Politica



As demonstrações de “amor” e “cidadania” da esquerda

A decretação da prisão de Lula anteontem pelo Juiz Sérgio Moro e os movimentos de defesa e proteção a ele, que desde então vem sendo realizados pelos partidários e militantes dos diversos partidos do espectro da esquerda anacrônica do país, estão nos dando a oportunidade de, mais uma vez, testemunharmos as demonstrações de “amor”, “cidadania”e civilidade com que esta esquerda age quando as decisões institucionais contrariam os seus interesses ideológicos e estratégias políticas.

Vejam aqui alguns exemplos da expressão de “amor” e “cidadania” exercidos nos últimos dias pelos integrantes da referida esquerda. Vejamos:

– Homem agredido em frente ao Instituto Lula sofreu traumatismo craniano;

– Suspeito de agredir homem no Instituto Lula foi vereador do PT;

– Homem agredido no Instituto Lula segue internado;

Ainda, em “homenagem”  do Dia do Jornalista, que ocorre na data de hoje, vejam o que os militantes fizeram:

– Repórter da CBN é agredido por militantes no Sindicato dos Metalúrgicos;

– Jornalistas são ameaçados em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos no ABC;

– Entidades de classe repudiam agressões a jornalistas no Sindicato dos Metalúrgicos no ABC;

Estes são apenas alguns exemplos do que pode ser encontrado às dúzias nas mídias sociais sobre o assunto.

Como diz o velho ditado, “o diabo faz a panela mas não faz a tampa”.

Em outras palavras, a esquerda anacrônica do país, que tanto ejacta verborragias dizendo que o PT, o Lula e sua turma vem sendo vítimas da odiosidade, perseguição e violência provindos da direita fascista e “dazelites” do país, de tempos em tempos deixa vazar aos olhos da opinião pública as suas reais matizes históricas ligadas às lutas de classe (no sentido bélico) e as suas atitudes, também históricas, violentas, anti-democráticas e de intolerância.

No entanto, graças à perda do monopólio das mídias pelo Estado e pelas instituições políticas, com o que a esquerda anacrônica ainda não se assentou, atualmente é possível a população enxergar a realidade das entranhas ideológicas e das estratégias de quem continua a agir como se não estivesse sendo flagrado nas suas atitudes e intenções.

Enquanto esta turma/turba continuar agindo assim, continuará perdendo todas, especialmente os corações dos brasileiros.

A falta de capacidade de reflexão, autoanálise e de humildade, da esquerda do país está corroendo as suas raízes e assim continuará até o falecimento total dela. E os incautos que ainda teimam em dar guarida/apoio a estas inconsequências, gradativamente vão se desnudando ao rídiculo.

Comente aqui


Cida Borghetti governadora e os desafios a enfrentar

A então vice-governadora Cida Borghetti assumiu hoje pela manhã a governadoria do estado do Paraná. Momento histórico em que Cida é a primeira mulher a assumir definitivamente o governo do estado, e mais, histórico para Maringá que emplaca o seu segundo governante estadual, o primeiro foi o saudoso e meu professor de Direito Constitucional na UEM, Haroldo Leon Pérez.

A governadora Cida terá grandes desafios a enfrentar nos 9 meses do seu mandato, consistentes em dar continuidade à austeridade fiscal realizada pelo seu predecessor Beto Richa, avançar ainda mais nas políticas de segurança, educação e de combate à violência contra a mulher, bem como ampliar as ações do estado no setor econômico engendrando políticas de fomento ao segmento produtivo a fim de gerar mais empregos no estado.

Para todos estes e outros desafios a governadora Cida se encontra preparada para o enfrentamento. Certamente a gestão austera e planificada será a marca do seu governo.

Comente aqui


Beto se afasta e Cida assume o governo

Momento em que ao lado da vice-governadora Cida Borghetti o governador Beto Richa anunciava à equipe de governo que se afastará do cargo

Ontem, conforme foi amplamente divulgado pela imprensa, o governador Beto Richa anunciou que se afastará do governo para disputar o Senado enquanto a vice-governadora Cida Borghetti assumirá o governo do estado para completar os 9 meses restantes de mandato e assim também disputar o governo do estado.

Beto Richa demonstrou muita tranquilidade e segurança ao ser indagado pela imprensa sobre a perda do foro privilegiado, alegando com objetividade que nada há a temer uma vez que nenhuma das acusações que lhes foram feitas são verdadeiras ou tem qualquer rastro de prova efetiva. No bom português quis transmitir que, “quem não deve não teme”.

A vice Cida Borghetti, resgistrou publicamente sua temperança ao falar à imprensa sobre como será o seu governo, dizendo que acima de tudo será um governo de continuidade e de manutenção das políticas positivas do governo Richa.

A renúncia efetiva do governador Beto Richa ocorrerá no dia 6/4, quando este retornará de viagem ao exterior, e até lá a governadora Cida Borghetti dará formato definitivo à sua equipe de governo.

Comente aqui


88% dos brasileiros querem a continuidade da Lava Jato

Mais de três anos após seu início, a Operação Lava Jato ainda tem o apoio de nove em cada dez brasileiros (88%) para continuar nas ruas, porque acreditam que ainda há muitos nomes a serem investigados, segundo pesquisa Ipso.Para 91% dos entrevistados, as investigações devem continuar até o fim custe o que custar. A instabilidade política e a instabilidade econômica não devem ser motivos para encerrar a operação para mais de 80% dos respondentes. As informações são do Diário do Poder.

Além disso, 71% dos entrevistados acreditam que a Lava Jato vai fortalecer a democracia no país. Em contrapartida, 80% acreditam que as grandes lideranças políticas do Brasil estejam tentando acabar com a Operação Lava Jato.

**Nota do blog – Esta constatação joga por terra o discurso dos aliados de Lula que tentam desqualificar a operação Lava Jato perante a opinião pública, atribuindo-lhe suposta culpa pela instabilidade política que vive o país, assim como demonstra que a opinião pública está direcionada à vontade de que o país seja passado a limpo. Estes novos tempos ainda não foram bem assimilados por algumas lideranças políticas do nosso país que ainda insistem em inverter a ordem e os valores das coisas

Comente aqui


Lula será preso

A decisão unânime dos desembargadores da oitava turma, inclusive na dosimetria da pena, deixa a defesa de Lula sem saída.

Ele apenas poderá, em dois dias, apresentar embargos de declaração, que deverão ser julgados em um mês.

O TRF-4 decidiu que a pena de 12 anos e 1 mês de cadeia para Lula deve ser executada imediatamente após os recursos. (O Antagonista).

3 Comentários
 

Pá de cal: Brasil 3 X 0 Luleco

“Sua Excelência, o ex-presidente, perdeu o rumo…”

No voto “pá de cal” dado pelo Desembargador Victor Laus, que fechou em 3 X 0 o placar do julgamento de hoje do TRF4 contra o recurso do Lula, esta frase do seu voto exprime com exatidão o que aconteceu com Lula no exercício do poder:

”A sua Excelência, o ex-presidente, perdeu o rumo das coisas e passou a confundir o exercício do poder presidencial com a sua posição politico-partidária e acabou por se atolar no sistema corruptivo”

Gente, precisa falar mais alguma coisa?

Por fim, os 3 desembargadores apresentaram um extenso rol de provas testemunhais e materiais existentes para a condenação de Lula, sendo que os 3 concatenaram cada uma das provas processuais com as condutas de Lula e a finada Mariza.

Em resumo, a sessão do TRF4 foi um verdadeiro “show” de liçōes processuais e demonstrações das fartas provas existentes contra Lula.

Quem insistir em dizer que o Lula está sendo perseguido ou que contra ele não há provas, será por ignorância, alienação ou MÁ-FÉ MESMO. Simples assim.

Comente aqui


Prescrição: defesa de Lula arrega e alega questão técnica.

Prevendo derrota eminente amanhã (24) no TRF4, diante da robustez dos argumentos que o condenaram em Primeira Instância, a defesa de Lula partiu para o tudo ou nada se apegando agora a uma questão técnica NÃO ALEGADA em nenhuma das fases anteriores do processo: a suposta “prescrição”.

Sinal de desespero? Mais um blefe ou jogada jurídica? Não se sabe ao certo, mas se trata de uma inovação nas alegações da defesa que demonstram a espera de derrota amanhã no TRF4, em Porto Alegre, face à fragilidade das alegações de defesa.

A defesa continua afirmando que Lula é inocente, mas pelo sim pelo não, resolveu atacar em outra frente: pede aos desembargadores do Tribunal da Lava Jato que reconheçam o esgotamento do prazo para punir o petista por lavagem de dinheiro e corrupção. Segundo os advogados, Lula foi acusado pelo caso do triplex que ocorreu em 2009 e isso faz o caso ter expirado.
E aproveitando o papel, a defesa também já pediu para que o chefe recorra em liberdade caso amanhã se confirme a sentença de Moro. (com adaptação de texto originário do site de Fábio Campana)

3 Comentários
 

Se esconder dentro da câmara municipal é fácil…

Se esconder dentro da câmara municipal para defender o Luleco é fácil, quero ver ter coragem para marcar ato pró-Luleco em frente a catedral, como fizeram quem hoje se vestiu de verde e amarelo e foi se manifestar em favor da Justiça e das investigações da operação Lava Jato.

9 Comentários