Lava-Jato



88% dos brasileiros querem a continuidade da Lava Jato

Mais de três anos após seu início, a Operação Lava Jato ainda tem o apoio de nove em cada dez brasileiros (88%) para continuar nas ruas, porque acreditam que ainda há muitos nomes a serem investigados, segundo pesquisa Ipso.Para 91% dos entrevistados, as investigações devem continuar até o fim custe o que custar. A instabilidade política e a instabilidade econômica não devem ser motivos para encerrar a operação para mais de 80% dos respondentes. As informações são do Diário do Poder.

Além disso, 71% dos entrevistados acreditam que a Lava Jato vai fortalecer a democracia no país. Em contrapartida, 80% acreditam que as grandes lideranças políticas do Brasil estejam tentando acabar com a Operação Lava Jato.

**Nota do blog – Esta constatação joga por terra o discurso dos aliados de Lula que tentam desqualificar a operação Lava Jato perante a opinião pública, atribuindo-lhe suposta culpa pela instabilidade política que vive o país, assim como demonstra que a opinião pública está direcionada à vontade de que o país seja passado a limpo. Estes novos tempos ainda não foram bem assimilados por algumas lideranças políticas do nosso país que ainda insistem em inverter a ordem e os valores das coisas

Comente aqui


Em véspera de julgamento do LULA é bom relembrar de PALOCCI

Hoje, dia 23/01/2018, é véspera do julgamento do Lula pelo TRF4 em Porto Alegre (RS), e é sempre bom relembrar aos incautos, que ainda sonham e fazem devaneios sobre a suposta inocência do ex-presidente, que além do julgamento que ocorrerá amanhã, está ainda por rolar muita água por baixo da ponte das revelações das ligações escusas de Lula com o poder.

Segue abaixo, no vídeo, a primeira parte do depoimento bombástico de Antonio Palocci concedido ao juiz Sérgio Moro em Curitiba e que coloca “pá de cal” sobre Lula, Dilma e todos os interligados a estes no esquema de corrupção que desviou BILHÕES de reais dos cofres públicos e que hoje vem ocasionando o caos econômico que o país vem atravessando, fechamento de universidades públicas, cancelamento de bolsas de pesquisas, elevação de preços do combustível, luz, água, telefone, etc, desemprego de mais de 12 milhões de brasileiros, dentre outros infortúnios que os brasileiros vem sofrendo ultimamente.

Assistam:


Como foi acima mencionado, esta é somente a primeira parte do depoimento de Palocci ao Juiz Sérgio Moro. Se quiserem assistir às demais partes vejam por aqui.

Vale a pena assistir para se ter noção da dimensão do caráter (ou a falta de) do maior “inocente” jamais visto na história deste país..

2 Comentários


Provas de sobra contra Lula

O esperneio da defesa de Lula, dos adeptos do lulopetismo e dos pseudos entendidos no assunto não procede.

A defesa de Lula acusa de “fraude” o processo em que o ex-presidente está condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, pela dificuldade de contestar as provas abundantes obtidas pela força-tarefa da Lava Jato.

O Ministério Público Federal juntou ao processo notas fiscais, fotos (incluindo imagens de Lula no imóvel,) contrato de gaveta encontrado no apartamento do ex-presidente, testemunhos de quem trabalhou na reforma chefiada por Marisa Letícia, laudos periciais etc. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

8 Comentários


Lula, um funcionário da Odebrecht

JATINHO USADO POR LULA PODE TER SAÍDO DE SUA ‘CONTA CORRENTE’ COM A ODEBRECHT

PARECIA SER DE LULA O JATINHO ‘DA ODEBRECHT’ QUE ELE USAVA
Diário do Poder
v
A Odebrecht colocou à disposição do ex-presidente Lula um jato executivo capaz de levá-lo a qualquer lugar do mundo, ora a serviço da empreiteira, ora para uso pessoal. Ele agia como se o jato fosse de sua propriedade. Integrantes da força-tarefa da Lava Jato suspeitam que o luxuoso Gulfstream G200 pode ter sido adquirido para o petista tão logo ele deixou a presidência da República, no final de 2010.
V
Uma das linhas de investigação é sobre a suposta compra do jatinho no âmbito da “conta-corrente” de Lula delatada pela própria Odebrecht.
 V
A suspeita de “uso exclusivo” decorre da informação de que Lula teria escolhido pessoalmente a tripulação do Gulfstream.
 V
Lula usou esse jato a serviço da Odebrecht ou cumprindo agenda pessoal, segundo revelou o ex-diretor Alexandrino Alencar.
 V
Alexandrino Alentar, que foi preso na Lava Jato, fez acordo de delação premiada e reforçando acusações de tráfico de influência contra Lula.
Comente aqui


Se esconder dentro da câmara municipal é fácil…

Se esconder dentro da câmara municipal para defender o Luleco é fácil, quero ver ter coragem para marcar ato pró-Luleco em frente a catedral, como fizeram quem hoje se vestiu de verde e amarelo e foi se manifestar em favor da Justiça e das investigações da operação Lava Jato.

9 Comentários


Sem din-din para Lula

Lula ainda tem eleitores, mas ninguém cai na conversa de que o julgamento no TRF-4 é um golpe para afastá-lo da campanha.

O PT está arrecadando dinheiro para organizar a baderna em Porto Alegre. Até agora, porém, só 201 doadores se dispuseram a colaborar.

Os eleitores de Lula sabem que ele está sendo julgado pelo dinheiro roubado da Petrobras e que a Lava Jato nunca perseguiu sua candidatura. (O Antagonista)

Comente aqui


Cony se foi mas deixou sua opinião sobre Lula

Carlos Heitor Cony , jornalista da velha guarda do jornalismo nacional faleceu nesta semana, dia 05 (sexta). Foi um dos primeiros jornalistas a se posicionar contra a tomada do poder pelos militares em 64 e sempre foi próximo da esquerda brasileira e seu admirador.

Nos últimos tempos de vida não se cansou de demonstrar o seu desencanto com os rumos assumidos pela esquerda nacional, mais apegada ao capital e ao patrimonialismo dos seus líderes do que  aos princípios inicialmente defendidos pelos partidos da esquerda nacional.

O site Antagonista relembrou esta semana interessante e marcante trecho de manifestação de Cony, escrita na Folha de S. Paulo em setembro de 2016, a qual sintetiza o seu desalento com uma das figuras proeminentes da esquerda do país, Luiz Inácio Lula da Silva.

A breve manifestação de Cony é um choque de realidade sobre o líder petista, anteriormente admirado por ele, e que alguns insistem teimosamente em fazer de conta que não existe.

O mesmo Cony que muitos da esquerda reverenciaram no seu falecimento, deveria servir de instrumento para lhes destravar os olhos.

Segue o texto de Cony:

“Em setembro de 2016, Carlos Heitor Cony escreveu o seguinte sobre Lula na Folha:

“Não lhe adianta acusar as elites, o imperialismo e os golpes que alega estar sofrendo.

Na sua primeira investida rumo ao poder, era um líder respeitável e pobre. Levado pelo seu primeiro secretário de imprensa, o elegante Ricardo Kotscho, cheguei a comprar uma camisa do PT para ajudar a sua eleição. Apesar da minha modesta contribuição, ele não se elegeu (votei em Brizola) e deixou de vender camisas, inaugurando uma corrupção que não soube parar e que agora o atinge pessoalmente. A pobre e solitária camisa, que lhe comprei e nunca vesti, não pode concorrer com o mensalão, o petrolão e a Lava Jato.””

1 Comentário


Vídeo | Depoimento “pá de cal” de Palocci

Esta é apenas a primeira parte do depoimento bombástico de Antonio Palocci concedido ontem ao juiz Sérgio Moro em Curitiba e que coloca “pá de cal” sobre Lula, Dilma e todos os interligados a estes no esquema de corrupção que desviou BILHÕES de reais dos cofres públicos e que hoje vem ocasionando o caos econômico que o país vem atravessando, fechamento de universidades públicas, cancelamento de bolsas de pesquisas, elevação de preços do combustível, luz, água, telefone, etc, desemprego de 14 milhões de brasileiros, dentre outros infortúnios que os brasileiros vem sofrendo ultimamente.

Assistam:

Como foi acima mencionado, esta é somente a primeira parte do depoimento de ontem de Palocci. Se quiserem assistir às demais partes vejam por aqui.

2 Comentários


Minoritários acionarão JBS

O escândalo envolvendo as delações de altos executivos da J&F Investimentos, holding dona da JBS, reacende o debate sobre prejuízos causados a acionistas em decorrência de atos ilícitos da administração.

Desta vez, o embate ganhou contornos expressivos, com a sinalização da BNDESPar de que apoiará um pedido de processo para que os controladores e administradores Wesley e Joesley Batista sejam obrigados a indenizar a companhia, fato que animou a Associação dos Investidores Minoritários (Aidmin) a abrir uma ação civil contra os irmãos Batista. (Valor Econômico).

Comente aqui


Bendine: a prisão do braço direito de Dilma

O ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine foi preso na 42ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (27) no Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Suspeito de receber R$ 3 milhões da Odebrecht, Bendine foi preso na casa da filha, em Sorocaba (SP). A ação foi batizada de Cobra.

A PF prendeu outras duas pessoas, que são suspeitas de operar a propina da empreiteira para Bendine: os irmãos André Gustavo Vieira da Silva e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior, sócios em uma agência de publicidade, a Arcos Propaganda. Eles foram presos no Recife.

O Ministério Público Federal (MPF) afirma que, quando comandava o Banco do Brasil, Bendine pediu R$ 17 milhões à Odebrecht para rolar uma dívida da empresa com a instituição, mas não recebeu o valor. Na véspera de assumir a Petrobras, pediu mais R$ 3 milhões para não prejudicar os contratos da estatal com a empreiteira. O valor foi pago em 2015.

Naquele ano, Bendine era braço direito da então presidente Dilma Rousseff. E havia deixado o banco com a missão de acabar com a corrupção na petroleira, alvo da Lava Jato. Mas, segundo delatores da Odebrecht, ele já cobrava propina no Banco do Brasil e continuou cobrando na Petrobras (G1).

1 Comentário