Schneider confirmou mensalão para o PL

Christian Perillier Schneider revelou ao portal Congresso em Foco, em 12 de setembro de 2006, como o Ministério da Saúde, onde trabalhava como assessor, entrou no esquema de favorecimento ao PL, que aderiu à base do primeiro governo Lula, em acordo fechado com o então presidente e o líder do partido Valdemar Costa Neto.

O acordo que veio a público – confirmado durante o julgamento do mensalão pelo STF – estabelecia o pagamento de R$ 10 milhões ao partido, mas, segundo Schneider, atingiu R$ 26 milhões por meio de emendas parlamentares atendidas pelo Ministério da Saúde.

Suas declarações estão em

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/wellington-fagundes-foi-o-interlocutor-do-ms/

 

Política

Um comentário sobre “Schneider confirmou mensalão para o PL

  1. Mario pédemesa 27 de dezembro de 2012 18:50

    So falta agora o Kireff mandar projeto de Lei para a Câmara para complementar o salario desde nobre membro da Arapongagem Brasiliense, se e que já não pediu ao Gervasio para fazer esse trabalhinho.

    Isso não vai acabar bem quero ver o Renato Lima peitar esse gatos do SNI digo ABIN, sera que a Visatec guenta o tranco e pagar pra ver.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.