Eleições



Que termine o quanto antes

I Que venham o quanto antes as eleições do próximo domingo. Está difícil de suportar o mimimi, o vitimismo e a desfaçatez da esquerda representada pelo Haddad em pousar como “defensores da democracia”, quando o que se sabe é que eles defendem a “tomada do poder”.

São horas que estão a demorar a eternidade.

Comente aqui


Guerra de babuínos

O site O Antagonista informa que o núcleo duro da campanha de Haddad já dá como certa a vitória de Jair Bolsonaro no próximo domingo. Literalmente jogaram a toalha.

O que se pode esperar deste cenário, com o próprio PT se considerando batido no processo eleitoral?

Pode-se esperar que nestes últimos dias de campanha o PT faça um enfrentamento eleitoral ao estilo “guerra de babuínos”, onde vale tudo, dedo no olho, golpes abaixo da cintura, areia na cara do adversário, pedrada, lançamentos de excrementos, etc

Como o próprio Lula já afirmou várias vezes, o PT é capaz de “fazer os diabos” pelo poder. Portanto, preparem o estômago que nesta semana o “esgoto eleitoral” vai jorrar.

Comente aqui


Ibope: Ratinho com 57% dos votos válidos

A divulgação da última pesquisa Ibope, na noite deste sábado (6), confirmou a liderança de Ratinho Jr. (PSD), que se manteve à frente na disputa pelo governo do Paraná durante toda a campanha eleitoral.

Na reta final ele aumentou a vantagem e subiu para 50% das intenções de voto. Ao considerar os votos válidos, Ratinho vai a 57%. Contudo, como a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos porcentuais, e o número de indecisos ainda é de 6%, não é possível assegurar se a disputa para o cargo de governador terá segundo turno ou já termina no primeiro turno.

Cida Borghetti (PP) aparece com 16% das intenções de voto, seguida por João Arruda (MDB) com 12% e Dr. Rosinha (PT), com 5%.”

Veja mais aqui.

1 Comentário


A candidatura derreteu?

Do Analista dos Planaltos

A intervenção de última hora no pedágio pode ter sido o último gol contra do time de Cida Borghetti. Colocar coronéis da PM como interventores às vésperas da eleição soa como factoide e vem reforçar os comentários nos comitês de Ratinho e João Arruda de que a candidatura da governadora derreteu, segundo as pesquisas internas e os trackings diários.
Ao que tudo indica – e não parece provável mudar, a eleição termina domingo.

2 Comentários


Bolsonaro vai de Ratinho no Paraná, vice e versa

Fábio Campana

Na manhã desta quarta feira, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) fez um vídeo confirmando seu apoio ao candidato Ratinho Junior (PSD) ao governo do Paraná. O vídeo oficializa o apoio que já tinha sido declarado em entrevista à RIC quando Bolsonaro esteve em Curitiba este ano. “É uma honra receber o apoio de um candidato líder nas pesquisas e que representa um projeto de ruptura com o atual modelo de gestão”, agradeceu Ratinho Junior.

3 Comentários


Líder nacional da Assembléia de Deus anuncia apoio Bolsonaro

O presidente emérito da igreja Assembléia de Deus no Brasil, pastor José Wellington (foto), anunciou ontem seu apoio e voto para o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Depois da declaração de apoio do líder da igreja Universal, pastor Edir Macedo, este é mais um apoio de peso que Bolsonaro capitaliza na sua campanha, a qual vai ganhando muita consistência na reta final do primeiro turno.

3 Comentários


IBOPE: Bolsonaro 31%; Haddad 21%; Ciro 11%

Fonte: G1

O Ibope divulgou nesta segunda-feira (1º) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. A pesquisa ouviu 3.010 eleitores entre sábado (29) e domingo (30).

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Os resultados foram os seguintes:

Em relação ao levantamento anterior do instituto, divulgado na quarta-feira (26):

Bolsonaro passou de 27% para 31%;

Haddad se manteve com 21%;

Ciro oscilou de 12% para 11%;

Alckmin se manteve com 8%;

Marina foi de 6% para 4%;

Os indecisos foram de 7% para 5% e os brancos ou nulos, de 11% para 12%.

Rejeição

O Instituto também perguntou: “Dentre estes candidatos a Presidente da República, em qual o (a) sr. (a) não votaria de jeito nenhum? Mais algum? Algum outro?”.

Neste levantamento, portanto, os entrevistados podem citar mais de um candidato. Por isso, os resultados somam mais de 100%.

Os resultados foram:

  • Bolsonaro: 44%
  • Haddad: 38%
  • Marina: 25%
  • Alckmin: 19%
  • Ciro: 18%
  • Meirelles: 10%
  • Cabo Daciolo: 10%
  • Eymael: 10%
  • Boulos: 10%
  • Vera: 9%
  • Alvaro Dias: 9%
  • Amoêdo: 8%
  • João Goulart Filho: 7%
  • Poderia votar em todos: 2%
  • Não sabe/não respondeu: 6%

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Entrevistados: 3.010 eleitores em 208 municípios
  • Quando a pesquisa foi feita: 29 e 30 de setembro
  • Registro no TSE: BR- 08650/2018
  • Contratantes da pesquisa: TV Globo e “O Estado de S.Paulo”
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
  • 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.
Comente aqui


Com PT no poder haveria regulação da mídia

Informa Leandro Mazzini que além da composição ministerial em eventual vitória nas eleições, dirigentes do PT e do PCdoB já discutem um dos projetos que terá prioridade na gestão de Fernando Haddad e Manuela D’Ávila: a regulação da mídia.

As conversas reservadas seguem na mesma linha de 2014, o último ano do governo de Dilma Rousseff: regulamentar o parágrafo 5º do artigo 220 da Constituição Federal, capítulo 5 (que trata da comunicação social), para derrubar o que chamam de “monopólio” das empresas. No Congresso Nacional, o PCdoB encampou a ideia do PT e está à frente das principais propostas.

Cerco perigoso

Não se descarta, na esteira, a criação de um Conselho Nacional de Jornalistas, para punir reportagens “fakes” – ou julgar aquelas que desagradam ao Poder.

Recado prévio

Nos últimos meses, a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), presidente nacional do partido, avisou da tribuna que, se o partido voltar ao Planalto do Planalto, “a grande mídia será regulamentada”.

————————–

***Nota do blog – Interessante notar que os esquerdistas opositores a Bolsonaro chamam-no com muita facilidade de “ditador” e “autoritário”, mas não falam um “a” contra a pretendida (pelo PT) “regulação da mídia”, que a esquerda pretende adotar caso Haddad se eleja (tóc, tóc, tóc). Em outras palavras, “censura” e regime ditatorial são aceitos pelos esquerdistas desde que o “partidão” esteja no poder.

1 Comentário


Domingo de manifestações pró-Bolsonaro pelo Brasil

Depois das manifestações de ontem a favor e contra Bolsonaro, sendo que a maioria as manifestações favoráveis foram solenemente ignoradas pela grande mídia (por exemplo, em, Maringá, Paraná), neste domingo estão sendo realizadas diversas manifestações a favor de Bolsonaro por todo o Brasil e que provavelmente também não serão mostradas pela mídia.

Clique nas cidades abaixo e veja os vídeos de algumas manifestações pró-Bolsonaro que estão sendo realizadas neste domingo:

– Belo Horizonte;

– Maceió;

– Campinas;

– Foz do Iguaçú;

– Pampulha; 

– Boston (EUA);

– Brasília;

Comente aqui


“Acabar com o pedágio”: mais uma ação de marketing de CIDA

Por Rogério Galindo (Caixa Zero), via Gazeta do Povo

“Não se pode negar que a governadora Cida Borghetti (PP) leva jeito para marketing. Aconteça o que acontecer, ela está pronta para virar o jogo a seu favor. Até agora, isso não virou a eleição a seu favor, mas não é por falta de tentativas.”

“Nesta quarta-feira, depois do mais novo escândalo ligado a seu próprio grupo político (que levou para a cadeia uma nova leva de tucanos e empresários), Cida saiu-se com essa: se o pedágio tem chuncho, vou à Justiça para que as pessoas não paguem mais pedágio.

É muito improvável que dê certo – há um contrato a ser respeitado, apesar de tudo. Mas vamos que o juiz libere, ainda que por um dia, Cida pode dançar uma salsa e computar um milhãozinho de votos. Mesmo que não dê, pode ir ao debate da RIC nesta sexta e dizer que está lutando a favor de quem paga o pedágio turbinado por propinas.”   Veja mais …

Comente aqui