceiro turno

Manifestações em São Paulo e no Rio de Janeiro (foto) no dia de ontem (30)

Dois dias após o resultado das eleições os militantes dos perdedores já articulam manifestações nas ruas contrárias ao ganhador (Bolsonaro). Não querem o fim das eleições, mas uma espécie de “terceiro turno”.

v
Falta maturidade democrática destes que se dizem defensores da democracia, mas querem dar continuidade em disputas políticas sem fim. Isto não é bom para o país e tampouco atende aos interesses da nação.

v
Precisamos amadurecer mais e pensarmos mais no Brasil. Enquanto a defesa de partidos e de pessoas (políticos) for a prioridade das militâncias políticas ativistas (de todos os lados), o País, que é o que mais devia interessar, ficará em segundo plano.

Comente aqui


Bolsonaro Presidente do Brasil

O TSE está neste momento com 99,88% dos votos apurados nas eleições presidenciais e o resultado aponta Jair Messias Bolsonaro como o novo presidente do Brasil com mais de 57 milhões de votos, enquanto Fernando Haddad está com 47 milhões de votos.

Em percentuais: Bolsonaro 55,15% X 44,85% Haddad,

Foi uma eleição presidencial histórica, em que o candidato vencedor contou com apenas 8 segundos de tempo na programação eleitoral na televisão no primeiro turno e passou a maior parte do tempo da campanha sem ir às ruas e aos debates em razão de ter sofrido atentado a faca que lhe exigiu mais de 40 dias de recuperação em casa.

Mas o mais atípico e sem paradigmas históricos foi o fato de que Bolsonaro gastou em sua campanha míseros – para uma campanha presidencial – R$ 1,5 milhão de reais, sem utilização de recursos públicos (fundo partidário), enquanto os seus adversários fizeram companhas milionárias, sendo que algumas campanhas, como a de Haddad, superaram a casa de R$ 20 milhões em gastos e com utilização de recursos públicos.

Em resumo, foi uma eleição histórica e que entrou para os anais hsitóricos da política nacional.

Comente aqui


Paraná Pesquisas: Bolsonaro 60,6% X 39,4 Haddad

O Fábio Campana

Acaba de sair do forno a última pesquisa de opinião sobre a corrida presidencial. É da Paraná Pesquisas, encomendada pela revista Crusoé e o site Antagonista. O instituto dirigido por Murilo Hidalgo foi o que acertou todas no primeiro turno, ao contrário do Ibope, Datafolha e outros que derraparam feio.

Pois, pois, pelo Paraná Pesquisas, Jair Bolsonaro tem 60,6% dos votos válidos. Fernando Haddad permaneceu parado com 39,4%.

Veja mais aqui.

Comente aqui


Haddad distribuindo ‘fake news’

Sabatina realizada hoje pelo O Globo, Valor Econômico e revista Época – foto: O Globo

Na sabatina de hoje, realizada pelo O Globo, jornal Valor Econômico e revista Época, Fernando Haddad fez uma afirmativa com natureza de ‘fake news’ (clique aqui) ao afirmar que o vice de Bolsonaro, general Hamilton Mourão, teria torturado o cantor Geraldo Azevedo no ano de 1969, bem como teria sido um torturador na época da ditadura militar.

Ocorre que esta mentira já havia sido  anteriormente desconstituída por não haver  nenhum registro histórico que a comprovasse, bem como visto que o general Mourão sequer estava no Exército à época dos alegados fatos.

Resumo da história: Haddad, depois de ter feito muito alarde baseado em reportagem da Folha de S. Paulo sobre suposta e não comprovada contratação, por empresários, de mecanismo para distribuir ‘fake news’ contra a sua candidatura, foi pego no flagra concretamente disseminando mais uma ‘fake news’, dentre tantas outras já disseminadas pelo PT nesta campanha eleitoral.

1 Comentário


Que termine o quanto antes

I Que venham o quanto antes as eleições do próximo domingo. Está difícil de suportar o mimimi, o vitimismo e a desfaçatez da esquerda representada pelo Haddad em pousar como “defensores da democracia”, quando o que se sabe é que eles defendem a “tomada do poder”.

São horas que estão a demorar a eternidade.

Comente aqui


Guerra de babuínos

O site O Antagonista informa que o núcleo duro da campanha de Haddad já dá como certa a vitória de Jair Bolsonaro no próximo domingo. Literalmente jogaram a toalha.

O que se pode esperar deste cenário, com o próprio PT se considerando batido no processo eleitoral?

Pode-se esperar que nestes últimos dias de campanha o PT faça um enfrentamento eleitoral ao estilo “guerra de babuínos”, onde vale tudo, dedo no olho, golpes abaixo da cintura, areia na cara do adversário, pedrada, lançamentos de excrementos, etc

Como o próprio Lula já afirmou várias vezes, o PT é capaz de “fazer os diabos” pelo poder. Portanto, preparem o estômago que nesta semana o “esgoto eleitoral” vai jorrar.

Comente aqui


Ibope: Ratinho com 57% dos votos válidos

A divulgação da última pesquisa Ibope, na noite deste sábado (6), confirmou a liderança de Ratinho Jr. (PSD), que se manteve à frente na disputa pelo governo do Paraná durante toda a campanha eleitoral.

Na reta final ele aumentou a vantagem e subiu para 50% das intenções de voto. Ao considerar os votos válidos, Ratinho vai a 57%. Contudo, como a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos porcentuais, e o número de indecisos ainda é de 6%, não é possível assegurar se a disputa para o cargo de governador terá segundo turno ou já termina no primeiro turno.

Cida Borghetti (PP) aparece com 16% das intenções de voto, seguida por João Arruda (MDB) com 12% e Dr. Rosinha (PT), com 5%.”

Veja mais aqui.

1 Comentário


A candidatura derreteu?

Do Analista dos Planaltos

A intervenção de última hora no pedágio pode ter sido o último gol contra do time de Cida Borghetti. Colocar coronéis da PM como interventores às vésperas da eleição soa como factoide e vem reforçar os comentários nos comitês de Ratinho e João Arruda de que a candidatura da governadora derreteu, segundo as pesquisas internas e os trackings diários.
Ao que tudo indica – e não parece provável mudar, a eleição termina domingo.

2 Comentários


Bolsonaro vai de Ratinho no Paraná, vice e versa

Fábio Campana

Na manhã desta quarta feira, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) fez um vídeo confirmando seu apoio ao candidato Ratinho Junior (PSD) ao governo do Paraná. O vídeo oficializa o apoio que já tinha sido declarado em entrevista à RIC quando Bolsonaro esteve em Curitiba este ano. “É uma honra receber o apoio de um candidato líder nas pesquisas e que representa um projeto de ruptura com o atual modelo de gestão”, agradeceu Ratinho Junior.

3 Comentários


Líder nacional da Assembléia de Deus anuncia apoio Bolsonaro

O presidente emérito da igreja Assembléia de Deus no Brasil, pastor José Wellington (foto), anunciou ontem seu apoio e voto para o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Depois da declaração de apoio do líder da igreja Universal, pastor Edir Macedo, este é mais um apoio de peso que Bolsonaro capitaliza na sua campanha, a qual vai ganhando muita consistência na reta final do primeiro turno.

3 Comentários