expressão

     

Rigon | Expressão (1)

Dizem que imitar coisas boas ou bacanas não é “pecado”.

Portanto, vou imitar aqui no blog o que o jornalista Angelo Rigon faz no blog dele e eu acho muito bacana. Vou lançar aqui uma sessão/série denominada “Expressão”, só que com caras e bocas um pouco diferentes, “pescadas” da Internet.

Hoje começaremos com esta:

2 Comentários


Depois de Miriam Leitão foi a vez de Alexandre Garcia

Esta é para aqueles que andam mentindo por aí ao afirmarem que a jornalista Miriam Leitão inventou a história de que foi assediada moralmente por militantes do PT no transcorrer de toda viagem aérea em que se deslocava para trabalhar, colocando, assim, em dúvida a capacidade que turba lulopetista tem de violar direitos individuais e morais daqueles que não se submetem ao “catecismo” da esquerda retrógrada e comunista existente no Brasil

Depois da jornalista Miriam Leitão foi a vez do também jornalista Alexandre Garcia ser abordado indecorosamente por militante esquerdista quando embarcava num vôo, certamente referido vândalo moral pertence à turba petista e/ou comunista que dá suporte ao projeto de poder da esquerda anacrônica do País.

Vejam a seguir o vídeo do vândalo moral esquerdista que tentou intimidar o jornalista Alexandre Garcia durante o embarque num aeroporto:

Desde os tempos de Lula, passando pela malfadada era Dilma, se percebe que uma das grandes ambições do lulopetismo é intimidar e controlar a mídia e o jornalismo livre do País.

Não foi por acaso que na era de poder petista o lulopetismo tentou enfiar goela abaixo a denominada Lei de Meios, pela qual se “modelaria”, à moda fascista, a mídia nacional, limitando inicialmente os tamanhos dos órgãos de comunicação, para certamente num segundo momento fazer o que naturalmente se faz com a mídia em países governados pela esquerda de matiz comunista, qual seja: controlar totalmente os meios de comunicação no seu conteúdo informativo. Vejam, neste sentido o que está a ocorrer nos países bolivarianos-comunistas da Venezuela e do Equador, os quais sempre receberam apoios solidários do PT, PSOL, PSTU, PCO e PCdoB.

Também não é por acaso que agora a estratégia dos xiitas esquerdistas é tentar intimidar diretamente  jornalistas que não rezam a cartilha do lulopetismo e exercem as suas profissões com liberdade.

Para a turba lulopetista e comunista imprensa livre é sinônimo de pavor e obstáculos para as suas “prospecções” financeiras sobre o dinheiro público.

6 Comentários