Mês: março 2013



O mundo cão faz mais uma vítima

“Tudo isso por causa de quê? Quinhentos reais? Pelo amor de Deus, se fosse para pedir esmola, a gente dava. Ele não reagiu, não fez absolutamente nada”

Juliana de Souza, irmã

 

Uma vida de trabalho para um marginal chegar e meter um tiro no seu peito, não dá para entender.”


José de Camargo, motorista e amigo

 

Essas duas frases resumem o drama envolvendo a morte de José Luiz de Souza, 53 anos, morto durante assalto ao Depósito São Marcos, de sua propriedade, no centro de Londrina. O crime aconteceu no final da tarde de quinta-feira.

 

Ele não reagiu à abordagem. Um dos assaltantes, no entanto, deu um tiro no peito dele.

 

José Luiz deixa esposa e dois filhos.

 

Ele herdou em 2008 o depósito de seu pai, que o fundou em 1980.

 

A vida de José Luiz foi dedicada a este empreendimento, que começou pequeno e se tornou uma referência no comércio de material de construção e acabamento.

 

José Luiz foi mais vítima da brutalidade que caracteriza nosso mundo cada dia mais cão.

Política
2 Comentários
 

A Privataria Petralha e sua vítima preferencial, a Petrobras

Reportagem da revista Época é de dar calafrios: mostra como, depois de ter sugado o quanto pôde da Petrobrás, utilizando-a como instrumento político – e, assim, causando o maior rombo e a maior desvalorização da historia da companhia -, o governo petista quer agora se desfazer de ativos bilionários da empresa no exterior como se fossem sucata.

 

Aperitivo:

 

Na quarta-feira, dia 27 de março, o executivo Carlos Fabián, do grupo argentino Indalo, esteve no 22o andar da sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, para fechar o negócio de sua vida. É lá que funciona a Gerência de Novos Negócios da Petrobras, a unidade que promove o maior feirão da história da estatal – e talvez do país. Sem dinheiro em caixa, a Petrobras resolveu vender grande parte de seu patrimônio no exterior, que inclui de tudo: refinarias, poços de petróleo, equipamentos, participações em empresas, postos de combustível. Com o feirão, chamado no jargão da empresa de “plano de desinvestimentos”, a Petrobras espera arrecadar cerca de US$ 10 bilhões. De tão estratégica, a Gerência de Novos Negócios reporta-se diretamente à presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster. Ela acompanha detidamente cada oferta do feirão. Nenhuma causou tanta polêmica dentro da Petrobras quanto a que o executivo Fabián viria a fechar em sua visita sigilosa ao Rio: a venda de metade do que a estatal tem na Petrobras Argentina, a Pesa.

 

Prato principal:

 

http://revistaepoca.globo.com//tempo/noticia/2013/03/empresas-da-petrobras-vendidas-pela-metade-do-preco-um-amigo-de-cristina-kirchner.html

 

Sem categoria
Comente aqui


Notícias de uma quinta-feira nada santa

Eletrobrás tem prejuízo de R$ 6,8 bi em 2012 após redução de tarifa de energia

http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios-geral,eletrobras-tem-prejuizo-de-r-68-bi-em-2012-apos-reducao-de-tarifa-de-energia,148822,0.htm

 

Dívida líquida do setor público sobe para 35,7% do PIB

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,divida-liquida-do-setor-publico-sobe-para-357-do-pib,148894,0.htm

 

BC eleva projeção de inflação para acima de 5% em 2013 e 2014

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,bc-eleva-projecao-de-inflacao-para-acima-de-5-em-2013-e-2014,148823,0.htm

 

Ibovespa tem pior 1º trimestre desde 1995

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,ibovespa-tem-pior-1-trimestre-desde-1995,148933,0.htm

 

Dilma cria seu 39º ministério, a Secretaria da Micro e Pequena Empresa

Pasta deverá abrigar o PSD, de Gilberto Kassab, e terá gasto anual de R$ 7,9 milhões

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,dilma-cria-seu-39-ministerio-a-secretaria-da-micro-e-pequena-empresa,1014468,0.htm

 

“O Brasil nunca esteve em tão boas mãos como agora”, diz Lula sobre Dilma

http://www.pt.org.br/noticias/view/entrevista_o_brasil_nunca_esteve_em_taeo_boas_maeos_como_agora._diz_lula_so

 

Política
1 Comentário
 

Dilma fala, nega e se complica toda

A [email protected] Dilma, a rainha das Magdas do Planalto, promoveu hoje a maior confusão no mercado.

 

Falou, negou o que falou e se complicou toda. E ficou comprovado que o que falou era mesmo o que falou.

 

Ela disse em Durban, África do Sul, ser contra a política de combate à inflação que comprometa o crescimento econômico.

 

O mercado – essa estranha, oculta e poderosíssima força motriz da economia – interpretou a declaração dela como um sinal de que o governo não vai aumentar a taxa de juros, e consequentemente frear o consumo, para controlar a inflação – que, convenhamos, está saindo do controle.

 

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, coitado, disse ter sido encarregado pela [email protected] de esclarecer que o que foi escrito, falado e televisionado era exatamente o contrário do que ela pensava.

 

Mas não deu certo. Ninguém acreditou no homem, que tem agido,convenhamos também, como um office-boy do Planalto.

 

Então a [email protected] deu um esculacho nos jornalistas e depois mandou alguém escrever uma nota oficial mal-educada, dizendo não “admitir manipulação” de sua fala.

 

Ora, ora. Ninguém manipulou nada. O que ela disse foi registrado pela Agência Brasil – órgão do governo federal – e gravado pelas rádios e tevês.

 

O que a Agência Brasil divulgou foi exatamente o que ela disse e pode ser conferido em

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-03-27/presidenta-dilma-diz-que-e-contra-combate-inflacao-com-reducao-do-crescimento

 

(O link já dá a ideia do contexto.)

 

Entre outras, a TV Estadão gravou a fala dela. Confira, se duvidar, em

 

http://tv.estadao.com.br/videos,DILMA-DIZ-QUE-NOTICIA-FOI-MANIPULADA,197861,254,0.htm

 

Portanto, se alguém está manipulando alguma coisa, esse alguém é a [email protected]

 

A Magda (das Magdas) do Planalto.

 

Política
Comente aqui


Lula, o super Teflon

Lula defendeu hoje, em palestra em São Paulo, que o financiamento privado de campanhas políticas deve se converter em “crime inafiançável”.

 

 

Humberto Dantas, cientista político e professor do Insper, tem uma explicação:

 

“O grande problema de Lula (…) é (…) o sentimento de que sua camada antiaderente é tão eficiente que sequer seu discurso é capaz de aderir às suas práticas.”

 

Política
Comente aqui


Si non è vero…

… è bene trovato.

 

Do Jornal de Londrina:

 

Um papagaio pode ter salvo uma família de um assalto em Cambé. Pelo menos, é o que acreditam os moradores da casa invadida por três homens, um deles armado, no último dia 16. Assim que os bandidos anunciaram o assalto, o papagaio Totó desceu do poleiro onde estava e foi até a sala, onde a família foi mantida como refém. As informações são da RPCTV.

 

Assim que chegou à sala, a ave voou e atacou justamente o assaltante que estava armado. Segundo um dos moradores, que não quis se identificar, depois da bicada o bandido ameaçou matar o papagaio. “Saiu sangue. O cara falou ‘vou te matar’, e foi com a arma na direção dele. ‘Não vai matar meu louro’, foi a única coisa que eu falei”, disse o rapaz.

 

O susto fez com que os bandidos saíssem da casa sem levar nada. “Foi um motivo a mais para eles se assustarem e desistirem da intenção”, disse a mulher.

 

 

 

Sem categoria
Comente aqui


MP, esse pentelho

O PT não pode, mesmo, gostar do Ministério Público.

O idílio que mantinha com os promotores antes de chegar à Presidência – promotores que ajudaram, e muito, essa conquista – transformou-se numa relação de antipatia generalizada e ódio restrito a alguns elementos do partido.

Esse azedume tem tudo para crescer. O MP pede informações ao Planalto sobre os gastos da comitiva da [email protected] Dilma em Roma, a pretexto da entronização do papa Francisco.

O Planalto informou que se gastaram 342 mil reais nos quatro dias de “dolce far niente”, deleite que exigiu 52 apartamentos em hotéis de alto luxo. (S conta exclui o Aero Lula-Dilma, que custa cerca de 170 mil a hora de voo).

O MP quer saber quem compôs a comitiva e qual a função de cada um.

Não dá mesmo para manter o idílio com uns pentelhos desses…

 

Política
Comente aqui