rigon



Solidariedade ao jornalista Angelo Rigon

Em razão do lamentável fato ocorrido no ambiente da Câmara Municipal de Maringá, no transcorrer da votação da abertura de Comissão Parlamentar em relação ao vereador Homero Marchese, que resultou na agressão física ao jornalista maringaense Angelo Rigon, me manifesto perplexo de que em pleno século 21 o ser-humano ainda recorra à violência física ou psicológica na tentativa de reprimir quem pensa de modo diferente ou adota posições diferentes das suas.

Não bastasse a lamentável ofensa física sofrida pelo jornalista Rigon, este ainda teve, no episódio, o seu celular furtado.

Desse modo, manifesto aqui publicamente solidariedade ao jornalista Angelo Rigon em virtude das agressões sofridas, bem como registro o meu manifesto de repugnância a tal ato selvagem e votos de que as autoridades policiais apurem e punam o ofensor nos termos da lei.

Não há posição politica, ideológica ou de pensamento que justifique a imposição física a um semelhante, seja ele quem for.

6 Comentários